Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Felipe F

Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2019

Recommended Posts

Outubro é o 3° mês mais ativo na temporada de furacões e o mês propício a tempestades extremamente poderosas (Opal 1995, Mitch 1998, Wilma 2005, Rick 2009, Patricia 2015, Willa 2018, Michael 2018), mas este ano falhou. Mesmo assim, o número de tempestades nomeadas este ano pode ser significativo caso os próximos dois "invests" se formarem. 

Invest 97L nos impressionou nesta manhã, com centro aparentemente bem definido e com explosões de convecção no centro e por isso, o Centro Nacional de Furacões emitiu um aviso especial há pouco, dando 100% de chance deste sistema se tornar um ciclone tropical ou subtropical hoje. A janela de oportunidade deve se encerrar em breve, nas imagens de satélite já estamos observando a frente fria próximo do ciclone, mas possivelmente já estamos lidando com o próximo nome da temporada de furacões: Olga.

130828b8-36a9-400b-8118-752a62675baf.gif

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

De forma inesperada, uma área de baixa pressão não tropical rapidamente se organizou nesta madrugada e também impressiona, o NHC emitiu 50% de chance de se tornar um ciclone tropical ou subtropical nos próximos 2 dias. 

Atualizando, o Invest 97L se transformou na depressão tropical 17-L. Contudo, caso este invest da imagem abaixo (98L) se formar, será a 18° ciclone tropical/subtropical do ano.

Os próximos dois nomes da temporada de furacões são: Olga e Pablo. 

 

Impressiona a circulação de 98L e também a forma como a convecção profunda cresce cada vez mais e inclusive mostra sinais da formação de algo que lembra a de um núcleo interno (olho). 

088b3e25-e177-434c-8295-92d5c667ba3e.gif

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Devido a D17 alguns tornados podem ser registrados no litoral da LA, MS e AL.

Um tornado watch foi emitido momentos atrás.

 

MD 2115 graphic

[IMG]

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há dias os modelos estavam indicando a possibilidade de um ciclone nessa área dos Açores.

Lembra um pouco o processo de tropicalização do Catarina. 

Fazendo uma medida no olhômetro, a área de conveccão desse sistema tem mais ou menos o diâmetro equivalente à distância entre as Ilhas Terceira e do Pico nos Açores, 80km, um raio de 40 km de cobertura de nuvens à partir do centro. Se for elevado à categoria de TT será um dos menores ciclones observados.

Pcpk29B.png

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olga no Golfo!

 

18z Best Track:
AL, 17, 2019102518,, BEST, 0, 259N, 936W, 35, 1002, TS, 34, NEQ

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Talvez Pablo também vai aparecer na próxima atualização.

 

AL, 98, 2019102518,, BEST, 0, 360N, 327W, 45, 990, LO

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Felipe F disse:

Talvez Pablo também vai aparecer na próxima atualização.

 

AL, 98, 2019102518,, BEST, 0, 360N, 327W, 45, 990, LO

 

 

Image

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segundo o NHC, Pablo vai afetar a Ilha de São Miguel, a mais povoada dos Açores. Pode ter um impacto maior que Lorenzo.

aKxo0Yv.png

Edited by Tavares
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olga fez landfall nos EUA ainda com características tropicais de acordo com dados das estações.

A rajada de vento mais forte foi de 120 km/h em Mandeville, LA.

Em Nova Orleans o aeroporto registrou ventos sustentados de 75 km/h e rajadas de 95 km/h.

Lista com as rajadas de vento mais fortes registradas na região do NHC - Nova Orleans:

 

Imagem

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olga também causou diversos tornados ontem, principalmente no estado do Alabama.

No Mississippi a rajada de vento mais forte foi de aproximadamente 115 km/h em Tupelo.

O ciclone agora está no estado do Tennessee e deve seguir causando ventos fortes e chuva.

Radar mostrando que o ciclone ainda tinha um centro bem definido em terra:

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pablo está perto da ilha de Santa Maria nos Açores.

O ciclone segue apresentando um pequeno olho.

 

BASE-IMG8-VIS-3L.png.72c72b01e5ff50dc1fd400a1cb3971da.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pablo

 

...PABLO SLIGHTLY STRONGER...
...EXPECTED TO PASS NEAR OR OVER THE EASTERN AZORES TONIGHT...


SUMMARY OF 1100 AM AST...1500 UTC...INFORMATION
-----------------------------------------------
LOCATION...35.2N 28.1W
ABOUT 205 MI...325 KM SSW OF THE AZORES
MAXIMUM SUSTAINED WINDS...50 MPH...85 KM/H
PRESENT MOVEMENT...E OR 90 DEGREES AT 16 MPH...26 KM/H
MINIMUM CENTRAL PRESSURE...989 MB...29.21 INCHES

 

Imagem

Edited by Felipe F

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tempestade tropical Sebastien se forma no Atlântico.

 

Image

 

Image

 

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.