Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Felipe F

Tufões no Pacífico Oeste - 2019

Recommended Posts

 

 O James sempre faz ótimos vídeos, e Lingling realmente pode ser considerado um presente para ele pois foi tudo tão rápido (formação, intensificação, um alvo minúsculo no meio do oceano..) que a chance de dar tudo errado era grande, mas não só ele chegou a tempo como o local que ele escolheu foi atingido em cheio pelo olho. 

 

 Por sorte, Miyakojima é uma das ilhas mais preparadas do mundo para o impacto destes fenômenos (como ele disse, foi construída “como uma fortaleza”; a arquitetura é até um pouco feia mas extremamente funcional, e dá cabo do desafio muito bem).  Mas este tufão, apesar de bem forte (nos EUA possivelmente seria classificado como um categoria 4 inicial), esteve longe de ser um tufão histórico para a ilha, que já encarou coisa muito pior no passado e até por isso se preparou tão bem.  Até a vegetação é perfeitamente podada nas áreas urbanas, de maneira a sofrer o mínimo durante os ventos fortes e se recuperar com rapidez depois.

 

 Os dados históricos da estação meteorológica principal da ilha (funcionando desde 1938) mostram que Lingling trouxe a quinta menor pressão atmosférica ao nível do mar e apenas a oitava rajada de vento mais forte (ou sétima, duas delas foram registradas em dias diferentes num mesmo tufão).  O último tufão (bem) mais forte no local foi registrado em 2003 (Maemi). 

 

 

Ranking de menores pressões  ao nível do mar (Miyako-Jima):

 

1 - 908,1 mb em 15/09/1959 (Sarah)

2 - 912 mb em 11/09/2003 (Maemi)

3 - 928,9 mb em 05/09/1966 (Cora)

4 - 934,1 mb em 01/08/1956 (Wanda)

5 - 940,5 mb em 05/09/2019 (Ligling)

 

Ranking de rajadas de vento (Miyako-Jima):

 

1-      307,1 Km/h em 05/09/1966 (Cora)

2-      287,3 Km/h em 22/09/1968 (Della)

3-      280,8 Km/h em 23/09/1968 (Della)

4-      266,8 Km/h em 11/09/2003 (Maemi)

5-      252 Km/h em 23/06/1950 (Elsie)

6-      233,3 Km/h em 15/09/1959 (Sarah) - anemômetro avariado, perdeu o vento máximo.

7-      217,1 Km/h em 25/09/1957 (Faye)

8-     214,6 Km/h em 05/09/2019 (Lingling)

 

Edited by Wallace Rezende
  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites

Imagina na Olimpíada.

IMAGE_M_ID_1170195266852593664_20190907023410.jpeg

IMAGE_M_ID_1170186447699070976_20190907023950.jpeg

Edited by Tavares
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tufão Lingling perdeu força rapidamente, mas ainda chegou nas Coreias como um tufão.

Desde 2000 um tufão não fazia landfall na Coreia do Norte segundo dados da JTWC.

Uma ilha na costa da Coreia do Sul registrou pressão mínima de 975 mbar.

 

Imagem de Lingling e Faxai

ED2G6a_WkAUGv2m?format=jpg&name=large

 

 

 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Faxai se fortaleceu para categoria 4.

O tufão pode chegar ao Japão entre domingo e segunda.

Esse pode ser um dos ciclones mais fortes a chegar perto da capital nos últimos anos.

Além dos ventos fortes, acumulados significativos de chuva (+250 mm) estão sendo esperados.

 

ED52DM4W4AAU9Vm?format=jpg&name=medium

Share this post


Link to post
Share on other sites

Faxai começando a entrar na região de Yokohama.

 

Radar

ED9WCExU0AAD2Oh.jpeg

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olho do tufão bem sobre a baía de Tóquio. Inusitado.

Chiba, do lado oposto à capital japonesa pegou a parte mais intensa da parede do olho e registrou ventos constantes de mais de 100 km/h e rajadas de 170 km/h.

 

ED9x3GvUEAARoCM.png

ED9vd56UwAAG7UF.png

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rajada de 207 km/h em Chiba, Japão e 157 km/h em Tokyo.

Em Amagisan choveu 430 mm em 12 horas.

 

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Citar

Japan's Meteorological Agency says Typhoon Faxai has made landfall near Chiba City, east of Tokyo.

 

ED9vd56UwAAG7UF?format=png&name=900x900

Share this post


Link to post
Share on other sites

A maior rajada de vento até o mormento foi de 209 km/h em Kozushima.

 

HvTd2e6.png

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como já foi dito, o tufão Faxai atingiu a região de Kanto no Japão hoje, com trajetória que levou os ventos mais fortes para o leste de Kanagawa, leste da baía de Tóquio e, principalmente, a província de Chiba.  A cidade de Tóquio mesmo não registrou condições dignas de nota, e a rajada máxima sequer entrou para a lista das maiores (113 Km/h com Faxai, maior desde 01/10/2018 apenas quando chegou a 141,5 Km/h; o recorde é de 168,1 Km/h em 01/09/1938).

 

Yokohama, na província de Kanagawa, registrou uma rajada de 150,5 Km/h durante a passagem de Faxai, a quinta maior desde o início dos registros em 1938 (o recorde de 175,3 Km/h também pertence ao tufão de setembro de 1938 responsável pelo recorde de Tóquio).  Houve também inundação em algumas áreas costeiras da província por conta dos ventos que sopraram da baía antes da passagem do olho, mas sem maior gravidade, e chuva bem forte (pico de 66 mm por hora).

 

O principal destaque foi a cidade de Chiba (capital da província homônima, localizada no fundo da Baía de Tóquio), que recebeu a parte mais forte do olho de Faxai e registrou uma rajada de 207 Km/h, quebrando facilmente o recorde anterior de 175 Km/h registrado em 01/07/1985.  Os registros meteorológicos em Chiba foram iniciados em 1966, ou seja não há dados para o ano de 1938.

 

O aeroporto de Narita, também na província de Chiba, foi outro lugar que registrou uma rajada recorde nesta madrugada de segunda-feira com 164,9 Km/h, mas só há dados de vento para este local desde 2003.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tufão interessante para acompanhar.

 

HAGIBIS

 

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
10 minutos atrás, edsr97 disse:

Tufão interessante para acompanhar.

 

HAGIBIS

 

 

 

 

 

 

UKMET

EGNqwFvVAAAOqNu.thumb.png.4d675c27ec76d4fd3063d9e7b6738dc2.png

 

EURO

us_model-en-056-0_modez_2019100612_86_15856_149.thumb.png.2d3e0bc86bfa7e7e2189e814ce37e300.png

us_model-en-056-0_modez_2019100612_87_15856_482.png

Edited by edsr97
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Typhoon Hagibis

 

 

 

 

Edited by edsr97
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Possivelmente o Tufão Hagibis pode ser o mais forte do ano(vale lembrar que no ano passado o tufão mais forte(Yutu) ocorreu justamente em outubro).

O problema é que semana que vem tem corrida da Fórmula 1 e também partidas do Mundial de Rugby, e o Japão está na rota do Tufão Hagibis segundo previsões(especialmente o sudoeste do país), isso certamente pode atrapalhar os eventos esportivos por lá.

 

Aproveitando: depois de Faxai houve três sistemas que se transformaram em tempestade tropical/tufão antes do Hagibis(a tempestade tropical Peipah, o Tufão Tapah e o Tufão Mitag, sendo este último deixando 10 mortes)

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

JTWC prevê ventos sustentados de 260 km/h rajadas de 315 km/h na Quarta e Quinta-feira. A previsão do JMA é menos agressiva com ventos sustentados abaixo de 200 km/h.

edCeUNY.png

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

TUFÃO HAGIBIS EM RÁPIDA INTENSIFICAÇÃO

 

 

 

 

Edited by edsr97
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Hagibis

IMG_20191007_084532.jpg.5589ade66f0a181fec2dc6cfe9c42358.jpg

 

Yutu

IMG_20191007_084609.jpg.7565cfa7c8ca8289e9ec5bc399c54dae.jpg

Edited by edsr97
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem que podia ter um voo de reconhecimento 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, Darley disse:

Possivelmente o Tufão Hagibis pode ser o mais forte do ano(vale lembrar que no ano passado o tufão mais forte(Yutu) ocorreu justamente em outubro).

O problema é que semana que vem tem corrida da Fórmula 1 e também partidas do Mundial de Rugby, e o Japão está na rota do Tufão Hagibis segundo previsões(especialmente o sudoeste do país), isso certamente pode atrapalhar os eventos esportivos por lá.

 

Aproveitando: depois de Faxai houve três sistemas que se transformaram em tempestade tropical/tufão antes do Hagibis(a tempestade tropical Peipah, o Tufão Tapah e o Tufão Mitag, sendo este último deixando 10 mortes)

Realmente pode atrapalhar estes eventos esportivos, por outro lado podemos ter ótimos vídeos do tufão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.