Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Felipe F

Ciclones Tropicais no Índico e Pacífico Sul/Austrália - 2018/2019

Recommended Posts

TÓPICO PARA MONITORAÇÃO DE CICLONES TROPICAIS NAS BACIAS DO ÍNDICO, PACÍFICO SUL/AUSTRÁLIA.

 

*Índico Norte e Sul: Monitoração da Temporada 2019

*Índico Sul-Pacífico Sul-Austrália: Monitoração da Temporada 2018-2019

 

Fontes Oficiais de Informação e Data das temporadas:

 

Índico Norte: Departamento de Meteorologia da Índia/JTWC - Temporada em andamento ao longo de todo o ano


Próximos Nomes: Fani , Vayu , Hikaa, Kyarr, Maha , Bulbul 

 

=========================================================================================

 

Índico Sul: Meteofrance La Reunion/JTWC - Temporada começará em 15/11/2018 e se estenderá até 15/05/2019

 

Nomes da Temporada:

  • Alcide
  • Bouchra
  • Cilida
  • Desmond 
  • Eketsang 
  • Funani 
  • Gelena 
  • Haleh 
  • Idai 
  • Joaninha 
  • Kenneth 
  • Lorna 
  • Maipelo 
  • Njazi 
  • Oscar 
  • Pamela 
  • Quentin 
  • Rajab 
  • Savana 
  • Themba 
  • Uyapo 
  • Viviane 
  • Walter 
  • Xangy 
  • Yemurai 
  • Zanele 

 

==========================================================================================

 

Pacífico Sul e Austrália: Bureau Weather (Austrália); Departamento Meteo. Ilhas Fiji (Pacífico Sul)/JTWC - Temporada: 01/11/2018 - 30/04/2019.

 

Nomes Austrália: 

  • Owen
  • Penny
  • Riley 
  • Savannah 
  • Trevor 
  • Veronica 
  • Wallace 
  • Ann 
  • Blake 
  • Claudia 
  • Damien 
  • Esther 

 

Nomes Pacífico Sul: 

  • Liua
  • Mona 
  • Neil 
  • Oma 
  • Pola 
  • Rita 
  • Sarai 
  • Tino 
  • Uesi 
  • Vicky 
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na Austrália já tivemos 11 sistemas nesta temporada.

O único que afetou terra de maneira significativa foi Owen, causando 1 morte.

 

 File:Owen 2018-12-13 0300Z.png

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

No Pacífico Sul tivemos 3 sistemas  e nenhum dano reportado.

 

No índico Sudoeste a temporada começou agitada.

Até o momento 5 sistemas se formaram, sendo que Alcides chegou na categoria 3 e Kenanga e Cilida na 4.

Não houve danos ou mortes.

 

Alcide

File:Alcide 2018-11-08 0656Z.jpg

 

Kenanga

File:Kenanga 2018-12-18 1942Z.jpg

 

Cilida

File:Cilida 2018-12-21 0640Z.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pacífico Sul:

A temporada teve apenas 6 sistemas até o momento, com somente 2 chegando a força de ciclone tropical (Liua e Mona).

Não se relata danos ou vítimas pelos ciclones.

A temporada atual está sendo uma das mais calmas da história.

 

Austrália:

Na Austrália a temporada segue calma também, dos 15 sistemas formados, apenas 4 conseguiram chegar a força de um ciclone tropical.

Não se relata danos ou vítimas pelos ciclones.

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Índico Sul

Em janeiro tivemos dois sistemas nomeados, Desmond que afetou Moçambique trazendo intensas chuvas e Eketsang afetou Madagascar.

Não houve vítimas.

 

Funani e Gelena se formaram entre os dias 3 e 4 de Fevereiro e ambos seguem ativos no momento.

Ilhas Reunião e Rodrigues devem ser afetadas de alguma forma por ambos os ciclones.

 

DyzDST0WsAIAb4A.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gelena e Funani não causaram nenhum dano.

 

Ciclone tropical Oma trouxe chuvas e ventos para áreas da Ilhas Salomão, Nova Caledônia e Queensland , Austrália.

Não se reporta danos.

Chama atenção que a baixa que gerou esse ciclone, foi a mesma que despejou +1500 mm dias atrás na costa Australiana.

 

Pico do sistema:

Dzt540-X0AEDOJs.jpg

 

 

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acumulados de chuva em decorrência do Ciclone Oma na Nova Caledônia:

 

Dz2xOlsX0AAlUGC.jpg

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ciclone tropical Pola trouxe fortes chuvas para a Samoa, com alguns locais acumulando mais de 100 mm.

O ciclone está afetando também áreas de Fiji e Tonga, onde acumulados superiores a 100 mm e rajadas de vento de até 100 km/h são possíveis.

 

D0YkE0eWkAAKeV1.png

D0a4L0RVAAE2gWv.jpg

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pola chegou até categoria 4 na escala australiana e já se dissipou.

Sem reporte de grandes problemas nas ilhas.

 

No Índico o ciclone Haleh se formou.

O sistema previsto para chegar na categoria 4, mas sem afetar as ilhas próximas.

 

Imagem

 

LATEST.jpg.8b1d4126fd3560493926ae78a753e4bf.jpg

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como era previsto,  Haleh chegou na categoria 4.

A temporada de 2018/2019 empatou com 2006/2007 como a temporada de maior quantidade de grandes furacões (até o momento 6).

 

D0zTz5PX4AAjMep.jpg

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Haleh se tornou extratropical.

Não causou danos.

 

Ciclone tropical 11 causou fortes chuvas em Madagascar, Moçambique e Malawi.

O sistema está no mar neste momento e deve ganhar força nos próximos dias, antes de voltar ao Moçambique.

O sistema é previsto para chegar na categoria 4 antes do landfall. Caso confirme a previsão, essa será temporada com maior número de grandes furacões, superando 2006/2007.

O próximo nome será Idai.

 

LATEST.jpg.b1119c2e53f890e5aa04335b0039a5a2.jpg

 

XzFCnlh.png

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ciclone Idai rapidamente se intensificando.

 

D1TiRviWoAATSe7.png

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Idai chegou na categoria 3.

O ciclone se tornou o sétimo grande da temporada 2018/2019.

Essa é a temporada com maior número de grandes furacões, superando 2006/2007.

 

D1XretfWoAIDe-q.png

 

D1XW2QJWsAANA_y.jpg

 

 

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutos atrás, Felipe F disse:

Essa é a temporada com maior número de grandes furacões, superando 2006/2007.

 

Felipe, El Niño influencia de forma a aumentar os furacões nessa região do Índico? 2007 também foi El Niño.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, CloudCb disse:

 

Felipe, El Niño influencia de forma a aumentar os furacões nessa região do Índico? 2007 também foi El Niño.

Os estudos na área são bem poucos e cada um fala algo diferente, pois além do El Niño/La niña a região e muito influenciada pelo MJO (http://www.bom.gov.au/climate/mjo/#tabs=MJO-phase) e também pela IOD (dipolo do oceano Índico: http://www.bom.gov.au/climate/iod/), o que faz com que cada estudo chegue a diferentes conclusões. 

 

Um dos estudos que li, que correlacionou apenas com ENSO, mostrou que os anos com maior quantidade de ciclones costumam ser os anos neutros. Durante o El Niño as temperaturas ficam mais elevadas na região, porém a tendência e ser mais seco e com maior cisalhamento, enquanto em condições de La Niña a tendência e ser mais frio e úmido. Logo nenhum deles acaba favorecendo a atividade ciclônica na área.

 

  • Like 1
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Número de mortos está entre 36 e 40 devido ao ciclone Idai.

O sistema que deu origem ao ciclone causou intensas chuvas em Malawi e Moçambique, o que ocasionou em grandes inundações.

Pelo menos 250 mil pessoas foram afetadas pelo ciclone nos dois países.

 

Não da para descartar a chance de chegar na categoria 5.

HRWF próximo do landfall.

 

hwrf_satIR_18S_13.thumb.png.98aa8f4422325f5f5b4030ddf4e272a5.png

 

 

 

 

 

  • Like 2
  • Confused 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O sistema já causou 122 mortes, sendo um dos ciclones mais mortais da África.

A cidade de Beira com 500 mil habitantes está seriamente ameaçada!

 

D1jQ9BPWkAAgaQp.jpg

 

D1jQ9BNW0AAdVxy.jpg

  • Like 4
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O ciclo de substituição da parede do olho terminou e o olho está cada vez mais limpo.

Ciclone poderia fazer landfall como categoria 3 ou 4.

 

D1j8lYUXgAE6jiU.png

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Beira deve começar sentir os efeitos do ciclone em menos de 24 horas.

 

D1kGuFlXgAAEJL-.png

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Avisos do serviço de meteorologia de Moçambique.

54.jpg

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não vi nenhuma evacuação ainda na área onde ciclone vai passar! 

 

Ciclone está na categoria 3. VENTOS sustentados em 195 km/h e pressão estimada 943 mbar. 

D1lqxZjUkAEh-M4.jpeg

D1lqeN8UcAE5AvC.jpeg

D1lthMsVYAEH1Mo.jpeg

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
33 minutos atrás, Felipe F disse:

Não vi nenhuma evacuação ainda na área onde ciclone vai passar! 

 

Ciclone está na categoria 3. VENTOS sustentados em 195 km/h e pressão estimada 943 mbar. 

D1lqxZjUkAEh-M4.jpeg

D1lqeN8UcAE5AvC.jpeg

D1lthMsVYAEH1Mo.jpeg

Isso vai ser uma calamidade. O JTWC sugere Idai atingindo em cheio a cidade de Beira. GFS e HWRF também há poucas horas do landfall

A cidade de Beira é plana, baixa e fica à "beira dum estuário. Há favelas a beira-mar e a região receberá o pior da Maré de tempestade. Desenha-se uma catástrofe se não houver evacuações

0fuPaFc.gif

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chuvas e ventos moderados já afetam Beira. Alguns danos sendo relatados. 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.