Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Agosto/2018

Recommended Posts

2 horas atrás, Tomás WRuas disse:

Bela marca hoje em Porto Alegre. Tínhamos 3,9° antes mesmo das 3h da manhã, mas acabamos só indo até os 3,5°. Ainda assim, uma das menores marcas para agosto neste século.

Goste da expressão "deste século". Deu a impressão de ser em 100 anos. Claro, anos 2000

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Tassio Amaral disse:

Boa tarde...

Aqui tempo nublado, chuva fraca desde a manhã e 20,5ºC neste momento. ..

 

Quero deixar minha análise a respeito do que achei desse inverno (ainda temos setembro mas tecnicamente ja estamos às portas do fim)... a meu ver foi um inverno extremamente xoxo do norte do PR pra cima, meramente regular entre o restante do PR e a metade norte de SC, boa da metade sul de SC ao centro do RS e muito bom na campanha gaúcha. ..e no que me baseio essa análise? !: na constância de frio e só. .. sejamos sinceros, foi um inverno que deixou a desejar em uma série de outros quesitos como quantidade de neve e mínimas extremas... de fato realmente aqui não é uma Sibéria,  alias muuuuito longe de qualquer coisa parecida mas quem conhece a serra gaucha e catarinense sabe do enorme pontencial invernal que aquela região tem para mostrar em frio extremo e fenômenos invernais, especialmente a neve... -6ºC para uma Urupema é uma bela marca mas ta longe do que pode mostrar...uma ou outra precipitação nival paraguaia nos pontos altos de SC é bem legal mas ta longe do que ja foi capaz de registrar, e isto estou dizendo em anos recentes...  o inverno pode ser excelente em frio constante mas quando não ocorre algum evento excepcional parece que fica meio apagado, especialmente se essa constância é tão restrista a um pedaço de terra relativamente pequeno do território brasileiro...  tento olhar em escala nacional e nao apenas regional... se perguntarem a um gaucho como foi o inverno, dirá que foi muito frio, a mesma resposta não será ouvida em outras paragens. .., as anomalias negativas ficaram restritas em sua maioria a parte de SC, RS e extremo oeste brasileiro. .. São por todos esses fatores que digo que o inverno de 2018 foi bom na porção sul do sul do Brasil...eee???! E só. .. e que evento marcou esse inverno? R: ...????

Um destaque merecido: campanha gaúcha, especialmente PM, perfeita nesse inverno...

No mais, faltou mp's realmente poderosas, faltou hecatombes, faltou sincronia com ciclones, faltou avanços sem barreiras pelo centro-sul (exceção maio)... e sobrou...bom, sobrou bloqueios!! hehe

 

Análise sensata, conseguiu definir melhor o que eu queria dizer mas talvez eu não tenha sido muito claro e por isso muitos discordaram de mim. 

 

Desculpa, gente. Mas para grande parte do país, foi um inverno xoxo e de temperatura acima da média. Faltaram grandes MPs e neve boa. Predominou o frio constante no RS, porém sem extremos. E pelo menos para mim, ter eventos extremos de frio num inverno é algo que marca a memória. Esse ano não será lembrado pela maioria daqui a 10 anos, pois não teve quase nada de interessante. 

 

2017 foi um dos invernos mais frios aqui em MG desde muito tempo, mas não será muito lembrado, sabe por que ? Porque não teve nenhum evento de frio extremo por aqui. 

 

MPs históricas marcam muito, muito mais, e nos chamam muito mais a atenção do que uma sequência interminável de massas polares mequetrefes feito o que tivemos em 2018. 

 

 

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Fernando Keiser disse:

Essa vai para o @Moretão.

Vem aí nova estação em Urubici, na estrada jararaca. Hoje mínima de -6,8°C lá, isso com termômetro do lado da casa. Imagina perto do Rio. Esse local tem 1470m, baixadão, a grosso modo terá mínimas de Rio Porteira e máximas de Cruzeiro.

 

 

 

Resultado de imagem para fogos gif 

 

Mandas as coordenadas, por MP.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Felipe Backendorf disse:

Inverno abaixo da média aqui, não tenho motivo para reclamar. Apesar de julho quente agosto está sendo muito frio e junho foi bom também

 

Mínima do ano disparada por aqui com 4,2C (0,2C na relva!!), o dia é frio, ensolarado e venta de leste, bem invernal.

 

Verdade, no geral está sendo um inverno frio, pois a quantidade de horas abaixo dos 15ºC está muito alta, vários dias com máximas baixas.

 

Se no alertablu deu 5.8ºC de mínima imagino que em algum cantão da cidade deve ter ficado em 2/3ºC.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Renan disse:

2017 foi um dos invernos mais frios aqui em MG desde muito tempo, mas não será muito lembrado, sabe por que ? Porque não teve nenhum evento de frio extremo por aqui. 

 

MPs históricas marcam muito, muito mais, e nos chamam muito mais a atenção do que uma sequência interminável de massas polares mequetrefes feito o que tivemos em 2018. 

 

 

Pra mim 2018 foi melhor que 2017 no sudoeste de MG, as marítimas do ano passado não pegaram tão forte aqui, mas nesse ano tivemos 3 MP's secas continentais, a de Maio foi a melhor, Junho foi ruim, passou em branco, mas teve máximas comportadas, uma MP boa em julho, ficou 1 semana inteira com mínimas sub-10, agosto também teve uma boa MP seca e chuvas acima da média. No geral classifico como muito bom. Clima primaveril já dando as caras aqui, pitangueira cheia de flores.

Médias de Agosto até dia 26: máxima 22,2°C, mínima: 12,5°C.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gente, gostaria de saber se a imagem de um radar meteorológico público é sigilosa?

 

Estou querendo forçar a CEMIG a disponibilizar as imagens do radar de Mateus Leme com base na Lei da Informação.

 

achei um site antigo com um protótipo:

 

http://www.hobeco.brz.net/index.php

 

 

Edited by HenriqueBH

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Renan disse:

2017 foi um dos invernos mais frios aqui em MG desde muito tempo, mas não será muito lembrado, sabe por que ? Porque não teve nenhum evento de frio extremo por aqui.  

Renan, no inverno de 2017 eu estava em Caxias do Sul  e presenciei um inverno quente e totalmente atípico,  especialmente o mês de agosto mas sei que aqui no leste do Brasil as mp's oceânicas em posição estratégica proporcionaram, regionalmente,  um inverno muito bom,  dos melhores dos últimos anos no leste do sudeste. .. globalmente falando, porém o inverno 2017, foi classificado como ruim, olhando o todo, o sul ficou sem frio algum praticamente o agosto inteiro e os meses anteriores não foram muito melhores. .. mas eu aponto um fato que marcou o inverno 2017 (ao menos pra mim): a excepcional mp oceânica de julho que causou um fenômeno raro no pico da bandeira que foi o registro de sincelo, fenômeno nao tão comum nem no Morro da Igreja, que dirá numa montanha, mesmo que com quase 3000m de altitude, numa latitude de 20S no sudeste. .. a mim marcou esse localizado, porém excepcional evento. ..

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chuvas - agosto de 2018 até hoje (27/08)

 

Áreas do interior do Brasil, onde raramente chove (norte de Minas, GO, DF, TO, oeste de BA), registraram um pouco de chuva neste mês.

 

Acumulada (total)
8oqzdYZ.gif

 

Anomalia
XmgVgwB.gif

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

CFS - setembro - média das saídas dos últimos 3 dias.

 

SP e parte do sul do Brasil poderão ter um mês mais seco.
Enquanto isso, áreas do centro do país podem ter um pouco mais de chuva do que o normal.

ooUwyx2.png?1

 

 

Já em relação às temperaturas, a previsão não é tão animadora para boa parte do centro sul.
cXm5YKs.png?1

  • Like 1
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
36 minutos atrás, Daniel85 disse:

Áreas do interior do Brasil, onde raramente chove (norte de Minas, GO, DF, TO, oeste de BA), registraram um pouco de chuva neste mês. 

 

Foi uma baita inversão.

 

Onde deveria chover (leste do NE) não choveu. Onde não deveria chover, choveu...

Edited by CloudCb
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Renan disse:

2017 foi um dos invernos mais frios aqui em MG desde muito tempo, mas não será muito lembrado, sabe por que ? Porque não teve nenhum evento de frio extremo por aqui. 

 

MPs históricas marcam muito, muito mais, e nos chamam muito mais a atenção do que uma sequência interminável de massas polares mequetrefes feito o que tivemos em 2018. 

 

 

Para BH, o inverno de 2017 foi excepcional e memorável sim, principalmente pela MP marítima do início de julho. Naquele dia mais frio, Cercadinho registrou mínima de 6,1°C e máxima de 15,9° com sol(!). Até mesmo na Pampulha que é mais quente a máxima foi de 17°C no auge da MP, isso em dias ensolarados é muito raro. Todos que converso sobre o tempo por aqui se dizem frustados com esse inverno mas afirmam "que ano passado sim foi frio demais". 

 

Mas como nem tudo é perfeito, me lembro que o inverno de 2017 acabou na metade de agosto, embora houve um evento de frio em setembro também. 

 

Quanto a 2018, pessoas comuns realmente não vão se lembrar desse inverno, e nem eu vou se olharmos o todo, mas esse agosto ficará na minha memória para sempre por conta da chuva e do granizo. 

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje tive variação de 5,0° - 20,5° e cheguei a u.r. de 33%. Foi a menor u.r. do ano até agora! 

 

Agora faz 11,1° com 79%. Estou só na espera pela chuva que começa na quinta.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Gamboa disse:

Renan

Concordo, em parte. Aqui, no entanto, foi constante. Tua análise serve do Pr pra cima.

Não tivemos um frio extremo. Constância de frio. Pra te dar uma idéia, a gauchada tá contando os dias para o término do verão. Uma vez que a segunda quinzena de agosto já é - normalmente - mais aquecida. E esse ano, estamos em 27/8 e o frio foi forte. Aqui, na Forno Alegre, ontem e hoje estão frios. Claro, nada de encostar no zero, geadão. Tivemos um frio úmido, que gela os ossos. Até eu já to querendo um aquecimento

Saudações friorentas!

Estou de acordo com o Gamboa!

 

Para mim, o outono/inverno 2018, aqui para São Paulo/Capital, não teve "TODA" essa "xoxeza" toda que você cita Renan, especialmente se comparado a anos como 2012, 2014 e o pífio 2015; aí sim, nesse último ano citado específico, eu posso falar em "xoxeza total!". A "xoxeza" de 2018 em Sampa (assim como em todo Centro-Sul, exceto centro-sul do RS) compreendeu  pouco antes de meados de junho (lá pelo dia 10), até o finalzinho de julho, sendo que no próprio mês de julho tivemos uma MP bem forte, causando as mínimas absolutas na Capital paulista. O outono (de meados de abril a meados de maio) foi normal e dinâmico.  O inverno 2018 inicia com uma forte MP para ninguém botar defeito em meados de maio, trazendo mínimas absolutas muito consideráveis para todo centro-sul brasileiro. O mês de agosto (por completo!) foi de frio constante.

 

O que concordo com você Renan, é que faltou uma MP fortíssima ou baleia polar. E acho praticamente impossível que isso ainda ocorra neste finalzinho já de inverno.

 

Chegará um sistema frontal no final de semana. O Foreca dá início da próxima semana sob domínio de ar frio e seco, com boas mínimas de madrugada e ao amanhecer por aqui. Já o Climatempo, em sua previsão expandida, é mais desanimador por ora, e só dá uma refrescada no domingo/2ª feira e  "calor mesmo" a partir de 3ª feira, 04/sete,bro, com um período de verão que se estenderia até dia 10 set (+-18ºC/31ºC, em média diária!!!), com sol. O Foreca segue essa balada; só que a partir da 4ª feira (05/set), após início semana frio.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, Lucas Venturini disse:

A minima absoluta em Porto Alegre e Curitiba poderiam terem sido melhores nessa MP. 

Porto Alegre: 4º
Curitiba: 6º

Sendo que na RM de Porto Alegre a base aérea de Canoas foi a 1º, e no Aeroporto Afonso Pena na RM de Curitiba bateu nos 3º. Em Porto acredito em registro ainda menores por causa do clima diversificada da capital, os dados de bairros frios como Lomba do Pinheiro, Lami e Serraria nos impede de sabemos com certeza já que por contenção de gastos o monitoramento do MetroClima foi desativado.

 

 

Nesta MP, Curita esteve mais semelhante a POA do que Sampa. A  "dosagem mais subtropical" de Curitiba frente à Sampa pesou mais desta feita!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia! Ontem Buenos Aires teve dia de sol e poucas nuvens, com temperatura já típica de primavera: mínima de 11ºC e máxima de 22,6ºC.

 

Hoje temos uma madrugada de céu parcialmente nublado, com 12,2ºC, URA de 63%, vento noroeste a 14 km/h e pressão de 1.014,6 hpa. A máxima prevista para hoje já é de 24ºC! O sol nasce às 7h17 e se põe às 18h32.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agosto vai chegando perto do fim e só posso dizer que foi um mês muito bom, não imaginava que teríamos um mês abaixo da média, botou julho no chinelo, acho que desde 2013 não tínhamos um agosto bom. SC deve terminar abaixo do normal, vamos acompanhar o comportamento nesses últimos dias do mês, pois haverá um certo aquecimento, aliás, um belo aquecimento.  A previsão já indica o começo de setembro com um certo friozinho fraco mas será tiro curto, a partir daí só aquecimento, primavera querendo se "achegar de mansinha". 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Caco Pacheco disse:

Estou de acordo com o Gamboa!

 

Para mim, o outono/inverno 2018, aqui para São Paulo/Capital, não teve "TODA" essa "xoxeza" toda que você cita Renan, especialmente se comparado a anos como 2012, 2014 e o pífio 2015; aí sim, nesse último ano citado específico, eu posso falar em "xoxeza total!". A "xoxeza" de 2018 em Sampa (assim como em todo Centro-Sul, exceto centro-sul do RS) compreendeu  pouco antes de meados de junho (lá pelo dia 10), até o finalzinho de julho, sendo que no próprio mês de julho tivemos uma MP bem forte, causando as mínimas absolutas na Capital paulista. O outono (de meados de abril a meados de maio) foi normal e dinâmico.  O inverno 2018 inicia com uma forte MP para ninguém botar defeito em meados de maio, trazendo mínimas absolutas muito consideráveis para todo centro-sul brasileiro. O mês de agosto (por completo!) foi de frio constante.

 

O que concordo com você Renan, é que faltou uma MP fortíssima ou baleia polar. E acho praticamente impossível que isso ainda ocorra neste finalzinho já de inverno.

 

Chegará um sistema frontal no final de semana. O Foreca dá início da próxima semana sob domínio de ar frio e seco, com boas mínimas de madrugada e ao amanhecer por aqui. Já o Climatempo, em sua previsão expandida, é mais desanimador por ora, e só dá uma refrescada no domingo/2ª feira e  "calor mesmo" a partir de 3ª feira, 04/sete,bro, com um período de verão que se estenderia até dia 10 set (+-18ºC/31ºC, em média diária!!!), com sol. O Foreca segue essa balada; só que a partir da 4ª feira (05/set), após início semana frio.

Caco, discordo de vc! O outono na capital paulista foi inteiro acima da média, sendo em maio muito acima. Maio só teve a massa polar e mais nada. Junho foi inteiramente xoxo, sendo que o Mirante atingiu a média mínima apenas uma vez, ou seja, o mês todo não baixou de 12,6!! Julho teve apenas 1 massa polar tbm meia boca, o restante do mês foi totalmente acima da média, colocando julho como um dos mais quentes da história. Agosto salvou o outono/inverno de 2018 de entrar para a história como o mais quente de todos, porém mesmo com agosto abaixo da média, continua como um dos mais quentes. Veja os dados do Mirante...

 

image.png.2d5ed34519189ad000aac8c31d30a940.png

  • Like 2
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Guilherme Wawrzyniec disse:

Agosto vai chegando perto do fim e só posso dizer que foi um mês muito bom, não imaginava que teríamos um mês abaixo da média, botou julho no chinelo, acho que desde 2013 não tínhamos um agosto bom. SC deve terminar abaixo do normal, vamos acompanhar o comportamento nesses últimos dias do mês, pois haverá um certo aquecimento, aliás, um belo aquecimento.  A previsão já indica o começo de setembro com um certo friozinho fraco mas será tiro curto, a partir daí só aquecimento, primavera querendo se "achegar de mansinha". 

 

Bom dia. É de onde?

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Conrado SP disse:

Caco, discordo de vc! O outono na capital paulista foi inteiro acima da média, sendo em maio muito acima. Maio só teve a massa polar e mais nada. Junho foi inteiramente xoxo, sendo que o Mirante atingiu a média mínima apenas uma vez, ou seja, o mês todo não baixou de 12,6!! Julho teve apenas 1 massa polar tbm meia boca, o restante do mês foi totalmente acima da média, colocando julho como um dos mais quentes da história. Agosto salvou o outono/inverno de 2018 de entrar para a história como o mais quente de todos, porém mesmo com agosto abaixo da média, continua como um dos mais quentes. Veja os dados do Mirante...

 

image.png.2d5ed34519189ad000aac8c31d30a940.png

Fala Conrado, tudo bem?

Primeiramente, queria te agradecer pela disponibilização dos dados de 2018. Permite-me fazer uma análise mais apurada.

Entretanto, terei que sair à São Paulo agora e só voltarei amanhã à noite. Só conseguirei fazer essa análise (que tanto quero fazer "com carinho e minúcia), na 5ª feira durante o dia.

Terei o imenso prazer de dar um feedback do meu ponto de vista baseado nestes dados confiáveis. Se tiver que rever meu posicionamento, mudo sem problema algum.

 

Mas já adianto que, aliado à análise precisa e minuciosa dos dados, os quais são inquestionáveis, levo em consideração também a percepção da "dinâmica atmosférica subjetiva" que sinto, que é de caráter puramente epírico meu mesmo, ok? 

 

Forte abraço!  

Share this post


Link to post
Share on other sites

Discordância TOTAL da previsão de médio prazo entre Climatempo e Foreca. É fato que chegará um sistema frontal no domingo, e ambos "pegam" tal sistema. O que os diferencia é os dias seguintes ao sistema frontal. Ao passo que o Foreca dá a próxima semana INTEIRA de frio (ao menos até o feriado de 07/setembro), o (Instituto) Climatempo só dá um certo resfriamento e queda nas temperaturas do domingo à 3ª feira (sem frio pronunciado), já com as temperaturas entrando em considera elevação a partir da 4ª feira (05/setembro).  A tendência do Global do Inpe vai na direção do Climatempo. Isso me leva a crer que o Foreca está "forçando a barra" nesta primeira semana de setembro fria; uma previsão meio "louca". Acho este sistema frontal meio fraco... Bem, vamos monitorando. Por ora, estou mais com o Climatempo e a tendência do Global do Inpe.

 

O que parece certo, é que após este sistema frontal (eu sigo nesta direção), teremos uma grande elevação nas máximas, especialmente a partir da 4ª/5ª feira (05/06 de setembro), gerando sucessivos dias de calor e tempo seco; ao menos até +- 10/11 de setembro. Porém, ao contrário do que eu havia citado em outro post, as temperaturas variariam de +- 15ºC/30ºC em termos de média diária, e não de 18ºC/30ºC. Isso se explica pelo tempo aberto e seco, permitindo grande amplitude térmica (calor de dia e mínimas ainda relativamente baixas de manhã devido ao ar seco da MP velha tropicalizada).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.