Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Julho/2018

Recommended Posts

2 minutos atrás, Moretão disse:

 

Basta ler o comentário do Aldo Santos. As 21 horas do dia 22 ainda estava "quente" e ainda estava esfriando. E estava mesmo. Qual a temperatura no SIMEPAR neste horário?

 

Pra mim a estação do Simepar de Curitiba já deu provas o suficiente que não é confiável. Aquece loucamente em alguns dias de sol, mas de noite ou em dias nublados sempre destoa para o frio. Isso que está no mesmo local da convencional e da automática do INMET, ou seja, diferenças que não fazem sentido algum já que a automática e convencional marcam praticamente igual.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, Felipe Backendorf disse:

 

em Junho:

Dia | mínima | máxima

image.png.43905873674a077a22f596876440ca5d.png

 

8C foram as mínimas, não as máximas

Nao querido você está confundido as coisas. Primeiramente você está pegando os dados do INMET e estou falando dos dados do Simepar. E inclusive por esses próprios dados ser ver que praticamente não houve variação de temperatura em Curitiba na metade do mês passado.

Não é nenhuma hecatombe, sub-10º em Curitiba. Sub-5º é raro mais pode acontecer SIM.

Share this post


Link to post
Share on other sites
38 minutos atrás, Lucas Venturini disse:

Nao querido você está confundido as coisas. Primeiramente você está pegando os dados do INMET e estou falando dos dados do Simepar. E inclusive por esses próprios dados ser ver que praticamente não houve variação de temperatura em Curitiba na metade do mês passado.

Não é nenhuma hecatombe, sub-10º em Curitiba. Sub-5º é raro mais pode acontecer SIM.

O problema é que a estação do SIMEPAR está do lado da estação do INMET e não é raro dar diferença de mais de 1,0°C entre elas. Eu e muitos não consideram essa estação do SIMEPAR.

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
42 minutos atrás, Fernando Keiser disse:

O problema é que a estação do SIMEPAR está do lado da estação do INMET e não é raro dar diferença de mais de 1,0°C entre elas. Eu e muitos não consideram essa estação do SIMEPAR.

Ai entramos numa coisa chamada subjetividade. O que tem de dados de estações INMET, aeroportos que eu não considero nem te conto.... Alias estações convencionais quase nenhuma.

  • Confused 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutos atrás, Lucas Venturini disse:

Ai entramos numa coisa chamada subjetividade. O que tem de dados de estações INMET, aeroportos que eu não considero nem te conto.... Alias estações convencionais quase nenhuma.

É só vc analisar nos dias mais quentes qual estação tem comportamento mais bizarro. E, tanto a convencional, como a automática do INMET de CWB tem valores praticamente idênticos. A estação do SIMEPAR já apresentou valores bizarros. Então a gente sabe em qual confiar.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Manhã com névoa bem densa por toda a Grande São Paulo. Todos os três aeroportos estão com visibilidade abaixo dos 700m. Congonhas está com 200m. 

No momento tenho 14,1ºC, mas a mínima foi de 13,0ºC às 5h, antes da névoa se intensificar. 

20180705_065742.jpg

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre Curitiba: as máximas sub-10 estão para a capital paranaense assim como as sub-15 estão para a capital paulista, ou seja, nada de extraordinário e acontecem pelo menos uma vez em praticamente todo inverno, até em anos ruins de frio. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, Lucas Venturini disse:

Ai entramos numa coisa chamada subjetividade. O que tem de dados de estações INMET, aeroportos que eu não considero nem te conto.... Alias estações convencionais quase nenhuma.

é bom considerar que quando há 3 estações num mesmo espaço e duas de modelos totalmente diferentes marcam igual são elas que tem enorme chance de estarem certas, é lógica básica (a não ser é claro, que se use o famoso critério do "a mais fria é a certa"). Dito isso, estas são as menores máximas anuais de 1991 pra cá:

 

image.thumb.png.dd3400dee304f2f057de2728ac43dc90.png

 

Média: 10,7C

 

Como é possível ver não é muito raro passar alguns anos sem sub10, o que seria esperado para 25S e 900m

  • Like 6
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje o ar quente não está encontrando resistência para adentrar as terras baixas de SC, o dia amanheceu com sol e mínima de 12,2C em casa. Já faz 15,4C e pode passar dos 25C

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu lembro de Julho de 2013, enquanto chovia forte no Vale do Itajaí, mal chovia em Curitiba. A FF avançou devagar. Enquanto nevava em áreas do Planalto Norte Catarinense com negativa, a temperatura estava caindo mais devagar em Curitiba. 7ºC é real.

 

---

 

Amanhecer "esquizofrênico" em SC. Mais quente no Planalto Sul que boa parte do litoral catarinense. E Itapoá (quem diria!) acabou ficando com a mínima mais alta do Leste. Bem raro de acontecer.

 

Três cidades do Meio Oeste "cincaram:

 

5,4°C - Ponte Alta Do Norte

5,5°C - Frei Rogério

5,8ºC - Curitibanos

 

E o topão do INMET de Dionísio Cerqueira ainda não baixou de 16,7ºC.

 

Agora o sol vem forte em Brusque. Faz entre 13 e 14 graus.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Lucas Venturini disse:

Não é nenhuma hecatombe, sub-10º em Curitiba. Sub-5º é raro mais pode acontecer SIM.

 

Sub-5º é tão, mas tão raro, que nunca aconteceu oficialmente :D

  • Like 1
  • Haha 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, jean10lj disse:

 

Sub-5º é tão, mas tão raro, que nunca aconteceu oficialmente :D

Assim como os 8º negativos também não estão dentro da 'oficialidade".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em Bom Jesus já vivi um dia de sol intenso mas com uma temperatura sub 0. Isso aconteceu em 2011! Tinha vento e mal dava para sair na rua, e isto com céu azul! 
Em Canela seguimos com umidade mas menos frio, porém, com bastante neblina e chuva.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A estação do SIMEPAR sempre apresenta disparidade em relação a estação convencional e automática do INMET. As três ficam no mesmo cercado. Essas duas do INMET ficam, em termos gerais, próximas uma da outra nas temperaturas. A do SIMEPER tenho minhas sérias dúvidas.

Sobre máximas de 6ºC ou menos (incluindo as sub-5ºC), elas devem ocorrer com frequência nas partes altas do extremo sul do PR (acima de 1000 m), nas áreas acima de 900 m em SC, na serra gaúcha e nos cerros do sul do RS. Fora disso acredito ser raro. Em Curitiba deve ser algo de 1 ou 2 vezes no século.

 

 

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, Caco Pacheco disse:

Para o RS não vai ser; para o resto do Brasil, será. Minha opinião, claro.

Retificando: A MP do dia 09 em diante será mais forte para a maioria do RS para cima (com exceção do sul e sudeste)/ Campanha em Geral. Será uma MP BEM mais "democrática". É sabido que o RS em geral, especialmente o Centro- sul, tem o clima BEM mais parecido com Bs Aires, Montevideo, etc... É praticamente anto-correlacionado com Sampa, por exemplo.

 

No momento, temperatura em rápida elevação, após manhã com MUITO NEVOEIRO. Mínima de 13,5ºC.  Fará MUITO SOL até domingo. A FF chega na 2ª feira. Sol e 20ºC cravados. Dentro de casa, 21ºC e 1019 de pressão.

 

Minha única pulga na orelha quanto a FF do dia 19 em diante é se Sampa ficará com dias nublados e chuviscos ou sol e tempo bom, com máximas baixas e madrugadas congelantes com céu limpo, sem filtração, condição a qual considero IDEAL!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Máximas sub-5 são raras em nosso país. Somente poucos locais registram isso anualmente. Cito a serra geral entre SC e RS, locais acima dos 1200m, e acima dos 2600m na serra da Mantiqueira (picos). Até mesmo no estado do Paraná acho que não faz máxima sub-5 todo ano. E com o monitoramento que temos hoje da região de Pinheiro Machado, descobrimos que lá também faz máximas sub-5 com certa frequência.

 

Na minha cidade, obviamente é impossível acontecer uma máxima sub-5. Entretanto, já ocorreu por três vezes na história a temperatura à tarde ficar extremamente baixa: 07,5ºC na grande MP de Julho-75, além de 07,8ºC no evento de Agosto-1999 e também 09,0ºC em Julho-2013. A máxima oficial nesses dias foi acima de 10C (máxima invertida), mas durante a tarde realmente não passou dos 10. Isso é incrível !

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
57 minutos atrás, jean10lj disse:

 

Sub-5º é tão, mas tão raro, que nunca aconteceu oficialmente :D

São Paulo, NO MIRANTE, tem uma marca de MÁXIMA de 8,5ºC em JULHO DE 2013. MAS FOI UM ABORTO DA NATUREZA AQUILO...

Gostaria (por curiosidade) de saber qual foi a máxima em Curitiba nestes dias NUBLADOS

 

Trataram-se de 3 dias (aqui em Sampa), com MÁXIMAS BAIXÍSSIMAS. A mínima ocorreu na chegada da MP (batemos na trave no Mirante), em termos de mínima sub-5ºC; se não me falhe a memória, a mínima na chegada da MP (advecção) foi 5,2ºC. Mas as MÁXIMAS, E MÉDIAS DIÁRIAS FORAM MUITO BAIXAS DURANTE 3,4 DIAS CONSECUTIVOS NO FINAL DE JULHO.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
31 minutos atrás, Allef Caetano disse:

A estação do SIMEPAR sempre apresenta disparidade em relação a estação convencional e automática do INMET. As três ficam no mesmo cercado. Essas duas do INMET ficam, em termos gerais, próximas uma da outra nas temperaturas. A do SIMEPER tenho minhas sérias dúvidas.

Sobre máximas de 6ºC ou menos (incluindo as sub-5ºC), elas devem ocorrer com frequência nas partes altas do extremo sul do PR (acima de 1000 m), nas áreas acima de 900 m em SC, na serra gaúcha e nos cerros do sul do RS. Fora disso acredito ser raro. Em Curitiba deve ser algo de 1 ou 2 vezes no século.

 

 

Perfeito. Porém só acrescentando algumas informações.

A altitude média de Curitiba é de 935 mts, sendo que Ultrapassa 1.020 mts de altitude em bairros bem povoados. Estamos falando da 8ª cidade mais populosa do Brasil, maior da região Sul, 6ª maior área urbana do país  e uma região metropolitana com mais de 3,5 milhões de habitantes.
E o que esse apanhado de informações que dizer:Que se coletassem os dados desssas localidades mais altas de Curitiba, os registros tanto de máximas como de minimas seriam mais expressivos ainda,  mesmo com o forte fator urbanização que citei acima.

Edited by Lucas Venturini
  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelo europeu, tirando os 2 primeiros dias de julho e o próximo sábado, a primeira quinzena fecha gelada. Mínimas nada excepcionais, mas máximas baixas. Nada a reclamar. Gosto de máximas baixas, dão sensação de frio o dia inteiro.

Edited by fredericowessel
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutos atrás, Caco Pacheco disse:

São Paulo, NO MIRANTE, tem uma marca de MÁXIMA de 8,5ºC em JULHO DE 2013. MAS FOI UM ABORTO DA NATUREZA AQUILO...

Gostaria (por curiosidade) de saber qual foi a máxima em Curitiba nestes dias NUBLADOS

 

Trataram-se de 3 dias (aqui em Sampa), com MÁXIMAS BAIXÍSSIMAS. A mínima ocorreu na chegada da MP (batemos na trave no Mirante), em termos de mínima sub-5ºC; se não me falhe a memória, a mínima na chegada da MP (advecção) foi 5,2ºC. Mas as MÁXIMAS, E MÉDIAS DIÁRIAS FORAM MUITO BAIXAS DURANTE 3,4 DIAS CONSECUTIVOS NO FINAL DE JULHO.

Isso porque essa massa polar ficou bloqueada no  Sudeste pela falta de um ciclone extratropical no litoral sul do país, se houvesse a junção deste com um cavado em médios e altos níveis da atmosfera, sua cidade teria mínimas de quase 0 grau com forte geada, e poderia ter nevado na Serra da Mantiqueira.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre máximas sub-5. A mega MP de 1975 foi show em Chapecó:

 

17/07/1975 -3,0/3,2 ºC

18/07/1975 -4,4/4,4 ºC

 

  • Like 7

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 horas atrás, Felipe Backendorf disse:

 

Pra mim a estação do Simepar de Curitiba já deu provas o suficiente que não é confiável. Aquece loucamente em alguns dias de sol, mas de noite ou em dias nublados sempre destoa para o frio. Isso que está no mesmo local da convencional e da automática do INMET, ou seja, diferenças que não fazem sentido algum já que a automática e convencional marcam praticamente igual.

 

Não esqueça do fato de que a estação automática do INMET sempre fica misteriosamente offline quando a temperatura baixa de 7ºC, portanto nos restam apenas os dados da convencional e do Simepar para registro. Lembrando do evento do dia 09 de junho esse ano quando a maioria das estações da cidade ficaram próximas de zero mas o Inmet divulgou que a mínima do dia foi 7,4.

 

Eles alegam que a bateria deve estar fraca e quando esfria a estação fica off, mas esse problema já é antigo e eles não resolveram quando estiveram aqui no final de 2015 para calibrar os equipamentos... aí eu pergunto: podemos confiar na do INMET também?

Edited by Flavio Feltrim
  • Like 6
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Previsão do foreca aumentou denovo para minha cidade, serra da mantiqueira e serra catarinense.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Lucas Venturini disse:

Perfeito. Porém só acrescentando algumas informações.

A altitude média de Curitiba é de 935 mts, sendo que Ultrapassa 1.020 mts de altitude em bairros bem povoados. Estamos falando da 8ª cidade mais populosa do Brasil, maior da região Sul, 6ª maior área urbana do país  e uma região metropolitana com mais de 3,5 milhões de habitantes.
E o que esse apanhado de informações que dizer:Que se coletassem os dados desssas localidades mais altas de Curitiba, os registros tanto de máximas como de minimas seriam mais expressivos ainda,  mesmo com o forte fator urbanização que citei acima.

Sem reativar a discussão do critério UTC do INMET, as tardes dos dias 17/07/1975 e 23/07/2013 tiveram temperatura máxima de 3ºC e 5ºC, respectivamente, em Curitiba. Isso sim é bastante significativo, muito embora constem valores maiores no INMET relativos ao dia anterior. Vale para a realidade e não apenas para estatística. Creio que seja a isso que se referiu o Lucas Venturini.

  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.