Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão Demais Continentes - 2018

Recommended Posts

Em Sydney o problema foi a chuva.

Em 2 horas choveu esperado para todo mês (~100 mm).

Milhares de pessoas ficaram sem luz, centenas de voos foram cancelados e diversas ruas e estações de trens foram inundados.

Pelo menos uma morte foi confirmada.

 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pancadas de neve em Shanghai hoje (Domingo lá), primeiros flocos da temporada.

 

 

Sempre bom lembrar que Shanghai se encontra na latitude de POA.

  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, DaviOlrb disse:

Sempre bom lembrar que Shanghai se encontra na latitude de POA.

Uma correção: Xangai se encontra na latitude de Pelotas e Bagé(a latitude de Xangai é 31°13'N, enquanto a de Pelotas é 31°46'S e Bagé é 31°19'S; Porto Alegre é 30°02'S).

Uma curiosidade é que Xangai(assim como toda a região do sul da China) é bastante nublada, tem insolação média anual(1981-2010) menor que em Moscou(Xangai tem 1775 horas sol, enquanto em Moscou nesse mesmo período de 1981 a 2010 deve ter próximo ou mais de 1800 horas). O Norte da China, especialmente na região da Manchúria, ao norte do paralelo 50, é mais ensolarado que o sul chinês.

  • Like 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 27/11/2018 em 17:16, André Luiz DS disse:

Oymyakon, Rússia. Sem comentários: 

 

ddgt.PNG

No mínimo no final de março/início de abril que a temperatura volta a ser positiva nessa cidade. Até lá, temperaturas sempre negativas.

É uma cidade que pode ter temperatura negativa em qualquer época do ano, inclusive no verão.

Enquanto isso, compare a previsão de temperaturas em Londres com algumas cidades da Sibéria e Cazaquistão situadas na mesma latitude de Londres(51°N) nos próximos 10 dias(Ulan-Ude, Astana, Oral, Rubtsovsk, Kyzyl, Gorno-Altaysk).

Edited by Darley
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Monotov disse:

Como pode uma cidade com clima subtropical bem no litoral nevar?

105241-004-B4DFC68E.gif

 

A resposta: gigantescas MPs siberianas, muito mais potentes que as existentes aqui na América do Sul.

  • Like 1
  • Thanks 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Além disso, a Ásia é uma área continental gigantesca.

A continentalidade absurda ajuda a provocar as temperaturas tão baixas e sustentar as massas polares "mastodônticas" que o Renan citou.

 

O porto de Vladivostok, maior cidade da costa do Pacífico da Rússia, na latitude de Gênova (Itália) e Barcelona, normalmente fecha de meados de dezembro até abril.

Porque o mar congela.

Em Gênova e Barcelona, nem neva em todos os anos.

 

Ao contrário do norte, o hemisfério sul tem uma área de oceanos muito maior do que a de terras.

 

 

Edited by Aldo Santos
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 10/12/2018 em 17:28, Monotov disse:

Como pode uma cidade com clima subtropical bem no litoral nevar?

105241-004-B4DFC68E.gif

Continentalidade da Ásia, provocando invernos extremamente rigorosos (perdendo apenas para a Antartida), somado com o relevo mais baixo na metqde orientqal da China, facilitando o avanço do ar frio para latitudes inferiores ao Trópico de Câncer (podendo afetar países como Tailândia e Vietnã).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Aldo Santos disse:

Além disso, a Ásia é uma área continental gigantesca.

A continentalidade absurda ajuda a provocar as temperaturas tão baixas e sustentar as massas polares "mastodônticas" que o Renan citou.

 

O porto de Vladivostok, maior cidade da costa do Pacífico da Rússia, na latitude de Gênova (Itália) e Barcelona, normalmente fecha de meados de dezembro até abril.

Porque o mar congela.

Em Gênova e Barcelona, nem neva em todos os anos.

 

Ao contrário do norte, o hemisfério sul tem uma área de oceanos muito maior do que a de terras.

 

 

A maritimidade potencializada pela Corrente do Golfo tornam os invernos bem mais brandos na parte centro-ocidental da Europa, enquanto que em latitudes semelhantes aisáticas não há este fator, as disparidades térmicas das isotermas são absurdamente altas.

Sobre o Hemifério Sul, temos o fator maritimidade que impede invernos rigorosos, ainda que ocorram fortes ondas de frio na América do Sul e na Oceania.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outra coisa que fiquei sabendo recentemente é que é possível observar auroras austrais...na Austrália e Nova Zelândia !

 

Eu pensava que apenas em latitudes polares era possível observar esse fenômenos. Realmente surpreendente para mim. Então deve ser possível observar auroras na Argentina e no Chile, não é ?

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
58 minutos atrás, Renan disse:

Outra coisa que fiquei sabendo recentemente é que é possível observar auroras austrais...na Austrália e Nova Zelândia !

 

Eu pensava que apenas em latitudes polares era possível observar esse fenômenos. Realmente surpreendente para mim. Então deve ser possível observar auroras na Argentina e no Chile, não é ?

 

Também pensava isso, até que tempos atrás li que turistas vão pro norte da china para ver a aurora. Mesma latitude do sul da Nova Zelândia. 46/47

Achava que era apenas coisa de lugares quase no círculo polar ou dentro dele, como Finlândia, Suécia, Noruega, Islândia, Canadá, Alaska....

Edited by jean10lj
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

As distâncias que as auroras percorrem dependem do tamanho e força da tempestade magnética que chega aos polos. Também algumas áreas do globo são mais favorecidas.

 

Levando isso em conta, as auroras podem ocorrer até em latitudes tropicais, como já foram registradas em séculos passados:

 

" during the great solar storm of August and September 1859, the colours typical of aurorae were seen in Honolulu, just 21° north of the equator. "

 

" the Aurora Australis may have been witnessed even closer to the equator, with reports of the phenomenon being seen from Samoa in 1921, at a latitude of 13° south, and a disputed report from Singapore at just 8° south during the storm of 25 September 1909. "

 

https://www.sciencefocus.com/planet-earth/whats-the-furthest-south-the-northern-lights-have-been-seen/

 

É claro que tempestades assim são extremamente raras, mas normalmente a aurora boreal chega em torno do paralelo 40ºN nos EUA. Não é tão incomum em Nova York.

 

590x393_04131348_page.jpg

 

  • Like 5
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, DaviOlrb disse:

As distâncias que as auroras percorrem dependem do tamanho e força da tempestade magnética que chega aos polos. Também algumas áreas do globo são mais favorecidas.

 

Levando isso em conta, as auroras podem ocorrer até em latitudes tropicais, como já foram registradas em séculos passados:

 

" during the great solar storm of August and September 1859, the colours typical of aurorae were seen in Honolulu, just 21° north of the equator. "

 

" the Aurora Australis may have been witnessed even closer to the equator, with reports of the phenomenon being seen from Samoa in 1921, at a latitude of 13° south, and a disputed report from Singapore at just 8° south during the storm of 25 September 1909. "

 

https://www.sciencefocus.com/planet-earth/whats-the-furthest-south-the-northern-lights-have-been-seen/

 

É claro que tempestades assim são extremamente raras, mas normalmente a aurora boreal chega em torno do paralelo 40ºN nos EUA. Não é tão incomum em Nova York.

 

590x393_04131348_page.jpg

 

 

Que interessante explicação.

 

E será que o fenômeno ao vivo é realmente tão belo quanto parece ?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lembrando que Astana se encontra na latitude de Londres. O inverno de Londres é bem diferente do que o de Astana. O recorde histórico de temperatura mínima em uma capital de um país é em Astana (-51°C, ainda nos tempos em que a cidade se chamava Aqmola).

Quem estiver em Londres e ir para Astana nos próximos dias vai sentir uma enorme diferença de temperatura, pois Astana é um freezer no inverno e Londres é bem ameno e dificilmente faz temperatura abaixo de -5°C.

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu desconhecia o fato de que Nova Déli no inverno fica com um padrão de tempo e temperaturas semelhantes a cidades por volta dos 1000m no sul de Minas sob atuação de ASAS no inverno.

 

Vejam a grande semelhança:

 

 

 

Sem título.jpg

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
45 minutos atrás, Renan disse:

Eu desconhecia o fato de que Nova Déli no inverno fica com um padrão de tempo e temperaturas semelhantes a cidades por volta dos 1000m no sul de Minas sob atuação de ASAS no inverno.

 

Vejam a grande semelhança:

 

 

 

Sem título.jpg

Nova Déli está a 28ºN, o clima de lá e subtropical cujos verões são bem quentes e os invernos amenos, o curioso é a regularidade das temperaturas nesta época do ano, sem grandes extremos para sua localização.

Ah, o inverno indiano costuma ser bem seco, com exceção do Norte do país.

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Darley disse:

Lembrando que Astana se encontra na latitude de Londres. O inverno de Londres é bem diferente do que o de Astana. O recorde histórico de temperatura mínima em uma capital de um país é em Astana (-51°C, ainda nos tempos em que a cidade se chamava Aqmola).

Quem estiver em Londres e ir para Astana nos próximos dias vai sentir uma enorme diferença de temperatura, pois Astana é um freezer no inverno e Londres é bem ameno e dificilmente faz temperatura abaixo de -5°C.

Londres tem um inverno bem ameno por estar praticamente no paralelo 50N, ainda mais por estar diretamente na influência da Corrente do Golfo. Nas Ilhas Britânicas, temperaturas menores que -10 são raras e ocorrem apenas em invernos excepcionalmente frios ou excepcionalmente altitudes mais altas na porção setentrional; a neve ocorre com baixa acumulação.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Renan disse:

Eu desconhecia o fato de que Nova Déli no inverno fica com um padrão de tempo e temperaturas semelhantes a cidades por volta dos 1000m no sul de Minas sob atuação de ASAS no inverno.

 

Vejam a grande semelhança:

 

 

 

Sem título.jpg

 

Monotonia fria entre dezembro e fevereiro e monotonia abrasadora entre abril e junho. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Renan disse:

Eu desconhecia o fato de que Nova Déli no inverno fica com um padrão de tempo e temperaturas semelhantes a cidades por volta dos 1000m no sul de Minas sob atuação de ASAS no inverno.

 

 

Idêntico a Cidade do México quando não há ar polar atuando

 

1fb995cfb527586cace698198b0470df.png

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Renan disse:

Eu desconhecia o fato de que Nova Déli no inverno fica com um padrão de tempo e temperaturas semelhantes a cidades por volta dos 1000m no sul de Minas sob atuação de ASAS no inverno.

 

Vejam a grande semelhança:

 

 

 

Sem título.jpg

NÃO COMPENSA O "AMENO" VERÃO DELES.

  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 08/12/2018 em 23:08, DaviOlrb disse:

Pancadas de neve em Shanghai hoje (Domingo lá), primeiros flocos da temporada.

 

Shangai é quase o paraíso Baziano, tem um clima bem variado, com nev, frio e calor no verão. Como nenhum clima é perfeito, o verão tem mínimas bem altas, desconfortáveis para o padrão BAZ.

 

Em 09/12/2018 em 14:14, Darley disse:

Uma correção: Xangai se encontra na latitude de Pelotas e Bagé(a latitude de Xangai é 31°13'N, enquanto a de Pelotas é 31°46'S e Bagé é 31°19'S; Porto Alegre é 30°02'S).

Uma curiosidade é que Xangai(assim como toda a região do sul da China) é bastante nublada, tem insolação média anual(1981-2010) menor que em Moscou(Xangai tem 1775 horas sol, enquanto em Moscou nesse mesmo período de 1981 a 2010 deve ter próximo ou mais de 1800 horas). O Norte da China, especialmente na região da Manchúria, ao norte do paralelo 50, é mais ensolarado que o sul chinês.

 

1.700 horas é a insolação que tem o Vale do Itajaí. Não é alto, mas também não é nenhum absurdo de baixo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, klinsmannrdesouza disse:

Nova Déli está a 28ºN, o clima de lá e subtropical cujos verões são bem quentes e os invernos amenos, o curioso é a regularidade das temperaturas nesta época do ano, sem grandes extremos para sua localização.

Ah, o inverno indiano costuma ser bem seco, com exceção do Norte do país.

 

Na verdade, o único lugar da ìndia com inverno úmido é a Caxemira. Ou seja, o norte do norte. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nova Délhi é esta monotonia graças ao Himalaia. A alta siberiana fica bloqueada na Ásia Central (onde está Astana) e não chega na Índia. Volta e meia dá um frio mais intenso, algo como 5° a 15°, mas é incomum.

 

Há uma cidade bem ao norte da Índia chamada Srinagar. Fica a 1.585 m de altitude e neva no inverno. É a única região onde há neve na Índia fora dos altos do Himalaia.

Edited by Marcos
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×