Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão Demais Continentes - 2018

Recommended Posts

Posted (edited)

Muita neve e temp. baixas no leste chines:

 

China warns of second wave of snow after blizzard alert lifted

snow-china-696x462.jpg
 

SHANGHAI/BEIJING (Reuters) - China warned of a second wave of snow and sleet hitting northern, central and eastern parts on Friday after record snowfall paralyzed parts of the country in the most severe weather this winter.

Heavy snowfall has wreaked havoc in central and eastern China since Tuesday, killing 10 people and disrupting the lives of more than half a million people in five provinces, according to the official Xinhua news agency.

Agriculture has also been hit, with economic losses amounting to 510 million yuan ($79 million) so far.

The National Meteorological Centre lifted a blizzard alert, but said light to moderate snowfall was expected to sweep across much of the north between Friday and Sunday.

Snow has disrupted public transport and energy supplies, damaged power lines and shut roads, airports and schools in parts of central China.

 

All power in Suizhou,(31N, 70m) a small city of 2.5 million people in the north of central Hubei province, was down due to heavy snow, state broadcaster China Central Television reported.

Temperatures in Suizhou are expected to plunge as low as minus 5 degrees Celsius (23 degrees Fahrenheit) on Friday.

Hubei, which does not have central heating infrastructure unlike northern provinces, has seen a spike in electricity consumption for heating, according to CCTV.

On Thursday, at least three airports were shut and nine were experiencing extensive delays because of heavy snowfall.

As of 0630 GMT on Friday, all airports in China were open, and only three airports faced delays, according to Chinese aviation data provider VariFlight.

Several high-speed trains from Shanghai and Beijing were also delayed or canceled on Thursday, and highways in the provinces of Jiangsu, Henan, Shaanxi and Hubei have also been closed off, the China Daily reported.

The ceilings of several bus stations in Hefei,(31N  30m) the capital of Anhui province, had collapsed as a result of snow, resulting in at least one death, the newspaper said. The province saw a record 30 cm (12 inches) of snow on Thursday.

 

The roof of a factory in Xiangyang, also in Hubei province, collapsed, trapping five people, and traffic in the city ground to a halt, according to the state broadcaster, China National Radio.

CCTV footage on Friday also showed collapsed roofs of factories in Henan and Anhui provinces.

By contrast, Beijing has been dry, with many parts of northern China experiencing little to no snowfall.

https://www.reuters.com/article/us-china-weather-snow/china-warns-of-second-wave-of-snow-after-blizzard-alert-lifted-idUSKBN1EU0AC

 

 

Edited by Gerson Ibias

Share this post


Link to post
Share on other sites

Direto da Metsul:

CLIMA | Neve no Saara e na Flórida (EUA). Quase toda a América do Norte congelada no começo do ano. Só que o planeta é maior. E no começo do ano, quando estas áreas gelavam, a temperatura global estava acima da média. Tempo não é clima e tempo local não é mundial.

A teoria mais aceita no BAZ é que tudo não passa de ciclos naturais, o homem interfere pouco ou nada na temperatura média global. Sigamos monitorando...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hoje a Sibéria/Rússia registrou as menores temperaturas do inverno e de janeiro de 2018.

-58,9 Ojmjakon (desde que acompanho o Ogimet em 2013, acho que foi a menor temperatura)

-58,4 Agayakan

-57,5 Iema

-56,3 Ekyuchchyu

-55,3 Verhojansk

-55,0 Nera

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Frio de quase -60°C é registrado em Oymyakon, Iacútia, Rússia

internacional-15-01-18-0.jpg

As temperaturas caíram de modo ainda mais acentuado nas últimas 48 horas em boa parte da Europa e Ásia, sob efeito de um poderoso vórtice polar que partiu do Ártico. Na Rússia, em específico, valores bastante negativos de temperatura, oficialmente, foram registrados.

A menor marca do país foi anotada através da estação meteorológica de superfície mantida pelo Russian Federal Service for Hydrometeorology and Environmental Monitoring (RFSHEM) no município de Oymyakon, localizado na província de Iacútia, no norte do país, região da Sibéria.

internacional-15-01-18-1.jpg

 

internacional-15-01-18-2.jpg

O frio rigoroso chegou a -59,6°C no domingo (14) e a temperatura máxima do dia não passou de -53,1°C.

internacional-15-01-18-8.jpg

 

O município é considerado pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) como o local permanentemente habitado mais frio de todo o planeta Terra.

Diversas imagens do frio cavalar russo rodaram páginas de redes sociais nas últimas 24 horas, algumas, inclusive, com termômetros digitais marcando até -60°C, o que confere com o dado oficial, e instrumentos amadores, cravados em árvores, portanto, fora de abrigo meteorológico padrão, beirando os -70°C.

Evidentemente, o órgão de meteorologia russo considera apenas dados de estações oficiais, que estão devidamente instaladas e seguindo critérios adotados pela OMM em todo o mundo. Portanto, o valor mínimo de Oymyakon foi de -59,6°C.

A menor temperatura mínima já observada no município é de -67,7°C aferida em 06 de fevereiro de 1933, ou seja, há 85 anos. Essa é também, a menor marca – oficial – de temperatura mínima registrada em todo o Hemisfério Norte.

O recorde mundial de frio estabelecido oficialmente por estação meteorológica de superfície é de -89,2°C registrado em 21 de julho de 1983, na Estação Vostok, base russa na Antártida.

Ainda na Antártida, a base japonesa de Valkyre Dome (Fuji Dome) detém o registro da menor temperatura mínima do planeta feita pelo satélite Landsat 8, da Agência Espacial Americana (NASA), com -92°C em 10 de agosto de 2010. O valor, contudo, não é reconhecido pela OMM.

internacional-15-01-18-9.jpg

(Crédito das imagens: Reprodução/Google – Reprodução/Ogimet - Anastasia Gruzdeva - Kirill Bakanov)

Fonte: http://deolhonotempo.com.br/index.php/internacional/9215-frio-de-quase-60-c-e-registrado-em-oymyakon-iacutia-russia

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou assistindo essa semana o Tour Down Under, que é a volta ciclística da Austrália. As provas estão ocorrendo na região de Adelaide. Impressionante como é seco lá no verão. Vegetação completamente seca, salvo uma e outra árvore. Fui conferir e a média anual de precipitação é 442 mm. 

climateStatGraph.pl?g=E&p0=18.2&p1=19.0&

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, fredericowessel disse:

Estou assistindo essa semana o Tour Down Under, que é a volta ciclística da Austrália. As provas estão ocorrendo na região de Adelaide. Impressionante como é seco lá no verão. Vegetação completamente seca, salvo uma e outra árvore. Fui conferir e a média anual de precipitação é 442 mm. 

climateStatGraph.pl?g=E&p0=18.2&p1=19.0&

A Austrália sofreu com secas severas desde o final dos anos 90, a chamada Millennium drought. A região de Adelaide tem até uma planta de dessalinização de água do mar https://en.wikipedia.org/wiki/Adelaide_Desalination_Plant

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fortíssima onda de calor está atingindo o Sul da Austrália.

Em Melbourne, está ocorrendo o Australian Open de Tênis, que é um dos mais importantes torneios de tênis do mundo. Ontem, os tenistas enfrentaram abaixo de sol temperaturas de 39°C e quadra a 69°C. Agora (16h05 por lá) enfrentam até 42,8°C (máxima na cidade). 

Gael Monfils said he was “dying on the court for 40 minutes” as temperatures hit 39c and reflected court heat topped 69c. (http://www.news.com.au/sport/tennis/extreme-heat-hits-australian-open-as-melbourne-swelters-to-near-40-degree-temperatures/news-story/6ec7a3d0ff1acbeeb1b5efa20ae8c096)

Para alívio geral dos atletas, torcida e população, neste momento ar mais frio está lutando para adentrar a cidade e baixar as temperaturas, mudança que está sendo chamada de coolchange.

image.png.7d195b45b47fba3ced490aa249942f01.png
 

Informações encontradas no Bureau Weather Service, um serviço nacional de meteorologia MARAVILHOSO.

Edited by Tomás WRuas

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


×