Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão Climática (ENSO/SST/AAO/PDO)

Recommended Posts

3 horas atrás, CloudCb disse:

 

Por ele seria praticamente um 2019.2, tanto que choveu muito esse ano no litoral norte do NE mas no interior da BA e PI choveu muito pouco na maior parte da estação chuvosa. Espero que seja diferente.

 

Niño despencando de novo...

 

23FF4D0B-24CF-41BD-B4C2-23BA5744C20F.thumb.png.d00f820ce5cdd9bc9c7409e842fe2fcb.png

 

655D31DA-CC6A-4186-8409-87BB5FDBD7C7.png

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Após a AAO ficar um bom tempo na fase negativa (praticamente 2 meses, tendo um leve positiva no final de julho), agora poderemos ter algumas semanas com ela na fase positiva.

 

cLhxkCa.gif

  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

As previsões do NOAA cedidas para a Somar indicam um novo aquecimento no Pacífico nos últimos meses do ano, mas a partir de março estará se resfriando novamente, há uma grande piscina fria no entorno da Indonésia, de repente ela vai migrar pro leste e trazer a La Niña em meados do próximo ano como preveem um grupo de cientistas americanos em decorrência do ciclo solar, há meses o NOAA vem prevendo que um resfriamento no Pacífico só iria acontecer em 2020, o que pode trazer frio mais cedo e mais intenso pra cá no próximo ano: http://somarmeteorologia.com.br/security/defesa_civil/clima3.php

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 minutos atrás, Leandro Leite disse:

As previsões do NOAA cedidas para a Somar indicam um novo aquecimento no Pacífico nos últimos meses do ano, mas a partir de março estará se resfriando novamente, há uma grande piscina fria no entorno da Indonésia, de repente ela vai migrar pro leste e trazer a La Niña em meados do próximo ano como preveem um grupo de cientistas americanos em decorrência do ciclo solar, há meses o NOAA vem prevendo que um resfriamento no Pacífico só iria acontecer em 2020, o que pode trazer frio mais cedo e mais intenso pra cá no próximo ano: http://somarmeteorologia.com.br/security/defesa_civil/clima3.php

Por estas previsões a estação chuvosa no Brasil (outubro-março) será muito próxima da normalidade com um atraso no início das chuvas, principalmente no Norte e Nordeste ( o que em tese já está acontecendo); as águas do Pacífico equatorial estarão levemente mais aquecidas que o normal, porém não teremos el nino atuando. Isso pode ser positivo por um lado, pois aumenta a chance de todo o país receber chuvas intensas sem prejuízo para nenhuma região, por outro lado as chuvas podem ser irregulares, ou seja, chover muito num determinado período e ficar muitos dias sob atuação do ar mais seco.

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segundo os mapas da reanálise do NCEP, de 01/09 até dia 25/09, a TSM do Pacífico Equatorial tava dentro da média.

image.png.cc963ece95cf07693e45b431799a9990.png

Anomalia de TSM na Bacia do Pacífico.

 

No mesmo período as águas do Atlântico Norte se mantiveram bastante aquecidas (Fig. 1), o que refletiu no atraso das chuvas do sul da Amazônia - que apresentou, no mesmo período, anomalias positivas de Radiação de Onda Longa (convecção abaixo da média) (Fig. 2):

image.png.557d1b8d5b56f488d613ebb85b590923.pngimage.png.0bf7734660b058215a2a5adabd2e6d1e.png

Fig. 1 e Fig. 2, respectivamente.

 

Fontes: https://www.esrl.noaa.gov/psd/data/composites/day/http://climanalise.cptec.inpe.br/~rclimanl/boletim/0905/index.html.

 

Edited by CloudCb
  • Like 1
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, CloudCb disse:

Segundo os mapas da reanálise do NCEP, de 01/09 até dia 25/09, a TSM do Pacífico Equatorial tava dentro da média.

image.png.cc963ece95cf07693e45b431799a9990.png

Anomalia de TSM na Bacia do Pacífico.

 

No mesmo período as águas do Atlântico Norte se mantiveram bastante aquecidas (Fig. 1), o que refletiu no atraso das chuvas do sul da Amazônia - que apresentou, no mesmo período, anomalias positivas de Radiação de Onda Longa (convecção abaixo da média) (Fig. 2):

image.png.557d1b8d5b56f488d613ebb85b590923.pngimage.png.0bf7734660b058215a2a5adabd2e6d1e.png

Fig. 1 e Fig. 2, respectivamente.

 

Fontes: https://www.esrl.noaa.gov/psd/data/composites/day/http://climanalise.cptec.inpe.br/~rclimanl/boletim/0905/index.html.

 


Última rodada do CFS tá bem interessante para o Nordeste. Março de 2020:

 

780ED1A4-71C5-45AE-A30B-F6601209BA6A.thumb.jpeg.6ae3c3d2620e528ddc0d4836aa524fef.jpeg

(Atlântico Equat. Norte frio e Atlântico Equat. Sul quente)
 

2D67F779-CB22-4EDC-A1B5-ACB2490416AB.thumb.jpeg.19fe265437be27b0bbbe31d0cb412085.jpeg

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Pedro Victor P. disse:


Última rodada do CFS tá bem interessante para o Nordeste. Março de 2020:

 

780ED1A4-71C5-45AE-A30B-F6601209BA6A.thumb.jpeg.6ae3c3d2620e528ddc0d4836aa524fef.jpeg

(Atlântico Equat. Norte frio e Atlântico Equat. Sul quente)
 

2D67F779-CB22-4EDC-A1B5-ACB2490416AB.thumb.jpeg.19fe265437be27b0bbbe31d0cb412085.jpeg

 

Não consigo entender por que esses modelos insistem em colocar praticamente o oceano inteiro da Terra com temperaturas acima da média. Sabemos que isso não é verdadeiro. Apesar do aquecimento global e oceânico, ainda assim existe uma tendência de equilíbrio térmico, não fica tudo quente igual ele prevê não.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Renan disse:

 

Não consigo entender por que esses modelos insistem em colocar praticamente o oceano inteiro da Terra com temperaturas acima da média. Sabemos que isso não é verdadeiro. Apesar do aquecimento global e oceânico, ainda assim existe uma tendência de equilíbrio térmico, não fica tudo quente igual ele prevê não.


É igual com o ENSO, todo início de ano, a mesma historinha: “El Niño will develop later this year”. E quase sempre dizem que será semelhante ao evento de 1997-98 kkkkkk. 
 

O flop de 2017-18 é inesquecível. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, Pedro Victor P. disse:


É igual com o ENSO, todo início de ano, a mesma historinha: “El Niño will develop later this year”. E quase sempre dizem que será semelhante ao evento de 1997-98 kkkkkk. 
 

O flop de 2017-18 é inesquecível. 

 

Estão superestimando o AG, apesar das suas evidentes ameaças e necessidade de tratamento. Será que os modelos têm sido "calibrados" (com offset) para mostrar temperaturas mais elevadas que a realidade ? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 28/09/2019 em 12:19, Pedro Victor P. disse:

Já em abril, a chuva fica concentrada no norte do Nordeste. Bem semelhante a 2019. 4BC80A41-0C30-4AEF-B88C-6E497D1546A2.thumb.png.9a781b68c757eead197313490f76060c.png

 

Esse mapa está estranho. Chuva acima da média na faixa norte do NEB e, ao mesmo tempo, chuva acima da média nas Guianas/Venezuela no mesmo mês é bem difícil, viu.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Pacífico Sul está com uma grande área com anomalias negativas.

image.thumb.png.15f2811915b83d5c5b3805116eec4f5c.png

 

Interessante que a TSM está com anomalia negativa em quase toda a costa do Brasil.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, CloudCb disse:

O Pacífico Sul está com uma grande área com anomalias negativas.

image.thumb.png.15f2811915b83d5c5b3805116eec4f5c.png

 

Interessante que a TSM está com anomalia negativa em quase toda a costa do Brasil.

O Pacífico Equatorial parece está esquentando novamente, segundo eu vi num site em inglês há um tempo, teve um especialista que tem outro site, que comentou que o Pacífico ficaria com El Niño fraco ou com neutralidade  positiva até o primeiro semestre de 2020 quando começaria uma transição para La Niña em resposta à atividade solar, é possível que as águas frias no entorno da Indonésia migrem para leste e tragam uma La Niña mais forte no próximo ano, e com isso o inverno 2020 pode ser mais frio.  

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 02/10/2019 em 18:27, Leandro Leite disse:

O Pacífico Equatorial parece está esquentando novamente, segundo eu vi num site em inglês há um tempo, teve um especialista que tem outro site, que comentou que o Pacífico ficaria com El Niño fraco ou com neutralidade  positiva até o primeiro semestre de 2020 quando começaria uma transição para La Niña em resposta à atividade solar, é possível que as águas frias no entorno da Indonésia migrem para leste e tragam uma La Niña mais forte no próximo ano, e com isso o inverno 2020 pode ser mais frio.  


É bastante interessante, vários artigos, já há algum tempo, vêm convergindo na ideia de uma possível La Niña em 2020-21. 
 

CFS p/ julho de 2020:

 

1C789BDE-313B-4D0A-A959-B5E72545FBA8.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 04/10/2019 em 13:25, Pedro Victor P. disse:


É bastante interessante, vários artigos, já há algum tempo, vêm convergindo na ideia de uma possível La Niña em 2020-21. 
 

CFS p/ julho de 2020:

 

1C789BDE-313B-4D0A-A959-B5E72545FBA8.png

Previsão boa pra quem gosta de frio aqui no Mato Grosso, espero que se concretize. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tomara que esfrie bem, o inverno desse ano foi muito ruim aqui na região. Somente dois pulsos de julho e começo de agosto é que foram interessantes. O restante, foi só calor e creio que anomalias positivas registradas.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 13/10/2019 em 12:15, Sopron disse:

Tomara que esfrie bem, o inverno desse ano foi muito ruim aqui na região. Somente dois pulsos de julho e começo de agosto é que foram interessantes. O restante, foi só calor e creio que anomalias positivas registradas.


Sei q não funciona assim, mas faz tanto tempo que não temos uma La Niña decente que eu sei lá, não é possível que não tenha uma em 2020-21. 
 

Sério mesmo, a última LN “pra valer” foi a de 2010-11 😳

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 16/10/2019 em 07:09, Pedro Victor P. disse:

547C6D01-544F-495F-819C-2ED4C9ED9740.png

Assim espero, quero um Pacífico assim em julho, pra ''Cuiabrasa'' virar ''Cuiabice''' (Ler-se ''Cuiabaice'', ''ice'' é gelo em gelo em inglês) e Primavera virar ''Gelovera'' do Leste. ''Vamos pra frente Pacífico e volte para a cor azul, La Niña, a menina que faz o Mato Grosso virar Sul!''☃️❄️

Edited by Leandro Leite

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutos atrás, Leandro Leite disse:

Assim espero, quero um Pacífico assim em julho, pra ''Cuiabrasa'' virar ''Cuiabice''' (Ler-se ''Cuiabaice'', ''ice'' é gelo em gelo em inglês) e Primavera virar ''Gelovera'' do Leste. ''Vamos pra frente Pacífico e volte para a cor azul, La Niña, a menina que faz o Mato Grosso virar Sul!''☃️❄️

A La Niña ajuda a ter um inverno mais rigoroso, mas não é o único fator, o oceano atlântico na costa leste da América do Sul precisa estar dentro da média ou abaixo, senão os efeitos do pacífico resfriado serão poucos ou nulos.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, klinsmannrdesouza disse:

A La Niña ajuda a ter um inverno mais rigoroso, mas não é o único fator, o oceano atlântico na costa leste da América do Sul precisa estar dentro da média ou abaixo, senão os efeitos do pacífico resfriado serão poucos ou nulos.

Nesse caso não faria as frentes frias escoarem pra oeste rumo ao Amazonas e ficarem bloqueadas a leste, vide julho de 2010, que teve mínima de 1 dígito em Cuiabá e não teve em Sampa, algo um pouco fora do comum visto que Sampa é muito mais alto e mais ao Sul, poderia agradar quem gosta de frio no Mato Grosso, exemplo eu, mas desagradar outras partes, mas também tem ano que as frentes frias escoam mais a leste, seguem até a Bahia e mal atingem o Mato Grosso do Sul, veja agosto último, exceto o começo do mês, parece que em 2005 o Atlântico aquecido e um Pacífico se resfriando fizeram as frentes frias escoarem a oeste, com isso foi o melhor ano do período 2002-2006 em Cuiabá em matéria de frio e em Sampa o pior da década passada, já 2006 foi o ano mais sem frio da década em Cuiabá, enquanto em Sampa teve a menor temperatura da segunda metade dos anos 2000 no Mirante, pois as frentes frias daquele ano tinham um deslocamento mais oriental, em Sampa em 2006 esfriou até mais que em 2009 e 2010, anos que em Cuiabá o frio pegou pra valer, parece que há uma dinâmica idêntica aos  EUA. 

Edited by Leandro Leite

Share this post


Link to post
Share on other sites
54 minutos atrás, Leandro Leite disse:

Nesse caso não faria as frentes frias escoarem pra oeste rumo ao Amazonas e ficarem bloqueadas a leste, vide julho de 2010, que teve mínima de 1 dígito em Cuiabá e não teve em Sampa, algo um pouco fora do comum visto que Sampa é muito mais alto e mais ao Sul, poderia agradar quem gosta de frio no Mato Grosso, exemplo eu, mas desagradar outras partes, mas também tem ano que as frentes frias escoam mais a leste, seguem até a Bahia e mal atingem o Mato Grosso do Sul, veja agosto último, exceto o começo do mês, parece que em 2005 o Atlântico aquecido e um Pacífico se resfriando fizeram as frentes frias escoarem a oeste, com isso foi o melhor ano do período 2002-2006 em Cuiabá em matéria de frio e em Sampa o pior da década passada, já 2006 foi o ano mais sem frio da década em Cuiabá, enquanto em Sampa teve a menor temperatura da segunda metade dos anos 2000 no Mirante, pois as frentes frias daquele ano tinham um deslocamento mais oriental, em Sampa em 2006 esfriou até mais que em 2009 e 2010, anos que em Cuiabá o frio pegou pra valer, parece que há uma dinâmica idêntica aos  EUA. 

Não, quando o oceano Atlântico na costa leste do Brasil está mais frio do que o normal durante o outono e inverno as frentes frias se deslocam com maior facilidade tanto para o litoral quanto pelo interior do continente, e as ondas de frio são mais amplas e prolongadas.  Em 1997, apesar do Pacífico equatorial muito aquecido, o outro lado da América do Sul estava com águas mais frias, como resultado o outono e parte do inverno teve frio intenso, com destaque para uma massa polar no começo de junho que provocou geadas amplas até no triângulo mineiro e interior do MS e SP,  frente fria deste evento conseguiu chegar até o sul do Pará e na Bahia, este mês fechou com chuvas acima do normal. No ano seguinte, 1998, mesmo que o Pacífico equatorial se resfriou de janeiro a maio entrando nas anomalias negativas em junho, o outono e inverno foi ruim porque o Atlântico brasileiro estava mais aquecido que o normal, bloqueando as frentes frias mais ao sul.

Nos anos 2000 ( entre 2001 e 2006, exceto 2004) houveram ondas de frio intensas no interior do continente sul-americano ( Argentina, Paraguai, estados do Sul, MS, MT, RO e AC) elas foram pontuais, de curta duração,o resto dos meses foram bem quentes.

O período entre 2007 e 2013 os oceanos nos dois lados da costa sul-americana estavam mais “comportados", facilitando o escoamento das massas polares em direção às baixas latitudes do continente, por isso houve aquela sequência nostálgica de invernos dentro da média/levemente abaixo e acúmulos ocasionais de neve ( 2010, 2011 e 2013 que o digam).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sinceramente, estou começando a me desanimar quanto ao clima do país como um todo, não enxergo uma bonança em termos de invernos bons ou até mesmo um outono ou primavera decentes nas temperaturas. A dinâmica padrão tem sido temperaturas muito altas e com desvios positivos ( mesmo em meses de inverno). Tirando a onda de frio de julho e agosto que foram excelentes, de demais pode jogar no lixo. Para o Sul e o Leste do Sudeste, resfriamento foi muito bom, apesar dos desvios positivos na temperatura. 

 

Tomara que ano que vem, espero que mude essa dinâmica, porque está muito difícil.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.