Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão Climática (ENSO/SST/AAO/PDO)

Recommended Posts

8 minutos atrás, klinsmannrdesouza disse:

Discordar da teoria do Aquecimento global antropogênico não é pseudociencia, é apenas um ponto de vista diferente

 

O colega discorda das pesquisas e dos cientistas, e fala com toda a certeza do mundo que não há influência dos gases de efeito estufa no aquecimento atual. Num geral é mais fácil ser negacionista, requer menos entendimento e aprofundamento do assunto, assim como o próprio gosto pelo frio influencia em acreditar que o aquecimento é natural, pois se espera ser revertido. Eu também já pensava assim. Isso é pura pseudociência, afirmar um milhão de coisas sem trazer fontes ou um argumento concreto. Utilizar "mitos" e repetir "o que se ouviu" não é se basear no conhecimento científico existente sobre o assunto. Ficar achando que tudo que a física e química explica sobre o assunto é mentira, é coisa de conspiracionista. Não se deve utilizar da política e o que o lado midiático apresenta, como justificativa para negar aquilo que é fato nas áreas físico-químicas sobre o comportamento dos gases.

  • Like 4
  • Thanks 1
  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
28 minutos atrás, klinsmannrdesouza disse:

Discordar da teoria do Aquecimento global antropogênico não é pseudociencia, é apenas um ponto de vista diferente. O ser humano deve sim cuidar do meio ambiente, saber destinar corretamente o lixo produzido, não desperdiçar água, pensando nas futuras gerações. A principal divergência nada mais é do que a causa do atual aumento das temperaturas verificados nesta década, a maioria dos cientistas atribui isto a grande industrialização e urbanização verificados, enquanto que a outra parte argumenta que estamos vivendo somente num ciclo natural quente.

Os efeitos das ilhas de calor nos grandes centros urbanos provam sim que em determinada escala, temos sim influência no clima. Mas é quanto aos ciclos de aquecimento/ resfriamento verificados desde pelo menos o Egito Antigo, são simplesmente balela? 

 

O problema do aquecimento atual e os aquecimentos do passado, é que hoje conseguimos ter uma ótima precisão para constatar esta tendência de aquecimento que insiste em não parar. Achávamos que em meados da década de 2000 esse processo tinha chegado no auge, mas eis que a década de 2010 se mostrou a mais quente já registrada pelos aparelhos.

 

É mais fácil -e mais lógico mesmo- associar o aquecimento atual com a atividade humana, pois foi justamente a partir da década de 70 que o negócio começou a avacalhar. A década de 70, sabidamente, foi um período de fortíssimo crescimento urbano e industrial em vastas áreas do planeta (o maior boom já ocorrido na humanidade).

  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

O atual El Niño Modoki parece estar dando seu último suspiro... aquele grande pacote de águas sub-superficiais quentes que se deslocaram com a onda Kelvin no início de março (gif abaixo) já terminaram de emergir e atrás delas vem águas mais frias. Além disso, o gráfico de anomalia do vento zonal mostra fortes áreas com valores negativos para os próximos dias (ou seja, alísios intensos) em boa parte do Pacífico, favorecendo a derrocada do Niño. Alguns parâmetros como TSM na região 3.4, IOS e termoclina já estão no patamar neutro ou quase!

 

Já os modelos, esses ainda muito instáveis: uns apontam neutralidade no final do ano, outros neutralidade pró-La Ninã (fraca) e outros chagam a indicar a volta do El Niño. Só teremos mais certeza desse cenário no início de agosto, até lá seguimos observando...

 

 

u.anom.30.5S-5N.gif

wkxzteq_anm.gif

  • Like 9

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fala Flavio! Parabéns pela sua obra prestes a ser lançada! \o/

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, LuluBros disse:

Fala Flavio! Parabéns pela sua obra prestes a ser lançada! \o/

 

 

Obrigado! Rafael e eu fizemos com muita dedicação esse trabalho, é um belo levantamento histórico-jornalístico e climatológico! Soube que outros amigos do BAZ estão lançando publicações também, torço para que surjam sempre novos materiais para enriquecer nossa "biblioteca do frio".

 

Abraço!

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah sim, eu tinha esquecido de citar o grande Rafael, coautor desse importante trabalho! 

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, jean10lj disse:

Pseudociência  pesada. Triste.

Eu te respeito seu ver brother, o importante é gente buscar conhecimento , mesmo nois aceitarmos ou não na meteorologia. ✌️

  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Flavio Feltrim disse:

O atual El Niño Modoki parece estar dando seu último suspiro... aquele grande pacote de águas sub-superficiais quentes que se deslocaram com a onda Kelvin no início de março (gif abaixo) já terminaram de emergir e atrás delas vem águas mais frias. Além disso, o gráfico de anomalia do vento zonal mostra fortes áreas com valores negativos para os próximos dias (ou seja, alísios intensos) em boa parte do Pacífico, favorecendo a derrocada do Niño. Alguns parâmetros como TSM na região 3.4, IOS e termoclina já estão no patamar neutro ou quase!

 

Já os modelos, esses ainda muito instáveis: uns apontam neutralidade no final do ano, outros neutralidade pró-La Ninã (fraca) e outros chagam a indicar a volta do El Niño. Só teremos mais certeza desse cenário no início de agosto, até lá seguimos observando...

 

 

u.anom.30.5S-5N.gif

wkxzteq_anm.gif

 

O Pacífico tá numa seca de La Niña forte, já faz 8 anos que não temos uma. Tá na hora, já.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, jean10lj disse:

 

O colega discorda das pesquisas e dos cientistas, e fala com toda a certeza do mundo que não há influência dos gases de efeito estufa no aquecimento atual. Num geral é mais fácil ser negacionista, requer menos entendimento e aprofundamento do assunto, assim como o próprio gosto pelo frio influencia em acreditar que o aquecimento é natural, pois se espera ser revertido. Eu também já pensava assim. Isso é pura pseudociência, afirmar um milhão de coisas sem trazer fontes ou um argumento concreto. Utilizar "mitos" e repetir "o que se ouviu" não é se basear no conhecimento científico existente sobre o assunto. Ficar achando que tudo que a física e química explica sobre o assunto é mentira, é coisa de conspiracionista. Não se deve utilizar da política e o que o lado midiático apresenta, como justificativa para negar aquilo que é fato nas áreas físico-químicas sobre o comportamento dos gases.

Não colega, os cientistas que discordam da teoria do aquecimento global antropogênico também se baseiam em provas e estudos concretos, como já citei a variabilidade climática há muito estudada que ocorreu da época do Egito Antigo até a atual era, a Idade Contemporânea. A teoria dos ciclos quente/frio não tem como objetivo passar pano para aqueles que defendem a destruição dos biomas terrestres e nem criar expectativas para os amantes do frio, e sim analisar com embasamento científico que mesmo antes de surgirem as primeiras indústrias, houveram períodos tão ou mais quente como estamos vivenciando nesta década.

  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
3 horas atrás, klinsmannrdesouza disse:

Não colega, os cientistas que discordam da teoria do aquecimento global antropogênico também se baseiam em provas e estudos concretos, como já citei a variabilidade climática há muito estudada que ocorreu da época do Egito Antigo até a atual era, a Idade Contemporânea. A teoria dos ciclos quente/frio não tem como objetivo passar pano para aqueles que defendem a destruição dos biomas terrestres e nem criar expectativas para os amantes do frio, e sim analisar com embasamento científico que mesmo antes de surgirem as primeiras indústrias, houveram períodos tão ou mais quente como estamos vivenciando nesta década.

 

Bom, estou aguardando links de artigos científicos sérios que negam o aquecimento então. "cientista" que da palestra por aí e nega que a camada de ozônio existe, ou que coloca data marcada para uma super la niña, talvez até algum que faz vídeos do youtube de pouca pertinência, desses "cientistas" não me interesso.

Edited by jean10lj
  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, jean10lj disse:

 

Bom, estou aguardando links de artigos científicos sérios que negam o aquecimento então. "cientista" que da palestra por aí e nega que a camada de ozônio existe, ou que coloca data marcada para uma super la niña, talvez até algum que faz vídeos do youtube de pouca pertinência, desses "cientistas" não me interesso.

 

Up.

 

E artigos de grande impacto, senão não vale.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelos fatos, é óbvio que existe um aquecimento.

 

Porém, as previsões catastróficas obviamente foram palavras ao vento.

 

Então, uma narrativa que era nomeada de "Aquecimento Global", foi substituída por "Mudanças Climáticas". Ou seja, fez frio ou calor, ocorreu qualquer sistema um pouco diferente, entrou na narrativa dos aquecimentistas.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

BANALIZARAM ATÉ O TERMO "MUDANÇAS CLIMÁTICAS". ALGO QUE PARA MIM NÃO EXISTE, SIM VARIABILIDADE DO CLIMA, MUDANÇAS CLIMÁTICAS É ALGO MUITO MAIS RADICAL E DEFINITIVO.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, coutinho disse:

BANALIZARAM ATÉ O TERMO "MUDANÇAS CLIMÁTICAS". ALGO QUE PARA MIM NÃO EXISTE, SIM VARIABILIDADE DO CLIMA, MUDANÇAS CLIMÁTICAS É ALGO MUITO MAIS RADICAL E DEFINITIVO.

 

Qual seria o limite de tempo para diferenciar "variabilidade climática" de "mudança climática"? Ou, exemplificando a pergunta em outros termos: a deterioração de dinâmica entre o norte catarinense e MG no pós 2000 daria para enquadrar em qual das duas categorias? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 horas atrás, LuluBros disse:

 

Qual seria o limite de tempo para diferenciar "variabilidade climática" de "mudança climática"? Ou, exemplificando a pergunta em outros termos: a deterioração de dinâmica entre o norte catarinense e MG no pós 2000 daria para enquadrar em qual das duas categorias? 

 Esse é um dos pontos de discórdia: aos olhos de um geólogo, por exemplo, o aquecimento atual é apenas parte da variabilidade climática natural conforme podemos ver no gráfico abaixo. Dependendo do recorte temporal que você fizer (o que pode ser considerado cherry picking), você tem aquecimento ou resfriamento. Se eu pegar os últimos 200 anos, temos um grande aquecimento mas se compararmos com o ápice do interglacial anterior (uns 150 mil anos atrás) estamos mais frios.

 

Outro detalhe é a velocidade do processo e a causa: hoje o consenso seria de que nunca houve um aquecimento tão significativo em espaço curto de tempo como o atual sem explicação natural, ou seja, a causa seríamos nós!

 

Enfim, não sei se esse é o tópico para discussão desse tema...

 

 

Temperature.png

  • Like 7
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Flavio Feltrim disse:

 Esse é um dos pontos de discórdia: aos olhos de um geólogo, por exemplo, o aquecimento atual é apenas parte da variabilidade climática natural conforme podemos ver no gráfico abaixo. Dependendo do recorte temporal que você fizer (o que pode ser considerado cherry picking), você tem aquecimento ou resfriamento. Se eu pegar os últimos 200 anos, temos um grande aquecimento mas se compararmos com o ápice do interglacial anterior (uns 150 mil anos atrás) estamos mais frios.

 

Outro detalhe é a velocidade do processo e a causa: hoje o consenso seria de que nunca houve um aquecimento tão significativo em espaço curto de tempo como o atual sem explicação natural, ou seja, a causa seríamos nós!

 

Enfim, não sei se esse é o tópico para discussão desse tema...

 

 

Temperature.png

 

Perfeito ! É isso o que os anti-aquecimentistas não querem entender. É óbvio que já houve períodos mais quentes que o atual em eras passadas, porém nunca houve um aquecimento tão forte em tão pouco tempo, devido justamente à atividade humana, e isso é o que nos acende um alerta amarelo, caso a forma como nós exploramos o planeta não mude. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
54 minutos atrás, Renan disse:

 

Perfeito ! É isso o que os anti-aquecimentistas não querem entender. É óbvio que já houve períodos mais quentes que o atual em eras passadas, porém nunca houve um aquecimento tão forte em tão pouco tempo, devido justamente à atividade humana, e isso é o que nos acende um alerta amarelo, caso a forma como nós exploramos o planeta não mude. 

Justamente, a linha entre aquecimentistas e anti-aquecimentistas é muito mais tênue do que pensamos, sim estamos vivendo numa era de exploração desenfreada dos recursos naturais que precisa ser repensada, e há evidentes alterações atmosféricas em determinada escala.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não sou anti aquecimentista, sou realista, discordar de uma tese cientifica não me faz oposto, porém acredito que planeta esta aquecido sim, sempre foi assim pois um tempo ele resfriara e depois esquentar de novo, não concordo com politicas no meios grandes órgãos financeiros por trás de todas essas falacias que jogam na nossas cabeças todos os dias, culpando A ou B, temos sim, cuidar do meio ambiente, ele se volta conta nos com preço alto, tenho meu direito livre de estudar e pensar, assisto todos e tudo  sobre aquecimento e outros termos e teorias legais e importantes, se vai dar certo tempo vai dizer.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Favor continuarem a discussão sobre mudanças climáticas neste tópico:

 

Esse tópico é para a discussão de teleconexões e previsões climáticas.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

NOVA ATUALIZAÇÃO DOS MODELOS CLIMÁTICOS PARA O INVERNO 2019

 

CFS (EUA)

001.thumb.png.70379309397a1625cc3a3f0e413ba5bd.png

 

 

JMA (JAPÃO):

 

002.gif.a8bf5aeb54b30dd232e6d52c1cf4e46f.gif

 

CMC (CANADÁ)

 

002.png.8d0fe486f1979dfed592d7d7a33dfd50.png

 

ECMWF (EUROPEU)

 

001.png.96bb41cf5cef10b4331e8129fb2db5b3.png

 

UKMET (REINO UNIDO)

 

001.png.07b60afeb5b39fcedb9dda27b61b0b3f.png

 

METEO-FRANCE (FRANÇA)

 

001.png.84df1e6840dd132ebf3aeb2d010998d7.png

 

DWD/COSMO (ALEMANHA)

 

001.png.ee1dd4a25cbdff9818676b4bc67dc9c4.png

 

PREVISÃO DA UNIVERSIDADE DA COLUMBIA/USA (IRI)

 

001.thumb.gif.4abdd7e6522e776eb1cd81b99ba1c964.gif

  • Like 2
  • Sad 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esta semana deve sair a reunião climática do CPTEC INPE, vamos ver o que dizem.

Uma curiosidade que pode parecer besta, antigamente chegava meados de Abril e era hora de cobrir a piscina, mantendo só a manutenção mínima até meados de Setembro,  mas desde 2016 está sendo possível estender seu uso para o resto do mês aqui em SP sem problemas, ano passado rolou até no feriado de primeiro de Maio, o que nunca aconteceu antes pois aquela MP chegou por volta do dia 7/8, se no final de semana que vem continuar assim , vai ser o uso mais tardio que já fiz antes da primavera.

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Rodolfo Alves disse:

NOVA ATUALIZAÇÃO DOS MODELOS CLIMÁTICOS PARA O INVERNO 2019

 

CFS (EUA)

001.thumb.png.70379309397a1625cc3a3f0e413ba5bd.png

 

 

JMA (JAPÃO):

 

002.gif.a8bf5aeb54b30dd232e6d52c1cf4e46f.gif

 

CMC (CANADÁ)

 

002.png.8d0fe486f1979dfed592d7d7a33dfd50.png

 

ECMWF (EUROPEU)

 

001.png.96bb41cf5cef10b4331e8129fb2db5b3.png

 

UKMET (REINO UNIDO)

 

001.png.07b60afeb5b39fcedb9dda27b61b0b3f.png

 

METEO-FRANCE (FRANÇA)

 

001.png.84df1e6840dd132ebf3aeb2d010998d7.png

 

DWD/COSMO (ALEMANHA)

 

001.png.ee1dd4a25cbdff9818676b4bc67dc9c4.png

 

PREVISÃO DA UNIVERSIDADE DA COLUMBIA/USA (IRI)

 

001.thumb.gif.4abdd7e6522e776eb1cd81b99ba1c964.gif

 

Infelizmente, nós já estamos esperando isso. Não há a menor chance de ser um inverno bom. Estamos experimentando um pico tremendamente grande de aquecimento planetário desde 2014, e mesmo com El Nino fraco, o planeta ainda responde como se fosse um El Nino forte. Não entendo isso. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
51 minutos atrás, jrmartinisp disse:

Esta semana deve sair a reunião climática do CPTEC INPE, vamos ver o que dizem.

Uma curiosidade que pode parecer besta, antigamente chegava meados de Abril e era hora de cobrir a piscina, mantendo só a manutenção mínima até meados de Setembro,  mas desde 2016 está sendo possível estender seu uso para o resto do mês aqui em SP sem problemas, ano passado rolou até no feriado de primeiro de Maio, o que nunca aconteceu antes pois aquela MP chegou por volta do dia 7/8, se no final de semana que vem continuar assim , vai ser o uso mais tardio que já fiz antes da primavera.

 

 

 

Também noto essa dinâmica estranha pós-2014; o frio do outono/inverno tem se concentrado em maio e junho, julho, agosto e setembro tem sido terrivelmente quentes, até mesmo em 2016 que foi muito melhor que os anos posteriores as massas polares mais intensas do ano ocorreram a partir do último decênio de abril com o ápice naquele entre os dias 8 e 13 de junho, findado esse mês as frentes frias simplesmente enfraqueceram. A época de chuvas também ficou totalmente confusa, outubro têm sido tão seco quanto agosto, depois vem novembro e dezembro úmidos e amenos para chegar em janeiro com bloqueios da ASAS e calor insuportável.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.