Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Rodolfo Alves

Monitoramento e Previsão Climática (ENSO/SST/AAO/PDO)

Recommended Posts

30/01

 

Niño 4 = -0.1ºC

Niño 3.4 = -0.4ºC

Niño 3 = 0.0ºC

Niño 1+2 = 2.0ºC

 

Seguindo a lógica, por este Nino 1+2 acima da média, teremos um Fevereiro/Março com chuvas acima da média no Sul do País.

 

O que aconteceu, gente ? Por que tantos El Nino nos últimos anos e apenas uma fraca La Nina durante nossas primavera ? E agora mais um menino...O que está acontecendo com o planeta ?

 

Ué, desde 2000 até 2013 o número de El nino estava baixo e fraco, tanto é que foi uma época tenebrosa para chuvas na Campanha Gaúcha, com muitas secas. Cada um acha o que quiser se levarmos em conta uma memória curta. São apenas ciclos. Mesmo assim me parece mais que vamos ficar a mercê das flutuações do Pacífico este ano(porém sempre na neutralidade) e com o nosso Atlântico sendo o grande influenciador, exceção para algumas áreas do Sul, que tradicionalmente flutuam com o Pacífico.O menino creio que não volta tão cedo :russian:

Share this post


Link to post
Share on other sites
O CO2 AUMENTA DEVIDO O AUMENTO DA TEMPERATURA E NÃO O CONTRÁRIO.

 

Não é o homem que emite esse CO2? :russian:

 

Não entendi o raciocínio

 

O mar é um solvente de gases.

A solubilidade de gases no meio hídrico, diminui cfe a temperatura desse líquido aumenta.

Logo, o mar aquecido se torna menos capaz de reter CO2, e libera esse gás para a atmosfera.

Pode ter outros fatores envolvidos, mas isto é uma parte importante da história.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Renan, de 2000 para cá:

 

2000 - La Nina forte migrando para La Nina moderada

2001 - La Nina moderada migrando para neutralidade

2002 - Neutralidade migrando para El Nino moderado

2003 - El Nino moderado migrando para neutralidade

2004 - Neutralidade mirando para El Nino fraco

2005 - El Nino fraco migrando para La Nina fraca

2006 - La Nina fraca migrando para El Nino fraco

2007 - El Nino fraco migrando para La Nina forte

2008 - La Nina forte migrando para La Nina fraca

2009 - La Nina fraca migrando para El Nino forte

2010 - El Nino forte migrando para La Nina forte

2011 - La Nina Forte migrando para La Nina moderada

2012 - La Nina moderada migrando para neutralidade

2013 - Neutralidade em todo ano

2014 - Neutralidade em todo ano

2015 - Neutralidade migrando para El Nino muito forte

2016 - El Nino muito forte migrando para La Nina fraca

 

Na minha humilde opinião: tivemos mais episódios de La Nina desde 2000. Porém, em 2015/2016 tivemos um mega evento de El Nino. Histórico, inclusive.

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites
O CO2 AUMENTA DEVIDO O AUMENTO DA TEMPERATURA E NÃO O CONTRÁRIO.

 

Não é o homem que emite esse CO2? :russian:

 

Não entendi o raciocínio

 

O mar é um solvente de gases.

A solubilidade de gases no meio hídrico, diminui cfe a temperatura desse líquido aumenta.

Logo, o mar aquecido se torna menos capaz de reter CO2, e libera esse gás para a atmosfera.

Pode ter outros fatores envolvidos, mas isto é uma parte importante da história.

 

Interessante, não tinha pensado nisso

 

O próprio oceano realimenta o aquecimento do sistema. (lembrando que essa constatação do oceano não muda os resultados em laboratório que provam que o CO2 é um gás estufa)

 

Quanto mais esquenta, mais gás estufa é liberado :wacko:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Menos mal, então...e a propósito, perdi a fé que eu tinha nos estudos do Molion e dos cientistas russos.

 

Eu ainda não estou convencido de que a emissão crescente de gases seja a causa do aumento nas temperaturas médias. São tantas flutuações na história da climatologia que eu não consigo levar isso em consideração.

 

Vini, outro dia vi uma coisa interessante no Facebook do blog "Meteorópole", que é escrito pela meteorologista Samantha Martins. Lá dizia que, se o principal fator do aquecimento global fosse resultado de flutuações na quantidade de radiação solar que chega à Terra, teríamos aquecimento em todos os níveis da atmosfera. Mas, o que está sendo observado é que o aquecimento ocorre apenas na troposfera, que é onde ficam armazenadas todas as partículas de CO2 emitidas da superfície. É muito grande a chance do aquecimento global atual ser resultado não apenas dos tais ciclos naturais, mas ter uma contribuição realmente grande do ser humano.

 

Conforme se vê no artigo abaixo, "A posição das Academias de Ciências de 19 países, mais várias organizações científicas que estudam climatologia, é que os seres humanos estão causando o aquecimento global. Mais especificamente, 97% dos climatologistas que ativamente publicam estudos endossam a posição do consenso."

 

https://www.skepticalscience.com/translation.php?a=17&l=10

Share this post


Link to post
Share on other sites
Renan, de 2000 para cá:

 

2000 - La Nina forte migrando para La Nina moderada

2001 - La Nina moderada migrando para neutralidade

2002 - Neutralidade migrando para El Nino moderado

2003 - El Nino moderado migrando para neutralidade

2004 - Neutralidade mirando para El Nino fraco

2005 - El Nino fraco migrando para La Nina fraca

2006 - La Nina fraca migrando para El Nino fraco

2007 - El Nino fraco migrando para La Nina forte

2008 - La Nina forte migrando para La Nina fraca

2009 - La Nina fraca migrando para El Nino forte

2010 - El Nino forte migrando para La Nina forte

2011 - La Nina Forte migrando para La Nina moderada

2012 - La Nina moderada migrando para neutralidade

2013 - Neutralidade em todo ano

2014 - Neutralidade em todo ano

2015 - Neutralidade migrando para El Nino muito forte

2016 - El Nino muito forte migrando para La Nina fraca

 

Na minha humilde opinião: tivemos mais episódios de La Nina desde 2000. Porém, em 2015/2016 tivemos um mega evento de El Nino. Histórico, inclusive.

 

Bacana, Bruno ! Mas em 2005 não foi El Niño forte não ? E conforme eu mostrei no gráfico de algumas mensagens atrás, perceba a grandiosidade desse evento de El Niño que tivemos em 2015 e 2016. Cara, foi simplesmente o mais forte já registrado pela ciência. Eu esperaria por alguma compensação, e como pode-se ver essa compensação não virá, pelo menos por enquanto !

Share this post


Link to post
Share on other sites
....Interessante, não tinha pensado nisso....

 

Fico feliz que não tenha pensado nisto.

 

A lei que controla a solubilidade de um gás em um solvente é a Lei de Henry a qual determina que a solubilidade de um gás e conduzida pela pressão parcial deste gás sobre a interface líquida na qual o gás esteja dissolvido.

 

No caso específico do CO2 como o mesmo reage com a água formando anion carbonato e bicarbonato o efeito de pequena variação de temperatura é uma ordem de grandeza menor que a variação da pressão parcial deste.

 

O exemplo usual equivocado é o seguinte:

 

Imagine uma garrafa de refrigerante (é um desperdício realizar tal experimento com cerveja mesmo que mental).

 

1

Abra a garrafa (gelada) e espere esquentar (aumento de temperatura). Com o decorrer do tempo o CO2 escapa do refrigerante.

 

Não tenha pressa em concluir que o CO2 escapou devido ao aumento de temperatura.

 

2

Abra a garrafa (gelada) e com auxílio de um banho de água e gelo (se necessário um pouco de álcool) mantenha a garrafa gelada na mesma temperatura inicial. Com o decorrer do tempo o CO2 escapa.

 

Agora pode tirar tuas conclusões sem pressa.

 

Abs

Share this post


Link to post
Share on other sites

"A lei de Henry aplica-se somente quando a concentração do soluto e a sua pressão parcial são baixas, isto é, quando o gás e sua solução são essencialmente ideais, e quando o soluto não interage fortemente de nenhuma maneira com o solvente."

 

 

No caso específico do CO2 como o mesmo reage com a água formando anion carbonato e bicarbonato o efeito de pequena variação de temperatura é uma ordem de grandeza menor que a variação da pressão parcial deste.

 

 

Seria essa a tal reação forte?

 

No caso a pressão não seria forte o suficiente pra desprender o CO2 por causa da reação? não entendi muito bem

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Seria essa a tal reação forte?

 

No caso a pressão não seria forte o suficiente pra desprender o CO2 por causa da reação? não entendi muito bem

 

Vou tentar por outra forma. Entendo que pode causar alguma confusão para quem não está habituado.

 

Lembrando que é um exemplo apenas ilustrativo da diferença daquilo que eu acho que entendi que você não entendeu. Desculpa.

 

Imagine dois perfumes feitos com os mesmos óleos essenciais.

 

Um após a aplicação algum tempo depois o "cheiro" foi embora.

 

Outro após a aplicação o cheiro persiste por muito tempo (em alguns casos dias ou muitos dias).

 

A diferença está que os sistemas de solventes são diferentes. Aquele que tem maior persistência apresenta na sua composição substâncias que apresentam alguma interação com o gás (cheiro).

 

Assim é com o CO2 e sua interação com água.

 

Não sei se melhorou.

 

Estou a disposição.

 

Abs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu entendo praticamente zero de física, então não riam de mim.

 

Quando temperatura sobe, a pressão atmosférica (ao nível do mar) tende a diminuir. Tomando como base o experimento do refrigerante, que tem o CO2 escapando com a diminuição abrupta da pressão ao abrir a garrafa (e mantê-la aberta), o mesmo pode ocorrer com o CO2 nos oceanos com a diminuição mais lenta da pressão consequente do aumento da temperatura?

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Quando temperatura sobe, a pressão atmosférica (ao nível do mar) tende a diminuir.

.....Sim....

 

Tomando como base o experimento do refrigerante, que tem o CO2 escapando com a diminuição abrupta da pressão ao abrir a garrafa (e mantê-la aberta),

 

.....Na expansão abrupta do gás pela descompressão (expansão) do gás ocorre pela retirada de calor do líquido (uma garrafa de cerveja pode congelar ou lembrando de um desodorante em spray que esfria)

 

o mesmo pode ocorrer com o CO2 nos oceanos com a diminuição mais lenta da pressão consequente do aumento da temperatura?

 

Certamente. Não. Lembrando que podemos utilizar o dado que a pressão parcial do CO2 no início da Revolução Industrial é estimada em algo equivalente a 275 ppm e atualmente é equivalente a uma atmosfera que contém 400 ppm de CO2. Portanto a solubilidade do CO2 hoje em água é proporcional a 400/275 maior que em 1850. Assim a diferença momentânea de 30 mBar e aproximadamente 0,5¤C não é significativa para diminuir a solubilidade do CO2 em água pelo contrário o aumento efetivo que ocorreu e vem ocorrendo no aumento da concentração atmosférica do CO2 aumenta a solubilidade deste em água.

 

Espero ter ajudado.

 

Abs

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um dado apenas interessante:

 

Se aquecendo de 1 grau celsius os primeiros 1 metrô e trinta centímetros de todos os oceanos deste planeta.

 

Estamos falando da energia necessária para aquecer toda a atmosfera em 10 graus Celsius.

 

Seja lá como for aquecer de 0,5*C ou resfriar de 0,5*C somente a casquinha da área de Nino 3.4 já é suficiente para "bagunçar" o clima no planeta inteiro.

 

As chaves estão nos oceanos.

 

Tempos Interessantes

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu pela aula, Mafili :friends:

 

Pior que o oceano vem sustentando uma anomalia em superfície oceânica de pelo menos 0.3C no último ano, o que é péssimo, dado o calor específico da água :negative:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bacana, Bruno ! Mas em 2005 não foi El Niño forte não ? E conforme eu mostrei no gráfico de algumas mensagens atrás, perceba a grandiosidade desse evento de El Niño que tivemos em 2015 e 2016. Cara, foi simplesmente o mais forte já registrado pela ciência. Eu esperaria por alguma compensação, e como pode-se ver essa compensação não virá, pelo menos por enquanto !

 

Renan, em 2005 a ONI bateu apenas +0,7C. Isso é El Nino fraco. Para se ter uma idéia, agora em 2015/2016 a ONI bateu +2,3C

Share this post


Link to post
Share on other sites
.... Mafili :friends:

 

Pior que o oceano vem sustentando uma anomalia em superfície oceânica de pelo menos 0.3C no último ano, o que é péssimo, dado o calor específico da água :negative:

 

Felipe,

 

Espero que tenha entendido que "aproximadamente o dobro da concentração inicial de CO2 signifique aproximadamente o dobro da pressão parcial do CO2 e que isto signifique o dobro de CO2 dissolvido nos oceanos".

 

Espero que tenha entendido que um aumento de 0,5 graus Celsius não é o determinante para controlar a solubilidade do CO2 na água.

 

A parte nova no nosso bate papo.

 

O CO2 reage com a água formando Ácido Carbônico e disto deriva dois tipos de anions o carbonato e o bicarbonato em equilíbrio com o próprio CO2. (se ficou pesado não deixe dúvidas você já estudou isto. Então, é capaz de entender é que às vezes fica difícil associar o fiofo com as calças...tenha calma).

 

O CO2 dissolvido agora em excesso.....continua fazendo aquilo que sempre fez....fotossíntese nos fitoplanctons.(6CO2 +6H20 > C6H12O6 + 6O2).

 

Veja as moléculas formadas de oxigênio é um subproduto da reação principal.

 

O gás da vida é o CO2....todo o oxigênio existente na atmosfera é resultante de bilhões de anos de fotossíntes.

 

Os anions carbonatos existentes reagem com a água formando Ácido Carbônico que posteriormente reagem com o hidróxido de Cálcio formando carbonato de Cálcio.....estrutura primária de conchas e ossos dos peixes.

 

Enfim é uma sucessão de eventos fisicoquimicos que não podem e Nem devem ser tratados como eventos políticos. (se assim for melhor discutir no tópico bate-papo).

 

Não sei se fica claro que o CO2 é o gás da vida...ao menos da forma que nós a conhecermos e que os mamíferos utilizam o Oxigênio que é um subproduto da vida na forma que conhecemos..... nesta linda bola azul aquosa que gira em torno de uma estrela classe M5. (uma ananzinha amarela).

 

Abração

Share this post


Link to post
Share on other sites
.... Mafili :friends:

 

Pior que o oceano vem sustentando uma anomalia em superfície oceânica de pelo menos 0.3C no último ano, o que é péssimo, dado o calor específico da água :negative:

 

Felipe,

 

Espero que tenha entendido que "aproximadamente o dobro da concentração inicial de CO2 signifique aproximadamente o dobro da pressão parcial do CO2 e que isto signifique o dobro de CO2 dissolvido nos oceanos".

 

sim

 

Espero que tenha entendido que um aumento de 0,5 graus Celsius não é o determinante para controlar a solubilidade do CO2 na água.

 

sim, 0,5C não é nada perto do aumento de concentração do CO2 na atmosfera e, por consequente, no oceano

 

A parte nova no nosso bate papo.

 

O CO2 reage com a água formando Ácido Carbônico e disto deriva dois tipos de anions o carbonato e o bicarbonato em equilíbrio com o próprio CO2. (se ficou pesado não deixe dúvidas você já estudou isto. Então, é capaz de entender é que às vezes fica difícil associar o fiofo com as calças...tenha calma).

 

O CO2 dissolvido agora em excesso.....continua fazendo aquilo que sempre fez....fotossíntese nos fitoplanctons.(6CO2 +6H20 > C6H12O6 + 6O2).

 

Veja as moléculas formadas de oxigênio é um subproduto da reação principal.

 

O gás da vida é o CO2....todo o oxigênio existente na atmosfera é resultante de bilhões de anos de fotossíntes.

 

Os anions carbonatos existentes reagem com a água formando Ácido Carbônico que posteriormente reagem com o hidróxido de Cálcio formando carbonato de Cálcio.....estrutura primária de conchas e ossos dos peixes.

 

Da ação do cálcio eu não fazia ideia

 

Enfim é uma sucessão de eventos fisicoquimicos que não podem e Nem devem ser tratados como eventos políticos. (se assim for melhor discutir no tópico bate-papo).

:clapping: :clapping: :clapping: :clapping:

 

 

Não sei se fica claro que o CO2 é o gás da vida...ao menos da forma que nós a conhecermos e que os mamíferos utilizam o Oxigênio que é um subproduto da vida na forma que conhecemos..... nesta linda bola azul aquosa que gira em torno de uma estrela classe M5. (uma ananzinha amarela).

 

Certamente, a base da existência da vida é o átomo de Carbono, somos feitos dele, nos alimentamos da "manufatura" dele pelas plantas. Acho muito legal isso, 2 subprodutos do CO2 são indispensáveis a nossa vida, tanto os carboidratos que ingerimos quanto o oxigênio que respiramos.

 

Abração

 

É concluível então que o papo da liberação de CO2 pelos mares é furado dada a situação atual (e ele absorve mais CO2 da atmosfera)

 

A parte boa é que o mundo guarda esse carbono extra com o passar do tempo, excessos são hostilizados pela natureza, que tende ao equilíbrio. A duvida seria: quanto tempo isso leva, quantos séculos de multiplicação e ação de fitoplanctons reduziriam de maneira relevante esses níveis de Gás Carbônico (com óbvia drástica redução das emissões para que isso seja ao menos possível) ?

 

Espero ter entendido o que você queria que eu entendesse. De fato o meu ensino de química/física não foi o mais completo possível :laugh: :hi:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como estão as temperaturas das águas mais profundas do Pacífico Equatorial? Elas são um bom indicativo se haverá el niño ou la nina, porque o surgimento destes fenômenos começam a partir das águas subsuperficiais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Como estão as temperaturas das águas mais profundas do Pacífico Equatorial? Elas são um bom indicativo se haverá el niño ou la nina, porque o surgimento destes fenômenos começam a partir das águas subsuperficiais.

 

Bem pensado, parece estar mesmo esquentando de baixo pra cima, direto do inferno :negative: :sarcastic:

 

wkxzteq_anm.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Como estão as temperaturas das águas mais profundas do Pacífico Equatorial? Elas são um bom indicativo se haverá el niño ou la nina, porque o surgimento destes fenômenos começam a partir das águas subsuperficiais.

 

Bem pensado, parece estar mesmo esquentando de baixo pra cima, direto do inferno :negative: :sarcastic:

 

wkxzteq_anm.gif

Será que teremos um análogo de 2006, onde o frio foi precoce e acabou antes do normal com ele niño fraco?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que teremos um análogo de 2006, onde o frio foi precoce e acabou antes do normal com ele niño fraco?

 

Tomara que não, 2006 só perdeu pra 2015 em ser ruim aqui na região. :hang1:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que teremos um análogo de 2006, onde o frio foi precoce e acabou antes do normal com ele niño fraco?

 

Tomara que não, 2006 só perdeu pra 2015 em ser ruim aqui na região. :hang1:

2006 teve Abril e Maio abaixo da média, e uma onda de frio fortíssima em Setembro com bela nevada no sul; enquanto que em 2015 foi praticamente todo o outonl/inverno acima.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×