Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Rodolfo Alves

Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Recommended Posts

Pessoal, esse ramo que se extende desde o Ophelia pode ser considerado uma frente? Se sim, isso não interfere na classificação dele como tropical? Pois ciclones tropicais não seriam aqueles não associados a frentes?!
@Rodolfo Alves

 

É um tanto complicado a definição de Ophelia agora. Mas a classificação Tropical é a mais correta até o momento.

 

Vamos analisar alguns detalhes:

 

Primeiramente pelo diagrama de ciclofase do GFS, temos uma situação um tanto exótica.

 

Ophelia assume características assimétricas (isto é com ramo frontal, típico de extratropical), porém seu núcleo é totalmente quente (tropical). Ou seja, o diagrama de Ciclofase entra em total contradição, e não acaba servindo de análise.

 

kMG8P9a.png

yJKjaMO.png

 

Uma imagem bastante importante para definir a classificação de Ophelia vem do Satélite ASCAT.

 

A última passagem mostra que o pico de ventos de Ophelia ainda está próximo ao centro, ou seja, ainda assume características tropicais, uma vez que sistemas extratropicais tem como regra, ventos na periferia de sua circulação.

 

8e34gAt.png

 

Visualmente vendo as imagens de satélite, Ophelia ainda apresentava até a manhã desse domingo uma circulação muito bem desenvolvida e um olho muito aparente, deixando claro que o ciclone é até então simétrico, o que deixa claro também sua fase tropical. Estes dois aspectos foram levados em conta para o NHC ainda está classificando Ophelia de Tropical.

 

Agora a tarde pelas imagens de satélite já é possível notar que Ophelia está perdendo claramente sua caracteristicas tropicais, com boa parte da convecção morrendo em torno da circulação.

 

Provavelmente o campo de ventos associado ao ciclone já deve estar se expandindo para além do núcleo, o que é o indicativo de transição para extratropical.

 

P5fFZmK.gif

 

Nas cartas sinóticas do NOAA e do METOFFICE é possível ver que Ophelia está atuando sobre o limite frontal, porém ainda não absorvido.

 

K92GDoy.png

0sr5wae.gif

 

A partir de hoje a noite/amanhã de manhã, Ophelia começará a desenvolver um ramo frontal na sua direita, e aí de vez, será extratropical, antes de chegar ao Reino Unido e Irlanda.

 

oFjw1DN.gif

Ouh3mAJ.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

ÚNICO CICLONE TROPICAL A ATINGIR A IRLANDA NA HISTÓRIA

 

Dados históricos do site do NOAA mostram que não é muito raro a Irlanda ser atingida por restos de Ciclones Tropicais.

 

Quase 10 sistemas pós-tropicais/extratropicais já passaram próximo ou sobre a Irlanda, porém somente um chegou ainda com força de Ciclone Tropical.

 

uLWNWDo.png

 

Estamos falando de Debbie em 1961, que por volta do dia 16 de setembro fez landfall no oeste da Irlanda com ventos de 70 nós (140km/h), o equivalente a Categoria 1, com pressão estimada de 970hpas.

 

yqB0gev.png

8Nw9Hfk.png

 

De acordo com dados da Wikipedia, Debbie provocou rajadas de 183kmm/h em Malin Head, e de 119km/h em Dublin. Na Irlanda do norte, os ventos chegaram a 171km/h. 18 pessoas morreram em decorrência da passagem de Debbie na Europa, e outras 60 morreram na queda de um avião em Cabo Verde, quando ainda era uma Tempestade Tropical.

 

https://en.wikipedia.org/wiki/Hurricane_Debbie_(1961)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Serviço Meteorológico da Irlanda (MET EIREANN) lançou agora a tarde um raro ALERTA VERMELHO para todo o país, similar ao emitido aqui no Brasil pelo CPTEC, por conta da aproximação de Ophelia.

 

O alerta menciona que os ventos podem chegar a 80km/h, com rajadas superiores a 130km/h, além do risco de danos estruturais.

 

MqESbwl.png

 

No Reino Unido, o METOFFICE está emitindo um alerta laranja para a Irlanda do Norte, salientando o risco de corte de energia e comunicações, bem como a interrupção dos transportes por conta da passagem de Ophelia. Na Inglaterra, alertas amarelos foram emitidos para a parte oeste. Londres está por enquanto fora de qualquer alerta.

 

AahQhQn.png

 

O National Hurricane Center que em sua página pede para consultar produtos dos serviços meteorológicos locais (MET EIREANN e METOFFICE) para maiores informações, também já colocou sua previsão de impactos.

 

WATCHES AND WARNINGS

--------------------

There are no coastal tropical cyclone watches or warnings in effect.

 

Interests in Ireland should monitor products issued by Met Eireann,

and interests in the United Kingdom should monitor products issued

by the UK Met Office.

 

WIND: Gale-force winds are expected to begin across southern

Ireland by early Monday morning and gradually spread northward

across the country during the day. Hurricane-force winds are

expected to reach the southern portions of Ireland by Monday

afternoon and spread inland across the country into Monday night.

Preparations to protect lives and property should be rushed to

completion by this afternoon.

 

Wind speeds atop and on the windward sides of hills and mountains

are often up to 30 percent stronger than the near-surface winds

indicated in this advisory, and in some elevated locations could be

even greater.

 

RAINFALL: Ophelia is expected to produce rainfall amounts of 2 to

3 inches (50 mm to 75 mm) with isolated totals near 4 inches (100

mm) through Tuesday across western Ireland and Scotland. Across

eastern Ireland, rainfall amounts will average around 1 inch (25 mm)

or less.

 

STORM SURGE: A dangerous storm surge is expected to produce

significant coastal flooding near and to the east of where the

center of the post-tropical cyclone makes landfall. Near the coast,

the surge will be accompanied by large and destructive waves.

 

GsaSrer.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Novo aviso do NHC neste começo de noite de domingo ainda mantém Ophelia com características tropicais, porém já há indicações que a transição para extratropical está começando.

 

Segundo a discussão promovida pelo NHC, os centros de circulação em baixos e médios níveis estão começando a se separar, indicando o começo para transição em extratropical, porém uma nova passagem do Scartômetro esta tarde indica que os ventos máximos de Ophelia ainda continuam próximo do centro, o que lhe ainda confere a condição de Furacão (Ciclone Tropical).

 

Ophelia quase não aparece no mapa de monitoração do site do NHC, de tão longe que está dos trópicos.

 

wROr4D0.png

 

Pelas imagens de satélite é possível observar que o ciclone vem cada mais se desintegrando a medida que se aproxima do continente europeu, com isso o NHC rebaixou para um Categoria 1 com ventos de 85mph.

 

O provável rebaixamento para pós-tropical/extratropical deverá acontecer no próximo aviso ou durante a madrugada.

 

eB0HQYZ.gif

 

Última saída do modelo europeu segue bastante agressivo em relação aos impactos para a Irlanda, em especial no tocante ventos.

 

A costa sudoeste da Irlanda teriam rajadas de vento superiores a 70 nós (140km/h), portanto ventos com força de furacão. A região da capital Dublin é indicada com rajadas que podem passar dos 50-60 nós (100-120km/h) pelo modelo europeu.

 

fB6hFBN.png

C44OEbs.png

 

Em termos de chuva, a principal ameaça ficará para a região da Escócia e partes isoladas da Irlanda. O Euro prevê acumulados entre 30-70mm nessas regiões.

 

1vkNuKI.png

 

A passagem de Ophelia trará chuva, ventos e frio para a Irlanda. A máxima mal deve passar de 16ºC em Dublin.

 

Já na Inglaterra, o ciclone trará ar quente. As máximas podem chegar a 22-23ºC em Londres, e até mais em áreas do interior.

 

mfgh4Iw.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

OPHELIA REBAIXADA A PÓS-TROPICAL PELO NHC.

Ciclone que agora é extratropical será acompanhado pelos serviços meteorológicos da Irlanda e Reino Unido.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rajadas de vento mais fortes até o momento da Irlanda chegaram a 191 km/h

 

Strongest gusts to date: (Rajadas de vento mais fortes)

 

- 191km/h at Fastnet Rock (6.5km SW of Cape Clear Co. Cork, at a height of 200ft)

 

- 156km/h at Roches Point

 

- 135km/h at Sherkin Island (before the weather station lost power)

 

- 126km/h at Cork Airport (before a loss of power)

 

- 122km/h at Shannon Airport

 

Rainfall: (Acumulado de chuva)

 

- 17mm at Valentia, including 9mm in one hour

 

- 17mm at Mace Head, including 8mm in the past hour

 

Keep up to date with Met Eireann for the latest information.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não é tropical mais, porém está tão intenso e perigoso quanto um furacão !

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui em Londres o dia comecou bem quente...parecia verao.

Logo apos o meio dia o vento comecou a aumentar um pouco e o ceu esta avermelhado. Surreal.

Dizem que a Ophelia trouxe muita areia do Sahara e fumaca das queimadas na peninsula Iberica para ca, por isso essa coloracao SEPIA que esta la fora agora!!!

 

_98338803_tv042414518.jpg

 

Red sun phenomenon 'caused by Hurricane Ophelia'

The day the sky turned red - but what caused rare phenomenon?

 

An "unusual" reddish sky and red-looking sun have been reported across many parts of England.

 

The phenomenon was initially seen in the west of England and Wales before spreading to other areas.

 

BBC weather presenter Simon King said it was due to the remnants of Hurricane Ophelia dragging in tropical air and dust from the Sahara.

 

He added that debris from forest fires in Portugal and Spain was also playing a part.

 

The dust has caused shorter wavelength blue light to be scattered, making it appear red.

 

 

_98338799_09.jpg

 

_98333936_sun_cloud_gazer_bransfordworcestershire.jpg

 

TELEMMGLPICT000143787357_trans_NvBQzQNjv4Bq8JWdQZ1J_PyHeSO_SJ-VAoyYNSukMALmIzuk96PqrxU.jpeg?imwidth=1240

Share this post


Link to post
Share on other sites

Britain's Martian sky: Hurricane Ophelia creates ghostly phenomenon in the skies as Saharan dust is carried on 80mph winds across the Atlantic

 

 

4564EA1E00000578-4985116-image-a-56_1508165869417.jpg

 

4564DD5900000578-4985116-image-a-62_1508166072650.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Passagem do Ciclone Extratropical Ophelia segue trazendo impactos.

 

Por volta das 20h30 (Brasília), o aeroporto de Dublin registrou uma rajada de 53 nós (95km/h). Mais cedo, durante a tarde, as rajadas chegaram a 100km/h, com valor de pressão mínima de 989hpas.

 

Em Londres, o aeroporto internacional de Heatrow, registrou rajada de 50km/h durante a tarde.

 

Em Belfast, na Irlanda do Norte, as rajadas chegaram a 93km/h. Em Liverpool foi a 95km/h, e em Manchester a 65km/h as rajadas de vento.

 

Segundo a BBC, três pessoas morreram na passagem de Ophelia pela Irlanda, e milhares estão sem luz.

 

A cobertura deste estádio em Cork, desabou com a força dos ventos.

 

R8bIxy1.jpg

 

A mais recente carta sinótica do NOAA mostra o Ciclone atuando já a norte da Irlanda, e se dirigindo para norte.

 

69cE6eA.png

 

As imagens de satélite evidenciam a passagem de Ophelia justamente em cima da Irlanda, e mostram como o pico de ventos está longe do centro, característica típica de extratropicais.

 

j0DrbFq.gif

w9sJcfY.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Todos os modelos em acordo com um sistema se formando no Mar do Caribe nesta semana.

A intensidade varia, com GFS mostrando uma tempestade tropical e ECMWF um furacão.

Cuba, Bahamas e sul da Flórida devem acompanhar o sistema.

 

l4lUHGx.png

 

vDk8VlO.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trópicos voltam a ficar movimentados no lado ocidental do Hemisfério.

 

No Atlântico uma área de baixa pressão no oeste do Caribe foi designada de "Potential Tropical Cyclone 18". Com isso existe a possibilidade deste sistema se elevar em Tempestade Tropical Philippe entre hoje e amanhã.

 

qxdNwdQ.gif

 

O sistema deverá se mover rapidamente para Norte/Nordeste, passando sobre Cuba e Bahamas e ao sul da Flórida. Tropical Storm Warnings e Watches estão em vigor nessas áreas, exceto na Flórida, ainda o NHC não espera ventos com essa força.

 

bhyxL6Q.png

 

Na segunda-feira, esse sistema será absorvido por um sistema frontal, e dará origem a um grande ciclone extratropical, conhecido como N'oreast sobre a costa leste dos EUA, afetando diretamente cidades como Washington e Nova York.

 

h9RhYzU.gif

 

No Pacífico Leste, Tempestade Tropical Selma se formou ontem e já fez landfall agora de manhã sobre El Salvador. Chuvas Fortes são a principal ameaça desse sistema.

 

nT9K1f7.gif

 

A médio prazo, daqui a 5-7 dias, uma nova Tempestade Tropical é indicada nos modelos no Pacífico Leste. Se formar, receberá o nome de "Todd".

 

VbpePPi.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

DT19 se forma no Atlântico.

Deve se tornar tempestade tropical Rina até final do dia.

Não ameaça nenhuma localidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

3 meses após a passagem de Maria, a ilha de Porto Rico voltou a ter radares meteorológicos operando novamente para a monitoração do tempo local.

 

Dois radares de banda-X, similar aos da USP em São Paulo, cedidos pela Marinha dos EUA foram instalados para a monitoração do tempo local na ilha. Os dois radares que ficam na ilha foram destruídos durante a passagem de Maria.

 

A instalação desses radares é provisória, até enquanto os radares do NOAA sejam consertados novamente.

 

Porto Rico ainda se recupera dos estragos causados por Maria. Na semana passada, o governador do estado anunciou que irá pedir mais 95 bilhões de dólares ao senado dos EUA para reconstrução.

 

drkO9NX.jpg

zibBWJt.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.