Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Rodolfo Alves

Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Recommended Posts

[align=center]03 Furacões ativos no Atlântico neste momento.[/align]

 

36258665383_21a138bdfa_b.jpgtwo_atl_0d0 by EDUARDO RIES, no Flickr

Kátia - 120 km/h // Pressão: 992 mb

José - 120 km/h // Pressão: 994 mb

Irma - 297 km/h // Pressão 914 mb

IRMA CONTINUA SE INTENSIFICANDO!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Observando a rodada 12z dos modelos esta tarde, todos estavam prevendo um enfraquecimento não tão intenso de IRMA nesta tarde. Pois ocorreu exatamente o inverso. IRMA está com um nível de pressão mais intenso que qualquer modelo global havia previsto. Ganhou força a cada passagem do avião de reconhecimento pelo seu olho. Ventos de mantiveram extremamente intensos.

 

37072735125_6c299ab80a_b.jpgirma by EDUARDO RIES, no Flickr

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desde 2010 não havia três furacões no Atlântico!!!

Não duvido de José e Katia consigam chegar na categoria 3.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Desde 2010 não havia três furacões no Atlântico!!!

Não duvido de José e Katia consigam chegar na categoria 3.

Voltando no tempo...

 

IGOR no centro, JULIA, logo atrás e KARL no golfo do México próximo à costa mexicana.

As mesmas iniciais e localizações muito semelhantes. Igor foi um furacão de categoria 4 e chegou muito, muito perto da categoria 5, há quem acredite que alcançou, só não foi registrado.

1pCUorx.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Danos são catastróficos nas ilhas de Barbuda e Anguila.

Barbuda 100% das residências tiveram danos como postado nas fotos acima.

Pelo menos 6 mortes confirmados devido aos efeitos ciclone.

As ilhas devem se preparar para possíveis impactos de José.

Share this post


Link to post
Share on other sites

NHC e Centro de Previsões Hidrometeorológicas estão com sites sobrecarregados.

Centro de Previsões Hidrometeorológicas está previsto para assumir os avisos, quando Irma chegar na Flórida.

 

Furacão Irma sobre as Ilhas Virgens Britânicas

 

BMZmxfB.png

 

f4hyOig.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olho está ao norte de Porto Rico no momento.

 

C7Pcm9t.gif

 

Vídeos:

[bbvideo=560,315]

[/bbvideo]

 

[bbvideo=560,315]

[/bbvideo]

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rajada de 180 km/h em Culebra, Porto Rico.

Na capital San Juan rajada de 100 km/h.

5a4e8a2d153e0_Semttulo.thumb.jpg.34a90a8c2f82f0db630184142cd201c0.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Furacão Irma sobre as Ilhas Virgens Britânicas

Parece que esse furacão mirou nas ilhas do Caribe, impressionante! Olho passou exatamente sobre as que estavam no caminho do furacão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É possível ver pelas imagens de radar que IRMA possui duas paredes do olho concêntricas. O processo de substituição da parede interna do olho está começando. Neste período IRMA pode manter sua intensidade ou enfraquecer ligeiramente. Após o ciclo ser concluído IRMA deve apresentar uma nova parede do olho que deve ser maior que a atual, ou seja, aumentando a área onde o campo de ventos é mais forte. Pode indicar intensificação futura. Vamos acompanhar. IRMA passou por uma ERC (Eyewall replacement cycle) 24h atrás.

 

36886475246_a928fdbac8_b.jpgeyeirma by EDUARDO RIES, no Flickr

 

Um avião de reconhecimento está acompanhando o processo.

 

36239774744_0c7692180e_b.jpgrecon_AF309-1511A-IRMA by EDUARDO RIES, no Flickr

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites

Jose e Katia foram atualizados para o status de furacão ao mesmo tempo, sendo a terceira vez que isso ocorre no Atlântico, as outras foram em 12 de outubro de 1878 e 8 de setembro de 1980.

Do dia 06/09 até 06/09 houve a formação de 6 furacões no Atlântico, maior número para esse período desde 1893.

 

O furacão Irma já gerou mais energia ciclônica acumulada do que todas as 14 tempestades combinadas na temporada de furacões do Atlântico 2013.

Irma está com ventos sustentados de 290 km/h a mais de 24 horas, superando as 18 horas do furacão Allen.

A pressão da Irma chegou até 914 mb sendo a décima mais baixa para um furacão do Atlântico na era dos satélites (desde 1966).

Irma está na categoria 5 a um dia e meio, sendo o sétimo furacão até o momento que mais tempo manteve a intensidade.

Mais recordes de Irma: https://webcms.colostate.edu/tropical/media/sites/111/2017/09/Hurricane-Irma-Records.pdf

 

TDVRNza.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fantástico monitoramento feito por vocês , porém triste constatação com a devastação causada nas ilhas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O primeiro-ministro de Antígua e Barbuda, Gaston Browne disse que Barbuda é "literalmente entulho" após a passagem de Irma pela ilha.

 

Segundo o primeiro-ministro, praticamente todas as casas foram danificadas, e que a ilha é uma "devastação total". Todo o serviço de água, telefone e luz foi cortado na ilha.

 

Ao menos 3 pessoas morreram em Barbuda, na passagem de Irma.

 

Segundo relatos, o vento era tão forte, que as paredes (de concreto) tremiam com a força do vento.

 

Segundo o NHC, uma estação do NOAA em Barbados reportou ventos constantes de 105kt (139km/h ) com rajadas de 135kt (243km/h), antes de sair fora do ar.

 

Em St. Martin, prédios "com estrutura forte" foram destruídos, seguindo o ministro de relações exteriores da França, Gerard Collomb. O escritório do prefeito de St. Martin inclusive teve sérios danos.

 

Informações da CNN: http://edition.cnn.com/2017/09/06/americas/hurricane-irma-caribbean-islands/index.html

Share this post


Link to post
Share on other sites

Temporada bem ativa de furacões no Atlântico norte.

Acredito que esse ano já compete com 2005.

 

Excelente também o acompanhamento das tempestade (Harvey, Irma) feita pelos usuários aqui e também no grupo no Whats. Parabéns aos envolvidos!

Aproveito esse momento para aprender mais à repeito disso.

 

O único grande problema é a destruição que os sistema têm causado, tanto o Harvey como está sendo este que atingiu em cheio Barbuda.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Irma como já falado está passando por um ciclo de substituição da parede do olho no momento.

Assim que terminar, possivelmente veremos a pressão cair abaixo dos 910 mbar.

 

BXGrzNY.gif

 

José está rapidamente se organizando.

O ciclone pode passar por uma rápida intensificação e vir a se tornar o terceiro grande furacão do Atlântico em 2017.

Katia pelo seu tamanho pequeno também poderia surpreender.

 

JpqEY3g.jpg

 

5Lh6BVP.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Monitoramento fantástico desse episódio trágico, e até histórico se considerar o período. Barbuda realmente parece que foi bombardeada, imagina a velocidade dos ventos!! Mês de águas muito aquecidas no atlântico norte, esse período está sendo cruel por lá.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Segundo o NHC, uma estação do NOAA em Barbados reportou ventos constantes de 105kt (139km/h ) com rajadas de 135kt (243km/h), antes de sair fora do ar.

Pelos dados reportados da estação de Barbuda ao site do NOAA, a rajada chegou a 250,2 km/h (69,5 m/s) para logo após sair fora do ar (saiu voando o anemômetro?)! Incrível!

Screenshot_2017-09-06-07-08-19.thumb.png.5f92020026cf30c6f5bf8c950cc6c303.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Segundo o NHC, uma estação do NOAA em Barbados reportou ventos constantes de 105kt (139km/h ) com rajadas de 135kt (243km/h), antes de sair fora do ar.

Pelos dados reportados da estação de Barbuda ao site do NOAA, a rajada chegou a 250,2 km/h (69,5 m/s) para logo após sair fora do ar (saiu voando o anemômetro?)! Incrível!

 

O anemômetro, ou a estação mesmo em si? :sarcastic:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.