Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
rosamelo

Sudoeste Paulista

Recommended Posts

Tópico para reunir informações, relatos e fotos da região sudoeste paulista, que abrange a bacia do Médio e Alto Paranapanema e parte da bacia do Tietê, nas quais estão localizadas cidades como Itapetininga, Itapeva, Sorocaba,Tapiraí, Itaberá, Manduri, Itaí, Paranapanema, Apiaí, Avaré, etc, nas quais existem diversos registros de fenômenos relacionados ao frio.

RASorocaba02_zps5588c368.jpg.51609bbf167efd470c663dc72c92789f.jpg

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bom, Marcelo... posso dizer que estou com um pé nessa região, minha casa fica à 2 km em linha reta da divisa com São Roque.

 

No aguardo de mais informações e fotos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Muito bom, Marcelo... posso dizer que estou com um pé nessa região, minha casa fica à 2 km em linha reta da divisa com São Roque.

 

No aguardo de mais informações e fotos.

 

Ilustre com fotos das geadas e das montanhas do seu entorno.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Onda de frio de julho de 2000

 

Temperaturas minimas registradas na região sudoeste paulista, no 1º pulso da onda de frio de julho de 2000 (dia 9 a 14):

-2,0ºC Manduri-SP 13/7/2000

+3,5ºC Avaré-SP 13/7/2000

 

Temperaturas minimas registradas no 2º pulso da onda de frio de julho de 2000 (dia 15 a 18) :

 

-3,0°C Ibiúna-SP 17/7/2000

-3,0°C Ibiúna-SP 18/7/2000

-3,0°C São Roque-SP 17/7/2000

-3,0ºC Manduri-SP 17/7/2000

-2,5°C Ourinhos-SP 17/7/2000

-2,2ºC Capão Bonito-SP 17/7/2000

-2,2°C São Roque-SP 18/7/2000

-1,4°C Tatuí-SP 17/7/2000

-1,2°C Tatuí-SP 18/7/2000

+1,0ºC Avaré-SP 17/7/2000

 

 

Temperaturas minimas registradas no 3º pulso da onda de frio de julho de 2000 (dia 19 a 21) :

-3,6ºC Manduri-SP 21/7/2000

-3,2°C Ibiúna-SP 21/7/2000

-2,0°C São Roque-SP 21/7/2000

-2,0°C Tatuí-SP 21/7/2000

-1,8°C Tatuí-SP 22/7/2000

-1,8ºC Capão Bonito-SP 21/7/2000

+6,3ºC Avaré-SP 21/7/2000

 

 

Temperaturas minimas registradas no 4º pulso da onda de frio de julho de 2000 (dia 22 a 26) :

+0,2ºC Manduri-SP 24/7/2000

+5,5ºC Avaré-SP 25/7/2000

 

 

 

Fonte:: CIIAGRO e INMET

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comparação das temperaturas temperatura máximas e mínimas médias entre as estações de Avaré e Manduri, registradas no mês de Julho de 2000:

 

Distãncia em linha reta = 45 km

 

médias de Julho de 2000

 

Avaré (INMET)

Max Min

21,7 10,0

 

 

Manduri (CIIAGRO)

Max Min

24,2 6,0

 

 

 

Dados da Estação de Avaré (INMET)

Estação 83773

lat.: -23,08

long -48,91

alt.: 854,0 m

 

Dados da Estação de Manduri (CIIAGRO)

lat.: -23,0625

long.: -49,34383

alt.: 594,0 m

 

 

 

 

Fonte: BDMEP e CIIAGRO

5a4e89d4c2da4_HipsometriaManduri.JPG.547ba2c99e441d1b0dc4be8bc7efadb6.JPG

5a4e89d4c4f9b_Regiohipsometria.JPG.a20b5c72ce1508029d070d2ea8f87af6.JPG

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites
Onde que ficava essa estação de São Roque? :russian:

 

Ficava na Estação Experimental de São Roque, que pertencia ao Instituto Agronômico de Campinas, e hoje é denominada de: Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento São Roque, sendo subordinada à APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios), da Secretaria de Estado de Agricultura de S. Paulo.

 

Endereço: Av. Três de Maio, 900. - Cambará - São Roque-SP

 

 

Links:

http://aao.org.br/aao/pdfs/historico-updsaoroque-com-fotos.pdf

 

http://www.aptaregional.sp.gov.br/acoes-e-parcerias/tecnologias-apta-regional/1270-upd-sao-roque/file.html

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ficava na Estação Experimental de São Roque, que pertencia ao Instituto Agronômico de Campinas, e hoje é denominada de: Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento São Roque, sendo subordinada à APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios), da Secretaria de Estado de Agricultura de S. Paulo.

 

Endereço: Av. Três de Maio, 900. - Cambará - São Roque-SP

 

Valeu! :good2:

 

Agora faço ideia, já que passei lá em frente algumas vezes... fica no caminho de quem vai para o Ski Mountain Park, baixada entre 770/780m. De lá pra frente, a subida é bastante íngreme.

Share this post


Link to post
Share on other sites

No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

Share this post


Link to post
Share on other sites
No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

 

Depende das características da massa de ar reinante naquele momento. como por exemplo, ar polar velho e seco.

E depende também da época do ano: De junho à agosto a amplitude térmica diária é maior.

Share this post


Link to post
Share on other sites
No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

Share this post


Link to post
Share on other sites
No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

 

Não é que amplitudes altas sejam raras na RMSP. Nos cafundós elas são comuns entre junho e setembro, bem como ao pé da Cantareira.

O problema é com a Groenlândia de calor, nela realmente são raras amplitudes maiores que 20 graus.

Share this post


Link to post
Share on other sites
No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

 

Rancharia pra mim è um grande enigma...

Share this post


Link to post
Share on other sites
No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

 

Rancharia pra mim è um grande enigma...

 

A estação fica numa baixada profunda, e as mínimas não condizem muito com a realidade da cidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Onde que ficava essa estação de São Roque? :russian:

Ficava na Estação Experimental de São Roque, que pertencia ao Instituto Agronômico de Campinas, e hoje é denominada de: Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento São Roque, sendo subordinada à APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios), da Secretaria de Estado de Agricultura de S. Paulo.

 

Endereço: Av. Três de Maio, 900. - Cambará - São Roque-SP

A estação de São Roque era convencional (Que eles chamam de "mecânicas").

A de Ibiúna também.

 

Várias convencionais do CIIAGRO estão fora de operação há tempos. :sad:

Acho que nem voltam mais. :negative:

Share this post


Link to post
Share on other sites
No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

Alguns exemplos de amplitude térmica que ocorreram no dia 05/09/2011 e eu anotei (Entre parênteses, a amplitude e a umidade mínima):

 

Rancharia-SP: 7,5°C / 36,6°C (29,1°C; 13%)

Caldas-MG: 2,4°C / 29,7°C (27,3°C; 11%)

Iguape-SP: 10,5°C / 36,3°C (25,8°C, litoral sul :shok: )

Taubaté-SP: 7,4°C / 33,1°C (25,7°C; 12%)

Ariranha-SP: 9,0°C /34,4°C (25,4°C; 9%)

São Miguel Arcanjo-SP: 7,7°C / 33,0°C (25,3°C; 13%)

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

 

Rancharia pra mim è um grande enigma...

 

A estação fica numa baixada profunda, e as mínimas não condizem muito com a realidade da cidade.

 

Verdade, Vini. A estação de Rancharia/INMET, fica numa baixada perto da confluência de 2 córregos. Provavelmente, deve ser área de preservação ambiental.

Share this post


Link to post
Share on other sites
No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

Alguns exemplos de amplitude térmica que ocorreram no dia 05/09/2011 e eu anotei (Entre parênteses, a amplitude e a umidade mínima):

 

Rancharia-SP: 7,5°C / 36,6°C (29,1°C; 13%)

Caldas-MG: 2,4°C / 29,7°C (27,3°C; 11%)

Iguape-SP: 10,5°C / 36,3°C (25,8°C, litoral sul :shok: )

Taubaté-SP: 7,4°C / 33,1°C (25,7°C; 12%)

Ariranha-SP: 9,0°C /34,4°C (25,4°C; 9%)

São Miguel Arcanjo-SP: 7,7°C / 33,0°C (25,3°C; 13%)

 

Que legal esses dados, Aldo. Tem a estação de Sertãozinho/CIIAGRO, que costuma ter amplitudes expressivas no fim do inverno e início da primavera.

Share this post


Link to post
Share on other sites
No estado de SP, no interior (excluindo as partes das serras na região leste) o que mais me chama atenção é grande amplitude térmica.... Tem cidades na região noroeste , centro e norte que de manha esta 8 / 9 c e de tarde vai para 28/30. Graus exemplo ribeirão preto.... ate na região de ourinhos é assim com grande amplitude????

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

Alguns exemplos de amplitude térmica que ocorreram no dia 05/09/2011 e eu anotei (Entre parênteses, a amplitude e a umidade mínima):

 

Rancharia-SP: 7,5°C / 36,6°C (29,1°C; 13%)

Caldas-MG: 2,4°C / 29,7°C (27,3°C; 11%)

Iguape-SP: 10,5°C / 36,3°C (25,8°C, litoral sul :shok: )

Taubaté-SP: 7,4°C / 33,1°C (25,7°C; 12%)

Ariranha-SP: 9,0°C /34,4°C (25,4°C; 9%)

São Miguel Arcanjo-SP: 7,7°C / 33,0°C (25,3°C; 13%)

 

Destaco essa aqui, a maior das minhas observações:

28/09/2013: 10,4°C/36,3°C (25,9°C)

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

É uma característica bem marcante da nossa climatologia, e acontece em quase todo o estado - só se salva o litoral e a RMSP, em que esse comportamento é mais raro. Acontece mais nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Mesmo em todos a amplitude pode passar dos 24°C em alguns dias; nas baixadas já vi variações de quase 30°C (como em Rancharia).

Alguns exemplos de amplitude térmica que ocorreram no dia 05/09/2011 e eu anotei (Entre parênteses, a amplitude e a umidade mínima):

 

Rancharia-SP: 7,5°C / 36,6°C (29,1°C; 13%)

Caldas-MG: 2,4°C / 29,7°C (27,3°C; 11%)

Iguape-SP: 10,5°C / 36,3°C (25,8°C, litoral sul :shok: )

Taubaté-SP: 7,4°C / 33,1°C (25,7°C; 12%)

Ariranha-SP: 9,0°C /34,4°C (25,4°C; 9%)

São Miguel Arcanjo-SP: 7,7°C / 33,0°C (25,3°C; 13%)

 

Destaco essa aqui, a maior das minhas observações:

28/09/2013: 10,4°C/36,3°C (25,9°C)

 

 

Em ariranha é em baixada tb? Essa amplitude ė característica de deserto \ cerrado...

 

Aqui em Maringá a amplitude é menor q em SP. Não tem surpresas igual em no interior de SP....

Uma vez estava em Itajobi interior de SP , estava maior calor de tarde sai de bermuda e camiseta....Rapaz hr q caiu a noite a temp despencou nunca passei tanto frio na vida..

 

 

Outra coisa nas cidades do interior paulista sempre tem um rio q passa dentro da cidade , os rios principalmente pequenos influenciam na sensação térmica.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Várias convencionais do CIIAGRO estão fora de operação há tempos. :sad:

Acho que nem voltam mais. :negative:

 

Uma lástima...

 

Essa antiga estação de São Roque representava bem toda a região, inclusive o local em que eu moro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou me retratar publicamente. Discuti com os colegas Bruno Maon, William, etc,,, a respeito das temperaturas registradas em Manduri, região do Médio Paranapanema. O Vinícius já me havia alertado dos erros de Manduri, e eu cegamente teimava em não admitir a existência de erro.

 

Comparei as médias das máximas e mínimas do 2º semestre de 2015 e do 1º semestre de 2016 de Manduri e de mais 9 estações do CIIAGRO, localizadas na região sudoeste de S.Paulo e constatei o seguinte:

 

A média das máximas das 9 localidades, aumentaram 0,1ºC (do 2º sem 2015 para o 1º sem 2016);

A média das mínimas das 9 localidades, aumentaram 0,7ºC (do 2º sem 2015 para o 1º sem 2016).

 

 

Ao passo que as médias das máximas de Manduri diminuiram 1,8ºC (do 2º sem 2015 para o 1º sem 2016);

e a média das mínimas diminuiram 1,4ºC (do 2º sem 2015 para o 1º sem 2016), em relação às média das anomalias registradas nas demais estações.

 

Portanto, há erro nas medições e nos registros das temperaturas de Manduri.

5a4e89d5bee59_Compararb.JPG.f621d5a896dd63c5eb564aaf815f3904.JPG

Comparar.JPG.d4917eba3cd650ed9f90209954e84fb3.JPG

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.