Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Rodolfo Alves

Ciclones Tropicais no Índico e Pacífico Sul/Austrália - 2016/2017

Recommended Posts

TÓPICO PARA MONITORAÇÃO DE CICLONES TROPICAIS NAS BACIAS DO ÍNDICO, PACÍFICO SUL/AUSTRÁLIA.

 

*Índico Norte: Monitoração da Temporada 2016

*Índico Sul-Pacífico Sul-Austrália: Monitoração da Temporada 2016-2017

 

 

Fontes Oficiais de Informação e Data das temporadas:

 

Índico Norte: Departamento de Meteorologia da Índia/JTWC - Temporada em andamento desde 1 de Janeiro de 2016, até 31 de Dezembro de 2016

 

Até a data da postagem não foram registrados Ciclones Tropicais ou distúrbios na bacia nesta atual temporada.

 

=========================================================================================

 

Índico Sul: Meteofrance La Reunion/JTWC - Temporada começará em 15/11/2016 e se extenderá até 15/05/2017

 

==========================================================================================

 

Pacífico Sul e Austrália: Bureau Weather (Austrália); Departamento Meteo. Ilhas Fiji (Pacífico Sul)/JTWC - Temporada: 01/11/2016 - 30/04/2017

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um raríssimo Ciclone Tropical se formou no Índico Sudoeste.

 

Trata-se de Abela. Primeiro nome da temporada 2016-2017 que só irá se iniciar em Novembro apenas.

 

Abela é atualmente uma tempestade tropical, mas deve perder força a partir dessa segunda e ser rebaixada a depressão ao longo desta semana. Ainda sim, deve trazer chuvas significativas para a costa de Madagascar.

 

GwfHDJA.png

3iT8MCF.png

 

Abela é somente o terceiro ciclone tropical de toda a história a se formar na bacia em Julho. Sendo as outras duas, em 1971 e 1997.

Share this post


Link to post
Share on other sites

GFS mostra um ciclone intenso atingindo a região de Calcutá, na Índia dentro de uma semana

 

Invest 92S (BOB03)

SkumYwv.jpg

VELnRXI.png

 

Rota estranha.

c0Pwz51.png

UBXoa8p.png

 

Lembrando que qualquer área costeira na Baía de Bengala é superpovoada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

CMC, EWRF e NAVGEM também apostam na formação do ciclone tropical e no deslocamento pra região de Bengala Ocidental ou Orissa na Índia.

 

Europeu

G0xceBJ.png

 

Canadense

ueBDEqJ.png

 

NAVGEM

Wv481nC.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um distúrbio meteorológico que passou do Pacífico Oeste, para o Índico Sul, designado de INVEST 99W está sendo monitorado no Índico Norte.

 

O distúrbio atualmente apresenta MÉDIA chance para desenvolvimento segundo o JTWC.

 

CDlvSBC.png

 

GFS e ECMWF levam o Ciclone para a costa leste da Índia com força equivalente a forte tempestade tropical ou Furacão Cat.1 neste final de semana.

 

Assim que formado, o Ciclone Tropical receberá o nome de "Vardah".

 

OM1rANG.png

xRYLjmH.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ciclone Tropical "Vardah" se forma sobre a Baía de Bengala.

 

Deverá se fortalecer ao equivalente a Furacão Categoria 1, antes do landfall no leste da Índia entre domingo e segunda.

 

pn8Nu0p.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ciclone Vardah faz landfall esta manha (horário de Brasília) sobre o leste da Índia.

 

gSqIvLm.jpg

 

Algumas regiões acumularam mais de 200mm de chuva.

 

s8pm6JX.jpg

 

Vardah passa neste momento sobre o sul da Índia, e deverá enfraquecer entre hoje e amanhã...

 

MdW288X.png

 

... porém ao entrar sobre o Mar da Árabia, poderá se reorganizar novamente ao longo desta semana. Eventualmente, será uma ameaça a costa da África e/ou Oriente Médio.

 

2Hl01o6.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Enquanto isso, o GFS está prevendo a formação de mais dois Ciclones Tropicais nos próximos 5 dias no Hemisfério Sul.

 

Um seria ao norte da Austrália (Seria nomeado de "Yvette"), e outro no Pacífico Sul (seria nomeado de "Bart").

 

J9Vuwx7.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma observação de leigo: a gente vendo esses vídeos, parece que não há muita diferença entre um furacão categoria 1 e um categoria 3, por exemplo.

 

É evidente que há uma grande diferença na velocidade dos ventos, claro.

E nos estragos.

 

Mas nos vídeos (Pelo menos para mim) essa diferença não parece muito evidente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Uma observação de leigo: a gente vendo esses vídeos, parece que não há muita diferença entre um furacão categoria 1 e um categoria 3, por exemplo.

 

É evidente que há uma grande diferença na velocidade dos ventos, claro.

E nos estragos.

 

Mas nos vídeos (Pelo menos para mim) essa diferença não parece muito evidente.

 

Leigo...fez me rir.

 

Um terremoto 6 em São Paulo maus vítimas que um terremoto 3456543456 em Eóquio

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que rajadas poderosas de vento ! Afinal, qual categoria foi Vardah ao fazer landfall ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vardah passa neste momento sobre o sul da Índia, e deverá enfraquecer entre hoje e amanhã, porém ao entrar sobre o Mar da Árabia, poderá se reorganizar novamente ao longo desta semana. Eventualmente, será uma ameaça a costa da África e/ou Oriente Médio.

 

2Hl01o6.jpg

Caraca! E disseste que esse sistema entrou na baía de Bengala vindo do Sudeste Asiático. Será inédito um sistema atingir três bacias?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Modelos preveem o Norte d'Austrália sendo afetado por um ou mais ciclones próximo do natal.

A região é de difícil previsão de longo prazo, porém os modelos convergem que haverá condições para a formação de um ou mais ciclones na região na próxima semana.

 

GFS 18Z de hoje mostra um poderoso ciclone atingindo uma região próxima de onde o ciclone Tracy causou devastação na véspera de natal de 1974

kL8fi1p.png

oA2Gz7h.png

 

Modelo Canadense desenha dois ciclones rodeando a região do Índico e do Golfo da Carpentália na mesma data

QrdVgry.png

 

Europeu coloca uma área de baixa pressão afetando e um ciclone potencialmente mais forte se dirigindo o Norte da Austrália Ocidental com dias de diferença.

WGMbGyF.png

 

O Norte d'Austrália tem uma das SST mais elevadas do mundo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por que os ciclones tropicais na Austrália parecem tão menores em tamanho do que os mesmos sistemas que ocorrem em outras partes da Terra ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

ÍNDICO:

 

Restos de Vardah continuam a prosseguir sobre o Mar da Arábia, por enquanto mal-organizado. JTWC indica baixa chance de re-desenvolvimento

 

N6T7ked.gif

 

Conjunto de modelos indica, que os restos de Vardah devam em 24-36 horas atingir a Somália, trazendo alguma chuva forte por lá.

 

YEBaZmD.png

 

PACÍFICO SUL/AUSTRÁLIA:

 

Um distúrbio tropical (Depressão Tropical) se formou próximo as Ilhas Fiji. A Depressão traz fortes chuvas, e ventos para este país nas próximas 24 horas. Segundo o Centro Meteorológico de Fiji, não há expectativa para desenvolvimento deste sistema em um Ciclone Tropical.

 

xkOBdvS.gif

 

Nos próximos 5-7 dias, o GFS continua insistindo na formação de um forte Ciclone Tropical sobre o norte da Austrália.

 

xI8qYIs.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Por que os ciclones tropicais na Austrália parecem tão menores em tamanho do que os mesmos sistemas que ocorrem em outras partes da Terra ?

Não tenho certeza, mas suponho que seja devido à baixa latitude, à região ao sul ser uma massa continental árida que limitaria a alimentação de umidade na baixa aos mares de Arafura, Timor e Golfo da Carpentália que não são grandes massas oceânicas.

A região nordeste d'Austrália costuma registrar uns ciclones gigantescos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ciclone Tropical 02S se formou sobre o Noroeste da Austrália.

 

cqL0fY7.gif

 

Expectativa é de evolução em um fraco ciclone tropical (equivalente a uma tempestade tropical fraca), antes de fazer landfall por volta do Natal.

 

H4CBtlF.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um distúrbio a norte de Madagascar está sendo monitorado para desenvolvimento em Ciclone Tropical.

 

No momento o Meteo-France, órgão que monitora a bacia, está indicando 50% de chances de desenvolvimento nas próximas 48 horas.

 

Qk3dmPt.png

 

Modelos indicam um gradual desenvolvimento, com alguma ameaça a Madagascar a médio prazo, daqui a 5-7 dias.

 

KnRXkMX.png

 

No Pacífico Sul tudo segue calmo no momento, porém uma área de baixa pressão irá se formar sobre o Golfo de Carpentaria, ao norte da Austrália. Deverá ser monitorada para desenvolvimento na próxima semana.

 

0n723uV.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trópicos estão calmos neste primeiro dia de 2017.

 

Porém para o final da semana, o GFS está indicando a formação de um significativo Ciclone Tropical sobre a Baía da Bengala.

 

vHSrhWO.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trópicos estão em bastante atividade sobre o Índico Sul. Neste momento temos dois sistemas em destaque sobre a bacia:

 

1) O Ciclone Tropical, agora rebaixado a pós-tropical, Carlos, que está bem ao sul do oceano e já não é mais nenhuma ameaça.

 

2) Um distúrbio associado a uma área de baixa pressão entre Madagascar e a costa da África, já designado de INVEST 98S.

 

AV6XERc.png

 

De acordo com a Meteo-France, responsável por monitorar esta bacia, esta área tem 50% (alta) de chance de se desenvolver nas próximas 24 horas. Este distúrbio deverá ganhar força nos próximos dias, a medida que se movimentará lentamente sobre a área, que tem SST em torno de 28-29ºC.

 

n4HaoK1.png

 

Com isso, os modelos estão sugerindo que o distúrbio de origem a um significante Ciclone Tropical ao longo desta semana. Este Ciclone tem tendência a ir em direção a um landfall em Moçambique entre a quarta e a quinta-feira, o que deixa a situação preocupante.

 

O Modelo Europeu é o mais agressivo, e sugere um Ciclone Tropical Intenso fazendo landfall.

 

plVhJYV.png

 

B3Jdlqd.png

 

Já o GFS é mais brando em solução, indica um Ciclone mais fraco, porém indo em direção a Moçambique também.

 

Moradores de Moçambique deverão acompanhar de perto a evolução deste sistema ao longo da semana.

 

pfnXj8O.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

INVEST 98S ganhou força e evoluiu para Ciclone Tropical "Dineo".

 

Pzg8l3e.gif

 

Dineo que atualmente tem força equivalente a Tempestade Tropical, ganhará força, e terá ventos com força de furacão, antes de seu landfall em Moçambique amanhã. O INAM (Instituto de Meteorologia de Moçambique) está alertando para chuvas torrenciais (+75mm/h) e ventos acima de 100km/h.

 

Gr74r0O.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ciclone tropical Dineo chegou a Moçambique, causando inundações, quedas de árvores e inúmeros destelhamentos de residências.

A região de Inhambane está sendo a mais afetada pelo ciclone.

Acumulados de mais de 100 mm foram registrados nesta região e os serviços de água, luz e comunicação estão interrompidos.

Muitos vilarejos estão isolados, pois as vias de acesso estão bloqueadas por árvores ou inundadas.

Entre uma e quatro mortes já foram relatadas.

 

56b99b8deb.png

 

[bbvideo=560,315]

[/bbvideo]

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.