Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Rafael D

Monitoramento e Previsão - Brasil/América do Sul - Maio/2015

Recommended Posts

Pra Goiânia o aquecimento é claro.

Se existe uma diferença clara entre os períodos 31-60 e 61-90, nos anos 2000 em diante a situação piorou.

É quase outro clima.

:cray: :cray: :cray:

 

http://www.inmet.gov.br/html/clima/graficos/plotGraf.php?chklist=8%2C&capita=goiania%2C&peri=88%2C99%2C&per3160=88&per6190=99&tempminabs=8&goiania=23&Enviar=Visualizar

Share this post


Link to post
Share on other sites
Pra Goiânia o aquecimento é claro.

Se existe uma diferença clara entre os períodos 31-60 e 61-90, nos anos 2000 em diante a situação piorou.

É quase outro clima.

:cray: :cray: :cray:

 

http://www.inmet.gov.br/html/clima/graficos/plotGraf.php?chklist=8%2C&capita=goiania%2C&peri=88%2C99%2C&per3160=88&per6190=99&tempminabs=8&goiania=23&Enviar=Visualizar

 

 

Realmente monstruoso o aquecimento nas mínimas absolutas. Tem a diferença nas médias?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Pra Goiânia o aquecimento é claro.

Se existe uma diferença clara entre os períodos 31-60 e 61-90, nos anos 2000 em diante a situação piorou.

É quase outro clima.

:cray: :cray: :cray:

 

http://www.inmet.gov.br/html/clima/graficos/plotGraf.php?chklist=8%2C&capita=goiania%2C&peri=88%2C99%2C&per3160=88&per6190=99&tempminabs=8&goiania=23&Enviar=Visualizar

 

 

Realmente monstruoso o aquecimento nas mínimas absolutas. Tem a diferença nas médias?

 

Caio, repare nas médias. No verão o aquecimento foi de 1°C e no inverno de 2°C. Creio que Goiânia e Belo Horizonte foram as que mais aqueceram (talvez Brasília).

Quem é mais velho e mora em Goiânia pode realmente falar que aqui não faz mais frio como antigamente. E não é balela de termômetro de pele. São as médias mesmo.

E olha que de 2000 para cá piorou ainda mais.

Pensa se o nosso amigo Rafael morasse aqui. Já faz pouco frio e as médias só sobem.

:laugh: :laugh: :laugh:

 

http://www.inmet.gov.br/html/clima/graficos/plotGraf.php?chklist=4%2C&capita=goiania%2C&peri=88%2C99%2C&per3160=88&per6190=99&tempmed=4&goiania=23&Enviar=Visualizar

Share this post


Link to post
Share on other sites

Há que se ressaltar que maio de 2015 até o presente momento está bem ameno, não se sente frio (um pouco na última segunda e terça feira) e nem calor (máximas em torno dos 26°C).

Mas quero é frio de verdade. Mesmo com esses prognósticos péssimos.

Bom sábado a todos

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caio, chovendo ai? Aqui impressionantemente parou a chuva e amanheceu com debso nevoeiro, que aos poucos vai dando espaço ao céu azul com nuvens esparsas...

Até mesmo a Serra Dona Francisca registrou temperatura relativamente baixa: 8,5 graus

Share this post


Link to post
Share on other sites

A estação não mudou de local não, Rodrigo? Pois é muita coisa 2oC na média.

 

Diego, chuviscou agora está nublado com bancos de neblina.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Madrugada mais fria do ano

 

Reserva 0,6°C

 

Casa 2,4°C

 

INMET 3,8°C

 

 

Me mandaram essa foto Bairro Reserva hoje , peço que ela fique aqui pois vou verificar se é de hoje mesmo e a fonte mais a principio sim !

 

 

10535623_275430085990701_2563132904732221022_o.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Geadão, espero que pegue um pouco de frio por aí, aqui na Praia Grande ainda não tivemos frio, não vi a mínima hoje mas a absoluta do ano está em gélidos 17,7°C.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mirante aqui => viewtopic.php?f=119&t=15010

 

Aqui, você encontra as normais do IAG => http://www.estacao.iag.usp.br/Boletins/2014.pdf (Páginas 18 a 23).

 

Desculpe a demora, eu já tinha ido :lazy: .

:mosking:

 

E.T.: A normal 1981-2010 do Mirante está perdida em algum canto do forum.

Se eu não encontrar, posto novamente.

 

Valeu Aldo...A urbanização descontrolada assassinou o clima subtropical úmido que tínhamos antigamente.

 

Mínima de míseros 13,2º na automática do Mirante, outras do INMET e CGE:

 

Ourinhos 14,7º

Iguape 14,3º

Rancharia 13,6º

Avaré 13,0º

Sorocaba 12,8º

Casa Branca 12,8º

Barueri 12,5º

Itapira 10,4º

S. Miguel Arcanjo 10,1º

 

Dentro da cidade, diferenças de até 4º nos termômetros do CGE

 

Sé 13,4º

Penha 13,3º

M boi Mirim 12,9º

Itaim Pta 12,0º

Butantã 11,9º

Parelheiros 11,2º

Tremembé 11,1º

Perus 10,6º

São Mateus 9,9º

Capela do Socorro 9,3º

Share this post


Link to post
Share on other sites

O tempo finalmente abriu e as mínimas corresponderam hoje:

 

12º C na estação Jundiaí-ETEC,

 

11º na estação Jundiaí.

 

Ontem, na estação Jundiaí-ETEC variamos de 13,8º a 23,1º C.

 

E a "luz do fim do túnel" se acendeu de novo para os bazianos, o GFS aposta - de novo no fim da grade - em uma MP mais interessante.

 

É como falaram: a cada nova rodada o modelo posterga o frio. Não merece qualquer confiança

Share this post


Link to post
Share on other sites
Que PNI que nada! Essa madrugada foi de Maria da Fé, zerando na estação fenômeno do Wilian, que consegue sempre bater quase todas mínimas do Sudeste, quando não também do Sul, execeto do PNI. Incrível!

 

Vai bater a média das mínimas de Urupema, CDJ, BJS, entre outras fácil fácil pelo desenho para o resto do mes.

PNI foi um fiasco. Infelizmente minha impressão de ontem a tarde foi cumprida a risca: PNI não afundou de madrugada.

 

Em compensação MDF... :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping: :clapping:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, uma característica da ilha de calor urbana é que ela aparentemente obedece uma função logarítmica muito intensa em nas fases iniciais e depois um crescimento mais lento....em todo caso é necessário ainda muito estudo desta praga.

 

Abraços

Re: Mudanças Climáticas - Discussões Gerais

Mensagempor Mafili » quarta jan 21, 2015 11:29 am

Uma pesquisa rápida que fiz dos dados de Goiânia desde 1961 resultou nos seguintes dados:

.....

 

Assim, da década de 60 para cá tivemos um aumento de 2°C na temperatura média das máximas e 2°C na temperatura média das mínimas.

Nesse caso, como configurar esse aquecimento?

 

SIM, Rodrigo.

 

O planeta aqueceu.

Aqueceu uns 0,8ºC +/-0,3ºC desde 1850.

 

E Goiânia...GOYANA...GYM.

 

Cresceu muito desde 1934.

 

Por razões pessoais eu conheço muito bem este grupo da Federal.

 

Well, IPCC e seus contribuintes atribuem 0,1ºC para o efeito ilha de calor urbano.

 

Como habitualmente ocorre.....a realidade é bem diferente dos modelos.

 

Após as duas cansativas leituras abaixo cujo o texto ultrapassa com folga os 144 caracteres....

 

Sobre estes artigos consigo [acho] sanar alguma dúvidas.

 

Abraços

 

Ilhas de calor em Goiânia crescem 66 vezes

 

image%2B%25281%2529.jpg

 

Um estudo de pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) comprova cientificamente o que o goianiense vem sentindo na própria pele: o clima na capital está esquentando. Num período de 24 anos (entre 1986 e 2010) as chamadas ilhas de calor (zonas de temperatura mais quente dentro de uma mesma área geográfica) aumentaram mais de 66 vezes no município de Goiânia. A principal causa apontada para esse aquecimento é o aumento da área urbana da cidade e a consequente retirada da vegetação natural.

 

O estudo foi feito no ano passado como parte da tese de mestrado em Geografia do geógrafo Diego Tarley Ferreira Nascimento, orientado pelo doutor em Geografia Ivanilton José de Oliveira. A intenção era avaliar a evolução da ocorrência das ilhas de calor no município de Goiânia num recorte de tempo. Para a análise, foram utilizadas imagens de satélite de três datas específicas dos anos de 1986 (23 de maio), 1996 (2 de maio), 2006 (30 de maio) e 2010 (23 de março), às 13 horas. O satélite (Landsat 5) indicou a temperatura do solo.

 

De acordo com o pesquisador, a ideia de utilizar o sensoriamento remoto para aferir a temperatura e não as estações meteorológicas ocorre porque a quantidade de estações é insuficiente. "Elas não conseguem indicar, por exemplo, uma variação de temperatura dentro de uma área como o município de Goiânia. Por isso usamos o sensoriamento para indicar a temperatura da superfície que, afinal de contas, acaba sendo correspondente à temperatura do ar", argumenta o geógrafo.

 

Sobe!

A pesquisa indicou que, ao longo dos últimas duas décadas, a área de ocorrência de temperaturas máximas na cidade vem aumentando, conforme a mancha urbana tem se espalhado. Enquanto em 1986 as áreas com temperaturas acima dos 26,1 graus (consideradas altas para o período do ano) ocupavam apenas 4,2 quilômetros quadrados (km2) no município (0,6%), em 2010, passaram para 279,8 km2 (37,8%).

 

Enquanto não há diferença no registro das menores temperaturas dentro no município num mesmo horário (19º C) entre 1986 e 2010, as temperaturas mais altas não pararam de subir. Em 1986, a máxima chegava a 29º C e em 2010 chegou a 36º C. Isso quer dizer que a diferença entre a mínima e a máxima aumentou 7 graus em 25 anos dentro de Goiânia. "Verificamos que o município, como um todo, está aquecendo. As áreas com temperaturas mais elevadas estão se ampliando cada vez mais. O pior é que não há nenhum indicativo de que possa ocorrer uma reversão nesse quadro", argumenta o geógrafo Diego Tarley.

 

De acordo com os mapas (veja na página 7) , as áreas com registro de temperaturas mais altas estão relacionadas com os pontos onde a cidade está mais adensada, como bairros de Campinas, Centro, Santa Genoveva, Jardim Nova Esperança, Cidade Jardim, Novo Horizonte, Jardim América e Setor Bueno. Já os pontos com registros mais baixos são os mais periféricos, onde ainda não houve a expansão da área construída.

 

========================

 

A conversão das coberturas naturais em antrópicas ocorreu de forma particularmente rápida no bioma Cerrado (Klink E Machado, 2005; Jepson, 2005), principalmente em razão da intensificação das atividades agropastoris, impulsionadas pelo avanço nas tecnologias de manejo do solo e do desenvolvimento de eixos de fluxo, relacionados à política de ocupação das áreas interioranas brasileiras (Calaçae Dias, 2010; Miziarae Ferreira, 2008). Da mesma forma, as conversões para uso urbano no bioma Cerrado ocorreram de forma intensa e acelerada, com destaque para a região metropolitana de Goiânia e a região de Brasília e seu entorno. Para Guerra e Marçal (2006, p.13), a expansão urbana acelerada geralmente não ocorre de forma planejada e sustentável, promovendo assim grande pressão sobre o meio físico urbano e, como conseqüência, grande diversidade de impactos ambientais.....

 

...........

 

img-3-small480.jpg

 

http://confins.revues.org/7631

Share this post


Link to post
Share on other sites

TENDÊNCIAS DO CFS/GLOBAL A CURTO PRAZO (15-30 DIAS):

 

Últimas solução do CFS segue com o quadro parecido da(s) última(s) semana(s). A ASAS ditando boa parte da segunda quinzena de Maio, com o final dela entre o fim do mês e o começo do próximo...

 

O Modelo segue INSISTENTE ainda na incursão de uma MP após o término dessa ASAS, no começo de Junho... A diferença é que agora o CFS diminuiu a amplitude desta incursão em relação do que era... Mas até aí tudo bem, pois podem se tratar de flutuações do modelo.

 

Animação da rodada isolada do CFS mostra claramente o avanço desta MP no início de Junho, após o término da ASAS, o que levaria a boas mínimas para o Sul.

 

DouXNvO.gif

HiHBfWK.gif

 

 

Até lá o CFS aponta altas a altíssimas anomalias de Temperaturas sobre o RS e outras partes do sul do país, botando o mês de Maio pro saco definitivamente.... No início de junho, o avanço desta MP irá somente cessar as anomalias positivas, e não tende a ter força para provocar negativas. Porém devemos frisar, que esse mapa é uma MÉDIA dos últimos dias, o que pode não refletir a real previsão do modelo para cálculos de anomalias a um prazo mais extenso.

 

WKZyi7q.gif

 

Modelo Global Acoplado do INPE também mostra a mesma incursão, com uma Alta continental, mais fraca. E a exemplo do CFS joga o mês de Maio no saco para o sul do país...

 

dqz1cUz.png

dYRzmcu.png

2VvXwuZ.png

 

E assim vamos levando o Outono :sarcastic:

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites

Do jeito que tá este ano, as peso-pesado do sul só ganham do PNI se tiver uma bomba polar...e então ganha por nocaute...por pontos tá perdendo kkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites
Do jeito que tá este ano, as peso-pesado do sul só ganham do PNI se tiver uma bomba polar...e então ganha por nocaute...por pontos tá perdendo kkkkk

 

Olha que nem assim hein! Basta uma mp mais forte chegar na mantiqueira, e vamos ver rugir o PNI

Share this post


Link to post
Share on other sites
Anomalia Maio - 2015:

 

17,7 (-0,6) - São Paulo SP

 

 

Corrigindo que é raro ver isso!

 

 

17,0 (+0,2) - Porto Alegre RS

 

20,3 (+1,0) - Florianópolis SC

 

15,4 (+0,3) - Curitiba PR

 

17,7 (-0,6) - São Paulo SP[/color]

 

 

No caso de São Paulo, parece que estamos com uma anomalia de 1,5ºC negativa nas máximas (1981-2010) também.

 

Maio caminha com força para fechar abaixo da média em Máximas e possivelmente na Média compensada... Efeito ASAS :sarcastic:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Maio até ontem aqui no balneário Flórida.

 

Máxima do mês: 29,2°C dia 3

Mínima do mês: 17,7°C dia 15

Média max: 25,1°C

Média min: 19,7°C

Acumulado 230,2mm

Share this post


Link to post
Share on other sites

Queria ter uma ideia de como estão os acumulados em suas regiões amigos.

 

Aqui na Praia Grande, Balneário Flórida até 15 de maio 1764,1mm.

 

Tenho certeza que alguns pontos choveu bem mais, vou ver se consigo montar uma rede de pluviômetros com amigos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E pra quem fala que os modelos de longo prazo são ruins e não confiáveis... Pois bem, o CFS está acertando em cheio até agora, o que previa em abril ainda!

 

zTRiZ8X.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Queria ter uma ideia de como estão os acumulados em suas regiões amigos.

 

No Mirante de Santana, segundo minhas anotações:

 

Maio: 35,9mm

 

Até 15 de Maio: 905,9mm :good2:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Condições Atuais:

 

Temperatura: 24,7°

Umidade: 58%

Ventos constantes: 9km/h

Rajadas: 17km/h

Direção: SE

Pressão: 1025

 

AoJUVxEX0lIH0w5fNNHEJ-mb_JytbMmKv51-DMoRRIUc.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acumulados até 15 de maio.

Praia Grande, Balneário Flórida 1764,1mm.

São Paulo, Mirante de Santana 905,9mm.

 

Vamos completando .

Share this post


Link to post
Share on other sites
Queria ter uma ideia de como estão os acumulados em suas regiões amigos.

 

No Mirante de Santana, segundo minhas anotações:

 

Maio: 35,9mm

 

Até 15 de Maio: 905,9mm :good2:

 

 

Em menos de 70km de distância.

 

Salve a serra do mar. :hi:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Temperatura ainda na casa dos 18C, tempo encoberto e se instabilizando mais e mais. Mínima de 13,6ºC no Simepar. Chuva moderada já avança pelo oeste/noroeste do PR.

 

LPftJtv.jpg

 

4L20DxX.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.