Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Carlos Dias

Mudanças Climáticas - Discussões Gerais

Recommended Posts

CONCLUSÃO; ENTENDEM DE CLIMA TANTO QUANTO EU DE ESCREVE E FALAR EM RUSSO!!

 

Desculpa;

 

A perigosa mistura de ciência, imprensa, política resultando em algo que chamamos de opinão publica.

 

logo.gif

 

Science

Another Ice Age?

Monday, Jun 24, 1974

 

http://web.archive.org/web/20060812025725/http://time-proxy.yaga.com/time/archive/printout/0,23657,944914,00.html

 

Eu discordo que tudo o que escrevem é besteira e "achismo" ninguém tá "achando" nada. A gente sente a alteração climática e vê, bem visível aos nossos olhos inclusive!

Tem muito alarde exagerado, concordo. Mas tem muita verdade, dita por especialistas renomados. Não há o porquê desprezar e ignorar todas as opiniões.

ABRAÇOS!

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Eu discordo que tudo o que escrevem é besteira e "achismo" ninguém tá "achando" nada. A gente sente a alteração climática e vê, bem visível aos nossos olhos inclusive!

Tem muito alarde exagerado, concordo. Mas tem muita verdade, dita por especialistas renomados. Não há o porquê desprezar e ignorar todas as opiniões.

ABRAÇOS!

 

João,

 

Por favor não grite....escreva em minúsculas.

 

João, Respeito o teu direito de opinião e brigarei com todos para que você possa registrar e emitir a tua opinião por mais que eu discorde. É teu direito.

 

Um ser humano, um termômetro à álcool não podem ver o aquecimento [real] global.

 

Uma estação convencional ou automática vê precariamente o aquecimento.

 

Climate is not weather ( clima não é tempo). Clima é o estado médio do "tempo" em um local e em um período.

 

Weather (tempo) nós podemos ter variações de 40 W/m² em dias ou como no caso de 2014 um sistema de bloqueio "quase permanente" por longos períodos durante o ano.

 

Climate (clima) nós estamos discutindo variações de 2 a 4 W/m².

 

São ordens de grandeza diferentes.

 

Ou seja qualquer insuanação que 2014 está [fato] quente devido ao aquecimento global é falsa.

 

São coisas diferentes. "tempo" é uma coisa e "clima" é outra.

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Eu discordo que tudo o que escrevem é besteira e "achismo" ninguém tá "achando" nada. A gente sente a alteração climática e vê, bem visível aos nossos olhos inclusive!

Tem muito alarde exagerado, concordo. Mas tem muita verdade, dita por especialistas renomados. Não há o porquê desprezar e ignorar todas as opiniões.

ABRAÇOS!

 

João,

 

Por favor não grite....escreva em minúsculas.

 

João, Respeito o teu direito de opinião e brigarei com todos para que você possa registrar e emitir a tua opinião por mais que eu discorde. É teu direito.

 

Um ser humano, um termômetro à álcool não podem ver o aquecimento [real] global.

 

Uma estação convencional ou automática vê precariamente o aquecimento.

 

Climate is not weather ( clima não é tempo). Clima é o estado médio do "tempo" em um local e em um período.

 

Weather (tempo) nós podemos ter variações de 40 W/m² em dias ou como no caso de 2014 um sistema de bloqueio "quase permanente" por longos períodos durante o ano.

 

Climate (clima) nós estamos discutindo variações de 2 a 4 W/m².

 

São ordens de grandeza diferentes.

 

Ou seja qualquer insuanação que 2014 está [fato] quente devido ao aquecimento global é falsa.

 

São coisas diferentes. "tempo" é uma coisa e "clima" é outra.

 

Abraços

 

 

Mafili, essa "sutileza" na diferenciação entre clima e tempo é algo que o público em geral apresenta certa dificuldade de entender e maior dificuldade ainda para assimilar.

 

Outra coisa interessantíssima foi o que você disse a respeito da manjada opinião pública, também conhecida por muitos como ''opinião publicada".

 

Volta e meia me vem aquela ideia de escrever todo um dicionário só sobre os ditos sensos-comuns, pra mostrar como eles são em grande parte totalmente forjados.

 

Logo na letra "A" teria um longo verbete "Aquecimento Global Antropogênico e Catastrófico".

 

Cem certeza ele acabaria por gerar muita "grita" da parte de tantos que, na falta de argumentos, em compensação contam com um Himalaia de convicções a defender.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Atualmente, o 13CO2 está em uma concentração de aproximadamente 1,1% em relação ao 12CO2 na atmosfera. A ocorrência do 13C na massa vegetal é baixa, porque durante a carboxilação o 12C é favorecido pelas enzimas

 

referência: LEIA

 

http://www.rimaeditora.com.br/pagecofisio.pdf

 

a velocidade das reações são maiores com carbono 12 do que com seu isótopo, o famoso efeito isotópico cinético...

 

 

 

Anderson,

 

Para dar aquele toque de ficção científica e manter os leitores interessados nesse árido tema.

 

Convém lembrar que o Carbono presente aqui no planeta veio [foi produzido] em estrelas que já morreram.[supernovas]

 

Somos feitos de poeira estelar......[música dramática ♪]

 

 

Eu devo ter alguns trabalhos sobre o tempo de meia-vida do CO2 na atmosfera.

 

Por enquanto para quem gosta de ver coisas do CO2.

 

http://www.eia.gov/cfapps/ipdbproject/IEDIndex3.cfm?tid=90&pid=44&aid=8

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mafili, essa "sutileza" na diferenciação entre clima e tempo é algo que o público em geral apresenta certa dificuldade de entender e maior dificuldade ainda para assimilar.

 

Outra coisa interessantíssima foi o que você disse a respeito da manjada opinião pública, também conhecida por muitos como ''opinião publicada".

 

Volta e meia me vem aquela ideia de escrever todo um dicionário só sobre os ditos sensos-comuns, pra mostrar como eles são em grande parte totalmente forjados.

 

Logo na letra "A" teria um longo verbete "Aquecimento Global Antropogênico e Catastrófico".

 

Cem certeza ele acabaria por gerar muita "grita" da parte de tantos que, na falta de argumentos, em compensação contam com um Himalaia de convicções a defender.

 

EXATO, OUTRO DETALHE, VARIAÇÕES SEMELHANTES A QUE OCORREM HOJE NÃO TINHAM TANTO IMPACTO NA MÍDIA COMO HOJE, ENTRE 60/70 TIVEMOS COMPORTAMENTOS SEMELHANTES AO DE HOJE EM SC, NÃO PRECISA MUITO ENTRE 2000 A 2014, COMO EXEMPLO, FPOLIS TEVE 3 VERÕES SEGUIDOS MUITO AGRADÁVEIS E VAMOS PARA 3 DESAGRADÁVEIS, ASSIM COMO INVERNOS, FATO QUE OCORREU ENTRE 60/70, AGORA QUAL O IMPACTO ENTRE 60/70, NENHUM OU QUASE, PEGUE OS JORNAIS DA CAPITAL DA ÉPOCA E NENHUMA LINHA SOBRE O ASSUNTO, AGORA PEGUE OS JORNAIS DESTA ÉPOCA E A DIFERENÇA É GRANDE, FORAM SITUAÇÕES SEMELHANTES.

OUTRO DETALHE FOI A TECNOLOGIA EM TUDO, DEU UM SALTO ENORME PARA UM MELHOR CONFORTO, ESPECIALMENTE PARA O FRIO.

 

EM TUDO QTO É ÁREA A MÍDIA, BEM PLANTADA, FAZ UM ESTRAGO OU UMA AJUDA ENORME. E O PROCESSAMENTO DAS INFORMAÇÕES É BEM DIFERENTE DENTRO DA POP. EM GERAL, MAIS AINDA QDO É ESPECÍFICO O ASSUNTO.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Eu discordo que tudo o que escrevem é besteira e "achismo" ninguém tá "achando" nada. A gente sente a alteração climática e vê, bem visível aos nossos olhos inclusive!

Tem muito alarde exagerado, concordo. Mas tem muita verdade, dita por especialistas renomados. Não há o porquê desprezar e ignorar todas as opiniões.

ABRAÇOS!

 

João,

 

Por favor não grite....escreva em minúsculas.

 

João, Respeito o teu direito de opinião e brigarei com todos para que você possa registrar e emitir a tua opinião por mais que eu discorde. É teu direito.

 

Um ser humano, um termômetro à álcool não podem ver o aquecimento [real] global.

 

Uma estação convencional ou automática vê precariamente o aquecimento.

 

Climate is not weather ( clima não é tempo). Clima é o estado médio do "tempo" em um local e em um período.

 

Weather (tempo) nós podemos ter variações de 40 W/m² em dias ou como no caso de 2014 um sistema de bloqueio "quase permanente" por longos períodos durante o ano.

 

Climate (clima) nós estamos discutindo variações de 2 a 4 W/m².

 

São ordens de grandeza diferentes.

 

Ou seja qualquer insuanação que 2014 está [fato] quente devido ao aquecimento global é falsa.

 

São coisas diferentes. "tempo" é uma coisa e "clima" é outra.

 

Abraços

 

Desculpe, não foi minha intenção, Mafili.

Se escrever em maiúsculo é gritar, o Coutinho grita sempre então... E não é o caso, sabemos disso!

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito pouco tempo de monitoramento do clima global.

Teríamos que monitorar por centenas de anos, quem sabe, milhares, para definir mais precisamente alterações. Há um sensacionalismo. Se formos pesquisar na internet, então, tem gente chamando os aquecementistas de "novo comunismo"(risos). Então, seriedade é o de menos. Há um verdadeiro terrorismo climático. Na verdade, temos uma população enorme, faminta e ocupando bastante o globo. Isto causa um impacto. As cidades estão enormes e mais quentes, ilhas de calor. Pouca gente no campo para ver geada(como antigamente, argh).

Tem que haver mais ciência e menos emoção nisso tudo.

A terra sofre e sofrerá variações climáticas profundas. Independente e dependente do homem.

E o gelo do ártico, como está?

segundo previsões feitas há alguns anos, crianças inglesas não conheceriam neve agora, em 2014.

Existe uma idéia quase que religiosa que se leva para uma pseudociência. Sem ponderação.Mas, com emoção.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Muito pouco tempo de monitoramento do clima global.

Teríamos que monitorar por centenas de anos, quem sabe, milhares, para definir mais precisamente alterações. Há um sensacionalismo. Se formos pesquisar na internet, então, tem gente chamando os aquecementistas de "novo comunismo"(risos). Então, seriedade é o de menos. Há um verdadeiro terrorismo climático. Na verdade, temos uma população enorme, faminta e ocupando bastante o globo. Isto causa um impacto. As cidades estão enormes e mais quentes, ilhas de calor. Pouca gente no campo para ver geada(como antigamente, argh).

Tem que haver mais ciência e menos emoção nisso tudo.

A terra sofre e sofrerá variações climáticas profundas. Independente e dependente do homem.

E o gelo do ártico, como está?

segundo previsões feitas há alguns anos, crianças inglesas não conheceriam neve agora, em 2014.

Existe uma idéia quase que religiosa que se leva para uma pseudociência. Sem ponderação.Mas, com emoção.

 

 

EXATO, A FALTA DE DADOS CONFIÁVEIS É O MAIOR NÓ, CREIO QUE DE AGORA E NOS PRÓXIMOS SÉCULOS O AVANÇO NESTA ÁREA SERÁ NOTÁVEL, LÁ PELO FINAL DESTE SÉCULO EM DIANTE, OUTRA VISÃO DO CLIMA E SEUS CÍCLOS, E DAQUI A 2/3 SÉCULOS MUITOS RISOS DAS PREVISÕES DO SÉCULO 20/21, SE NÃO FOR NÓS MESMOS RINDO DE NÓS....NESTE PONTO, ANSIOSO POR ESTES TEMPOS VINDOUROS, ÓBVIO, SE TIVER APTO PARA AINDA ESTÁ NESTA BOLA.

 

O ÁRTICO ESTÁ INDO BEM NESTE COMEÇO DE CONGELAMENTO.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Muito pouco tempo de monitoramento do clima global.

Teríamos que monitorar por centenas de anos, quem sabe, milhares, para definir mais precisamente alterações. Há um sensacionalismo. Se formos pesquisar na internet, então, tem gente chamando os aquecementistas de "novo comunismo"(risos). Então, seriedade é o de menos. Há um verdadeiro terrorismo climático. Na verdade, temos uma população enorme, faminta e ocupando bastante o globo. Isto causa um impacto. As cidades estão enormes e mais quentes, ilhas de calor. Pouca gente no campo para ver geada(como antigamente, argh).

Tem que haver mais ciência e menos emoção nisso tudo.

A terra sofre e sofrerá variações climáticas profundas. Independente e dependente do homem.

E o gelo do ártico, como está?

segundo previsões feitas há alguns anos, crianças inglesas não conheceriam neve agora, em 2014.

Existe uma idéia quase que religiosa que se leva para uma pseudociência. Sem ponderação.Mas, com emoção.

 

 

EXATO, A FALTA DE DADOS CONFIÁVEIS É O MAIOR NÓ, CREIO QUE DE AGORA E NOS PRÓXIMOS SÉCULOS O AVANÇO NESTA ÁREA SERÁ NOTÁVEL, LÁ PELO FINAL DESTE SÉCULO EM DIANTE, OUTRA VISÃO DO CLIMA E SEUS CÍCLOS, E DAQUI A 2/3 SÉCULOS MUITOS RISOS DAS PREVISÕES DO SÉCULO 20/21, SE NÃO FOR NÓS MESMOS RINDO DE NÓS....NESTE PONTO, ANSIOSO POR ESTES TEMPOS VINDOUROS, ÓBVIO, SE TIVER APTO PARA AINDA ESTÁ NESTA BOLA.

 

O ÁRTICO ESTÁ INDO BEM NESTE COMEÇO DE CONGELAMENTO.

 

Sinceramente, Coutinho e amigos, TORÇO MUITO, para que a gente ria disso tudo mesmo e não chore, pois do jeito que as coisas andam, sei não. O tempo dirá.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desculpe, não foi minha intenção, Mafili.

Se escrever em maiúsculo é gritar, o Coutinho grita sempre então... E não é o caso, sabemos disso!

Abraços.

 

João , tranquilo, o objetivo é pacificar. Então focos ou riscos potenciais de fogo devem ser amainados.

 

Sobre o Ronaldo e a caixa alta, por tradição, ele pode sabemos disso. [não questionem isso para evitar incêndio]

 

E por falar em Ronaldo,

 

....OUTRO DETALHE FOI A TECNOLOGIA EM TUDO, DEU UM SALTO ENORME PARA UM MELHOR CONFORTO, ESPECIALMENTE PARA O FRIO.

 

Comentávamos sobre isso no inverno.

 

Em uma das raras noites que a temperatura aqui caiu abaixo dos 15ºC resolvi sair com uma camiseta de manga comprida americana desenhada para frio. Pois bem, ao toque tecido leve e fino, diz a etiqueta "algodão tratado", todos os amigos encapuzados [ no interior de São Paulo...15ºC a noite...com vento....é muito frio....especialmente neste tempos bicudos].

Resultado: Eu transpirava e suava com uma simples camiseta.

 

Assim aquela dito de roupas pesadas necessitam ao menos serem repensados.

 

 

 

 

Mafili, essa "sutileza" na diferenciação entre clima e tempo é algo que o público em geral apresenta certa dificuldade de entender e maior dificuldade ainda para assimilar.

 

Outra coisa interessantíssima foi o que você disse a respeito da manjada opinião pública, também conhecida por muitos como ''opinião publicada".

 

Volta e meia me vem aquela ideia de escrever todo um dicionário só sobre os ditos sensos-comuns, pra mostrar como eles são em grande parte totalmente forjados.

 

Logo na letra "A" teria um longo verbete "Aquecimento Global Antropogênico e Catastrófico".

 

Cem certeza ele acabaria por gerar muita "grita" da parte de tantos que, na falta de argumentos, em compensação contam com um Himalaia de convicções a defender.

 

Melo, obrigado, ponderando sobre "...essa "sutileza" na diferenciação entre clima e tempo é algo que o público..."

 

O grande público, sim! É verdade normalmente em conversas rotineiras eu evito falar sobre esses temas. Não se os amigos falam dá-me a impressão que eu sou ignorante e nunca vi um globo repórter ou um desinformado que nunca assistiu um programa da National Pornographic e correlatos.

 

Porém, Aqui não é o grande público. São pessoas que gastam algum tempo diante dessa telinha, suponho que mesmo como hobby, com o objetivo alguma compreensão dos fatos.

 

E é fundamental o entendimento que Climate is not Wheater.

 

Inclusive todos órgão oficiais pelo mundo afora [EUA, Grã Bretanha, Brasil, etc] recomenda não atribuir eventos extremos ao aquecimento global de forma direta.

 

Se perguntarem a um figurão brasileiro;

_ A seca em São Paulo deve-se ao aquecimento global?

 

A resposta é : " _Não podemos afirmar que a causa seja o aquecimento global"

 

segue a conversa ....e lá pelas tantas,

 

E a Amazônia?

 

Resposta: "_ well! well! well, A Amazônia é um sistema sensível...blá, blá. blá....mas com o desmatamento e o aquecimento global [preste atenção agora nas palavras mágicas e sedutoras]...."_de acordo com os modelos internacionais que utilizam supercomputadores como o nosso incrível Tupã" o resultado é [outras palavras mágicas que ninguém escuta]..." altamente provável" uma redução de chuvas no centro-sul do Brasil.

 

Abraços Altamente Prováveis

Share this post


Link to post
Share on other sites
Muito pouco tempo de monitoramento do clima global.

Teríamos que monitorar por centenas de anos, quem sabe, milhares, para definir mais precisamente alterações......

 

Paulo, Sabe o engraçado disto tudo.

 

Em clima [Climate] você está certo.

 

Em tempo [weather] mesmo em centenas de anos estaremos condenados ao máximo de 5 dias de previsão.[vá...talvez 6 dias].

 

É a natureza caótica de nossa atmosfera.

 

O lado bom sempre haverá alguém para discutir se vai chover, nevar, frio, etc.

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

"A incrível história das cabras que estão encolhendo"

 

Com mudança do clima, espécie alpina diminui em tamanho e peso

As cabras alpinas parecem estar encolhendo como forma de adaptação à mudança do clima, revela novo estudo da Universidade de Durham, na Inglaterra. Os pesquisadores estudaram os impactos do aquecimento no tamanho corporal da cabra montês nos últimos 30 anos.

 

Para sua surpresa, descobriram que as cabras jovens pesam agora 25 quilos a menos que nos anos 1980. Foram identificadas diminuições de tamanho corporal em uma variedade de espécies animais nos últimos anos, e o fenômeno foi com frequência ligado à mudança do clima. No entanto, os cientistas envolvidos neste estudo dizem que suas observações impressionaram, pela velocidade e magnitude das alterações.

 

Segundo Tom Mason, da Faculdade de Ciências Biológicas e Biomédicas da universidade, “os declínios em tamanho são disseminados no reino animal, e acontecem com muitos peixes, pássaros e mamíferos. Mas o que vimos é espantoso.”

34opq8k.jpg

Foto: Tom Mason

 

A região alpina estudada aqueceu de 3ºC a 4ºC nos últimos 30 anos. Até hoje, a maioria das pesquisas afirmava que os animais estavam ficando menores porque a mudança do clima está reduzindo a disponibilidade ou o conteúdo de nutrientes de alimentos.

 

Mason e colegas, no entanto, não encontraram evidência de que a produtividade das plantas locais tenha sido afetada pelo aquecimento. Na verdade, o que está sendo afetado é o comportamento dos animais.

 

“Nós sabemos que a cabra montês lida com períodos de calor descansando mais e gastando menos tempo na busca de alimentos, e isto pode estar restringindo mais seu tamanho que a qualidade da vegetação que comem,” afirmou Stephen Willis, co-autor do estudo publicado ontem no Frontiers in Zoology, informa o Science World Report.

 

http://planetasustentavel.abril.com.br/blog/planeta-urgente/a-incrivel-historia-das-cabras-que-estao-encolhendo/

Em inglês: http://phys.org/news/2014-10-goats-indicator-climate-affects-animal.html

==========

Share this post


Link to post
Share on other sites

Exato Luiz, o post das "cabras encolhendo" acima é só para mostrar como alguns estudos podem propagar o alarmismo.

 

Algumas perguntas que ficam..

Essa taxa de aquecimento de 3-4 ºC em 30 anos, como foi determinada?

Será que o estudo se baseou em algo como a lei de Bergmann*? Seria possível verificar mudança significativa em seres dessa complexidade em apenas 30 anos? (veja, não estamos falando de mudanças em microorganismos)

 

====

* lei de Bergmann: em resumo, essa lei diz que espécies de clima frio tendem a serem maiores que as de clima quente. Assim as espécies de localidades frias por serem maiores (menor área de contato por volume) dissipariam menos calor.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Exato Luiz, o post das "cabras encolhendo" acima é só para mostrar como alguns estudos podem propagar o alarmismo.

 

Algumas perguntas que ficam..

Essa taxa de aquecimento de 3-4 ºC em 30 anos, como foi determinada?

Será que o estudo se baseou em algo como a lei de Bergmann*? Seria possível verificar mudança significativa em seres dessa complexidade em apenas 30 anos? (veja, não estamos falando de mudanças em microorganismos)

 

====

* lei de Bergmann: em resumo, essa lei diz que espécies de clima frio tendem a serem maiores que as de clima quente. Assim as espécies de localidades frias por serem maiores (menor área de contato por volume) dissipariam menos calor.

 

 

UMA VEZ PEGUEI OS DADOS DE S.J ATÉ 2007 E DE 2008 ATÉ 2031 COLOQUEI DE 1 A 7 °C ACIMA DO NORMAL EM TODOS OS MESES, NENHUM MÊS COM MÉDIA NORMAL OU PRÓXIMA, E O MÊS QUE MAIS AQUECEU FOI 1,8°C!!

 

AGORA IMAGINA UMA NORMAL SUBIR 3/4°C, EM FIM VAMOS CONVIVER COM ISTO POR MUITO TEMPO E QDO ESFRIAR SERÁ O MESMO, APENAS NA DIREÇÃO OPOSTA, MAS AS LADAINHAS SERÃO AS MESMAS.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que eu acho mais interessante nisso tudo, é que, apesar dos exageros que sabemos que existem, jogam no lixo tudo o que órgãos sérios e especialistas renomados afirmam. Nem tudo é lixo! Há muita mentira, mas há muita verdade no GLOBAL WARMING!

Cada vez temos verões mais tórridos e opressivos, inclusive com calorões nunca antes sentidos nas serras gaúcha e catarinense (o verão 2013/2014 nos proporcionou essa experiência) e continuam "afirmando" que "tudo está bem, tudo é uma bobagem, achismos" etc.

Cada um acredite no que quiser. A ONU, órgão tão respeitado e meteorologistas renomados, como o Carlos Nobre não falariam asneiras, na minha opinião.

Além de tudo, estamos vendo e sentindo. Isso é um fato inegável.

Mas... é minha última postagem nesse tópico, que , por sinal, foi muito bom e aprendi dados que nem sabia com muitos foristas.

Abraços a todos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
O que eu acho mais interessante nisso tudo, é que, apesar dos exageros que sabemos que existem, jogam no lixo tudo o que órgãos sérios e especialistas renomados afirmam. Nem tudo é lixo! Há muita mentira, mas há muita verdade no GLOBAL WARMING!

Cada vez temos verões mais tórridos e opressivos, inclusive com calorões nunca antes sentidos nas serras gaúcha e catarinense (o verão 2013/2014 nos proporcionou essa experiência) e continuam "afirmando" que "tudo está bem, tudo é uma bobagem, achismos" etc.

Cada um acredite no que quiser. A ONU, órgão tão respeitado e meteorologistas renomados, como o Carlos Nobre não falariam asneiras, na minha opinião.

Além de tudo, estamos vendo e sentindo. Isso é um fato inegável.

Mas... é minha última postagem nesse tópico, que , por sinal, foi muito bom e aprendi dados que nem sabia com muitos foristas.

Abraços a todos.

 

amigo João, a palavra "nunca" é muito forte.

Muitos eventos de hoje há se verificaram. Não esqueçamos da falta de registros do passado.

Se pegarmos relatos dos viajantes, encontrarás até termos como furacão. Há isso nas viagens de Saint-Hilaire, para não ser repetitivo.

Evidentemente, sentimos o hoje, vivemos no hoje. Mas, em termos de ciência, o que vale é média e registro. E há muito poucos.

Num livro de 1900, que tive nas mãos há alguns anos, há registros de SP onde há secas, enchentes de matar muitas cabeças de gado, isso lá em 1891 a 1899. E esses registros eram retirados de jornais da época, escassas publicações de então. Pois, muita coisa se perdeu.

Exemplo: 3 pessoas nuas saindo nas ruas de Porto Alegre e já estão nas redes sociais.

 

em 1890, podem ter saído muitas pessoas peladas e nenhum registro...hahahah, entende?

 

Quer dizer, somos imediatamente abastecidos de tudo o que acontece no interior da África aos esquimós.

 

É manter uma mente cartesiana, embora superada. Melhor ser estruturalista, embora superada.

 

Melhor mesmo é pesquisar e pesquisar...

 

Mas, estes exageros possuem um lado bom: assustam o homem e faz com que haja mais interesse no meio-ambiente e tente evitar desmatamentos, desetruição localizadas de rios,etc. Nisso há algo positivo.

 

sds cheias de dúvidas de tudo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Coutinho e Mafili, gostaria de ter todos os dados em um computador e girar, que nem sorteio de megassena!

Infelizmente, vivemos - nesta vida(não polemizando crenças de cada um- pouco para vivenciar mudanças tão grandes como a diminuição do tamanho das cabras(risos).

Achismos à parte, evoluiremos o suficiente para deixarmos de ser prepotentes diante da natureza!

 

Aqui mesmo temos tido muitas contribuições de cientistas do BAZ. Sim, os há!

 

saudações futurísticas! :laugh:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Coutinho e Mafili, gostaria de ter todos os dados em um computador e girar, que nem sorteio de megassena!

Infelizmente, vivemos - nesta vida(não polemizando crenças de cada um- pouco para vivenciar mudanças tão grandes como a diminuição do tamanho das cabras(risos).

Achismos à parte, evoluiremos o suficiente para deixarmos de ser prepotentes diante da natureza!

 

Aqui mesmo temos tido muitas contribuições de cientistas do BAZ. Sim, os há!

 

saudações futurísticas! :laugh:

 

CREIO SER MAIS FALHA NA ELABORAÇÃO E DO JORNALISTA, POIS, UM QUE TENHA O DOMÍNIO DA GENÉTICA JAMAIS DIRIA ALGO ASSIM.

 

HOJE LANÇA MUITA COISA NA MÍDIA E MUITAS VEZES USAM NOMES PARA DAR CREDIBILIDADE.

 

E NO CASO NO NOBRE, O QUE ELE COLOCA É MUITO INFELIZ, ESPECIALMENTE NA REPORTAGEM DA VEJA E NÃO É PORQUE É O NOBRE QUE ACEITAREI O QUE ESCREVE, POR ISSO TEMOS AQUELE APETRECHO NO MEIO DOS OMBROS, PARA MIM FOI DE MÁ FÉ.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre, cabras:

 

The team delved into long-term records of Chamois body weights provided by hunters in the Italian Alps.

 

Bom, se 3ºC em trinta anos soa suspeito [nem São Paulo conseguiu tal proeza desde 1900]

 

Agora, os dados foram fornecidos pelos caçadores.

 

Sugestão [sarc] repitam o experimento com pescadores [/sarc]

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Nos links postados pelo Anderson temos a "ciência adaptada para o grande público"

 

Vamos dar uma olhada no trabalho publicado nem vagamente dedicado ao grande público,

 

A "coisa toda" parece bem mais palatável.

 

Abraços....não entendo de cabras.

 

Talvez alguém coloque alguns pontos.

 

http://www.frontiersinzoology.com/content/11/1/69

 

Population density also appears to be strongly linked to mass declines in juvenile chamois,

 

5 Conclusões

Detectamos fortes ligações entre alterações ambientais recentes e tendências de massa corporal temporais negativos em camurça juvenil. Os aumentos de temperatura, devido às alterações climáticas, e densidade populacional, devido a controles mais rígidos sobre a caça, parecem estar dirigindo os declínios em massa. Uma vez que não encontrou nenhuma evidência para um efeito de mudar a produtividade dos recursos ou fenologia em massa corporal, os padrões observados não pode ser mediada por mudanças na vegetação. Propomos que intensificada demandas de termorregulação e competição intra-específica, para os quais os jovens são particularmente suscetíveis, poderia ser responsável. Estes resultados adicionam um contraste interessante com o grande número de estudos que implicam mudanças mediada pelo clima na produtividade dos recursos ou fenologia como motoristas de declínio no tamanho do corpo animal.

 

5 Conclusions

We have detected strong links between recent environmental change and negative temporal body mass trends in juvenile chamois. Increases in both temperature, due to climate change, and population density, due to stricter controls on hunting, appear to be driving the mass declines. Since we found no evidence for an effect of changing resource productivity or phenology on body mass, the observed patterns may not be mediated by changes in vegetation. We propose that heightened thermoregulatory demands and intra-specific competition, to both of which juveniles are particularly susceptible, could be responsible. These findings add an interesting contrast to the large number of studies implicating climate-mediated changes in resource productivity or phenology as drivers of declines in animal body size

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sou extremamente a favor da popularização das ciências, de maneira todos recebam uma informação/descoberta/resultado e consiga ter uma opinião a respeito. Acho importante que público geral, que não trabalha diretamente com qualquer área científica possa ter acesso (na medida do possível/limitações) ao que acontece. Pessoalmente procuro contribuir dentro das minhas limitações para que cada vez esse tipo de conhecimento fique "comum" e possa ser discutido como outros temas triviais.

 

Quando era aluno, professores que eu tinha contato sempre deram entrevistas para revistas, jornais e até programas de TV. Na maioria (não totalidade) a mensagem final apresentava "ruídos". Há uma série de fatores: às vezes se conversa uma semana, e o programa só tem 30 segundos, uma entrevista de uma hora, vira uma nota na revista... Outro ponto é, como o Mafili disse, o conteúdo tem que ser moldado para que todo mundo (que não pertence a determinada área da reportagem) o absorva... todas são limitações compreensíveis.

 

Entretanto, às vezes o assunto é "inflado" de modo que ele pareça mais grandioso (positivamente ou negativamente), mas leva a propagação de uma série de ideias/conceitos errôneos.

 

É necessário bom senso...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nos links postados pelo Anderson temos a "ciência adaptada para o grande público"

 

Vamos dar uma olhada no trabalho publicado nem vagamente dedicado ao grande público,

 

A "coisa toda" parece bem mais palatável.

 

Abraços....não entendo de cabras.

 

Talvez alguém coloque alguns pontos.

 

Population density also appears to be strongly linked to mass declines in juvenile chamois,

 

Para encerrar:

 

"However, the poor performances of residual models show that deviations from the general trends (i.e. years in which juveniles are particularly heavy or particularly light relative to the trend) cannot be explained as accurately. Mass declines appear to be linked most strongly to increases in growing season temperatures and population density; temperature and/or density have the strongest negative effects on body mass and deviations from yearly trend in all sites"

 

Os próprios autores não atribuem os efeitos observados a mudança de temperatura, mas também ao aumento da população desses animais. Além disso, os dados parecem mostrar grandes valores de desvios, o que atrapalha a real variação de massa... nada disso é mostrado na reportagem.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É uma lastima que muitas pessoas não assistam reportagens, como a que eu presenciei há pouco no FANTÁSTICO, sobre o quanto o aquecimento global estão prejudicando os ursos. Os invernos estão ficando cada vez mais curtos e o gelo derrete rapidamente. Foi feita uma reportagem séria sobre o assunto. Claro que 90% dos bazianos falarão que é "tudo alarmismo".

Como eu digo: cada um pense o que quiser. É uma pena que muitas pessoas não enxerguem algo tão visível.

Por favor, não levem essa minha postagem como provocação É somente um alerta, pelo bem do nosso clima, que está tão abalado, e da humanidade.

Abraços a todos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.