Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Artur Chiovitti

Aquecimento Global

Recommended Posts

A respeito do hiato no aquecimento global, Marc Morano divulga um interessante estudo sobre o tema (em inglês):

 

http://www.spiked-online.com/newsite/article/the-global-warming-pause-the-dangers-of-politicising-science/14658#.Uv0IUvsq-RG

 

Basicamente fala sobre o hiato no aquecimento global dos ultimos anos e a forma como lidam com essa pausa, tanto do lado da ciencia quanto do lado da política.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Erupções vulcânicas explicam redução do aquecimento

Partículas expelidas por vulcões teriam compensado parte da emissão de gases de efeito estufa. Para pesquisadores, humanos contaram com a "sorte"

 

por Deutsche Welle — publicado 26/02/2014 04:59, última modificação 26/02/2014 09:10

 

Dos 14 anos mais quentes já registrados, 13 foram neste século. Mas desde 1988, o ritmo do aumento da temperatura da Terra está mais devagar. As contas dos cientistas não fecham: a velocidade do aquecimento global está muito inferior ao nível de emissões de gases estufa. Essa fase de "silêncio" ficou conhecida como hiato.

 

Um estudo publicado no domingo 23 na Nature Geosciense ajuda a explicar o mistério. As erupções vulcânicas registradas desde 2000 compensariam a diferença entre o aquecimento global previsto e o observado para este século. As partículas despejadas na atmosfera pelos vulcões são capazes de refletir a luz solar e, assim, manteriam a Terra mais fria.

 

Simulações climáticas feitas com dados de satélites sugerem que as cerca de 20 erupções ocorridas nos últimos 13 anos foram responsáveis por até 15% da diferença entre o aquecimento previsto segundo o alto nível de emissões e o de fato registrado.

 

"Esse 'hiato' no aquecimento desde 1988 tem uma série de causas diferentes. O resfriamento causado pelas erupções vulcânicas é apenas uma delas", pontuou Ben Santer, do Laboratório Nacional Lawrence Livermore, na Califórnia, um dos co-autores do estudo.

 

Uma questão de sorte

 

Para os cientistas, os humanos contaram com a sorte na última década. O estudo não pode ser usado para apoiar a falta de iniciativa das nações para cortar as emissões de gases estufa. "Nós tivemos sorte por observar um resfriamento natural que, parcialmente, contrabalanceou o aquecimento provocado pelo homem", comentou Santer.

 

"Não não sabemos como a atividade vulcânica vai se desenvolver nas próximas décadas e, por isso, não sabemos quanto tempo essa sorte vai durar." Segundo o estudo feito por pesquisadores dos Estados Unidos e Canadá, outros motivos para a desaceleração do aquecimento global podem ser uma maior absorção do calor pelos oceanos, ou um declínio da atividade solar.

 

Os autores ainda não têm uma dimensão da magnitude do efeito dos vulcões. Para reduzir essas incertezas, será necessário aprimorar os modelos de simulação climática e as observações sobre as propriedades específicas dos gases expelidos nas erupções vulcânicas.

 

"Os vulcões dão apenas um alívio temporário à pressão implacável do aumento contínuo de emissão de gases de efeito estufa", analisa Piers Forster, da Universidade de Leeds.

 

Divergências

 

Céticos do aquecimento global apontam a desaceleração do aquecimento da Terra observado nos últimos anos como uma prova de falhas nos modelos usados ​​para prever o fenômeno global. Eles alegam que há um exagero quanto ao efeito da retenção do calor a partir da emissão dos gases estufa, mas os autores do estudo discordam.

 

Grande parte dos especialistas em mudanças climáticas concordam que o planeta está excedendo o limite de aquecimento de dois graus Celsius, estabelecido em negociações climáticas pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC).

 

Em 2013, o nível de gás carbônico na atmosfera ultrapassou a marca de 400 partes por milhão (ppm), nível nunca experimentado por seres humanos. As concentrações de CO2 na atmosfera crescem de três a quatro partes por milhão a cada ano, especialmente por causa da queima de combustíveis fósseis.

 

KG/afp/rts

 

Fonte: http://www.cartacapital.com.br/sustentabilidade/erupcoes-vulcanicas-explicam-reducao-do-aquecimento-global-diz-estudo-4876.html

Share this post


Link to post
Share on other sites
Erupções vulcânicas explicam redução do aquecimento

Partículas expelidas por vulcões teriam compensado parte da emissão de gases de efeito estufa. Para pesquisadores, humanos contaram com a "sorte"

 

por Deutsche Welle — publicado 26/02/2014 04:59, última modificação 26/02/2014 09:10

 

Dos 14 anos mais quentes já registrados, 13 foram neste século. Mas desde 1988, o ritmo do aumento da temperatura da Terra está mais devagar. As contas dos cientistas não fecham: a velocidade do aquecimento global está muito inferior ao nível de emissões de gases estufa. Essa fase de "silêncio" ficou conhecida como hiato.

 

Um estudo publicado no domingo 23 na Nature Geosciense ajuda a explicar o mistério. As erupções vulcânicas registradas desde 2000 compensariam a diferença entre o aquecimento global previsto e o observado para este século. As partículas despejadas na atmosfera pelos vulcões são capazes de refletir a luz solar e, assim, manteriam a Terra mais fria.

 

Simulações climáticas feitas com dados de satélites sugerem que as cerca de 20 erupções ocorridas nos últimos 13 anos foram responsáveis por até 15% da diferença entre o aquecimento previsto segundo o alto nível de emissões e o de fato registrado.

 

"Esse 'hiato' no aquecimento desde 1988 tem uma série de causas diferentes. O resfriamento causado pelas erupções vulcânicas é apenas uma delas", pontuou Ben Santer, do Laboratório Nacional Lawrence Livermore, na Califórnia, um dos co-autores do estudo.

 

Uma questão de sorte

 

Para os cientistas, os humanos contaram com a sorte na última década. O estudo não pode ser usado para apoiar a falta de iniciativa das nações para cortar as emissões de gases estufa. "Nós tivemos sorte por observar um resfriamento natural que, parcialmente, contrabalanceou o aquecimento provocado pelo homem", comentou Santer.

 

"Não não sabemos como a atividade vulcânica vai se desenvolver nas próximas décadas e, por isso, não sabemos quanto tempo essa sorte vai durar." Segundo o estudo feito por pesquisadores dos Estados Unidos e Canadá, outros motivos para a desaceleração do aquecimento global podem ser uma maior absorção do calor pelos oceanos, ou um declínio da atividade solar.

 

Os autores ainda não têm uma dimensão da magnitude do efeito dos vulcões. Para reduzir essas incertezas, será necessário aprimorar os modelos de simulação climática e as observações sobre as propriedades específicas dos gases expelidos nas erupções vulcânicas.

 

"Os vulcões dão apenas um alívio temporário à pressão implacável do aumento contínuo de emissão de gases de efeito estufa", analisa Piers Forster, da Universidade de Leeds.

 

Divergências

 

Céticos do aquecimento global apontam a desaceleração do aquecimento da Terra observado nos últimos anos como uma prova de falhas nos modelos usados ​​para prever o fenômeno global. Eles alegam que há um exagero quanto ao efeito da retenção do calor a partir da emissão dos gases estufa, mas os autores do estudo discordam.

 

Grande parte dos especialistas em mudanças climáticas concordam que o planeta está excedendo o limite de aquecimento de dois graus Celsius, estabelecido em negociações climáticas pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC).

 

Em 2013, o nível de gás carbônico na atmosfera ultrapassou a marca de 400 partes por milhão (ppm), nível nunca experimentado por seres humanos. As concentrações de CO2 na atmosfera crescem de três a quatro partes por milhão a cada ano, especialmente por causa da queima de combustíveis fósseis.

 

KG/afp/rts

 

Fonte: http://www.cartacapital.com.br/sustentabilidade/erupcoes-vulcanicas-explicam-reducao-do-aquecimento-global-diz-estudo-4876.html

 

 

 

Ufa!!!! Até que enfim um artigo coerente, ao mesmo tempo que defende um aumento antropogenico, escreveu sobre o outro lado! Isso eu chamo de (tentativa de) isenção no jornalismo! Há alguns erros na matéria, por exemplo, em 2013, quem registrou o nível de gas carbonico em 400 ppm foi apenas um observatório, o de Mauna Loa, coincidindo com uma erupção do Kilauea dois dias antes! Os outros observatórios não registraram esse índice.

 

Parabéns pela contribuição! Vale a pena ler o estudo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minha visão sobre o aquecimento global antropogênico e argumentação.

 

Existem teorias que sugerem que a temperatura controla os níveis de CO2 e não o contrário e por isso o ser humano não seria a principal fonte de CO2 e tem evidências

 

a) Na época da erupção do vulcão Pinatubo, houve uma diminuição significativa da temperatura global e ao mesmo tempo a taxa de crescimento do CO2 ficou no seu mínimo, após isso a temperatura subiu junto com os níveis de CO2, até o super el niño de 1998, onde a taxa de crescimento do CO2 atingiu o seu pico, mas a produção de CO2 pelo homem permaneceu estável nesse período.

 

b)A produção de CO2 gerado pelo homem aumentou 25% desde 2003, mas a taxa de crescimento do CO2 atmosférico permanece estável, junto com a temperatura global, não acompanhando o aumento da produção de CO2 de origem antropogênica.

 

O que teria ocorrido é que o aumento da temperatura global, inclui o aquecimento dos oceanos e os oceanos mais quentes tem menos capacidade de absorver CO2 e acabam liberando o CO2 para a atmosfera, mas com a temperatura estável desde 1998, os oceanos também permaneceram com temperatura estável, assim como os níveis de absorção e emissão de CO2 por eles. Por isso a teoria é de que a temperatura controlaria os níveis de CO2 e o contrário seria uma interpretação errada.Já os oceanos mais quentes quentes, podem ter a ver com a quantidade de nuvens, pois em períodos com menos nuvens há maior insolação, causando aumento da temperatura deles e períodos com mais nuvens, menos insolação e menor temperatura dos oceanos e a variação das nuvens pode ser influência dos raios cósmicos, que quando nos atingem, aumentam a formação das nuvens e vice versa.

 

PkjBgtv.jpg

 

aAH2tIa.jpg

 

 

O fato é que a urbanização diminui o albedo da superfície, retendo uma maior quantidade de radiação solar na superfície urbana, enquanto o albedo maior de áreas rurais associadas com a maior umidade de evapotranspiração natural do solo e das plantas, faz com que a temperatura seja menor em áreas rurais, pelo simples motivo de que o calor específico da água é maior do que o ar seco, o que faz necessário uma quantidade maior de energia para alterar a temperatura da água e pela menor absorção de energia.

 

De acordo com a primeira lei da termodinâmica

8bd9b9524873f5e61db7816da8cda0de.png

 

Ou seja, a variação de temperatura é igual a diferença entre energia e trabalho trocados com a vizinhança, o que faz lugares com o albedo menor perder menos energia e permanecer com temperaturas mais altas. Talvez seja a explicação do porque nos últimos 100 anos, ter ocorrido um grande aumento de temperatura em áreas urbanas enquanto a variação é pequena em áreas rurais.

 

Qvu6S9I.jpg

 

UAH_LT_1979_thru_May_2014_v5.png

 

 

O CO2, não é o único gás de efeito estufa e também não é o que tem o maio potencial, o metano tem potencial de efeito estufa cerca de 20 vezes maior que o CO2, outro gás de efeito estufa é o vapor d'água, e ele compõe 1% da atmosfera enquanto o CO2 apenas 0,039%. Com números como estes, uma dupla de pesquisadores australianos, mostraram que criar um cachorro, aumenta mais o efeito estufa do que ter um carro.

 

 

De acordo com dados coletados no gelo da groenlandia, há uma tendência de queda na temperatura em longo prazo(milhares de anos), o que pode sugerir que o pequeno aumento que tivemos neste último século, pode ser uma variação natural, gerada pelo fim da LIA e não ligada com a tendência de longo prazo.

GISP2%20Ice%20Core.jpg

 

E um bom documentário que eu gosto sempre de citar.

tpvpiBiuki4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×