Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Aldo Santos

Monitoramento e Previsão Internacional - Jan/Fev/Mar/Ab 2014

Recommended Posts

Neva agora em cidades da Louisiana e Mississippi

 

Região central da Louisiana.

dcy0E5s.jpg

 

Natchez, MS, pelo que li e raro nevar nessa cidade.

dAkdNEF.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chuva congelada da área de Houston, TX

Neve no Texas, parte central da Lousiana e ainda se formando no Alabama e Mississippi.

Neve muito próximo a Nova Orleans, por lá 3°C e não há previsão de neve.

 

Semtiacutetulo_zpsbbe6de1b.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Neva em Corpus Christi neste momento, cidade com quase a

mesma latitude e altitude de Florianópolis!

 

:shok:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neva em Corpus Christi neste momento, cidade com quase a

mesma latitude e altitude de Florianópolis!

 

:shok:

 

Será que não pode tá acontecendo ao contrário?? Os EUA seguindo o padrão Brasil nesse inverno?? Coincidência :sarcastic:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neva em Corpus Christi neste momento, cidade com quase a

mesma latitude e altitude de Florianópolis!

 

:shok:

 

Será que não pode tá acontecendo ao contrário?? Os EUA seguindo o padrão Brasil nesse inverno?? Coincidência :sarcastic:

 

:good2: :laugh:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é...complexo de inferioridade, gente...tá na cara que é a América do Norte

que segue o PADRÃO DA AMÉRICA DO SUL! :mosking:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neva em Corpus Christi neste momento, cidade com quase a

mesma latitude e altitude de Florianópolis!

 

:shok:

 

Olhem como ficou em 12/2004

 

..... e a temperatura chegou a -12C !!!!!!!!!!

 

19.4C e 8.4C de medias max e min p/ Janeiro(1981-2010)

 

Coordinates: 27°44′34″N 97°24′7″W

 

 

satellite1.jpg~original

 

20091203-111523-pic-528767001_t607.jpg~original

 

20091203-111523-pic-662346327_t607.jpg~original

Share this post


Link to post
Share on other sites
650x366_01241707_hd27-1_zps837692ba.jpg

 

Simplesmente incrível essa imagem, uma singela demonstração de quão complexo pode ser o clima!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Me impressionou o que talvez se possa se caracterizar como uma explosão de instabilidade nos Andes Bolivianos.

 

Gostaria de saber o que rola lá e se isso tem alguma correlação com o nosso clima.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tudo indica que os fenômenos não começaram agora:

 

DECLARAN ALERTA ROJA EN CUATRO REGIONES DEL PAÍS

 

Santa Cruz, Cochabamba, Beni y La Paz son los más afectados por las lluvias.

 

El Servicio Nacional de Meteorología e Hidrología (Senamhi) declaró alerta roja en el trópico de Cochabamba, Santa Cruz, Beni y el Norte de La Paz, toda vez que se prevén intensas lluvias y tormentas eléctricas durante este fin de semana.

 

Se estima que los montos acumulados de lluvia serán entre 100 y 150 milímetros, durante la madrugada del sábado y el domingo, por lo que se recomiendan tomar previsiones, principalmente en las cuencas de los ríos Piraiyapacaní, Ichilo y afluentes.

 

Reporte y sectores de afectación. Las provincias Ibañes, Warnes, Sara, Ichilo, Santiesteban, Ñuflo de Chávez y Guarayos en Santa Cruz; Carrasco y Chapare en Cochabamba; Marbán, Moxos, Cercado y el sur de Yacuma, en Beni, además de Caranavi, Larecaja, Muñecas, Saavedra, Franz Tamayo e Iturralde en el norte de La Paz, sufrirán las intensas lluvias, según reportó el pronosticador del Servicio Nacional de Meteorología e Hidrología (Senamhi), Erick Sossa.

 

"La noche del sábado y la madrugada del domingo habrá intensas lluvias en Mamoré, Ballivián, mitad norte de Yacuma en el Departamento del Beni y en las provincias Caranavi, Larecaja, Muñecas, Saavedra, Franz Tamayo e Iturralde en La Paz, con montos de entre 70 Y 100 milímetros de lluvia", dijo el experto.

 

Asimismo, la pronosticadora, Marisol Portugal informó que se declaró alerta naranja, en Tarija toda vez que se registrarán tormentas eléctricas de moderadas a fuertes, con entre 40 y 70 milímetros de lluvia, desde el viernes por la noche (ayer) hasta la madrugada del sábado (hoy), especialmente en el sector del Chaco tarijeño, Bermejo, Emborozú, Yacuiba y Caraparí.

 

"Esta es la primera alerta meteorológica de esta gestión. Por lo que se recomienda tomar previsiones en las regiones ya mencionadas". Erick Sossa - PRONOSTICADOR SENAMHI

 

EL GOBERNADOR DE COCHABAMBA, EDMUNDO NOVILLO, INFORMÓ QUE SE DECLARÓ ALERTA ROJA EN EL TRÓPICO DEL DEPARTAMENTO, POR LAS INTENSAS LLUVIAS Y CRECIDA DE RÍOS. A NIVEL NACIONAL YA SUMAN 16.800 LAS FAMILIAS AFECTADAS.

 

El ministerio de salud interviene el trópico para evitar la propagación de dengue. El director General de Servicios de Salud del Ministerio de Salud, Rubén Colque, informó que una brigada compuesta por 25 técnicos especialistas en rociado, control, promoción y prevención, se trasladó hasta la zona del trópico cochabambino para evitar la proliferación del dengue y otras enfermedades, debido a las intensas lluvias.

 

“No podemos decir que estamos en fase epidémica, las lluvias se han incrementado y este es un factor de riesgo importante para el dengue, la política es evitar que se desate la epidemia” dijo Colque.

 

Detalló que se planificó acciones de limpieza, fumigación y fortalecimiento con equipos de control contra el dengue desde el mes de octubre del 2013, "ahora se reforzarán estas tareas en Riberalta, Guyaramerin, Trinidad y Santa Cruz".

 

 

 

Dijo que se destinaron 600. 000 bolivianos para la compra de insecticidas y material para el traslado del personal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A massa de ar quente sobre a austrália é tão forte que impede a entrada do ar frio, mas notem que a Nova Zelândia continua recebendo o ar polar tranquilamente.

 

sUVZB39.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Está entrando outra onda de frio pelos EUA.

Chicago vai a -25

NY vai a -15

 

E esse ar frio promete chegar até ao Golfo do México.

 

Será a 3ª vez somente nesse mês que os termômetros irão afundar na Big Apple.

 

Noaa prevê chance de neve em Nova Orleans e Houston na terça-feira, coisa não tanto comum.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Next Polar Plunge Could Be Winter's Coldest

 

The next blast of brutal cold will grip most of the eastern two-thirds of the United States early this week and could yield the lowest temperatures so far this winter in many communities.

While harsh cold is returning to the Midwest and Northeast this weekend, it will pale in comparison to what will follow for Monday through Wednesday.

The impending polar plunge will rival the frigid days from earlier this January for the coldest daytime highs and nighttime lows so far this winter. This does not include South Florida.

The arctic air is first plunging into the Upper Midwest, northern Plains and northern Rockies this Sunday, then will continue pressing to the south and east through Tuesday.

 

OnxBOyg.jpg

 

http://www.accuweather.com/en/weather-news/next-polar-plunge-could-be-win/22527373

Share this post


Link to post
Share on other sites

12Z NAM is not letting up with historic snow totals for parts of the Southeast US. The accumulation near the coast (FL panhandle for example) is likely far exaggerated, but the overall threat of snow/ice in areas that are not used to this type of weather is increasing. Coastal Carolinas need to be on the lookout as well.

qV5oKbc.png

 

Southern Snow: GFS is now in much better agreement with the NAM. Expect the National Weather Service to begin issuing winter statements/advisories tonight.

LzSm9E4.png

 

28storms.com

Share this post


Link to post
Share on other sites
Está entrando outra onda de frio pelos EUA.

Chicago vai a -25

NY vai a -15

 

E esse ar frio promete chegar até ao Golfo do México.

 

Será a 3ª vez somente nesse mês que os termômetros irão afundar na Big Apple.

 

Noaa prevê chance de neve em Nova Orleans e Houston na terça-feira, coisa não tanto comum.

 

Aquela Região surpreende bastante em relação ao Frio. Tampico no México tem record de temperatura minima de -4°C e dois relatos de neves, embora antigos, isso pq a cidade está no litoral e com latitude de 22.14° Norte, Coordenadas bem semelhantes com a cidade do Rio de Janeiro. :sad:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Neva em Corpus Christi neste momento, cidade com quase a

mesma latitude e altitude de Florianópolis!

 

:shok:

 

Será que não pode tá acontecendo ao contrário?? Os EUA seguindo o padrão Brasil nesse inverno?? Coincidência :sarcastic:

 

É o que eu falo: quem veio primeiro? O ovo ou a galinha? Brincadeira a parte, certa vez, falando com um cara ultra-religioso, ele me falou que a galinha veio primeiro... aquela história de quando o Deus quando "fez o mundo" pôs as coisas por aqui: oceano, bichos, e por aí vai.

 

Não desacredito em Deus, mas não acho que foi "dessa maneira".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em Karesuando, Suécia a temperatura chegou a -41,2ºC hoje.

Além da Escandinávia, o frio também atinge o leste europeu.

 

1e09Ebh.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

E a neve está chegando a Nova Orleans. No momento, cidades no norte da

Louisiana já têm chuva misturada a neve, chuva congelante ou neve.

 

As temperaturas estarão muito baixas hoje à tarde e amanhã, subindo

rapidamente de Quinta em diante.

Share this post


Link to post
Share on other sites

@TWCBreaking

Atlanta, GA

RGdXTq2.jpg

 

Carrollton, GA

3xlQ1Bp.jpg

 

Knoxville, TN

LRAN9sw.jpg

 

Atlanta, GA @weatherchanneL

Q4q2hPf.jpg

 

Fort Payne, AL @severestudios

Q8HMnFe.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Natchitoches, LA @weatherchannel

8yQWjbW.jpg

 

Petal, MS @stormchaser4850

Gdb2XwZ.jpg

 

Atlanta, GA

Yha0wJC.jpg

 

28storms.com

2" + of snow in parts of Central Louisiana (via Constance Griffin in Georgetown, LA)

YEA9WIB.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

^^ Atlanta teve 2-3 polegadas de neve e a cidade esta parada. Centenas de voos cancelados e escolas fechadas.

A temp foi a -11C....e max deve chegar a 0C.

 

Noticias de neve/sleet nos suburbios de Houston e New Orleans.

 

 

 

m-w38jF3eMU

 

A5OaOla9Bqk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Legal Gerson boa quantidade de neve nesses locais , sempre quando falam que esta nevando em algum lugar incomum eu pego a latitude e comparo com alguma proxima a do Brasil pra ver se é tao incomum mesmo e essas do Sul do EUA sao bem interessantes !

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se não existissem os Andes, veriamos Porto Alegre chegando a -12. O sul dos Estados Unidos está de frente pras planicies centrais, sem elevações importantes, por isso a facilidade do ar frio escoar para o sul. a barreira geográfica americana serve pro lado de Los Angeles, por causa das Rochosas e seus mais de 4 mil metros de altitude.

 

Aqui praticamente todas as massas polares pra chegar tem que furar mais de 6 mil metros verticais dos Andes, o que acaba sugando energia potencial dos sistemas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se não existissem os Andes, veriamos Porto Alegre chegando a -12. O sul dos Estados Unidos está de frente pras planicies centrais, sem elevações importantes, por isso a facilidade do ar frio escoar para o sul. a barreira geográfica americana serve pro lado de Los Angeles, por causa das Rochosas e seus mais de 4 mil metros de altitude.

 

Aqui praticamente todas as massas polares pra chegar tem que furar mais de 6 mil metros verticais dos Andes, o que acaba sugando energia potencial dos sistemas.

 

Duvido que os Andes tenham tanta culpa assim. A América do Sul é pouca coisa mais continental, ao sul do paralelo 33, do que a Austrália. Já a América do Norte é tão mais continentalizada a norte dos 33 graus, que o centro geográfico da AMN fica em 46 norte, enquanto no nosso caso fica em vexatórios 16 sul.

E a Austrália, em sua costa leste, tem grande dificuldade de ter mínimas absolutas abaixo de -3 ao nivel do mar e aos 30 de latitude sul.

Não creio que POA chegaria muito mais perto do sul dos EUA nas mínimas absolutas se não existissem os Andes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Duvido que os Andes tenham tanta culpa assim. A América do Sul é pouca coisa mais continental, ao sul do paralelo 33, do que a Austrália. Já a América do Norte é tão mais continentalizada a norte dos 33 graus, que o centro geográfico da AMN fica em 46 norte, enquanto no nosso caso fica em vexatórios 16 sul.

E a Austrália, em sua costa leste, tem grande dificuldade de ter mínimas absolutas abaixo de -3 ao nivel do mar e aos 30 de latitude sul.

Não creio que POA chegaria muito mais perto do sul dos EUA nas mínimas absolutas se não existissem os Andes.

 

Existe uma outra questão, o quanto o vórtice polar consegue enviar de ar polar para o sul dos estados unidos. A falta de uma barreira geográfica gera sim diferença entre o quanto de ar consegue avançar e o quanto fica retido. Vamos pegar o caso do PNI, é um local que fica acima de 2 metros de altitude, e graças a essa barreira, o sul de MG teve um inverno de 2013 decepcionante. Até onde o ar conseguia avançar mais livremente, como SP e MS, o inverno foi bem melhor.

 

Claro que a presença de continentalidade influencia nas temperaturas, mas se o ar consegue escoar mais livremente, obviamente consegue trazer mais amplitude para os locais que chega. Montei um cenário hipotético, se os andes não existissem. Cansei de ver alta polar de 1043, 1045 antes de chegar aos Andes, e após ultrapassá-lo, cair para 1032, 1031 hpa. Isso é energia potencial que é gasta ao atravessar a barreira dos Andes. O escoamento conhecido como Poço dos Andes só funciona se o ar polar entrar bem mais ao sul, onde as altitudes dos Andes caem para menos de 3000 metros (Patagônia).

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se não existissem os Andes, veriamos Porto Alegre chegando a -12. O sul dos Estados Unidos está de frente pras planicies centrais, sem elevações importantes, por isso a facilidade do ar frio escoar para o sul. a barreira geográfica americana serve pro lado de Los Angeles, por causa das Rochosas e seus mais de 4 mil metros de altitude.

 

Aqui praticamente todas as massas polares pra chegar tem que furar mais de 6 mil metros verticais dos Andes, o que acaba sugando energia potencial dos sistemas.

 

 

PELO CONTRÁRIO, GRAÇAS AOS ANDES É QUE TEMOS FRIO AINDA FORTE, ESPECIALMENTE ACIMA DOS 30 S.

 

O QUE TERÍAMOS, MENOS BLOQUEIOS.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se não existissem os Andes, veriamos Porto Alegre chegando a -12. O sul dos Estados Unidos está de frente pras planicies centrais, sem elevações importantes, por isso a facilidade do ar frio escoar para o sul. a barreira geográfica americana serve pro lado de Los Angeles, por causa das Rochosas e seus mais de 4 mil metros de altitude.

 

Aqui praticamente todas as massas polares pra chegar tem que furar mais de 6 mil metros verticais dos Andes, o que acaba sugando energia potencial dos sistemas.

 

 

PELO CONTRÁRIO, GRAÇAS AOS ANDES É QUE TEMOS FRIO AINDA FORTE, ESPECIALMENTE ACIMA DOS 30 S.

 

O QUE TERÍAMOS, MENOS BLOQUEIOS.

 

Verdade, e se nós temos os Andes, a América do Norte tem as montanhas rochosas.

A principal diferença é a continentalidade. As MPs na América do Norte, passam por uma grande massa de terra,

ao passo que as nossas passam pelo extremo sul da América do Sul, que é um fiapo de terra, ou seja, praticamente

todas as nossas massas polares com algum efeito da maritmização.

E vejam como isso é relevante, analisando os próprios EUA. A Flórida é uma Península.

A mínima histórica em Talahasse é de -13C. Talahasse fica mais ou menos na latitude 30S e ainda na estreita faixa continental

da Flórida, o seu extremo norte.

Já em Miami, na latitude 25, na parte sul da PENÍNSULA, a mínima histórica é de modestos -1ºC.

Só a diferença de latitude não justifica tamanho contraste.

É que as MPs quando entram na península perdem grande parte de sua força, em razão da ação moderadora do mar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

As 10 cidades que mais receberam acumulo de neve nesse inverno 2013/14.

 

1. Erie, Pensilvania - 91.7 (232.9 cm)

2. Buffalo, New York - 80.6 (204.7 cm)

3. Grand Rapids, Michigan - 75.2 (191 cm)

4. Syracuse, New York - 68.6 (174.2 cm)

5. Ann Arbor, Michigan - 58 (147.3 cm)

6. Rochester, New York - 56.8 (143 cm)

7. Detroit, Michigan - 55.0 (139.7 cm)

8. Toledo, Ohio - 51.2 (130 cm)

9. Flint, Michigan - 51.1 (129.8 cm)

10. Chicago, Illinois - 48.2 (122.4 cm)

 

*Os estados de New York e Pensilvania, sofrem constantemente com o "Lake Effect", por isso esses acúmulos absurdos de quase 3 metros.

 

*Já Illinois e Michigan, sofreram muito com as Winter Storms, a maioria delas deram suas caras nesses estados.

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.