Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Pesquisa no Fórum:

Sign in to follow this  
Rodolfo Alves

Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste - 2014

Recommended Posts

Esse vídeo é muito bom. Esses ventos podem facilmente estar dentro da escala de ventos de um CAT5

Além desses o furacão Katrina também atingiu a Flórida antes de entrar no Golfo do México. Ivan afetou a Flórida, mas fez Landfall no Alabama.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais um distúrbio é acompanhado no leste do Atlântico, próximo a Cabo Verde. INVEST 95L.

 

Ontem ele apresentava estar bem organizado. O NHC dava 50% de chances de desenvolvimento. Porém nas últimas 24h, o sistema se desfarelou muito rapidamente.

 

HRCqonD.gif

 

Por volta do 12h desse sábado no Brasil, praticamente todas as trovoadas deste distúrbio "morreram", restando apenas um pequeno núcleo a oeste. O Centro da baixa estava totalmente exposto, característico de sistemas assimétricos, como visto pelo canal visível do satelite.

 

fC4khGW.gif

 

O enfraquecimento significativo de INVEST 95L se dá pela incursão de ar seco do Saara, que está afetando diretamente o coração do distúrbio, como mostra essa imagem do CMISS.

 

QC3rybw.png

 

Soma-se as águas que estão um tanto resfriadas próximo a Cabo Verde, com SST's variando entre 24-26C, dando suporte mínimo para evolução em sistemas tropicais.

 

A príncipio o NHC dá 20% de chances de desenvolvimento nas próximas 48h-120h para formação de algo, mas dada as imagens de satelite, não será nenhuma surpresa se essa chance cair para 0%, e o INVEST deixar de existir. É extremamente improvável que esse distúrbio traga alguma ameaça a Cabo Verde, não mais que algumas trovoadas esparsas (localmente mais fortes).

 

Mesmo após passagem pelo arquipelago o ambiente no Atlântico seguirá hostil para INVEST 95L, e seu desenvolvimento segue muito improvável a curto-médio prazo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

INVEST 96L se formou no Atlântico, um pouco a leste das Antilhas e poderá se desenvolver em um sistema tropical nos próximos dias, e eventualmente ameaçar os EUA daqui a 1 semana.

 

Maiores detalhes a respeito em breve...

 

5Km7QxC.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

17/08

A união entre uma onda tropical e o Invest 95L podem levar a formação de um ciclone tropical entre essa semana e a próxima. O GFS e CMC, estavam indicando essa possibilidade já faz um bom tempo e hoje outros modelos, dentre eles o ECMWF também começaram a mostrar essa possibilidade de desenvolvimento no Atlântico nos próximos dias.

 

O modelo europeu, que normalmente é o mais conservador, mostra um furacão de categoria 1/2 nas Bermudas no dia 25/08, vamos acompanhar para ver se ele mantém essa previsão. Vale lembrar que o modelo europeu foi o melhor para prever a trajetória e intensidade do Furacão Arthur.

 

Zw6uIkG.jpg

 

 

19/08

Duas áreas estão sendo monitoradas neste momento no Atlântico. Os modelos mostram ambas se unindo e se tornando um ciclone tropical dentro de 2 a 3 dias. A possível trajetória desse sistema ainda é muito incerta. O modelo europeu não mostra o sistema se fortalecendo muito e mostra a área próxima da Geórgia no dia 28/08. CMC, NAVGEM e UKMET tem o sistema indo ao norte de Porto Rico, Ilha São Domingos e Cuba e entrando no Golfo do México, já o GFS tem o sistema ao sul das ilhas e depois também indo para o Golfo do México.

 

t4rDTZ3.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ivan, existe a possibilidade de você enfrentar uma tempestade tropical ou furacão enquanto estiver na Flórida.

Fique mais ao sul do estado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trajetória desse sistema ainda é muito incerta.

 

GFS

5vLVTCf.png

 

HWRF

2wcfi9t.jpg

 

NAVGEM

2u8uzrt.jpg

 

CMC

BQRnek3.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Poxa, vai chegar antes de mim, esta tempestade tropical. A boa noticia é que vou estar no sul da Florida, vou passar uns dias em Miami e outros em Key West. Tem como atrazar uns dias esse possivel ciclone nao? Hahaha, eu chego la no dia 30.

Share this post


Link to post
Share on other sites

13/08

Karina pode se tornar furacão antes de sexta na minha opinião, dada a sua atual organização.

Havaí deve monitorar o desenvolvimento desse sistema, pois por alguns modelos, o ciclone deve se aproximar da ilha grande ainda como furacão, já outros mostram o ciclone indo para o norte, como fez Julio. A também uma grande diferença de intensidade, com o modelo europeu sendo o mais extremado e o GFS mais conservador.

 

A outra área que está no limite entre Pacífico Leste e Central, segue com grandes chances de se tornar um ciclone tropical nos próximos 5 dias. Havaí também deve monitorar o desenvolvimento desse sistema, pois também poderia ser uma ameça ao estado, pois ficaria muito próximo a ilha.

 

Outra área também já começa a ser monitorada, próximo do México. Apesar de estar longe, a maioria dos modelos já mostra essa área se fortalecendo para furacão no final de Agosto.

 

Julio começa a se enfraquecer de forma mais rápida.

 

MXncPgQ.jpg

 

15/08

Karina se tornou furacão de categoria 1 ontem. A tempestade está mais fraca em relação as últimas horas devido ao aumento de cisalhamento para 20/25 knots.

 

As duas áreas mencionadas anteriormente permanecem sendo acompanhadas e o CPHC pode emitir hoje seu último aviso para Julio.

 

vD2P9uy.jpg

 

 

17/08

 

Karina permanece sendo uma tempestade tropical e o CPHC emitiu seu último aviso para Julio. Duas áreas seguem sendo monitoradas para o possível desenvolvimento dentro de 5 dias, uma no Pacifico Leste, perto do México e outra no Pacifico Central ao sul do Havaí.

 

O modelo europeu mostra a possibilidade da área ao sul do Havaí se tornar uma depressão tropical ou fraca tempestade tropical nesta semana, mas sem ameaçar o estado, como já foi mostrado anteriormente. Se isso se confirmar, o nome será Ana.

 

A área no Pacifico Leste está sendo prevista para se intensificar no mínimo para uma tempestade tropical e o modelo europeu chega a mostrar a possibilidade de ocorrência do efeito fujiwara entre Karina e o possível "Lowell", que é o próximo nome na lista. Além disso os modelos mostram outra tempestade se formando no final de semana.

 

G0KfbYT.gif

 

18/08

Karina permanece sendo uma tempestade tropical e poderia nos próximos dias se fortalecer um pouco, pois entrará em um ambiente um pouco mais favorável.

Depressão tropical 12 se formou e pode se fortalecer para tempestade tropical Lowell hoje. Os modelos já não mostram mais a ocorrência do efeito Fujiwara, entre Karina e Lowell. O ciclone está previsto para ser muito grande e seguir para o norte, existindo a possibilidade de causar impactos a Califórnia.

Outra área já está sendo acompanhada no Pacífico Leste e os modelos indicam que pode se tornar um furacão no começo da próxima semana.

No Pacífico Central duas áreas estão sendo acompanhadas, mas as chances de desenvolvimento foram reduzidas em comparação a ontem.

 

RxgR7Uw.jpg

 

19/08

Tempestade tropical Karina se intensificou um pouco ontem, mas se enfraqueceu novamente hoje. Depressão tropical 12 se fortaleceu para tempestade tropical Lowell e segue para o norte. Alguns modelos retornaram com ideia de ocorrência de efeito fujiwara entre os dois sistemas. Ambas estão previstas para se manterem no mar.

 

Todos os modelos concordam há vários dias com um grande e forte furacão se formando próximo a costa do México e mantendo se próximo a costa, o que poderia causar chuvas, ventos fortes e grandes ondas ao país. O próximo nome na lista é Marie.

 

bavKH9K.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Poxa, vai chegar antes de mim, esta tempestade tropical. A boa noticia é que vou estar no sul da Florida, vou passar uns dias em Miami e outros em Key West. Tem como atrazar uns dias esse possivel ciclone nao? Hahaha, eu chego la no dia 30.

A previsão ainda deve mudar muito, quem sabe não atrase um pouco.

Além disso, ainda é incerto o quanto o possível ciclone será afetado pela interação com terra.

Share this post


Link to post
Share on other sites

ECMWF, CMC e NAGVEM na última rodada mostram "recurvo".

GFS e HWRF mostram o sistema próximo ao sul da Flórida.

 

Os modelos só passarão a ser mais confiáveis quando o sistema estiver realmente formado.

 

G9kDPth.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Modelos mantiveram a possibilidade de ocorrência do efeito fujiwara entre Karina e Lowell no final de semana.

Ambas as tempestades mantém ventos sustentados estimados em 104 km/h.

 

FuzESiw.jpg

 

O próximo ciclone que vai se formar, segue sendo previsto para ser muito forte e grande.

Seguimos acompanhando.

 

CfdMi86.png

 

mcbeDSz.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Todos os modelos agora tem uma trajetória relativamente semelhante, porém como já dito, apenas quando a tempestade realmente se formar, que os modelos vão se tornar mais confiáveis.

O Hurricane Hunters está previsto para investigar o sistema amanhã.

Trajetória dos modelos hoje:

 

qU9dOHY.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Todos os modelos agora tem uma trajetória relativamente semelhante

 

Pelo o que eu vi agora a tarde, somente o GFS e o HWRF aproxima o sistema da Flórida.

 

O Grande X da questão, será um Anticiclone que irá se expandir nos EUA. Se ele se expandir mais ao sul, como a maioria dos modelos sugere agora, esse INVEST não tende a ameaçar os EUA... E sinceramente acredito nisso. Cenário mudou muito agora a tarde.

 

O Ensemble do GFS mostra o quão tão confusa é solução do modelo. Daria pra formar um largo cone, entre as Bermudas e o Golfo do México, até a Lousiana, vendo cada membro individualmente. Fora que a média (Mean - Linha preta), diverge com o Operacional (determinístico).

 

Nesse momento essa solução do GFS de levar a tempestade tropical pra Flórida tem BAIXISSIMA CONFIABILIDADE...

 

kqqvHZT.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

O interessante é que em todos os modelos, esse INVEST se intensificaria, após passar o Caribe.

 

Se for para a Flórida em uma tempestade tropical intensa (talvez um furacão mínimo), e se desviar para o mar, pode evoluir num Major Hurricane (Grande Furacão). Veremos...

 

=============================================================================

 

Ivan, fique acompanhando nossas atualizações. Manteremos você bem informado! :good2:

 

================================================================================

 

Felipe sumiu heein?? :mosking:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Todos os modelos agora tem uma trajetória relativamente semelhante

 

Pelo o que eu vi agora a tarde, somente o GFS e o HWRF aproxima o sistema da Flórida.

Isso mesmo.

Eu coloquei, "uma trajetória relativamente semelhante" foi por conta que ontem cada modelo tinha o ciclone em um local diferente, ECMWF por exemplo mostrava o sistema nas Bahamas e o GFS no Texas/Louisiana e hoje pelo menos eles concordaram com o sistema na Costa Leste dos Estados Unidos. :)

 

O interessante é que em todos os modelos, esse INVEST se intensificaria, após passar o Caribe.

 

Se for para a Flórida em uma tempestade tropical intensa (talvez um furacão mínimo), e se desviar para o mar, pode evoluir num Major Hurricane (Grande Furacão). Veremos...

================================================================================

 

Felipe sumiu heein?? :mosking:

Os valores de TCHP estão bem elevados.

A temperatura do mar chega a cerca de 29/30ºC.

 

Curiosidades:

A Flórida completou 3200 dias sem ser atingida por um furacão.

E atualmente estamos no quinto maior período sem um grande furacão no Atlântico desde que os registros passaram a ser mais confiáveis.

 

Eyxn8aL.jpg

 

Y4XN4JG.jpg

 

Tava sumido devido a alguns problemas com a administração, mas resolvi retornar a postar, pelo menos no tópico de ciclones.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu coloquei, "uma trajetória relativamente semelhante" foi por conta que ontem cada modelo tinha o ciclone em um local diferente, ECMWF por exemplo mostrava o sistema nas Bahamas e o GFS no Texas/Louisiana e hoje pelo menos eles concordaram com o sistema na Costa Leste dos Estados Unidos. :)

 

Isso é verdade. Menos divergentes que ontem!

 

Fiz duas breves ilustrações pra entender porque o GFS leva esse sistema para os EUA e o ECMWF não.

 

Hoje o GFS projeta o landfall na Flórida, porque o Anticiclone que irá se expandir nos EUA no início da próxima semana, pelo modelo americano, ficaria mais ao norte, não criando um obstaculo para o avanço do INVEST. Com esta posição, um cavado em médios/altos níveis que se formaria sobre o Atlântico não teria força para capturar o sistema a fim de leva-lo para longe da Flórida

 

uFTLCWU.png

 

Já pelo Europeu, o Anticiclone ficaria mais ao sul, criando um obstáculo para o avanço para a Flórida. Com esta posição, o cavado visto no GFS ficaria mais ao sul e próximo da costa, e capturaria o INVEST, o deixando longe de atingir os EUA.

 

WwwGGwX.png

 

Vejamos quais das duas soluções se confirmam. Por ora não acredito na solução do GFS por conta do amplo grau de divergência no Ensemble e mais o isolamento perante os demais modelos, como já expliquei anteriormente, mas temos ao lado dele o até então preciso HWRF... Previsão complicada a médio prazo no momento :russian:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vamos ver qual modelo "ganha", apesar que é bem provável que haja muitas mudanças nos próximos dias.

 

Uma coisa que tenho observado e que cada vez mais, parece que os modelos estão diminuindo a interação com terra e mostrando o sistema passando na região de menores altitudes da Ilha de São Domingos (Hispaniola), o que pode ocasionar algumas mudanças, pois isso poderia ajudar o ciclone a ser mais forte e talvez essa maior intensidade venha a dificultar que o cavado capture o sistema. Se estiver errado no meu pensamento me corrija. :good2:

 

9DwUSaA.jpg

 

O sistema está mais organizado do que eu esperava, algumas boias estão registrando ventos com força de depressão tropical, vamos ver o que o voo de reconhecimento encontra hoje.

Se organizar um pouco mais durante a madrugada, o NHC pode atualizar para depressão tropical amanhã cedo.

 

T9BYoo7.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

ECMWF, CMC, GFS e NAVGEM na última rodada mostram "recurvo" e um sistema mais fraco.

UKMET e HWRF mostram o sistema próximo ao sul da Flórida.

 

Hurricane Hunters está voando neste momento para investigar o sistema.

96L está menos organizado que ontem a noite.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lowell se tornou o oitavo furacão desta temporada.

O ciclone mantém ventos sustentados estimados em 120 km/h.

Destaque para o olho, que possivelmente é um dos maiores que já vi.

Karina mantém a força de tempestades tropical.

Invest 92E segue sendo previsto para ser um forte furacão.

 

sA3h0kK.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

ECMWF, GFS e NAVGEM na última rodada mantém o "recurvo", porém estão mais a oeste que as rodadas anteriores.

UKMET, HWRF e agora o CMC mostram o sistema próximo ao sul da Flórida e depois indo para o Golfo do México.

 

Hurricane Hunters está investigando o sistema neste momento e até o momento encontrou ventos com força de depressão tropical e pressão mínima de 1010 mbar.

Porém o sistema precisa se organizar um pouco mais para ser atualizado.

 

Y8wsSK5.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hurricane Hunters encontrou ventos com força de tempestade tropical, porém o sistema ainda não tem um LLC (circulação em baixos níveis) bem definido para poder ser classificado como um ciclone tropical.

Chama atenção a insistência do modelo HRWF, que tem feito um bom trabalho até o momento esse ano, no ciclone no sul da Flórida.

 

gNtSZvP.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Karina mantém a força de tempestade tropical e Lowell se enfraqueceu para tempestade tropical, modelos novamente não mostram possibilidade de efeito fujiwara entre os dois ciclones, porém mostra Karina sendo absorvida pelo futuro furacão Marie.

Depressão tropical 13 se formou e está prevista para se fortalecer para tempestade tropical amanhã.

 

oFhMz4Z.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

ECMWF e GFS são os únicos que ainda mantém o "recurvo".

UKMET, HWRF, CMC e NAVGEM mostram o sistema próximo ao sul da Flórida e depois indo para o Golfo do México, a exceção e o NAVGEM que segue uma trajetória semelhante a Arthur.

 

14uvmeq.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Depressão tropical 13, tem altas chances de ser nosso próximo furacão e grande furacão.

Não me surpreenderia se passasse por rápida intensificação em breve.

Acredito que tenha boas chances de superar o Furacão Amanda e se tornar o ciclone mais forte do ano no Pacífico Leste até o momento.

 

E9KFWK0.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segue a grande indecisão dos modelos para onde 96L irá.

 

HWRF e NAVGEM agora estão seguindo o ECMWF e o GFS.

UKMET e CMC mostram o sistema próximo ao sul da Flórida e depois indo para o Golfo do México.

 

MtmA06h.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Karina e Lowell permanecem sendo uma tempestade tropical.

Depressão tropical 13 se fortaleceu para tempestade tropical Marie, deve se fortalecer para furacão entre está sexta e sábado.

 

YnvVcBo.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

ATUALIZANDO:

Karina se fortalece para furacão de categoria 1.

 

EP, 11, 2014082218, , BEST, 0, 153N, 1354W, 65, 994, HU

 

1FFOBe.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segue a grande indecisão dos modelos.

Na última rodada, quase todos voltaram para oeste, alguns afetando a Flórida e indo para o Golfo e outros chegando a Flórida e subindo muito próximo a costa leste dos EUA.

O europeu manteve o "recurvo'', porém parece que o sistema se divide em dois devido a interação com a Ilha de São Domingos (Hispaniola) e uma parte vai para o golfo.

 

YTBy5PQ.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marie próxima de se tornar furacão.

A previsão do NHC e que chegue a categoria 4.

Acredito que tenha chances de chegar, mesmo que brevemente a categoria 5.

 

5ltq1s.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Segue a grande indecisão dos modelos.

Na última rodada, quase todos voltaram para oeste, alguns afetando a Flórida e indo para o Golfo e outros chegando a Flórida e subindo muito próximo a costa leste dos EUA.

O europeu manteve o "recurvo'', porém parece que o sistema se divide em dois devido a interação com a Ilha de São Domingos (Hispaniola) e uma parte vai para o golfo.

 

 

MUITO COMPLEXA A PREVISÃO DESSE INVEST.

 

Como Felipe disse, os modelos estão recuando agora para a Flórida, incluindo o GFS/CMC, e o Europeu ainda mantem o recurvo. O última corrida de modelos para furacão emitida as 21h em Brasília, reflete o recuo para a Flórida.

 

uXXAoO8.png

 

Em Ensemble, os modelos mostram que NÃO HÁ CONSENSO ainda para o deslocamento desse Invest.

 

O Ensemble do GFS mostra alguns membros agora sugerindo o caminho pela Florida, como é mostrado no determínistico, mas o consenso ainda segue pelo Atlantico.

 

LA53pW8.png

 

O Europeu embora siga firme pelo oceano, tem membros sugerindo uma rota pela Flórida, uma vez que há desvio padrão (sombreado roxo na imagem da direita) sobre o estado americano.

 

nGxSIy9.gif

 

O Ensemble do HWRF mostra perfeitamente o drama da previsão, com um LONGO CONE em 120h.... Por enquanto não há caminho exato para este sistema!! Muita variabilidade dos modelos, e dependência quanto ao que vai acontecer quanto ao Anticiclone e ao Cavado em altos níveis sobre os EUA, que irão determinar a rota dele. A continuar acompanhando!

 

tCTWNEa.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uma rápida animação do respeitado HWRF no modo Ensemble...

 

Reparem no final da animação como cada membro projeta um Ciclone, em cada lugar, desde o Golfo do México até a costa dos leste dos EUA...

 

Nunca vi um grau de divergência tão alto assim em um modelo ensemble!!! Tá complicadíssimo!!

 

kMGKi1j.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites
Uma rápida animação do respeitado HWRF no modo Ensemble...

 

Reparem no final da animação como cada membro projeta um Ciclone, em cada lugar, desde o Golfo do México até a costa dos leste dos EUA...

 

Nunca vi um grau de divergência tão alto assim em um modelo ensemble!!! Tá complicadíssimo!!

 

kMGKi1j.gif

 

Samba do crioulo doido. :mosking:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pena que eu vou perder essa tempestade tropical. Mas com toda essa indecisão, bem que a tempestade poderia seguir pro Golfo do México e depois recuar para o Atlantico, atravesando o sul da Flórida.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Pena que eu vou perder essa tempestade tropical. Mas com toda essa indecisão, bem que a tempestade poderia seguir pro Golfo do México e depois recuar para o Atlantico, atravesando o sul da Flórida.

Alguns modelos já mostram a onda tropical que está saindo da África se desenvolvendo e se tornando no mínimo uma tempestade tropical.

O CMC (não é muito confiável) tem landfall na Flórida no dia 02 de Setembro.

 

Dj1Dc4N.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em comparação as rodadas de ontem, todos os modelos estão mais a oeste e mais próximos da costa, até o ECMWF.

 

ONTEM

wb3uUe.gif

 

HOJE

YXvWO0.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

E nada definido para INVEST 96L

 

GFS/Navgem/GFDL levam para Flórida... HWRF/ECMWF/CMC levam para o Atlântico...

 

Indefinição se reflete nos modelos de rápida amostragem para furacões também... Dor de Cabeça tremenda pros meteorologistas americanos...

 

Não a toa, o NHC somente se limita a dizer do trajeto até as Bahamas apenas.

 

VGg0tfN.png

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites

Continuando...

 

Dentro do Ensemble a indefinição reina também...

 

GFS 6z segue totalmente incerto do caminho do INVEST. Há membros levando o sistema pra tudo quanto é do lado. Por ora, o consenso de uma parte é para um trajeto próximo a Flórida, o que converge um pouco entre o determinístico e o ensemble.

 

T8i8lF8.png

 

O Europeu 0z determínsitico, e o ensemble estão divergindo muito agora!

 

Reparem que o determínsitico (a direita) leva o sistema para o oceano, porém o mean a esquerda (média dos membros) mostra uma área de baixa pressão no mesmo período sobre a Flórida. Isto significa que vários membros estão sugerindo o deslocamento para a Flórida, contrariando o determínistico.

 

t4Xnt3f.gif

 

Já o HWRF agora tem um altíssimo consenso na corrida das 6z, para que o INVEST vá em oceano Atlântico adentro. Somente um membro continua sugerindo um caminho para a Flórida.

 

SBZtYop.png

 

Cenário de caos para qualquer meteorologista prever :russian:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Continuando 2...

 

Em relação ao INVEST, o NHC dá entre 80 e 90% de chances de desenvolvimento de 48-120h... Como já dito, o sistema já produz ventos de força de tempestade tropical, e possui grande convectividade em torno da sua circulação, porém, por uma questão burocrática mas que é de regra, em relação a circulação ainda não está fechada, o sistema não é classificado de tempestade tropical ainda.

 

Independente da classificação, chuvas torrenciais, e ventos com força de tempestade tropical já atingem a ilha de Hispaniola e partes sul/sudeste das Bahamas, e ainda alguma coisa em Porto Rico...

 

A classificação em tempestade tropical deverá ocorrer ainda nesse final de semana, a medida que agora o centro da tempestade voltará a atuar sobre as águas quentes na região das Bahamas.

 

Ff007uv.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em relação a Marie, o sistema já tem ventos de 85mph (136km/h), indo firme e forte para a Categoria 2 SS.

 

Na imagem de satelite, o sistema tem uma circulação quase que perfeita, com um CDO bem definido e circulação outflow boa, com vários ramos de trovoadas. Não se nota a influência de ar seco ou shear, em nenhuma parte da circulação, o que irá colaborar juntamente com as SST de mais de 30C, para a intensificação em um Categoria 4 (ou talvez 5), chegando a 140mph (226km/h) de acordo com o NHC.

 

CPgk0jM.gif

 

Como o sistema estará em alto-mar, não haverá impactos em terra, a não ser com relação a ondas, que podem atingir os 4-6m em alguns locais da Riviera mexicana

 

rQvXAUU.gif

 

Até 7m na Baixa Califórnia.

 

E6mSdJW.gif

 

E chegando a 3m na California, entre San Diego e Los Angeles. Algo não muito comum de acontecer, por causa de sistemas tropicais. O NWS emitiu um aviso de mar agitado para a Califórnia inclusive.

 

uE637zE.gif

 

High Surf Advisory

Statement as of 03:11 AM PDT em 23 de Agosto de 2014

 

 

... High surf advisory remains in effect until 5 PM PDT Sunday...

 

* surf... 5 to 7 feet with maximum breakers up to 9 feet on south

facing beaches through early Sunday afternoon. Local sets of

10 feet or greater will continue at times near Port Hueneme in

Ventura County. Surf will diminish Sunday night into Monday.

 

* Location... south facing beaches will be most affected

including Zuma... Malibu... and Cabrillo beaches in Los Angeles

County... as well as Point Mugu and Port Hueneme in Ventura

County. There will also be long shore currents that could

affect west facing beaches.

 

* Impacts... strong rip currents and long shore currents will

create dangerous swimming conditions... especially for

inexperienced swimmers. Sneaker waves can bring unexpectedly

large waves across rocks and jetties near the Waters Edge.

 

Precautionary/preparedness actions...

 

A high surf advisory means that high surf will affect beaches in

the advisory area... producing rip currents and localized beach

erosion.

 

Remember... if caught in a rip current... swim parallel to shore

until you are free of the powerful current. Always swim near a

lifeguard.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Saída das 12z/18z desta tarde dos modelos parecem agora definir um deslocamento para o Atlântico do INVEST 96L, sendo capturado por um cavado em altos níveis, o que indica que o Anticiclone se expandiria sobre os EUA na semana que vem.

 

GFS/ECMWF/CMC/HWRF estão seguindo o mesmo caminho... Porém ainda há discrepâncias, do tão quão perto estaria da costa... mas bem menores do que eram antes... Já o NAVGEM segue insistindo que o distúrbio se deslocaria para a Flórida e Golfo do México... Solução que neste momento parece ser outlier.

 

Acompanhando...

 

rowMFv8.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

INVEST 96L, agora é DEPRESSÃO TROPICAL 04 no Atlântico.

 

Pela previsão oficial do NHC, 04 poderá evoluir em furacão na semana que vem. Por ora, o trajeto é o que os modelos estimam agora tarde, ficando sobre o oceano, mas uma passagem próxima pelos EUA não é descartada, como o mais largo que o habitual "cone da incerteza" mostra. O próprio NHC comenta a respeito disso na sua discussão:

 

"Given the spread in the guidance and the recent

formation of the system, confidence in the details of the track

forecast is lower than normal."

 

Tropical Storm Warnings estão ativos sobre as Bahamas, e só por enquanto...

 

4Hliu0t.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olho de Marie começou a limpar e uma intensificação mais rápida pode se iniciar em breve.

Podemos acordar com um furacão de categoria 4 ou 5 hoje.

 

Karina mantém a força de furacão, mas deve se enfraquecer para tempestade tropical hoje e daqui alguns dias ser absorvida por Marie.

O NHC emitiu seu último aviso para Lowell.

 

wsa56t7.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

22º aniversário do Furacão Andrew.

Na madrugada do dia 24/08/1992, Andrew atingiu o sul da Flórida como categoria 5.

O furacão é considerado o terceiro mais forte a fazer landfall nos EUA, perde para "Labor Day" (1935) e Camille (1969).

Deixou 65 mortos e causou prejuízos de 26,5 bilhões de dólares.

 

VwPReue.jpg

 

LsCRh8M.png

 

lO0TGcRm6LM

Share this post


Link to post
Share on other sites

T6.0/6.0 MARIE

 

Números Dvorak subindo.

Olho ainda não limpou.

 

ad8QnP5.jpg

 

15czfm.gif

 

ka3awy.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Modelos indicam a possibilidade dos restos de Marie chegarem a Califórnia.

 

dFtvhlt.png

 

No Atlântico, todos os modelos mostram "recurvo" e praticamente todos, com exceção do GFS, mostram Cristobal se tornando um furacão, sendo o HWRF o mais extremado, mostra o ciclone chegando a categoria 4.

 

9oHGrny.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.