Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Ricardo Bianchi

Parque Nacional do Itatiaia - Parte Alta

Recommended Posts

Parque Nacional do Itatiaia - Parte Alta

 

Pessoal, aqui algumas fotos de um bate-e-volta que fiz à Parte Alta do Parque Nacional do Itatiaia em 9 de setembro de 2013.

 

Para o tópico não ficar muito pesado, colocarei apenas algumas fotos. Se quiserem conferir todas é só acessarem esse link http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1658697 do fórum SSC Brasil, inclusive com fotos do trecho entre a Garganta do Registro e o Posto Marcão.

 

1. Serra Fina

IMG_0972.jpg

 

2. Posto Marcão, a portaria da Parte Alta do Parque. Aí por perto que está a estação do BAZ, correto?

IMG_0937.jpg

 

3. Torre de Furnas (2660 metros). Deixei meu carro aí porque o restante da estrada estava muito ruim.

IMG_0929.jpg

 

4. BR-485 entre o Posto Marcão e o Abrigo Rebouças. Fiz esse trecho a pé.

IMG_0774.jpg

 

5. Silêncio absoluto.

IMG_0775.jpg

 

6. Agulhas Negras (2791 metros)

IMG_0778.jpg

 

7.

IMG_0781.jpg

 

8.

IMG_0792.jpg

 

9. Abrigo Rebouças com Agulhas Negras ao fundo

IMG_0862.jpg

 

10.

IMG_0855.jpg

 

11. Depois do Abrigo Rebouças continua uma trilha onde um dia já teve asfalto

IMG_0796.jpg

 

12. Vestígios de asfalto

IMG_0799.jpg

 

13. Essa estrada (BR-485) continuaria até a parte baixa do parque, mas nunca foi concluída

IMG_0817.jpg

 

14.

IMG_0803.jpg

 

15.

IMG_0806.jpg

 

16. Agulhas Negras

IMG_0846.jpg

 

17.

IMG_0837.jpg

 

18.

IMG_0845.jpg

 

19. Abrigo Rebouças e a Pedra do Altar

IMG_0853.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Impressionante como é subaproveitado esse e outros parques nacionais! Quanto potencial para praticamente NADA de infra....

Share this post


Link to post
Share on other sites
Parque Nacional do Itatiaia - Parte Alta

 

Pessoal, aqui algumas fotos de um bate-e-volta que fiz à Parte Alta do Parque Nacional do Itatiaia em 9 de setembro de 2013.

 

Para o tópico não ficar muito pesado, colocarei apenas algumas fotos. Se quiserem conferir todas é só acessarem esse link http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1658697 do fórum SSC Brasil, inclusive com fotos do trecho entre a Garganta do Registro e o Posto Marcão.

 

 

2. Posto Marcão, a portaria da Parte Alta do Parque. Aí por perto que está a estação do BAZ, correto?

IMG_0937.jpg

 

 

Opa impressionante a qualidade das tuas fotos!!! Infelizmente, mesmo tendo subido aquela estradinha 8 vezes somente este ano (em nada menos que 6 viagens), não tive a chance de poder andar mais a frente no parque.

 

No posto Marcão, onde tinha aquele balcão coberto com um telhado e aberto, dentro da porta seguindo a parede do termometro analogico, ao lado dela, está o console da estação. Exatamente atrás de você, na posição em que tirou essa foto, está a estação!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lindas fotos Ricardo!

A estrada é muito ruim mesmo, fiz de carro com o celta até o abrigo rebouças arriscando muito!

Depois do abrigo acho que até 4x4 quebra a suspensão! kkk

 

Eu fiz a volta pra SP por minas, foi a estrada mais bonita que ja peguei na vida!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu to querendo ir la qualquer dia , espero que o Palio Sporting aguente , Frost por onde voce passou ? Preciso de umas dicas de caminho onde é melhor e mais bonito

 

Lugar simplesmente incrivel lindas fotos parabens

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu to querendo ir la qualquer dia , espero que o Palio Sporting aguente , Frost por onde voce passou ? Preciso de umas dicas de caminho onde é melhor e mais bonito

 

Lugar simplesmente incrivel lindas fotos parabens

 

De São Paulo eu vim pela Dutra, na Dutra entre Queluz e Itatiaia tem uma entrada à direita para que você pegue uma ponte e passe por cima da Dutra no sentido das montanhas. (Tudo bem facil de entender no google maps)

Depois é só seguir reto, uma hora haverão placas indicando uma entrada à direita para o pico das agulhas negras (ou parque nacional de itatiaia, não tenho certeza) uma vez nesse caminho é só seguir até chegar no posto marcão.

O caminho de volta que eu fiz foi justamente seguir reto pela estrada (BR-354) que vim da Dutra (imagine que ao invez de virar à direita para chegar no parque tivesse seguido reto) até Itamonte (cidade muito agradavel), atravessar Itamonte por essa mesma estrada até poder entrar à sua esquerda na MG-158 e de lá atravessar Itanhandu e Passa Quatro até chegar em Cruzeiro onde haverão uns 3 caminhos de volta para a dutra!

Share this post


Link to post
Share on other sites
No posto Marcão, onde tinha aquele balcão coberto com um telhado e aberto, dentro da porta seguindo a parede do termometro analogico, ao lado dela, está o console da estação. Exatamente atrás de você, na posição em que tirou essa foto, está a estação!

 

Dá uma olhada nesta foto, Artur.

 

Acho que meu carro ficou na frente da estação:

 

IMG_0939.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
No posto Marcão, onde tinha aquele balcão coberto com um telhado e aberto, dentro da porta seguindo a parede do termometro analogico, ao lado dela, está o console da estação. Exatamente atrás de você, na posição em que tirou essa foto, está a estação!

 

Dá uma olhada nesta foto, Artur.

 

Acho que meu carro ficou na frente da estação:

 

IMG_0939.jpg

 

 

Exatamente! A estação está exatamente atras daquela placa atrás do carro, uns 15 metros em linha reta!

 

Para os que estão preocupados com o carro, já vi subir Celta, Fusca, Gurgel, moto 750 cilindradas, Effa, Chevete, Opala, fiat 147, Azera, Uno mille. Agora nessa epoca, a estrada está pior por causa das chuvas e há um ponto de atoleiro um quilometro antes do posto Marcão. Mas o Celta subiu de boa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera, um ponto que eu queria tocar é o seguinte: os guardas do Posto Marcão vieram me dizer que não estão deixando ninguem, a não ser eu, o Carlos Dias e mais alguns do BAZ que já estiveram lá (Frost, Luba, Ricardo Graça), a ver, tocar ou alterar qualquer coisa, ou mesmo tirar fotos da estação.

 

Combinei com eles que se alguem do BAZ for lá e seja amigo de pessoas que já estiveram lá, eles poderão liberar mostrar a estação, mas pediram que antes comunique quem são as pessoas que vão lá, pra não criar problemas com a segurança.

 

Comentaram comigo que foi alguem do INPE lá, se dizendo amigo do Carlos Dias, e por segurança não deixaram a pessoa sequer tirar fotos da estação. Então, se alguem daqui do BAZ (não abrirei excessão para fora) tiver interesse de ir lá e conhecer a estação, dá um toque para mim ou o Carlos Dias, que passamos comunicação lá para que deixem ver a estação e mesmo tirar fotos. Entendo que desta forma ficará mais dificil alguem desconhecido mexer na estação.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quando subi estava bem seco, não devia chover há alguns dias.

 

Grande parte da estrada está em boas condições, pois há conservação por funcionários do DNIT. Há raros pontos do que restou do asfalto. Em outros há uma camada de concreto. Nos penhascos há guard-rails. O trecho crítico vai mesmo depois da Pousada Alsene até o Posto Marcão, com muitas pedras soltas e grandes crateras. Evitem ir até o Abrigo Rebouças se não estiver em 4x4.

 

Algumas fotos da subida:

 

1. Garganta do Registro

IMG_1017.jpg

 

2.

IMG_0741.jpg

 

3.

IMG_1002.jpg

 

4.

IMG_0749.jpg

 

5. Viaduto

IMG_1011.jpg

 

6.

IMG_0748.jpg

 

7. Vale dos Lírios

IMG_1006.jpg

 

8. Antena de Furnas

IMG_0767.jpg

 

9. Pior trecho da estrada

IMG_0946.jpg

 

10.

IMG_0967.jpg

 

11.

IMG_0981.jpg

 

12.

IMG_1000.jpg

 

13. Estrada com a Serra Fina (MG-SP) ao fundo

IMG_0945.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

É isso mesmo Carlão, é a estrada mais alta do Brasil que é acessivel por veículos normais. Creio que devem existir algumas estradas por ai até mais altas (Região do Pico das Bandeiras sei que tem estradinhas bem altas tb), mas que seja acessível por veículos de passeio, só lá.

 

Apesar que no Wikipedia está informado que o topo da estrada do parque, a 2460 metros, é o ponto transitável mais alto do Brasil.

 

Sobre as obras do DNIT, com a chegada das chuvas, percebi claramente que piorou bastante até mesmo os trechos que reformaram recentemente, principalmente nos trechos que a inclinação da estrada é maior, onde escorreram recentemente enxurradas. Para subir de carro de passeio, a informação do Ricardo é correta, até o posto Marcão, beleza, dali em diante só 4 x 4 mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
É isso mesmo Carlão, é a rodovia mais alta do Brasil que é acessivel por veículos normais. Creio que devem existir algumas estradas por ai até mais altas (Região do Pico das Bandeiras sei que tem estradinhas bem altas tb), mas que seja acessível por veículos de passeio, só lá.

 

Apesar que no Wikipedia está informado que o topo da estrada do parque, a 2460 metros, é o ponto transitável mais alto do Brasil.

 

A estrada do PNI (BR-485) é considerada a estrada federal mais alta do país, sendo o seu ponto culminante aquele morrinho logo depois do Posto Marcão. Já em temos absolutos, a mais alta do país deve ser a estradinha que vai até a antena de Furnas, com mais 2600 metros de altitude.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Amigo meu do Inpe só se for o Dolif...

 

 

Pois é, Carlão, e pelo que ouvi dos seguranças lá, houve até bate-boca do cara com eles...então me pediram pra eu ou vc avisar se for mais alguem do nosso grupo (BAZ) ver a estação, é mole?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá a todos! Cheguei ao BAZ pelo link do site do PNI.

 

Sou fotógrafo e ilustrador, e visito regularmente o parque. A estação que foi colocada lá, até mesmo para quem é um zero à esquerda em meteorologia, fornece dados interessantes. Até pra dar saudades do local quando estamos passando um calorzinho (sou de Itu-SP, bem quente perto da parte alta do parque).

 

Não sei se vou poder colaborar muito porque meteorologia não é minha área, mas gostaria de contribuir com o tópico e deixar algumas imagens, que é o que posso fazer :good2:

(Pedindo a devida licença ao Ricardo Bianchi que criou o tópico!)

 

E se puder ajudar com alguma dúvida quanto ao parque, fico à disposição!

 

11103573574_aa05a5b5df_o.jpg

IMG_XT_20101231_014_a_018_reposition por alessandro_sp, no Flickr

 

11103483805_a30a9fdb22_o.jpg

IMG_XT_20101231_006_a_008_cylindrical por alessandro_sp, no Flickr

 

12048215333_a76f8c1f1f_o.jpg

IMG_40D_2014_01_15_316 por alessandro_sp, no Flickr

 

12048730896_6fb9e5029c_o.jpg

IMG_40D_2014_01_14_005_a_007_manual_blend por alessandro_sp, no Flickr

 

12073435876_49729158c3_o.jpg

IMG_40D_2014_01_14_040 por alessandro_sp, no Flickr

 

7508108804_1a98dc8d77_c.jpg

IMG40D_2011_05_30_277 por alessandro_sp, no Flickr

Share this post


Link to post
Share on other sites
Olá a todos! Cheguei ao BAZ pelo link do site do PNI.

 

Sou fotógrafo e ilustrador, e visito regularmente o parque. A estação que foi colocada lá, até mesmo para quem é um zero à esquerda em meteorologia, fornece dados interessantes. Até pra dar saudades do local quando estamos passando um calorzinho (sou de Itu-SP, bem quente perto da parte alta do parque).

 

Não sei se vou poder colaborar muito porque meteorologia não é minha área, mas gostaria de contribuir com o tópico e deixar algumas imagens, que é o que posso fazer :good2:

(Pedindo a devida licença ao Ricardo Bianchi que criou o tópico!)

 

Bem vindo ao fórum Alessandro!

 

O fórum é composto em sua maioria por amantes de frio e amadores ou autodidatas de modo geral em meteorologia e climatologia...

Fotos de Itatiaia e Mantiqueira agradam muito, relembram o frio! :laugh:

 

Sensacionais as fotos!

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

Opa Frost!

 

Obrigado!

 

Então, estou pra fazer uma visita relâmpago por lá no sábado (eu e mais 3 amigos subiremos de bike da Garganta do Registro até a parte alta, terminando a subida no morro da Antena de Furnas, e depois pedalaremos um pouco até o Rebouças). Se precisarem (ou quiserem que eu pergunte) algo sobre a estação, ofereço meus préstimos :-) (mas não quero apanhar de nenhum guarda parque pra isso, hahahaha)

 

Ah, conheço sua alternativa de trajeto via MG. Realmente é lindo demais (se bem que é covardia comparar aquilo com a Dutra... Só se salva o paredão da Mantiqueira, o resto dá mais vontade de chorar que outra coisa).

Uma pena que toda vez que faço a sugestão de ir por MG viro voto vencido (a patroa e a filha não gostam das curvas porque enjoam...)

 

Falando um pouco de temperatura, muitas pessoas lá no PNI (inclusive que fizeram parte da história do local) me falaram que já chegou a fazer perto de -15°C na parte alta. Só que não vale como registro oficial, provavelmente foi algum morador ou entusiasta do local que mediu e sabe-se lá como. Agora com a estação implementada, teremos registros mais precisos. Não sei se seriam aceitos como "oficiais", mas isso já é secundário (vale pra quem quer dizer que foi no "lugar mais frio")

Share this post


Link to post
Share on other sites
Impressionante como é subaproveitado esse e outros parques nacionais! Quanto potencial para praticamente NADA de infra....

 

Então, a princípio é o que parece. E muita gente se queixa disso, mas como visitante de longa data, eu já gosto desse aspecto "rude" do parque. Pode soar preconceituoso mas a verdade é que afasta muito farofeiro.

 

A primeira vez que subi aquela estrada (e cheguei praticamente na porta do Rebouças com um Gol 1991 1.6 - pra sair me custou um coxim do motor) eu xinguei até ficar rouco, kkkkk... Hoje não vou mais de carro até o Rebouças, já me conformei com os 3km a pé levando mochilas pesadas e sacolas nas mãos. Mas vejo que a estrada é a última barreira (só comparar com a parte baixa, que apesar de ter acesso ruim permite a entrada de ônibus com turistas - os restos da farofada ficam lá pra lembrar a todos de como o ser humano é descuidado e desinteressado com o meio ambiente).

 

Outra coisa, tem uma linha bem tênue entre uma unidade de conservação com o propósito de pesquisa e de exploração turística. Não sei bem em que pólo se situa Itatiaia, provavelmente no meio. Mas se vc acompanha a história do parque, deve ter notado que atualmente está havendo uma grande melhoria principalmente nas liberações de atrativos e trilhas que antes eram vetados.

 

Enfim, por enquanto é um lugar para quem gosta mesmo de montanha, porque não são poucos os empecilhos e burocracias para se conseguir desfrutar decentemente da pouca estrutura que existe. Quem vai lá sem ter certeza que gosta, e esperando conforto, não volta mais.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendo as vantagens de o investimento ser baixo nas estradas, até concordo...

O que acho foda de engolir é o preço pra entrar no parque, que não é compatível com o que é investido no mesmo...

Queria saber o que eles fazem com o "troco"...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que não gera muita receita. Por tudo o que vejo, mesmo em temporada, sei lá, que 200 pessoas visitem o parque, são 2500 reais com entradas. Num mês de temporada, são 8 dias recebendo esse valor, portanto 20 mil reais... Isso chutando bem alto e na temporada. Essa grana vai pra Brasília e volta como repasse (ou seja, sei lá como é dividido).

 

Com certeza pode estar indo pro bolso de alguém, mas é migalha perto de outras roubalheiras. 20 paus por mês não paga nem os funcionários do lugar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Acho que não gera muita receita. Por tudo o que vejo, mesmo em temporada, sei lá, que 200 pessoas visitem o parque, são 2500 reais com entradas. Num mês de temporada, são 8 dias recebendo esse valor, portanto 20 mil reais... Isso chutando bem alto e na temporada. Essa grana vai pra Brasília e volta como repasse (ou seja, sei lá como é dividido).

 

Com certeza pode estar indo pro bolso de alguém, mas é migalha perto de outras roubalheiras. 20 paus por mês não paga nem os funcionários do lugar.

 

Em teoria o valor deveria ser destinado integralmente a infraestrutura e manutenção dela no parque, os funcionários são do estado... não?

 

Enfim kkkk esse assunto só da dor de cabeça!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Putz, não sei te dizer!

 

Mas sei te dizer que vc vai ter muito mais raiva se for ao Parnaso ou a Foz do Iguaçu... Aí sim vai sentir no bolso!

 

Olha a tabela para o Parnaso: http://www.parnaso.tur.br/ingresso/precos/

 

Mudando de assunto, já chegou a ficar alojado no Abrigo Rebouças?

 

Nossa!

Não cheguei a ficar alojado não, mas já fui uma vez até o local, coincidentemente eu e o William iremos no sábado pro PNI tambem!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Legal, grande probabilidade de trombar conosco. Não acho que haverão outros ciclistas no local, então se virem alguém passar pedalando chamem! Devemos chegar de manhã (lá pra 8 ou 9h) pra começar a subir e entrar no parque lá pelas 11h da manhã.

 

O abrigo é muito legal, aliás a experiência de "dormir" dentro do parque, de poder sair de madrugada pra ver o céu estrelado, ou logo de manhãzinha pra ver as geadas e poças congeladas, é algo que vc só pode experimentar ficando alojado lá. É meio burocrático de conseguir mas vale a pena. Depois que fiquei lá a primeira vez, nunca mais consegui fazer visitas "diárias" (salvo quando vou pedalar, aí abro exceção)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.