Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Mafili

Ciclones no Atlântico Sul - Monitoramento e Previsão

Recommended Posts

Então Zie,

Como se pode observar na imagem abaixo NÃO HÁ VCAN na região de Uruguayana [que deve estar abafada e sufocante]

Aguardando ansiosamente o dia que colocarem um ciclone extratropical que não esteja centro-sul.

S11232958_201311031400.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

É o VCAN! :biggrin:

boFcVAa.jpg

Certamente, ZIE.

podemos especular por uma ZCAS em gestação.

abração.

 

Veremos como será a precipitação

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é Vini, embora mais fraco teoricamente, ainda é um cenário extremo até.

 

Algumas Considerações a cerca desse possível ciclone:

 

- Até as 18z, além do GFS, o CMC e o ETA concordam agora também com a formação desse ciclone no mesmo período... Ainda que o pior cenário pareça seguir com o GFS... O que aumenta a desconfiança quanto ao Europeu, que não projeta nadinha...

 

951y.gif

bpfk.png

 

- Um fator a se considerar, é a passagem da onda do Madden Julian Ocean sobre a América do Sul, que irá formar provavelmente a primeira ZCAS da primavera esta semana, e irá fortalecer essa segunda frente, quissá pra fomação de ciclone extratropical.

 

za3.gif

 

 

- Para demonstrar o tão complicado seria o cenário com a formação desse ciclone, peguei a projeção em aprox. 180h... Aonde em superfície, vemos o Ciclone já maduro sobre o Uruguai com uma banda frontal avançando sobre o sul, com fortes chuvas...

 

qzc0.png

 

Nessa situação, grande parte do Centro-Sul estaria sobre uma pré-frontal típica, porém com forte incursão de Jatos de Baixos Níveis, que segundo a corrida das 12z alcançariam os 90km/h em São Paulo/SP, o que é muito intenso e anormal....

 

18h7.png

 

Uma forte incursão de JBN a essa altura, refletiria numa assustadora elevação da temperatura.... Pois bem, a Climatempo parece considerar isso, prevendo 34C de máxima para o próximo dom/seg aqui em SP

 

5kjw.png

 

Voltando ao sul, além da incursão da JBN, nota-se o aprofundamento de um Vórtice Ciclonico em médios níveis, que junto com o gradiente de um Anticiclone no Sudeste, irá gerar uma pista de Jatos em forma divergência, ou seja criará shear sobre o sul do país...

 

vg5o.png

 

Juntamente com o shear, com o JBN, teriamos uma atmosfera extremamente instável, com valores de CAPE alcançando os 3000 Jales em alguns locais.

 

dzgw.png

 

O que Culminaria numa situação de Tempo Severo Generalizado, e justificaria os altos valores de Parametro de Tornados, mostrado pelo GFS.

 

rs4x.png

 

Além disso, o GFS indica Rajadas de até 40nós (80km/h) sobre o RS/SC...

 

896z.gif

 

Posteriormente com o Ciclone Fortalecido, toda a instabilidade avançaria para São Paulo, que teria um ar extremamente instável, visto pelos altos valores de Temperatura de Orvalho, mais a instabilidade acendida (Lifted Index)... Provavelmente, a partir daí, já poderia formar a segunda ZCAS da primavera... Enquanto isso, notem o contraste do ar seco e frio entrando no sul do RS, pela circulação do VC, o que iria trazer outro pulso de frio como comentada pelo Chiovitti....

 

j4kc.png

 

 

Pois bem, se esse cenário do GFS confirmar, e o ciclone realmente se formar e aprofundar, teremos uma semana bem movimentada... O jeito é acompanhar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rodolfo e demais, é normal a pressão cair abaixo dos 1000hPa no litoral de SP?

http://i.imgur.com/HcoDBHA.png

Honestamente, não me lembro qual a última vez que aconteceu... :sorry:

 

Também não me recordo de situação semelhante... Ao meu ver, não seria nada comum...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rodolfo e demais, é normal a pressão cair abaixo dos 1000hPa no litoral de SP?

http://i.imgur.com/HcoDBHA.png

Honestamente, não me lembro qual a última vez que aconteceu... :sorry:

 

Também não me recordo de situação semelhante... Ao meu ver, não seria nada comum...

 

Puxem pela memória...são jovens.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Puxem pela memória...são jovens.

 

Aí é que tá...Minha memoria não é das melhores Mafili :sad:

E eu não sou mais jovem. :laugh:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Puxem pela memória...são jovens.

 

Aí é que tá...Minha memoria não é das melhores Mafili :sad:

E eu não sou mais jovem. :laugh:

 

podem dar uma olhada por aqui,

 

uns dias prá lá ou para cá.

 

C10031112.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Mafili, na verdade buscamos histórico de pressão abaixo de 1000hPa sobre áreas continentais de SP. Em alto mar certamente é mais frequente.

 

E quanto que é 1000hPa?

Para a cidade de São Paulo....800 m acima do nível do mar?

 

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites
Mafili, você entendeu, PRESSÃO SOBRE O NÍVEL DO MAR de 1000hPa ou menos sobre território paulista. Precisa desenhar?

 

Claro que precisa desenhar,

 

Qual é a pressão real da estação [são Paulo] que está a 800 m de desnível em relação ao nível do mar.

 

Nenhuma estação marca a pressão ao nível do mar [exceto se a estação estiver ao nível do mar]

 

Ah! Sim, marca desde que um dedinho aperte alguns comandos.

 

Você quer uma resposta infelizmente preciso de outra antes.

 

Abraços....ou preciso desenhar?

Share this post


Link to post
Share on other sites
O ideal para saber disso é pesquisar em cartas sinóticas... mas vejam só, o ETA propõe que a pressão sobre o nível do mar em Santos deve cair para pouco menos de 1000hPa no próximo sábado. Marca de respeito! Vou procurar e ver se encontro algo parecido no histórico.

 

Suponho que o ideal seja medir.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Segundo reanálises do NCEP, para Santos-SP:

 

As maiores

09/07/1986 e 16/08/1991: 1031,7hPa

07/07/1981: 1030,6hPa

14/07/1988: 1030,4hPa

21/06/1958: 1030,2hPa

11/07/1994: 1029,7hPa

 

As menores

13/12/2010: 1002,7hPa

24/01/1969, 13/11/1989 e 21/01/1951: 1003,0hPa

01/12/2001: 1003,3hPa

01/01/1952: 1003,4hPa

20/12/1966: 1003,6hPa

 

Mais uma vez, são dados de reanálises. A base de dados se inicia em 1948.

 

Segundo medições,

 

13/12/2010: 914,9 hPa

 

Em São Paulo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sobre o nível do mar, Mafili :(

 

Claro, evidente.

 

Sobre o nível do mar Vinicius.....a 800 m acima deste, em uma latitude e longitude diferente de Paris, com aceleração da gravidade diferente de Paris.

 

É o que marca a estação e qualquer correção será necessariamente imprecisa mesmo para estação ao nível do mar.

 

Segundo medições,

 

13/12/2010: 914,9 hPa

 

Em São Paulo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Falando sobre Pressão Atmosférica, vamos direto no conceito do que Torriccelli e Pascal imaginaram e o que a França fez em contribuição a sua obra.

 

"Pressão Padrão (ou Pressão Standard) - Em 1954, a 10 ª Conferência des Mesures Poids ET (CGPM) adotou uma atmosfera padrão para uso geral e definiu-o como sendo precisamente 1.013.250 dinas por centímetro quadrado (101.325 Pa). Nce, e por uma questão prática, realmente reflete o nível médio do mar pressão para muitos dos países industrializados (aqueles com latitudes semelhantes a Paris). Em química, a definição original de "temperatura e pressão padrão" pela União Internacional de Química

Pura e Aplicada IUPAC) foi uma temperatura de referência de 0 ° C (273,15 K) e pressão de 101.325 Pa."

 

Resumindo, a adoção de uma pressão ao nível médio do mar se deveu na época a uma questão geopolítica. Os principais países industrializados da época (Estados Unidos, França, Alemanha, Inglaterra) se localiza numa faixa de latitude muito próxima a da cidade de Paris, então partindo do pressuposto que destes países sairiam as melhores e principais práticas industriais, definiu-se por adotar a pressão medida como padrão na cidade de Paris e sua respectiva altitude.

 

Sobre a aviação civil, se produziu assim uma forma de controlar com maior precisão a pressão atmosférica, de forma que evitasse a colisão de aviões ao solo.

 

O “ajuste QNE” é inserido no altímetro de bordo de todas as aeronaves em voo acima de certa altitude, de forma que todas mantenham o respectivo nível de voo em relação à mesma e única superfície de referência. Para o ajuste QNE, usar a pressão de Paris como universal.

 

Portanto, descendo mais um pouco o nível, o DECEA em seu site explica que o uso de pressão atmosférica padrão é cruzado com a pressão atmosférica do aerodromo em questão (Congonhas, Guarulhos, Confins, etc etc), desta forma dando maior confiabilidade na diferença entre as duas medidas. O altimetro, se for aferido pelas duas pressões, terá uma precisão maior ao ser usado em uma determinada região, mesmo que fora da latitude de Paris.

 

Ah, finalizando, Paris tem altitude média de 35 metros e possui pontos que podem chegar a 150 metros. Na média, considerar 35 metros, medidos no aeroporto local.

 

Portanto, a medida de Santos ao nível do mar não é precisamente exata e nem a pressão mínima de SP é precisamente exata e referenciada sobre Santos. Não é referenciada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Portanto, a medida de Santos ao nível do mar não é precisamente exata e nem a pressão mínima de SP é precisamente exata e referenciada sobre Santos. Não é referenciada.

Mas é possível medir a pressão com bastante exatidão em qualquer parte do globo.

É necessário medir a aceleração da gravidade e outros parâmetros locais.

Existe um aparelho (Não me lembro o nome :mosking: ) que determina o "G" em qualquer local.

 

O IAG faz isso.

Fiz o cursinho (5 dias) de observações meteorológicas de superfície lá e isso foi explicado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Portanto, a medida de Santos ao nível do mar não é precisamente exata e nem a pressão mínima de SP é precisamente exata e referenciada sobre Santos. Não é referenciada.

Mas é possível medir a pressão com bastante exatidão em qualquer parte do globo.

É necessário medir a aceleração da gravidade e outros parâmetros locais.

Existe um aparelho (Não me lembro o nome :mosking: ) que determina o "G" em qualquer local.

 

O IAG faz isso.

Fiz o cursinho (5 dias) de observações meteorológicas de superfície lá e isso foi explicado.

 

 

Aldo, explicando um pouco mais a fundo, chegamos a tua conclusão.

 

Se hoje temos como precisar a pressão atmosférica, é porque no passado houveram convenções adotadas para este fim. Nem só de contas vive a meteorologia e a altimetria. Todo avião que ultrapassa determinada altitude deve calibrar seu altimetro com a pressão padrão de Paris.

 

Abraços Newtonianos!

Share this post


Link to post
Share on other sites

27/03/2004 - 00h47

'Furacão' pode chegar à costa do Brasil em três dias

RAFAEL GOMEZ E ISCAR BLANCO

da BBC, em Miami

 

Um meteorologista americano disse à BBC que a tempestade que se formou perto do litoral de Santa Catarina é provavelmente um furacão, e que deve chegar à terra firme em cerca de três dias.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u30083.shtml

 

 

"Estamos ainda debatendo se é ou não um furacão (mas), de acordo com nossas estimativas, com certeza é", disse Wally Barnes, meteorologista do Instituto Nacional de Furacões dos Estados Unidos, com sede em Miami.

 

"Segundo nossas projeções matemáticas, (a tempestade) vai chegar à costa do Brasil, e provavelmente (...) em uns três dias", advertiu.

 

"A área de impacto (em terra) é uma área possivelmente muito rasa, de pouca elevação. Por isso, ela tem muito potencial de inundação e, obviamente, de muitos estragos, de forma que estamos muito preocupados."

 

Inédito

 

O aparente furacão categoria 1 se formou a cerca de 442 km da costa sul do Brasil, surpreendendo meteorologistas --que nunca viram a ocorrência de tal fenômeno na região.

 

Imagens de satélite mostram uma grande espiral, aproximadamente do tamanho do Uruguai, perto do litoral de Santa Catarina.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vamos ver se este tópico anda...

 

A criança promete aprofundar muito.

 

2dan6yw.png

Que baixa é esta Mafili com até 990 hpa.?

INVEST nem classificado pelo NOOA? Depressão subtropical que não vingou?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.