Jump to content
Brasil Abaixo de Zero
Sign in to follow this  
Rodolfo Alves

Tufões no Pacífico Oeste - 2013

Recommended Posts

Ao atravessar as Filipinas, vai perder força mas ainda assim seguirá vivo

como ciclone tropical.

 

Mais notícias dessa poderosa tempestade?

 

Imaginem se tivesse chegado aos EUA esse daí...

 

 

Não, não, imagina se essa coisa chega ao Brasil? Primeiro a imprensa ia rebaixar os ventos para 80 km/h e depois falariam que foi um cicloninho extratropical :laugh: :laugh: :laugh:

 

Falariam que o vento de 80 km/h foi causado pela passagem de uma frente fria. :mosking:

 

 

UHASUSAUASUSAUSAUAS... Triste Realidade Brasileira!

Share this post


Link to post
Share on other sites
VENTOS ENTRE 350KM/H E 400KM/H!!!!!!!

 

INACREDITÁVEL!

Vocês conseguem imaginar um vento desses nas nossas cidades? Minha casa, que é bem reforçada, provavelmente seria totalmente detruída.

 

Abraços inacreditáveis!

 

Não creio que a sua casa seria destruida, mas seria danificada, concerteza... Mas isso seria mínimo Marcos, pense em Macroescala:

 

- Esse vento, tem força pra derrubar toda e qualquer árvore, e porque não linhas de energia (ou no mínimo danificar). Só isso já causaria uma interrupção geral de luz na cidade, que duraria por dias, semanas (quissá mes a nível Brasil), o que levaria qualquer cidade a um colapso. Isso sem contar que Ciclones Tropicais geram tornados.

 

- Um Ciclone traz 400/600/800mm de chuva ou mais, em questão de 24h... Um temporal daqueles que arrasa a cidade de São Paulo, tem 150mm em média... Ou seja um ciclone pode trazer o equivalente a 5 temporais de verão severos em um dia... Imagine todos os rios, córregos transbordando, áreas baixas inundadas completamente por dias, deixando partes isoladas, ou a cidade intransitável. Aonde fosse montanha, morro, haveria extremo potencial para deslizamento de terra... Pior que aqueles do Morro do Bumba no RJ...

 

- Aonde fosse costa, praia, litoral, tudo seria inundado por dezenas, talvez centenas de metros, pela invasão das águas do mar (Storm Surge), essa a principal causa de morte de ciclones tropicais nos EUA.

 

- Normalmente nesses casos, os governos sugerem evacuações em massas dos locais (quando reconhecem que é um ciclone tropical e nao extratropical como num certo Brasil), agora imagine por exemplo evacuar uma cidade como Porto Alegre com 1,5 milhão de habitantes, ou São Paulo com 11 milhões de habitantes... O que já é dificil num país como os EUA, imagina num país sem INFRAESTRUTURA pra tal, como aqui...

 

Nem queira imaginar!!!

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites

Haiyan se tornou o terceiro tufão a passar de T8.0 na técnica Dvorak, os outros dois foram Angela (1995) e Gay (1992).

Vinte pessoas que estavam abrigadas na catedral de Palo, Leyte morreram no desabamento do teto.

 

7DAU6Ec.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Alguma informação do número total de mortos Felipe?
Se esse relato não incluir os 20 mortos no desabamento do teto da catedral, o número de mortos deve ser de pouco mais de 50.

 

@4cast4you

Reporter @jiggymanicad said on @stateofdnation, Tacloban and Palo Leyte hit by a huge storm surge. They've seen over 30 casualties so far.

Share this post


Link to post
Share on other sites

- Um Ciclone traz 400/600/800mm de chuva ou mais, em questão de 24h... Um temporal daqueles que arrasa a cidade de São Paulo, tem 150mm em média... Ou seja um ciclone pode trazer o equivalente a 5 temporais de verão severos em um dia... Imagine todos os rios, córregos transbordando, áreas baixas inundadas completamente por dias, deixando partes isoladas, ou a cidade intransitável. Aonde fosse montanha, morro, haveria extremo potencial para deslizamento de terra... Pior que aqueles do Morro do Bumba no RJ...

Bem pior (Que o Morro do Bumba) foi o que aconteceu em Caraguatatuba, litoral norte de SP, em 18 de março de 1967.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Enchentes_e_deslizamentos_de_terra_em_Caraguatatuba_em_mar%C3%A7o_de_1967

http://blogdotano.blogspot.com.br/2011/01/hecatombe-em-caraguatatuba-1967.html

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mortes confirmadas oficialmente são de 33.

 

Vídeo de Palau, onde Haiyan chegou como categoria 5. (a partir de 1:44)

 

upJoR_es1A0

Share this post


Link to post
Share on other sites
Alguem me tira uma duvida ?

 

Se o olho do furacao passar em cima de mim o que eu vejo ? CÉU carregado ou céu limpo ? O olho é a parte mais forte do mesmo ?

 

A parede do olho e onde normalmente ocorrem as chuvas e ventos mais fortes do ciclone.

 

Em ciclones tropicais fortes, o olho é caracterizado por ventos moderados e céus limpos, e é rodeado em todos os lados por uma parede de olho muito alta e simétrica. Em ciclones tropicais mais fracos, o olho não é tão bem definido, e pode ser envolto pela cobertura de nuvens central densa, que é uma região de nuvens altas e densas que aparecem claramente em imagens de satélite. Tempestades fracas ou desorganizadas podem também caracterizar-se de uma parede do olho que não circunda completamente o olho, ou ter um olho que caracteriza-se por chuvas pesadas. Em todas as tempestades, entretanto, o olho é o local de pressão atmosférica mínima: a região em que a pressão atmosférica ao nível do mar é a mais baixa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O número de mortos subiu para 56.

Haiyan deve chegar ao Vietnã no dia 10 de Novembro como categoria 3.

 

Filipinas

-u8vG77NwkA

 

6NlviFWOE9c

Edited by Guest

Share this post


Link to post
Share on other sites
Se o olho do furacao passar em cima de mim o que eu vejo ? CÉU carregado ou céu limpo ? O olho é a parte mais forte do mesmo ?

A parede do olho e onde normalmente ocorrem as chuvas e ventos mais fortes do ciclone.

Em ciclones tropicais fortes, o olho é caracterizado por ventos moderados e céus limpos, e é rodeado em todos os lados por uma parede de olho muito alta e simétrica. Em ciclones tropicais mais fracos, o olho não é tão bem definido, e pode ser envolto pela cobertura de nuvens central densa, que é uma região de nuvens altas e densas que aparecem claramente em imagens de satélite. Tempestades fracas ou desorganizadas podem também caracterizar-se de uma parede do olho que não circunda completamente o olho, ou ter um olho que caracteriza-se por chuvas pesadas. Em todas as tempestades, entretanto, o olho é o local de pressão atmosférica mínima: a região em que a pressão atmosférica ao nível do mar é a mais baixa.
:mosking: Agora fiquei curioso.

 

Alguém já fotografou o olho de um furacão estando dentro dele?

Como seria a aparência da parede de nuvens vista do solo?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eventos de chuva extrema num período de 24 horas são raras no Brasil, chuvas acima de 350, 450, 500 ou 600 milímetros em 24 horas, ocorrem em dezenas de anos.Não tenho certeza do nome do Tufão,mas parece que foi Taipan que atingiu uma ilha do sul do Japão onde choveu 824 milímetros em 21 horas das 10 da manhã até as 7 da manhã do dia seguinte.

 

Quanto a eventos de furacões, tufões, estamos livres dessa grande força da natureza, o clima maravilhoso do BRASIL não deixa acontecer,devido a configuração de nosso litoral, a circulação dos ventos na costa atlântica brasileira etc (parece que a exceção foi o Catarina no final de março de 2004).

 

O Aldo Santos já informou sobre a catástrofe que ocorreu em março de 1967 em Caraguatatuba, parece que foram mais de 500 milímetros em 48 horas.

 

Já li num artigo sobre chuvas no período de 1870 a 1900 mais ou menos em uma estação no alto da serra do mar em São Paulo, que caíram 1200 milímetros num mês de abril do século XIX, parece que a maior chuva em 24 foi um pouco maior do que 600 milímetros.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Corrigindo chuvas maiores do que 350 mm, 450 mm, até 500 milímetros no Brasil são raras,ocorrem em intervalos de dezenas de anos.

 

O tufão que atingiu o sul do Japão com chuvas de 824 mm em 24 horas ocorreu em outubro de 2013.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Corrigindo chuvas maiores do que 350 mm, 450 mm, até 500 milímetros no Brasil são raras,ocorrem em intervalos de dezenas de anos.

É verdade.

Porém, existem alguns postos pluviométricos na serra do Mar, trecho paulista, completamente fora de cidades, que têm média anual acima de 4.000 mm.

 

O posto pluviométrico da represa de Itatinga, no alto da serra, no município de Bertioga (Vizinha a Santos), próximo à divisa com Mogi das Cruzes (Cidade pertencente á Região Metropolitana de Sampa) é um deles.

 

Este posto tem alguns totais anuais impressionantes:

5.981,9 mm em 1967

6.121,6 mm em 1975

5.809,6 mm em 1976

 

- No dia 18/02/67, o posto da represa de Itatinga registrou 408,0 mm e no dia seguinte (19/02) 324,0 mm, totalizando 732,0 mm em 48 horas e 1.157 mm no mês. :shok:

- Em janeiro de 1976, o total foi 1.333,0 mm :shok:

 

Fonte: Banco de Dados Pluviométricos do Estado de São Paulo.

http://www.sigrh.sp.gov.br/cgi-bin/bdhm.exe/plu?lig=podfp/INMET

Share this post


Link to post
Share on other sites
Alguém já fotografou o olho de um furacão estando dentro dele?

Como seria a aparência da parede de nuvens vista do solo?

Nunca vi nenhuma imagem assim, só vi imagens dos Hurricane Hunters, como essas do Furacão Felix e Katrina.

 

4TZrFN4.jpg

 

800px-Hurricane_Katrina_Eye_viewed_from_Hurricane_Hunter_%28cropped%29.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nos próximos dias uma tempestade tropical deve atingir a mesma área onde Haiyan passou.

 

wd9j.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Destruction in the countryside following Yolanda: Bantigue, Isla Verde and Rosal via @Ormoc City, Leyte

l39ViRc.jpg

 

More damage photos/info coming out of @Ormoc City, Leyte

ExpFGT7.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

- Um Ciclone traz 400/600/800mm de chuva ou mais, em questão de 24h... Um temporal daqueles que arrasa a cidade de São Paulo, tem 150mm em média... Ou seja um ciclone pode trazer o equivalente a 5 temporais de verão severos em um dia... Imagine todos os rios, córregos transbordando, áreas baixas inundadas completamente por dias, deixando partes isoladas, ou a cidade intransitável. Aonde fosse montanha, morro, haveria extremo potencial para deslizamento de terra... Pior que aqueles do Morro do Bumba no RJ...

Bem pior (Que o Morro do Bumba) foi o que aconteceu em Caraguatatuba, litoral norte de SP, em 18 de março de 1967.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Enchentes_e_deslizamentos_de_terra_em_Caraguatatuba_em_mar%C3%A7o_de_1967

http://blogdotano.blogspot.com.br/2011/01/hecatombe-em-caraguatatuba-1967.html

 

 

Boa Aldo!!!! Como minha memoria é fraca....

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eventos de chuva extrema num período de 24 horas são raras no Brasil, chuvas acima de 350, 450, 500 ou 600 milímetros em 24 horas, ocorrem em dezenas de anos.Não tenho certeza do nome do Tufão,mas parece que foi Taipan que atingiu uma ilha do sul do Japão onde choveu 824 milímetros em 21 horas das 10 da manhã até as 7 da manhã do dia seguinte.

 

Quanto a eventos de furacões, tufões, estamos livres dessa grande força da natureza, o clima maravilhoso do BRASIL não deixa acontecer,devido a configuração de nosso litoral, a circulação dos ventos na costa atlântica brasileira etc (parece que a exceção foi o Catarina no final de março de 2004).

 

O Aldo Santos já informou sobre a catástrofe que ocorreu em março de 1967 em Caraguatatuba, parece que foram mais de 500 milímetros em 48 horas.

 

Já li num artigo sobre chuvas no período de 1870 a 1900 mais ou menos em uma estação no alto da serra do mar em São Paulo, que caíram 1200 milímetros num mês de abril do século XIX, parece que a maior chuva em 24 foi um pouco maior do que 600 milímetros.

 

Nani, esses volumes de chuva são eventos rarissimos. Normalmente são vistos apenas com ciclones tropicais, o que concerteza não foi o motivo que provocou esses volumes expressivos que o Aldo lembrou... Mas teve um tufão que despejou mais de 1000mm em Taiwan, não me lembro se foi esse ano ou ano passado. Felipe pode até ajudar a refrescar minha pobre memoria...

 

E quanto ao Brasil está livre de Ciclones Tropicais, não é totalmente verdade assim... A única bacia tropical do mundo que está livre de Ciclones Tropicais ao meu ver é o Pacífico Sudeste (Costa do Chile)... Eventos como Catarina, Anita, depressões tropicais, são raros, mas podem acontecer de novo perfeitamente nos próximos verões, mas depende de vários fatores e alguma "sorte" para se formarem e eventualmente atingirem o nosso o país.

 

Só para ilustrar de forma simples, ficou apenas na projeção do GFS, mas veja o que seria uma tempestade tropical (Fase anterior a um Furacão) intensa na costa da Bahia, indicada pelo modelo para o início de Abril desse ano...

 

gfstropical7.gif

gfstropical.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

De acordo com a BBC passa de 120, o número de mortos nas Filipinas...

 

Pela CNN 100 corpos foram achados boiando pelas ruas de Tacloban, a mais afetada pela passagem do Super Tufão. As autoridades locais afirmam que todas as comunicações caíram na região, e que o acesso é dificil...

 

Haiyan agora tem ventos de 192km/h (Categoria 3), e vai se enfraquecendo a medida que avança sobre um ambiente mais hostil, com ventos em altitude, refletida pela bandas de cirrus a norte nas imagens de satelite.

 

g373.png

 

Próximo alvo será o Vietnã, com chegada bem próximo a Hanoi na tarde do domingo (no Brasil), já enfraquecido a tempestade tropical.

 

qd3f.gif

qppz.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dr. Jeff Masters do Wunderground, no seu último post, afirmou que Haiyan é o 4' Ciclone Tropical mais forte de todos os tempos.

 

Porém Haiyan, possui o recorde do Ciclone Tropical mais Intenso a atingir um país de todos os tempos (Popular termo "Landfall")... Portanto Haiyan embora tenha tal magnitude, não é o ciclone mais intenso da história! Eu vi gente se confundido com "o mais poderoso em tocar em terra", com "o mais poderoso da Terra"... É totalmente diferente.

 

Ainda no post, de acordo com o JTWC o super tufão Nancy em 1961, é o mais forte já registrado no mundo com ventos de 215mph (344km/h)...

Lembrando que a força de um ciclone tropical é oficialmente medida pelos seus ventos constantes, e não pelas rajadas!

http://en.wikipedia.org/wiki/Typhoon_Nancy_%281961%29

 

===================================================================================================================================

 

"Haiyan's place in history

Haiyan hit Guiuan, on the Philippine island of Samar, at 4:40 am local time (20:40 UTC) November 7, 2013. Three hours before landfall, the Joint Typhoon Warning Center (JTWC) assessed Haiyan’s sustained winds at 195 mph, gusting to 235 mph, making it the 4th strongest tropical cyclone in world history. Satellite loops show that Haiyan weakened only slightly, if at all, in the two hours after JTWC’s advisory, so the super typhoon likely made landfall with winds near 195 mph. The next JTWC intensity estimate, for 00Z UTC November 8, about three hours after landfall, put the top winds at 185 mph. Averaging together these estimates gives a strength of 190 mph an hour after landfall. Thus, Haiyan had winds of 190 - 195 mph at landfall, making it the strongest tropical cyclone on record to make landfall in world history. The previous record was held by the Atlantic's Hurricane Camille of 1969, which made landfall in Mississippi with 190 mph winds.

 

According to the official "best track" records from the Joint Typhoon Warning Center, here are the strongest tropical cyclones in world history:

 

Super Typhoon Nancy (1961), 215 mph winds, 882 mb. Made landfall as a Cat 2 in Japan, killing 191 people.

Super Typhoon Violet (1961), 205 mph winds, 886 mb pressure. Made landfall in Japan as a tropical storm, killing 2 people.

Super Typhoon Ida (1958), 200 mph winds, 877 mb pressure. Made landfall as a Cat 1 in Japan, killing 1269 people.

Super Typhoon Haiyan (2013), 195 mph winds, 895 mb pressure. Made landfall in the Philippines at peak strength.

Super Typhoon Kit (1966), 195 mph winds, 880 mb. Did not make landfall.

Super Typhoon Sally (1964), 195 mph winds, 895 mb. Made landfall as a Cat 4 in the Philippines"

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nani, esses volumes de chuva são eventos rarissimos. Normalmente são vistos apenas com ciclones tropicais, o que concerteza não foi o motivo que provocou esses volumes expressivos que o Aldo lembrou... Mas teve um tufão que despejou mais de 1000mm em Taiwan, não me lembro se foi esse ano ou ano passado. Felipe pode até ajudar a refrescar minha pobre memoria...
Foi nesse ano na passagem do Tufão Soulik.

 

Ainda no post, de acordo com o JTWC o super tufão Nancy em 1961, é o mais forte já registrado no mundo com ventos de 215mph (344km/h)...

Lembrando que a força de um ciclone tropical é oficialmente medida pelos seus ventos constantes, e não pelas rajadas!

http://en.wikipedia.org/wiki/Typhoon_Nancy_%281961%29

Já ouvi dizer que os dados entre 1940 e 1960 eram superestimados.

 

Cruz Vermelha estima que o número de mortos e de 1.200. :shok:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.