Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Allef Caetano

Moderators
  • Content count

    670
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Allef Caetano last won the day on June 19

Allef Caetano had the most liked content!

Community Reputation

141 Excellent

2 Followers

About Allef Caetano

  • Birthday 03/12/1994

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Falando dos microclimas. Ontem o bairro Colina do Sol em Pelotas, baixadinha a 3 m de altitude, teve 4,8ºC. No mesmo horária a estação do laboratório da embrapa, em um morrinho de 60 m de altitude, tinha 16,0ºC. Fortíssima inversão térmica. A tarde a região teve a máxima absoluta desse mês de Junho: Pelotas: 4,8/24,4ºC Pinheiro: 10,9/20,1ºC Passo: 6,4/20,8ºC Canguçu:12,9/21,9ºC Bagé: 11,8/23,7ºC Hoje Pelotas amanheceu com 8,1ºC as 4:17 da manhã e com aumento do vento noroeste, em seguida, disparou para 17,6ºC as 7 da manhã. Já volta a esfriar agora de tardezinha e segue a jornada fria no sul gaúcho.
  2. Realmente, Renan. A constância do frio na metade sul gaúcha é o forte da região. Em anos normais ou frios sofrem pouco com a ação das entradas de calor de inverno. Acredite, a serra sofre mais. As condições de tempo muda, vai de sol, chuva, nebulosidade, geada e etc, mas temperatura permanece baixa. Salve a latitude.
  3. Mês de Junho gelado no sul do RS. Pinheiro Machado brigando feio com Ausentes/INMET e São Joaquim/INMET. As médias até agora: Média Mín: 5,0ºC Média Máx: 11,8ºC Média simples: 8,4ºC Média horária: 8,1ºC Média compensada: 7,8ºC Em Ausentes: Mín: 3,9ºC Máx: 13,7ºC Média horária: 8,2ºC Média simples: 8,8ºC Além disse PM, até agora, teve a menor máxima absoluta do país nesse junho com apenas 18,9ºC. Abaixo a tabela das extremas diárias:
  4. Quando falei latitude me referi a toda região abaixo do paralelo 30ºS, onde começa a transição do subtropical para o temperado, não especificamente a Pelotas. hehehehe Mas Bagé e Córdoba são um pouco mais frias sim, tem mais altitude.
  5. Previsão bruta do modelo europeu. Diminuam 3ºC na mínima e 1 a 2ºC na máxima. Frio constante com picos esporádicos de calor, isso é inverno de verdade, e não picos de frio mesmo que por vezes forte. A maior parte do país desconhece isso, inclusive do sul.... Presente da latitude
  6. Já teve várias quedas de neve granular/precipitação invernal (sleet, graupel e etc). Última foi em setembro de 2012. A mais expressiva nestes últimos tempos foi em julho de 1994. Nevou em flocos no centro da cidade, até com um pouco de acumulação em alguns pontos. Nas partes mais altas do município deu uma branqueadinha.
  7. Allef Caetano

    Luto - Falecimento do Baziano Douglas Eduardo Lindner

    Terrível. Ainda mais uma morte tão precoce. Que Deus o receba em sua morada. 😢😢
  8. Para deixar guardado, alguns registros da geada da última sexta-feira. Mínima de 0,4°C com -3,5°C na relva. A área será um parque, em uma baixadica, e fica no bairro Novo Mundo, distante 1 km do centro. Em algumas fotos é possível ver casas ao fundo. Casas que tbm ficam no fundo da baixadica. Na convencional fez 3,0°C.
  9. Olhem a mudança de padrão ao longo mês: Previsão bruta do ECMWF para Pelotas no dia 1 Previsão pra Pelotas na saída de hoje Passamos do verão para o inverno. Talvez uma mudança maior do que a que experimentamos em Abril de 2016.
  10. Amanhecer frio hoje no sul do RS. Algumas mínimas: 5,7ºC Livramento 6,1ºC Jaguarão 6,2ºC Bagé 6,4ºC Pinheiro Machado ** 6,5ºC Chuí 6,6ºC Pelotas 6,9ºC Rio Grande 6,9ºC Quaraí **Topo (Parque Charrua) O Passo dos Pires, em Pinheiro Machado, tinha 0,7ºC ás 7:30 da manhã. Resta saber a mínima (amanhã saberemos). Antes do amanhecer eu, Gabriel Vieira e Gabriel Cassol resolvemos fazer uma medição com um Incoterm em um bairro de Pelotas (vizinho ao centro) que fica em uma baixadinha a 3 m de altitude. As baixadas de Pelotas são na verdade áreas baixas, entre de 0 a 4 m de altitude próximos a várzea do Canal/Barragem Santa Bárbara (área amarela na figura abaixo). O ponto onde estávamos fazendo medição era no círculo vermelho em um residencial, no Bairro Mundo Novo, que fica no fundo da várzea. Registramos surreais 4,1ºC com o termômetro na mão. Se o sensor tivesse sem interferência humana próxima marcaria sem dúvida 3,xºC. Bizarro!!!! Vale salientar que o Incoterm foi aferido com nossa estação Davis Pro-2, e na aferição verificamos que marca temperatura real durante o dia, quando abrigado, e a noite mesmo sem abrigo. Segue as fotos do local
  11. É erro. Não é a primeira vez nesses últimos tempos que ela marca valores estranhos. Fazer 10,9°C em Comodoro só com friagens ou, mais dificilmente, com ar bastante seco na época seca.
  12. Allef Caetano

    Mudanças Climáticas - Discussões Gerais

    Uma questão a se analisar é a seguinte. Existe um equilíbrio radiativo no Sistema Terra-Atmosfera, em outras palavras, um balanço entre a radiação de onda curta que entra (a radiação solar) e a radiação de onda longa que sai (a radiação terrestre). Vejam a ilustração abaixo EXPLICANDO Como vocês podem ver dos 100% de radiação solar que entra nesse sistema, 30% é refletido ao espaço por nuvens, pela superfície e por constituintes atmosféricos, sendo o que chamamos de albedo planetário. Para que exista equilíbrio e obedeça dessa forma a lei da conservação de energia os 70% que entra no sistema tem que futuramente voltar ao espaço. Desse total, 16% é absorvido pelo Vapor de água, pelo Ozônio e pelo Oxigênio, 3% é absorvido por nuvens. Sobra então 51% da radiação solar, que será o total a chegar na superfície terrestre, seja diretamente ou após processos de espalhamento. Essa radiação que chega é absorvida e posteriormente emitida para atmosfera, na forma de infravermelho (em obediência a lei de Wien e a lei de Stefan-Boltzmann), e na forma de fluxos turbulentos de calor (latente e sensível). Pequena parte escapa diretamente para o espaço sideral (6%). Boa parte dessa radiação terrestre será absorvida pelo Vapor d'agua, Dióxido de Carbono e outros gases. Uma vez que as moléculas desses gases absorvem a radiação terrestre, essa energia é convertida em movimento molecular interno causando aumento da temperatura e consequentemente aquecimento da camada atmosférica. Dessa forma a atmosfera é aquecida por baixo, pela radiação terrestre. Uma parte dessa radiação, absorvida pela atmosfera, será emitida para o espaço e outra parte será mandado de volta pra superfície, causando assim o que se conhece por efeito estufa, crucial para manutenção da vida na Terra. No final o que entra será igual ao que sai no sistema Terra-Atmosfera. A grande questão é: Será que a degradação dos solos, das superfícies vegetais, a urbanização e outras mudanças nas características da superfície do planeta não poderia alterar esse equilíbrio energético e causar impactos na circulação geral da atmosfera? Seria interessante parar de olhar um pouco só pra cima e olhar pra baixo.
  13. Acho que a galera precisa parar de ignorar o incontestável. É inegável que vastas áreas da América do Sul vem enfrentando um aquecimento nestes últimos 20 anos, recheados de recordes de calor, muitos de estações centenárias. Ao admitir o óbvio a questão é: Tudo está ocorrendo meramente por processos naturais, pertinentes aos ciclos, ou o homem está contribuindo? E se contribui, de que forma se da essa contribuição?
  14. Eu tenho dado de 1913 de POA, Pelotas e outras dezenas de cidades gaúchas. Olhei por cima e não vi nenhum outro abril mais quente. Vou analisar com mais calma depois.
×