Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Victor Naia

Members
  • Content count

    139
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

102 Excellent

Location

  • Location
    São Paulo - Varginha

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Tenho agora 24 graus na fazenda, distante apenas 2 km da zona urbana. Nossa automática está marcando 26.5•c com 23% de umidade e 3.2•C de P.O!!! Risos. Mínima por lá foi de 10•c, já por aqui, deve ter registrado uns 3,4 graus a menos. Estamos 100-150 metros mais altos que o aeroporto, mas em uma semi baixada a 1030-1080 metros, com picos acima dos 1200m. O gostoso é que dentro de casa, parado, é preciso usar blusa. Uma leve, já resolve. Deveremos ter uma sequência de mínimas levemente acima da média quase na média e máximas levemente a talvez bem acima, se persistirem na casa dos 27•c ou mais. E o céu tá aquela beleza, mas ontem mesmo quando voltava da Fazenda, passei por duas áreas com queimadas em um curto trecho. Na torcida para sobrar uma bela marítima no fim do mês.
  2. Pois é, baita friozão. Lambari deve ter feito frio a beça nesses eventos. A estação devia ser bem localizada. A mínima quase que rivalizava com MDF. Aqui em Varginha, as baixadas devem ter registrado-2•C, -3•C nesses eventos. Acredito que a estação de Lavras que registrou-1.4•C era diferente da atual, que é ruim de mínimas, diga-se de passagem. Varginha está 100 km ao sul de Lavras, e levemente mais alta.
  3. Aqui em Varginha acredito 1979 e 1981 causaram maiores estragos. Minha nonna conta que lembra-se de ver geada forte no seu jardim em 1981. Ela se recorda do frio memorável, pois foi no nascimento de meu primo. Conta que o carro não ligava de jeito nenhum, e os canos de água ficaram completamente congelados. Os jardins da avenida Rio Branco, a ex avenida principal do município, ficou branquinha branquinha. Queria MUITO ver isso. Dizem que a última vez que geou forte nas áreas centrais foi em 2000. Acredito que 1994 o fenômeno se rpetiu.
  4. Meus avô que é de Londrina, conta que perdeu TUDO que tinha no seu humilde e pequeno sítio em Cambé. Ele trabalhava na fábrica Anderson Clayton, e pegou um frio que segundo ele, tinha experimentado pouquíssimas vezes. Na empresa, conta meu vô que o cenário já era de pessimismo que vinha do sul do estado. Deve ter feito uns -5 na zona rural da região de Londrina. Diz vovô, que a tarde anterior o céu era típico de uma geada forte, mas jamais imaginava que seria de tal magnitude. Ele tem a capa do jornal com o então Gov. Do Paraná visitando suas fazendas no norte do estado completamente queimadas pela geada. Foi simplesmente, um dos maiores ou O MAIOR deslocamento de pessoas fora do período de guerras na história que se tem notícia. Cidades maiores, especialmente Londrina e Maringá, perderam muita gente, mas receberam população nova vinda das pequenas cidades em volta. Teve cidade que desapareceu. A maioria perderam metade ou mais da população no decorrer da década de 70 e 80. Maioria foi para o centro oeste, e um importante contingente ainda dirigiu -se ao Paraguai e Japão, sobretudo os da colônia japonesa. A população do norte pioneiro, central e noroeste do Paraná só igualou-se a de 1975 há poucos anos. Se a região crescesse no ritmo do interior de S. Paulo( conservador p/ média nacional), teria hoje quase 10 milhões de habitantes. As várias geadas dos anos 60 e 70 com a culminante de 1975 causou esse desastre todo.
  5. Mariunhonani, uma estação bem localizada em Varginha, em uma baixada, protegida, poderia registrar valores muito abaixo do INMET nosso atual ? O que você acha? Este final de semana, pesquisei alguns lugares, e separei três. Se possível, queria colocar as fotos dos lugares em algum tópico do BAZ, e ouvir a opinião de vocês. Adquiri uma Davis, e estou pensando em instalá-la em alguma dessas três baixadas. Pela minha "experiência" por ser daqui, de andar nesses dias frios em fazendas e bairros da área urbana mais afastados, tenho convicção, que nesses lugares citados, eu teria tido temperaturas negativas em algumas incursões polares passadas. Em 2016 quando o INMET registrou 2 ou 3 graus, acredito que muitos lugares da cidade negativaram por exemplo. 2011 lá na fazenda, no termômetro digital, que não é o melhor dos mundos, tivemos negativa mais de uma vez. Att, Victor.
  6. A estação de Bambuí fica em uma baixada na zona rural, recebendo todo ar frio da S. Da Canastra, não? E Sete Lagoas? Pq, olha, eu conheço a cidade e Varginha é bem mais fria que S. Lagoas. Nossa estação aqui é em um topo. Fico de cara com as ótimas mínimas que ela registra. E, Renan, que belo frio em Bom Jardim. Em tempo: nossa automática, essa do topo, registou mínima de 8.9. Em casa, tive 9.3, no centro em área urbanizada, em uma leve descida. Agora já tenho 20.6 graus. Dia bonito. Devemos ultrapassar os 25•c essa semana, e as mínimas deverão continuar sub 10, o que é extremamente comum para esta época( Maio - Setembro com frequência, e não raro entre fim de Março e Novembro ).
  7. A Serra do Rio rastro e toda Serra catarinense possuem um baita potencial. A Mantiqueira em Minas também, que em muitos lugares, considero mal explorada. Mas para um país que com todas essas belezas e diversidades, só consegue receber pouco mais de 6 milhões de turistas estrangeiros, eu não posso esperar muita coisa. África do Sul, tão distante quanto nós do mercado europeu, mais distante do norte-americano, e com vizinhos muito pobres, ao contrário de nós, que Temos países com renda per capita bem razoável, recebe mais de 10 milhões de turistas. A Tailândia, recebe mais de 30,40 MILHÕES.... Mesmo no mercado interno, existem muitas possibilidades. Ontem estive em São Lourenço, e além do parque, não há muitas atrações. Poderiam investir mais no turismo rural, em excursões escolares e da 3° idade por exemplo.
  8. Alpendre na fazenda agora. A temperatura real é de 16 graus. Esse termômetro de madeira, representa bem o frio no alpendre( que não pega sol) e os ambientes internos. Está um gelo. Além de não bater sol direito normalmente, nos últimos dias ele não chegou na roça Pra dormir: muita coberta. Muita!
  9. Em Varginha mais uma manhã fria de um dia belíssimo de sol. Mínima de 5.5 no INMET e 5.7 aqui em casa. Na fazenda o termômetro de madeira marcava 2.8 pela manhã. Não tinha geada, pelo menos nas áreas próximas. Agora temos 17.4 aqui em casa. INMET não chegou ainda aos 17. Torcendo para mais alguma incursão polar chegar por aqui, que pelo menos, não passemos calor semana que vem. Apesar do inverno estar sendo ruim, não tivemos calor. Temperaturas acima dos 25 foram escassas.
  10. Você está em Rolândia? Qual altitude? Estação em baixada? Belos números.
  11. Acabo de chegar de São Lourenço/MG. Às 8:00 da manhã saí de viagem aqui de Varginha, com o termômetro do carro apontando 7 graus no centro da cidade, que foram diminuindo ao longo da rodovia que nos leva a Fernão Dias, chegando a registrar 5. Cheguei em São Lourenço perto das 10 da manhã, com 12 graus, muito sol e um céu lindíssimo. A máxima por lá, deve ter ficado nos 19 graus, que o carro apontava às 15:30. Espero mais uma SUB- 8, quem sabe 7 em casa e lá no topo do INMET. Fico imaginando quando não chegaram nossas baixadas hoje, sendo que a oficial, apontou 5.4, mesmo valor que tive em casa, que apesar de mais urbanizado, está em uma área mais verde da cidade. Há relatos de geadas isoladas, segundo produtores de café. Acredito que deva ter feito uns 2 graus, talvez 1 grau em alguns pontos. Agora tenho 19 graus e ponto de orvalho em 4 C!
  12. 5.3•c aqui em Varginha. Amanhecer gelado.
  13. Vai negativar os lugares acima de 1150-1200 m no sul de Minas, e grandes baixadas pelos vistos, nas altitudes altas( 950m + ). Aqui 8.3 graus, no alpendre de casa. Ponto de Orvalho subiu pra 5.8. Me deixou preocupado. Se bem que ontem, a mínima despencou no fim da madrugada mesmo.
  14. 9.2 graus agora em casa. Ponto de orvalho em 3.5! INMET ainda não atualizou, mas se bobear, vai dar até menos. Espero que não fique nublado. Espero acordar com uma sub-5 em pleno centro da cidade. Seria maravilhoso nesse inverno tenebroso.
  15. Tô de cara com o frio em quase toda Zona da Mata hoje, especialmente, na região de Viçosa- Ubá- Muriaé. A quentíssima Leopoldina deve ter sentido frio. Imagine a máxima em Araponga hoje? Rapaz... Barbacena tá um gelo também.
×