Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

kevin cassol

Members
  • Content count

    171
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

kevin cassol last won the day on November 14 2018

kevin cassol had the most liked content!

Community Reputation

270 Excellent

1 Follower

About kevin cassol

  • Birthday 12/18/1993

Location

  • Location
    Nova Santa Rita/RS

Recent Profile Visitors

579 profile views
  1. Fechamento anual de 2018 para CASA BAIXADA (Nova Santa Rita/RS): Janeiro ameno Fevereiro seco e gelado Março normal, com uma certa dinâmica Abril bizarro (mais quente já visto) Maio bipolar (quente, depois frio) Junho frio Julho úmido Agosto gelado e dinâmico Setembro bananeiro Outubro normal, porém ventoso Novembro quente Dezembro foda!
  2. Fechamentos de Dezembro 2018 CASA BAIXADA TOPO (Nova Santa Rita/RS): Dezembro foi um mês absolutamente fodástico, dinâmica absurda, e recordes generalizados para ambos extremos! Massa polar forte com mínimas extremas. Ondas de calor fortíssimas, com mínimas e máximas recordes. E um pouco de tropicalismo no meio disso tudo. Algo como um Abril/2016 invertido. Sem mais palavras.
  3. RECORDE ABSOLUTO EM TODAS AS ESTAÇÕES DE NOVA SANTA RITA HOJE: CASA - 41.3°C (16:58) BAIXADA - 39.44°C (15:47) TOPO - coleta de dados dia 04/jan Agora 0h00 (horário de verão), tenho em casa 32.1°C / 62%, uma temperatura alienígena, com possibilidade de termos uma mínima histórica. Reclamações do calor são generalizadas.
  4. Para conforto térmico NO VERÃO, eu faço uma menção ao município de Mostardas/RS. Passei uns dias no balneário de São Simão no auge do calorão (26 a 31 dezembro 2018), e notei que lá se mantém bem amena a temperatura, com UR modesta, permitindo valores de Ponto de Orvalho bem agradáveis, com um certo vento de beira de mar, que dava sensação de frescor o tempo inteiro. Super tranquilo para dormir. Me chamou a atenção a ausência total de mosquitos, sem necessidade de ventilador (salvo pessoas exigentes), e insolação não tão massacrante quanto demais regiões. NO INVERNO, não baixa muito a temperatura em noites de massa polar. O local tem as piores mínimas do RS inteiro, mas imagino que o vento deve ser bem incômodo e ser o principal fator para sensação térmica baixa, por ser constante. Ciclones são fortíssimos ali, e fazem estragos com frequência, pois as casas ficam bem próximas da praia. Demograficamente, o balneário é minúsculo e isolado, e distante 20-30km de Mostardas. É composto por umas 300 casas, a maioria fechadas há muito tempo. Residem ali permanentemente somente alguns pescadores, que vivem durante o ano todo. No verão, algumas famílias de Mostardas ou da RMPOA e outras regiões começam a aparecer para veraneio/férias. Tem um aspecto de "camping" o local.
  5. Começando o ano, infelizmente, extraviando o celular (sem bateria, é óbvio), para manter atualizados os amigos do Whatsapp do plantão que iria fazer a partir de hoje. Fora isso, o monitoramento segue com atenção total aos três próximos dias, que prometem marcas memoráveis. Toda cobertura do evento será compartilhada aqui no fórum. Estação do TOPO está neste momento em modo "intensivo", encurtado o intervalo de leituras de 60 segundos para 10 segundos, com exclusividade para os próximos 4 dias, aumentando a precisão e riqueza de leituras de temperatura/UR em 6 vezes, ficando assim, igual BAIXADA e CASA.
  6. kevin cassol

    Estações Nova Santa Rita/RS

    ALGUNS NÚMEROS DESTA VÉSPERA DE RÉVEILLON QUE NÃO SE VÊ TODO DIA: Máximas de 30/12/2018: CASA = 39.6°C BAIXADA = 37.88°C TOPO = 37.63°C Às 0h de 31/12/2018 (1h no horário de verão): CASA = 28.0°C / 87% BAIXADA = 27.48°C / 89% TOPO = 26.48°C / 84% Mínimas de 31/12/2018: CASA = 24.9°C BAIXADA = 24.18°C (!!!) TOPO = 23.57°C
  7. kevin cassol

    Estações Nova Santa Rita/RS

    ANÁLISE DA INCRÍVEL MASSA DE AR SECO DOS DIAS 8 A 11 DE DEZEMBRO DE 2018 E SEUS EXTREMOS: Nestes três dias ocorreu um contraste térmico poucas vezes visto em minha memória meteorológica, com uma das mínimas mais baixas para um mês de dezembro, seguido de uma onda de calor que bateu recordes de máxima absoluta até então nas atuais estações, uma escalada inacreditável na temperatura e, como muitas vezes, subestimada pelos sites e aplicativos de previsão do tempo. Todos os dias tiveram dias e noites extremamente secas com UR baixas, que não trouxe sensação de abafamento. Começando com uma Massa Polar de trajetória continental impulsionada por um Ciclone Extratropical no oceano, provocando anomalias entre -8°C/-12°C em boa parte do RS e SC. Céu aberto e totalmente limpo na manhã do dia 08/dez (7h36): A predominância de céu aberto durante o dia e a madrugada favoreceram o resfriamento noturno e fez com que fossem registradas as seguintes MÍNIMAS na manhã do dia 08/dez: CASA = 12.3°C (5h10) BAIXADA = 8.62°C (5h36) TOPO = 11.30°C (5h26) Após a passagem do ar polar, a corrente de ventos daria repentinamente origem à uma onda de calor originada de uma bolha de ar quente e seco do norte da Argentina/Paraguai, que faria a temperatura disparar em apenas três dias, como mostra o mapa de máximas: Tarde do dia 11/dez com algumas nuvens do tipo cirrus (13h19): No dia mais quente (11/dez) a tarde teve sol com algumas nuvens do tipo cirrus, que não atrapalharam a insolação e permitiram aquecimento durante o dia todo. Na tarde, o timing do horário solar relativo ao aumento da nebulosidade foi PERFEITO, permitindo o maior potencial de aquecimento possível, sendo assim, registradas as seguintes MÁXIMAS: CASA = 40.5°C (15h13) BAIXADA = 38.43°C (15h13) TOPO = 38.99°C (14h59) No dia seguinte (12/dez), a frente fria passou pela madrugada, às 4 horas da manhã, causando uma certa turbulência no gráfico da temperatura, mas não trouxe nenhuma chuva, e também não trouxe resfriamento, mantendo a temperatura noturna alta, e um dia muito nublado e abafado. Extremos diários das estações para os dias em análise: Os seguintes gráficos mostram a evolução da Temperatura/Umidade das 0h de 7/dez às 23h59 de 12/dez para cada estação : CASA (ajuste do desvio da UR de +10% corrigido) BAIXADA TOPO Gráfico da Temperatura simultânea nas 3 estações: CASA BAIXADA TOPO Atente para a temperatura ocorrida no TOPO na madrugada do dia 12/dez, que bateu 28.03°C às 3h45, minutos antes da chegada da frente fria. A temperatura jamais atingiu 28°C em qualquer horário da madrugada em 3 anos de registro na estação de CASA, tampouco na BAIXADA. Captura do frame mostrando instante exato da mínima (08/12/2018 - 05:10) e da máxima (11/12/2018 - 15:13) da estação de CASA: Detalhe no dígitos inativos do display de cristal líquido (LCDs) que começam a mostrar "fantasmas" em altas temperaturas. A intensidade do dígito fantasma é proporcional à temperatura. Isso está relacionado aos LCDs serem termotrópicos, ou seja, é uma propriedade que faz o material reagir conforme a temperatura. Como o cristal líquido é muito sensível às variações térmicas, o aumento na temperatura causa uma pequena desordem no alinhamento da luz polarizada, causando uma certa opacidade na substância em temperaturas elevadas, evidenciando a tonalidade escura nos dígitos inativos. Da mesma maneira, o oposto também ocorre, em temperaturas baixas, o cristal líquido permite uma certa "transparência" da luz, dando a impressão de que os dígitos estão "fracos". Pilhas com baixa carga têm dificuldade de tornar o LCD opaco (preto), causando o mesmo efeito. Outro efeito interessante é que o olho da webcam muda a distância de foco ao se afastar da temperatura na qual foi focada uma vez. Por exemplo: ao focar em uma temperatura de 40°C, ela parecerá proporcionalmente desfocada à medida que a temperatura diminui, e vice versa. Vídeo em Time Lapse do digital do termômetro no período de 8 a 14 de dezembro (acelerado em 240x): A temperatura atingiu pela primeira vez a casa dos 40°C às 14:52:25 e permaneceu estável acima disso por 0:47:30 (14:55:00 - 15:42:30) Além do recorde absoluto de máxima da estação, o dia 11/dez também marcou recorde de maior temperatura já registrada para os seguintes horários: 11:48 às 11:53 12:18 às 16:45 19:05 às 22:10 O seguinte gráfico mostra atualmente as temperaturas recordes para cada momento do dia registradas na estação de CASA, desde o início dos registros em 11/03/2016. Para cada cor, existe um dia em que este recorde ocorreu. Em vermelho, os valores recordes pertencem ao dia 11/dez (faixas de horários mencionados acima): Antes deste evento de temperaturas extremas, no dia 4/dez houve a incursão de uma primeira Massa Polar que trouxe temperaturas igualmente baixas, porém sem trazer calor posterior. As mínimas registradas foram: CASA = 12.4°C (5h39) BAIXADA = 8.67°C (5h28) TOPO = 12.05°C (4h28) Após o dia 12/dez os dias se tropicalizaram, com entrada de umidade, que causou aumento considerável no Ponto de Orvalho e, consequentemente, mínimas na faixa dos 21/23°C todos os dias da semana seguinte e máximas variando bastante entre 31/38°C, com abafamento extremo em alguns dias e temporais típicos de verão nos fins de tarde. OBS: todos os horários mencionados NÃO estão considerando "horário brasileiro de verão", pertencendo assim, ao fuso horário UTC -3.
  8. Deu pra matar a sede pela fabulosa marca tão sonhada (numericamente falando). Terra tá seca, estradas empoeiradas ao extremo, não chove consideravelmente há semanas. Vegetação pede socorro!! Preciso de chuva "pra ontem"!!
  9. 11 DE DEZEMBRO DE 2018 ÀS 15:52 HORÁRIO DE VERÃO MARCA DE 40,0°C É ATINGIDA NA ESTAÇÃO DE CASA PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA, EM NOVA SANTA RITA !!!!!!!!!!
  10. Fechamentos de Novembro 2018 CASA BAIXADA TOPO (Nova Santa Rita/RS): Novembro foi um mês muito bom, com ondas de frio de moderada intensidade intercalado com picos de calor de moderada intensidade também. Destaque para a onda de calor duradoura do dia 10 ao dia 13, boa para o verão, mantendo secura extrema e sem pancada de verão.
  11. Dezembro mal começou e já estou considerando demais...!!! Hoje em Nova Santa Rita, a estação da BAIXADA se destacou por aqui. Tive mínima de 8.67°C às 6:28. Em casa, 12.4°C. Excelente, e com diferença de mínimas de 3.7°C. Valor alto. Na tarde, UR em torno dos 25-30%. E não só isso. Às 23:52 de ontem (horário de verão) tive o recorde absoluto de maior diferença SIMULTÂNEA já registrada entre as estações de CASA e da BAIXADA: 6.67°C (18.5°C vs. 11.83°C), batendo a marca anterior de 28/08/2018 às 20:35 - 6.43°C (17.0°C vs. 10.57°C) Devo fazer uma análise detalhada deste evento assim que buscar os dados do TOPO na próxima semana que, inclusive, pode surpreender também!
  12. Se for assim, estarei considerando muito este mês! Se pintasse um abril de 2016 invertido seria incrível para encerrar o ano e embalar um verão longe do padrão 2018. Tive hoje 03/dez: CASA - 13.4°C/26.6°C BAIXADA - 10.81°C/24.68°C Impressionante o gradiente térmico e secura em topos nesta noite. Dei uma volta as 22h pelos bairros aqui e encontrei algumas partes baixas da cidade com uns 13-15°C (estimado) enquanto partes altas com 18-20°C e secura extrema, alguns picos extremos certamente abaixo dos 50% pela meia noite (CASA teve 18.5°C/52% as 23:45)! Isso é raro, não se vê todo dia. A sensação era de 5h da manhã nas baixadas e 20h da noite nos topos.
  13. Excelente evento de frio (lê-se: "anomalias negativas"), o primeiro registrado até então na estação meteorológica do topo. Em CASA: 22h = 17.8°C / 70% 23h = 17.1°C / 70% 0h = 16.1°C / 79% 1h = 15.2°C / 83% 1h20 = 14.9°C / 84% (agora enquanto escrevo esta mensagem) Segue em queda livre a temperatura e sem subir muito a UR (PO baixando). Céu limpo, cristalino, estrelado, sem vento, para dar inveja aos meses de inverno. Bom para recordar o evento de 14/dez/2010. Esta mínima de 8 anos atrás foi mais intensa. Mas certamente esta será memorável por alguns anos. E segue firme outra incursão polar para o dia 08/dez.
  14. Referente a qual intervalo de dias do ano exatamente se refere cada barra? Eu tenho para os dias 21/09 a 20/12 em casa (MÉDIA MIN / MÉDIA MAX / MÉDIA ABS): 2016 - 15.72 - 28.14 - 21.25 2017 - 16.53 - 28.10 - 21.66 2018 - 16.81 - 28.33 - 21.97 (até hoje 28/11)
  15. kevin cassol

    Estações Nova Santa Rita/RS

    Um retrato das minhas 3 estações: CASA: BAIXADA: TOPO:
×