Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Tomás WRuas

Moderators
  • Content count

    1610
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    22

Everything posted by Tomás WRuas

  1. Tomás WRuas

    Urupema (Epagri/Ciram)

    Desde janeiro de 2018 foram atualizados os seguintes recordes na curta série de Urupema (ago/10-): Mínima absoluta de janeiro: 1,4° em 30/01/2018 Menor máxima de fevereiro: 15,1° em 15/02/2019 Menor máxima de março: 14,5° em 26/03/2018 Mínima absoluta mais alta para abril: 2,2° em 19/04/2018 Máxima absoluta de maio: 25,6° em 04/05/2019 Mínima absoluta mais alta para maio: 2,3° em 25/05/2019 Maior mínima de junho: 15,2° em 30/06/2019 Menor máxima de outubro: 11,5° em 06/10/2018 Mínima absoluta mais alta para novembro: 6,2° em 19/11/2018 Mínima absoluta de dezembro: -2,1° em 07/12/2018 Maior amplitude diária da estação: 28,6° (-3,7°/24,9° em 07/09/2018) Menor temperatura da estação: -9,2° em 07/07/2019
  2. Algumas fotos do amanhecer de hoje no distrito do Pericó, em São Joaquim. A mínima por lá ficou em -8,6°. No momento em que eu tirei as fotos, às 8h00, fazia ainda -8,0°C. Ontem, no fim da tarde, estávamos em Urupema eu, @Felipe Backendorf, @Augusto Goelzer e o @VitorVM. Fomos na estação da Epagri com um termo-higrômetro Incoterm, ficamos um tempo por lá acompanhando a queda. A estação estava marcando absolutamente igual ao Incoterm. Ficamos um tanto assustados com a perfeição daquela baixada. Dificilmente há buraco mais cuiudo na Serra Geral do que a Epagri de Urupema. Mais tarde posto um tópico com os relatos mais completos. Aliás, baita valor esses -9,2° por lá, ainda mais considerando que foi registrado logo às 3h. Uma pena a decepção com a lenda dos -10°. Mas fica pra próxima. Ele vem!
  3. São Joaquim teve -5,8° na automática do Inmet. É o menor valor desde a abertura da estação em 2008, empatando com julho de 2009.
  4. Ainda não acredito que o Inmet de Canela caiu... Tinha -2,0° às 5h e caindo severamente, com tudo pra bater os -3° pela primeira vez. Pra ter ideia, Bento Gonçalves, que é muito pior de mínimas (topo mais baixo), tinha -0,3° às 5h e caiu pra -2,6 às 7h. Foi o segundo menor valor da estação aberta em 2006, só perdendo pra junho de 2012 com -2,7.
  5. Canela teve um dia gelado. Variação de -0,7° a 8,7° no Inmet com muito sol e vento sul. O ponto de orvalho bateu -6,9° por lá. Ausentes teve -1,5°/9,1° com P.O. descendo a -8,9°!
  6. Como o @Felipe Backendorf disse, uma tarde bastante agradável em Floripa. Aqui no Canto dos Araçás a sensação de frio se manteve o dia todo, mesmo com o céu ensolarado. Advecção de vento SSW constante e a proximidade com o mar e a Lagoa da Conceição mantiveram a máxima abaixo dos 16°. As máximas em Floripa: 15,9° Canto dos Araçás 16,5° Avenida das Rendeiras 16,6° SBFL 17,2° Ratones 17,3° São José/Inmet 17,4° Itacorubi 17,7° Carijós 18,1° Sto Antônio de Lisboa
  7. Mínima do ano hoje aqui em Floripa. Tive 10,8° na minha estação. Carijós teve a mínima da ilha com 7,5°. Porto Alegre registrou 4,0°.
  8. Certinho. Foi o primeiro semestre mais quente da história de POA, com média 24h de 22,3°. Passou o recorde anterior de 2005 (21,7°) em 0,6 grau.
  9. Próximo capítulo: PORTO ALEGRE - INMET - JUNHO 2019 Tabela da estação automática (2001-19) | As médias e extremos abaixo são da convencional, com anomalias para a normal 1981-2010. Média compensada: 18,3° (+3,8°) maior desde 1910 Média das mínimas: 14,2° (+3,3°) maior desde 2005 Média das máximas: 25,0° (+5,1°) maior desde 1910 Máxima absoluta: 30,3° Mínima absoluta: 3,6° Maior mínima: 18,1° Menor máxima: 13,9° Precipitação: 44,4 mm (-97,1 mm) Observações: O junho mais quente da história, apenas e tão somente. A maior anomalia positiva da história foi essa média máxima de 25,0° e seus +5,1. Bateu o recorde anterior de junho/2005 em 1,9° (Jardim Botânico) e em 1,5°C o da Redenção, de junho de 1930.
  10. Sem dúvidas, mais forte. Talvez bem mais forte. Repito: o cenário é propício para as melhores mínimas deste século no RS, SC e PR.
  11. Essa região de São Chico, pegando Gramado/Canela e indo até ausentes tem tudo pra ser o penico da neve sexta e sábado. Como frio não vai faltar neste evento, onde tiver mais precipitação vai ser onde mais vai nevar. Eu vou estar em São Joaquim, então espero que sobre bastante umidade pra lá. Mas não espero que neve tanto quanto na serra gaúcha, onde deve ser um belo evento, já que é onde a baixa mais deve jogar umidade.
  12. Se eu fosse apostar (e vou, aliás apostem no bolão!) diria que teremos 1° no Inmet de POA (talvez um 0,x° a depender de vento, nuvens etc.), negativas em Floripa (Carijós e Ratones) e -10° pra baixo em uma penca de estações da serra catarinense no domingo. A 12z do Euro de hoje veio MUITO severa pra superfície. Sinceramente, -5° no bruto pra São Joaquim já é algo severíssimo, os que acompanham o YR pra lá sabem. Coisa de fim de grade que nem se dá bola. Agora, -5° pra Canela é algo que eu nunca pensei que veria. Mas aí está, a 5 dias de distância. Pro Morro da Igreja o Europeu coloca -7°!!! O Inmet de lá vai baixar de -8°! Ano passado, quando fez -7,0° no Pericó, o YR colocava -3° pro MI. A tarde de sábado vai ser com máxima sub 5° em praticamente toda a serra geral com sol, e as temperaturas vão despencar absurdamente ao anoitecer. O suporte é o mais forte desde 2000, sem dúvidas. Teremos uma alta de 1033 hPa com centro sobre a serra na madrugada de domingo. É realmente impossível não se empolgar.
  13. "MP normal", dizem alguns... Well, seguem os números previstos pelo Euro bruto 12z para alguns locais... Canela (recorde -2,5° em 2009 no Inmet/auto 2008-2019) São Joaquim (recorde -5,8° em 2009 no Inmet/auto 2008-2019) Criciúma (recorde -0,6° em 2017 na Epagri/auto 2010-2019) Lembrando que é tudo dados brutos, portanto o observado, a depender do local, deve ser bem menor do que a previsão. Na minha opinião teremos recordes generalizados nas estações automáticas das serras Gaúcha e Catarinense com as melhores mínimas desde 2000 no amanhecer de domingo.
  14. Vivi pra ver o Europeu dando neve pra Porto Alegre. É menos de um centímetro, é verdade. Mas é neve no bruto do Euro pra Porto Alegre. Pelo modelo poderia nevar na noite de sexta. Dá 5° no bruto pra POA e boa chuva, o que na prática pode ser 4°, talvez menos. O suporte é fortíssimo. Difícil não se empolgar. O pinico da neve seria São Chico pelo Euro, nevando sexta desde a manhã, durando o dia inteiro. Só pararia sábado ao amanhecer. O modelo dá neve generalizada no Rio Grande do Sul na noite de sexta: E pra coroar, mínimas incríveis no domingo (lembrando que é o EURO BRUTO): Essa MP vai ser uma benção depois de um mês tão sofrível. Torcendo pra que mantenha!
  15. Chega a parecer sarcasmo, mas sim: eu fui otimista demais nessa projeção. Ontem Porto Alegre teve máxima de 30,3° na automática, a maior desde 2006 para junho. Hoje, a máxima foi de 27,0° à meia noite. Resultado: média máxima de junho 2019 vai fechar nos 24,6° na automática, com uma anomalia de +5,0° para A PRÓPRIA SEMI-NORMAL 2001-18 DA AUTOMÁTICA! Pegando o bimestre junho-julho nos dados da convencional, desde 1913 a maior média máxima para qualquer um dos dois meses havia sido de 23,8° em julho de 2017. A mesma convencional vai fechando o mês atual com média máxima de 25,0°. Pois é. Batemos o recorde anterior do bimestre em 1,2°C. Querem mais? A anomalia de média máxima da convencional pra 1981-2010 ficou em +5,1°. Não há nos dados centenários de Porto Alegre anomalia positiva maior que esta. Nem mesmo em agosto de 2015, que fechou +4,9/+4,8.
  16. Santa Maria teve mínima de 27,1° em 8 de agosto de 2015. E mínima de 29,9° em 25 de dezembro de 2012. Eu vejo um pessoal dizendo que acha isso horrível, mas eu acho maravilhoso. É uma dinâmica única no Brasil, que eu não trocaria por marasmo frio nenhum. Toda vida variações loucas. Em tempo, os últimos dias por lá foram de uma dinâmica absurda (UTC):
  17. Hoje foi um dia que em nada deveu às jornadas mais quentes do auge do verão no Rio Grande do Sul. A variação em algumas cidades gaúchas: Santa Maria/Inmet: 25,4°/30,4° Taquara/Dr Jung: 26,8°/33,3° Campo Bom/Quatro Colônias: 25,6°/30,3° Campo Bom/Inmet: 23,9°/32,7° Teutônia/Languiru: 23,2°/32,1° Sta Cruz do Sul/Coutry: 21,2°/30,3° Morro Reuter/Mato Comprido (720m): 20,4°/25,9°
  18. Desculpa, mas -12° em 850 hPa? Isso nem em 1991, quando deu -10° no Inmet de São Joaquim. Acho que só em 1918 deve ter dado algo parecido. Não vi nenhuma projeção apontar algo sequer próximo disso tudo. Muita hora nessa calma.
  19. Há controvérsias. Esse dado é polêmico. Eu particularmente não considero.
  20. A madrugada foi severamente quente no Rio Grande do Sul. O aquecimento adiabático da pré-frontal trouxe mínimas muito altas. As maiores (HBR): 26,8° Taquara (31 m) 25,8° Quatro Colônias, Campo Bom (281 m) 25,4° Santa Maria (103 m) 23,9° Campo Bom/Inmet (23 m) 23,2° Teutônia/Languiru 22,2° São Luiz Gonzaga (245 m) 21,9° Rio Pardo (107 m) 21,0° Santo Augusto (490 m) 20,5° Porto Alegre (41 m) 20,4° Morro Reuter (720 m)
  21. Em 2009 deu 0,1° no Inmet, mas eu não acompanhava meteorologia. Então, volto a repetir, é a projeção mais agressiva que eu já vi do Europeu bruto pra Porto Alegre.
  22. Moretão, pelas projeções do Europeu de ontem à tarde, essas mínimas seriam estraçalhadas! Mas agora parece que os modelos estão migrando para projeções de uma MP menos seca, mais favorável à neve do que a mínimas extremas, tipo 2013. Eu pessoalmente acho que está na hora de termos mínimas extremas. O recorde de Urupema nas horárias é -8,8°, na verdade.
  23. Esses -17,8° supostamente registrados no Morro da Igreja não fazem sentido nenhum. A mínima absoluta de lá é -7,8° em 2013. Recomendo desconsiderar fortemente esse valor desconexo. A mínima oficial do Brasil, pelo Inmet, é -11,6° em Xanxerê em 1945. Mas tem esses registros pela Epagri de -12° em Canoinhas e de -14° em Caçador.
  24. Enquanto esperamos a melhor MP pra mínimas em um bom tempo, Porto Alegre vai fechando seu junho mais quente da história em mais uma bizarrice do pós 2000. Porque o pós 2000 não se contenta em apenas quebrar recordes. Ele tem essa fixação muito característica em estraçalhar, judiar e depois tocar fogo nas marcas anteriores. O recorde de maior média máxima pra junho em Porto Alegre era de 23,5° em junho de 1930. Isso quando a estação ficava na Redenção, que tem máximas mais altas por ser meio baixada. Desde que foi pro topinho do Jardim Botânico, em 1974, o recorde é de 2005 com média máxima de 23,1° na convencional. Mas eis que chega 2019. E, faltando apenas dois dias para fechar o mês, podemos estimar com boa precisão que a média máxima vai fechar em 24,9° na convencional (o que aliás já é o valor atual, os próximos dias apenas irão mantê-lo). Isso dá uma anomalia de +5,0° pra normal 1981-2010 e bate o recorde anterior do local em quase 2 GRAUS. Na automática, a média máxima vai ficar nos 24,4° (+4,8). Para dar uma ilustrada, segue a média das máximas do JJ na automática do Inmet desde 2001:
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.