Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Tomás WRuas

Moderators
  • Content count

    1385
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    14

Tomás WRuas last won the day on October 12

Tomás WRuas had the most liked content!

Community Reputation

867 Excellent

6 Followers

About Tomás WRuas

  • Birthday 07/18/2001

Location

  • Location
    Porto Alegre, RS

Recent Profile Visitors

946 profile views
  1. Postei no tópico de resumos climatológicos o JJA das cidades mais frias do Sul, se alguém quiser conferir:
  2. Inverno JJA nas estações mais frias do Sul do Brasil por ordem de média simples Urupema (Morro das Torres): 9,13° Urupema/Epagri: 9,25° São Joaquim (Cruzeiro): 9,55° Pinheiro Machado (Passo dos Pires): 9,55° Pinheiro Machado (Parque Charrua): 9,63° São José dos Ausentes/Mario: 9,69° Bom Jardim da Serra (Rio do Rastro Eco Resort): 9,89° São Joaquim (Postinho): 9,99° Bom Jardim da Serra (Rio Porteira): 10,05° São Joaquim (Pericó): 10,10° São Joaquim (Santo Antão): 10,22° Bom Jardim da Serra/Epagri: 10,58° São José dos Ausentes/Inmet: 10,98° São Joaquim/Inmet: 10,99° Caçapava do Sul/Inmet: 11,68° Vacaria/Inmet: 11,76° Cambará do Sul/Inmet: 11,77° Jaguarão/Inmet: 11,99° Canela/Inmet: 12,04° Quaraí/Inmet: 12,15° General Carneiro/Inmet: 13,14° *Mantiqueira, Mirante do Rio do Rastro, Herval e Vacas Gordas não entraram por falta de dados. Agradeço ao @Fernando Keiser, ao @Mario e ao @Allef Caetano pelos dados! Qualquer adendo/correção, me avisem!
  3. Acho que Michael é o furacão que trouxe mais danos por vento na história recente dos EUA, certo? Um absurdo. Além disso, considero ele o mais didático. Entrou no meio da tarde, com olho limpíssimo, a destruição fez jus aos avisos e os registros são muitos. O material é ótimo sobre ele. Aliás, segue registros impressionantes de dentro do olho: vídeo completo em 4K:
  4. Eu tô no chão com esse vídeo. Como o próprio autor diz, não existe nada parecido no Youtube, e olha que eu procurei (como procurei por algo assim!). Olho perfeito, calmíssimo e ensolarado. Certamente uma filmagem histórica.
  5. PORTO ALEGRE - INMET - SETEMBRO 2018 Tabela da estação automática | As médias e extremos abaixo são da convencional, com anomalias para a normal 1981-2010. Média compensada: 19,3° (+2,6°) 3ª maior já registrada Média das mínimas: 15,7° (+2,9°) 3ª maior já registrada Média das máximas: 24,3° (+2,2°) Máxima absoluta: 33,4° Mínima absoluta: 9,7° Maior mínima: 19,4° Menor máxima: 17,8° Precipitação: 168,0 mm (+26,5 mm) Observações: Mês escroto, tropical. O terceiro setembro mais quente já registrado desde 1909 em Porto Alegre. Ainda longe do bizarro setembro 2017, o que ameniza a sensação de esgoto.
  6. Amanhecer com um bom frio em Porto Alegre: mínima de 9,1°. É a menor temperatura desde 28 de agosto, quando fez 6,5°! Setembro mal baixou de 10°, com mínima absoluta de 9,8°.
  7. Incrível: Porto Alegre vai fechando setembro como o 3º mais quente da história. Perde apenas para setembro do ano passado (recorde absoluto disparado) e para 1971. Foi um mês histórico e nem me dei conta até tabelar. Pra ver como essas bizarrices estão ficando cada vez mais normais. Quando der posto o resumo completinho no tópico adequado.
  8. Um cenário de tempo muito severo é esperado para este fim de semana na Argentina, Uruguay e aqui no Rio Grande do Sul. A MetSul emitiu um alerta com vocabulário pesado. Segundo eles, a situação na Argentina é alarmante. Será "um dos piores cenários que se viu nos tempos recentes de tempo severo para a região e são esperadas tempestades na zona com chuva torrencial, muitos raios, granizo de variado tamanho e em alguns locais grande, além de violentas rajadas de vento com prováveis tornados." Segue a íntegra da nota: *ALERTA* Aviso de tempo severo na Argentina, Uruguai e Rio Grande do Sul Condições particularmente perigosas de tempo severo são esperadas hoje e neste fim de semana na Argentina e no Uruguai. Ao longo do dia de hoje devem se formar intensas áreas de instabilidade no Centro argentino, mas será entre a noite de hoje e a madrugada deste sábado que tendem a eclodir poderosas áreas de tempestades na região, afetando províncias como Córdoba, Santa Fé, Entre Rios e Buenos Aires, além do Uruguai. É um dos piores cenários que se viu nos tempos recentes de tempo severo para a região e são esperadas tempestades na zona com chuva torrencial, muitos raios, granizo de variado tamanho e em alguns locais grande, além de violentas rajadas de vento com prováveis tornados. Ar extremamente quente invadirá a região com aporte de umidade e valores de pressão atmosférica significativamente baixos, criando um ambiente altamente propício a temporais intensos a muito severos com alto potencial de causar danos nos dois países, mas, sobretudo, na Argentina. Parte dessa intensa instabilidade vai afetar o Rio Grande do Sul neste fim de semana. Ar muito quente cobrirá o território gaúcho amanhã e domingo com muito calor, sol e nuvens, mas a atmosfera superaquecida com umidade alta e muito baixa pressão atmosférica deverá favorecer temporais no Estado, alguns localmente fortes a severos com danos e transtornos para a população. Nosso modelo WRF chega a indicar valores de índice de instabilidade de 3000 a 4000 J/kg no Oeste e no Sul gaúcho na segunda metade do sábado. São valores extremamente altos e que não se vê comumente, indicando uma atmosfera propicia a tempestades severas a muito severas. No começo do domingo, a instabilidade avança pelo Rio Grande do Sul, alcançando o Centro e a Metade Norte do Estado com diminuição dos fenômenos adversos no Oeste e no Sul. Como a atmosfera estará muito quente e instável não se pode afastar a possibilidade de temporais isolados no Rio Grande do Sul na segunda metade do sábado antes mesmo da chegada da linha de tempestades. Advertimos que essa linha de tempestade estará sendo alimentada na sua dianteira por ar muito instável e quente de baixa pressão e que será capaz de trazer chuva, localmente torrencial, e fenômenos adversos como muitos raios, vento forte e granizo de variado tamanho. Especial atenção ao risco de vento forte na forma de vendavais e que em diferentes pontos podem ser intensos e com potencial alto de danos antes as rajadas acima de 100 km/h.
  9. RS e SC - MÁXIMAS 22/09/2018: 36,3° Teutônia (RS) 35,2° São Borja (RS) 35,1° Mondaí (SC) 34,8° Itaqui (RS) 34,6° Caibi (SC) 34,3° Águas Frias (SC) 34,2° Campo Bom (RS) 34,1° Taquara (RS) 34,0° São Luiz Gonzaga (RS) 33,8° Cerro Largo (RS) 33,7° Ouro (SC) 33,6° São Leopoldo (RS) 33,6° Itapiranga (SC) 33,5° Santa Rosa (RS) 33,5° Santa Maria (RS) 33,3° Uruguaiana (RS) 33,2° Guabiruba (SC) 33,1 Concórdia (SC) 32,9° Porto Alegre (RS) 32,9° São Vicente do Sul (RS) 32,8° Alegrete (RS) 32,7° Braço do Norte (SC) 32,6° Timbó (SC) 32,6° Maravilha (SC) 32,5° Camaquã (RS) 32,4° Nova Trento (SC) 32,4° Botuverá (SC) 32,3° Bagé (RS) 32,3° Iporã do Oeste (SC) 32,2° Seara (SC) 32,2° Nova Bassano (RS) 32,2° Quaraí (RS) 32,2° São Gabriel (RS) 32,2° Urussanga (SC) 32,1° Vale Verde (RS) 32,1° Livramento (RS) 32,0° Blumenau (SC) 32,0 Joaçaba (SC) 32,0° Schroeder (SC)
  10. Boa tarde! Que timing pro começo oficial da primavera! Apesar de que, climaticamente, a estação já está em andamento desde o começo de setembro, hoje vamos tendo finalmente um dia digno do calor primaveril. O Inmet bateu 31,3° com 44% às 13h, após pico de 32,0°. É o maior valor desde 12 de abril, quando fez 33,4°. Ainda tem margem pra subir mais um pouco, vamos ver. Pros próximos dias há previsão de muita chuva.
  11. Segundo a CNN, 54 mortos nas Filipinas.
  12. Dá até certo alívio ver isso. Essa sequência de recordes de calor dos últimos anos me dá uma aflição.
×