Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

klinsmannrdesouza

Members
  • Content count

    511
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

323 Excellent

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Um outono e inverno úmidos no Brasil seria benéfico para quem gosta do frio e também para as represas do Sudeste, evitaria chegar na primevera com níveis críticos de racionamento.
  2. Olhando pelas imagens de satelite, o VCAN sobre o Sul do Brasil, MS e sul do MT parecia uma massa de ar frio pelo seu formato, por isso que choveu tanto em Minas, Rio e Espírito Santo, este cavado no Oeste do Brasil drenoum as instabilidades para lá.
  3. klinsmannrdesouza

    Monitoramento e Previsão Europa - 2019

    Não é raro acontecer mudanças bruscas no de padrão de circulação atmosférica de um mês para outro, até outubro do ano passado a Europa estava sofrendo com o calor extremo e queimadas, principalmente na península Ibérica, depois veio esse período frio e úmido que levou a neve com acumulação até Atenas, e agora um fevereiro bem quente. O fluxo de ar frio deve estar enfraquecendo, a oscilação do jato polar está se acalmando no Hemisfério Norte, possivelmente as médias de inverno devem ficar normais já que este calor fora de época reduziu as anomalias negativas.
  4. A defesa civil é fraca em qualquer tipo de alerta, deveriam ter emitido aviso desde ontem quando as chuvas se intensificaram no centro-norte de Minas, e em mídias mais acessíveis como os jornais locais, como por exemplo o G1.com.
  5. Ainda bem que hoje é domingo porque o movimento nas ruas e menor, fosse num dia útil os problemas teimam sido maiores.
  6. klinsmannrdesouza

    Monitoramento e Previsão Europa - 2019

    O auge do frio deve ter passado na Europa, dezembro e janeiro foram bem frios principalmente no Leste, Centro e Sul do continente, quem viajou pra lá nos dois meses anteriores não teve o que reclamar.
  7. O vale do Jequitinhonha é a região mais seca do Sudeste, a região com maior influência da ASAS no Brasil junto com o Espírito Santo e a Bahia. Só falta chover forte no interior baiana.
  8. Fev/2014 foi bem quente até o dia 13 no Brasil de forma geral, depois uma frente fria conseguiu chegar até o Sudeste causando o retorno das chuvas e as temperaturas ficaram amenas. Neste ano o padrão começou a mudar exatamente no primeiro dia de fevereiro a partir do Sul, só falta chover forte no interior da Bahia.
  9. Os órgãos meteorologicos, apesar de oficializarem o el niño, ressaltam que por enquanto é de fraca intensidade, se mantiver assim não deverá impactar negativamente no nosso outono/inverno. O saudoso inverno de 1994, que teve duas ondas de frio fortíssimas, foi com el niño fraco.
  10. Muitos institutos meteorológicos sul-americanos elaboram as previsões climáticas de médio e longo prazo considerando apenas as oscilações de temperatura do oceano Pacífico, esquecendo o Atlântico, sendo que o cliima é um conjunto de vários fenômenos barométricos e térmicos. Isso é um problema porque na maioria das vezes fica um entendimento razo neste assunto, nos prendemos a crenças como ''se houver el niño não tem frio forte no inverno'' ou ''inverno com la niña é sinônimo de frio constante com geadas e neve'', quando a dinâmica atmosférica nem sempre é assim.
  11. A influência do Atlântico sobre o clima da América do Sul varia a cada ano, como no caso dos últimos verões calcitantes em que ele esteve muito mais aquecido do que o normal; em outros ele simplesmente responde aos efeitos do Pacífico, fora o fato de que é o oceano mais volátil do planeta em termos de dinâmica atmosférica.
  12. Falar em alertas meteorologicos no Brasil é complicado, alguns institutos tem medo de causar pânico nas pessoas e outros acabam por exagerar nos avisos; porém é melhor emitir alertas do que não falar nada, assim o prejuízo em caso de alguma tragédia será menor. Sobre o Rio de Janeiro, a cidade já foi afetada pelo deslizamento, como o relevo em si é um agravante pelo formato ondulado, e pela quantidade estimada de chuvas em alguns modelos numéricos, resolveram por cancelar as atividades.
×