Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Maria_Marchiori

Members
  • Content count

    22
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About Maria_Marchiori

  • Birthday 04/16/1972
  1. Todos nós temos o nosso “termômetro de pele” e esse, ao meu ver, é individual; claro que todos sabemos quando está calor ou quanto está frio, é o “óbvio ululante”, mas a resposta que temos ao frio ou ao calor é diferente de um para outro. É como uma dor: alguns são mais sensíveis outros resistem mais à dor que incomoda. Essa que vos fala, por exemplo, sente muito calor e bastam 30º - uma temperatura que eu acho normal para Piracicaba – para que eu comece a reclamar, dependendo das condições de umidade... O meu termômetro de pele tem em sua lembrança verões mais chuvosos entre o final de 70 e os anos 80. E também um frio mais forte – ou ao menos que tinha uma maior duração que temos hoje. É minha memória dos frios que eu achava congelante ao sair da cama cedinho para ir à escola; hoje, penso eu, talvez nem fosse tão congelante assim, mas era naquele momento com as ruas cobertas por uma linda neblina que eu gostaria que tivesse sempre. Piracicaba é quente, um buraco, ponto. Rsrs Em maio, quando é realizada a Festa das Nações, as mulheres usam seus casacos longos e suas botas – afff! no Engenho, para pisar na terra, mas vão... - , e nos últimos 2 anos fez calor para a época e nada de casacos e botas, mas saias e alcinhas. Isso, acredito eu – não é uma regra, pois há variações (assim sempre pensei) entre um ano e outro, que talvez – por favor me corrijam se eu estiver errada!!!! – compensem máximas / mínimas. Sim, o homem interfere no ambiente, o desmatamento causa aumento na temperatura e diminuição de chuvas, há poluição, chuva ácida... Aquecimento global? Tenho minhas dúvidas, assim como questiono outras coisas que não são relativas a este fórum... Sim, a Terra sofre aquecimento, resfriamento, tem ciclos, é viva, não é estática. E temos nossas impressões, nossa pele, nossa forma de sentir... Estou aqui no BAZ para aprender e tenho muito a aprender, por isso leio muito e falo pouco, porque minha colaboração é quase nada hoje. E mesmo sabendo, tendo o conhecimento – para aquele que sabe de fato, sabe também que o aprendizado nunca acaba, que referências podem mudar, que dados podem mudar... E que, principalmente, antes de tudo, deve-se ter humildade; não é com arrogância ou melindres que se planta uma idéia ou se informa uma descoberta ou mesmo se ensina alguém. Abraços a todos. É muito bom estar aqui!!! :heart:
  2. Maria_Marchiori

    SUGESTÃO P/ ESCOLHA DA 2a ESTAÇÃO DO BAZ

    Linda região, dá uma sensação de frio mesmo, hehehe. Será que há alguma baixada possível de monitoramento, com internet e segurança? A cada imagem que vejo postada aqui do RS, mais tenho vontade de me mudar de mala e cuia... Vou fazer cupcakes e outras guloseimas para vender e ajudar na próxima estação :good2: ... Só não tenho como votar porque ainda não sei o que é importante ter na região... Abraços!!!
  3. Boa notícia, Artur!!! Já estava começando a ficar triste com a possibilidade de passarmos secos por aqui! Ontem, ao final da tarde, tive ventos fortes, granizo e uma chuva bem pesada aqui em Pira (em minha casa); porém, é como se sabe: chuvas localizadas... No bairro onde meu irmão reside, nem uma gota de chuva. Hoje amanheci com um céu azul-que-é coisa-mais-linda; espero chuvas para o final de tarde. Abraços a todos!!!
  4. Ele não falou da sua cidade em particular cara, para ele a visão de inferno é estar sob 40 graus com um monte de gente mal educada e sem valores no ônibus. Isso não se aplica apenas ao Rio de Janeiro, muito pelo contrario, em SP você vê tudo isso e não existe sequer um ônibus com ar condicionado. Hoje, logo cedinho, fui ao INCOR, ao lado do Hospital das Clínicas, fazer exames. Pego o metrô em Tucuruvi, parada final. Mesmo embarcando no início, fui em pé, socado, apertado, sem ar condiconado :mosking: , até no Paraíso, para fazer a baldeação para a estação Clínicas, depois de 30 minutos de aperto. Havia um problema com os trens na linha verde, que passa pelo hospital. Consegui embarcar 15 minutos e 6 trens depois. Vocês não leram errado: só consegui entrar no 6º trem. É ou não é o retrato do inferno, para quem tem aguentar isso diariamente? :rtfm: :russian: Ora, ora... Colocando minha modesta opinião, sem querer criar confusão que meu coraçãozinho não está podendo - hoje foi o dia! aqui é o ENCOR e eu fui também... exames e coloquei o Holter e o monitoramento é do meu coração por 24 horas... Arritmias. :heart: Bem, gosto muito das colocações do amigo Frost - pertinentes e neutras. Também não consegui enxergar preconceito na colocação do Evandro, mas, enfim... Ônibus lotado, eu já com o Holter, 14h30min, uns 34º fora da lata e dentro me sentindo com 40. Um moleque (moleque mesmo, não um rapaz) estava, além de ouvir um funk em altura considerável que dizia toda a sorte de palavrões, segurando a porta do ônibus com os pés, mantendo-a aberta mesmo quando o motorista (que corria como o diabo da cruz) a fechava. É o inferno. E eu estou em Pariscicaba e não no Rio.Como falou Frost, é uma questão de valor, de educação... não de classe social. Não dá para colocar todos em uma mesma panela. Bem, o clima! Tive e estou tendo madrugadas bastante frescas e ventosas. Hoje tive 35º aqui na empresa, mas sem a sensação de abafamento da semana antes da quebra do bloqueio. Espero muito que a situação melhore mais. Beijos arritmicos...
  5. Piracicaba também espera, não apenas o vento, mas a chuva! Hoje por aqui muitos peixes apareceram mortos boiando na superfície da (pouca) água que ainda tem por lá... Foi tão triste que deu vontade de chorar... "O rio de Piracicaba vai jogar água pra fora Quando chegar a água dos olhos de alguém que chora"...
  6. Obrigada a todos!!!! O que eu n'ao souber vou perguntando!!!
  7. Isso mesmo, Melo!!! :clapping: Muitos vivas para a quebra do bloqueio, porque já estava de um jeito que não dava mais! hauhauhau A josélia virou minha "ídala" nesses últimos dias e eu espero que chova bastante mesmo! Até que a gente fique verde para compensar o tempo seco e aumentar um pouco a vazão dos rios... Ontem à tardinha e à noite choveu gostoso em Pira, sem vento, mas com bastante relâmpago. Hoje amanheceu encoberto, com um a temperatura melhor (agora 28º). Previsão de chegar aos 36! Vamos a ver!!! Abraços esperançosos!!! Que venha chuva, sua linda!!! Abraço ao Artur.
  8. Obrigada, Maurício! Obrigada, Renan! Artur havia falado do WX! Muito bom, bom, bom ser uma baziana! Piracicaba agora com modestos e inacreditáveis 30º (nem reclamei do calor ainda hoje! rs). A previsão é que chegue aos 36, mas hoje eu estou duvidando. Talvez amanhã ou depois, com a chegada da tão esperada frente fria. Está bastante nublado e torço para que águas caiam!!!
  9. Olá, pessoas! Oi, André, Artur, João, Frost, Ziemann, Bruno, Carlos em dobro, Coutinho, Willian, Mafili, Maurício, PH e para quem eu não tenha colocado o nome... Que bom ver tudo calmo por aqui!!! :heart: Eu leio, mais que escrevo, acho que já perceberam. Como eu já coloquei, ainda não tenho muito conhecimento de meteorologia, não sei ler os modelos, mas tenho aprendido muito no BAZ e assim espero continuar! Gostaria de perguntar se há algum lugar que eu possa aprender um pouco mais, entender aquelas linhas azuis e vermelhas dos modelos. Sei que não serei uma meteorologista, mas faço gosto em aprender! Abraços mil!!!
  10. Boa noite!!! Acabo de assistir a um novo boletim no Rural BR que me assustou um pouco.. A apresentadora mostra um gráfico de chuvas para Piracicaba e só tem um pouco dela próximo do dia 24 de fevereiro e após esse dia fica tudo zerado! A temperatura normaliza, mas a chuva não vem! Realmente é a primeira vez que vejo isso na cidade, já que janeiro e fevereiro são meses de muita chuva, tanta que os moradores da Rua do Porto muitas vezes tiveram de deixar suas casas pela inundação... Agora na cidade 32 graus. Um ventinho quer dar o ar da graça. Certamente será mais uma madrugada quente. Abraços cordiais!!!
  11. :laugh: Sem falar nas médias! Detestaria enfrentar -30/-40°C! -15/-20°C ainda vai! Mas o verão teria q compensar com algumas máximas entre 28/32°C. Gosto de frio mas preciso tbm de calor! Kem diz q curte 0/-5°C no verão deve saber bem o q fala, né? Carlos Dias: Desconhecia Alert e também Grise Fjord... Carlos Campos: a brincadeira é por causa do excesso de calor que temos sentido... Mas o verão para mim poderia parar nos 30º! Mas sinto muito frio também, e não aguentaria essa temperatura de "verão" por muito tempo... Abraços!!!
  12. Uau!!! :friends: Já gostei!!! Vou-me embora para Alert Lá feliz eu serei Lá tenho o clima que quero E... E... :mail: E por seis meses dormirei! hahha Manoel bandeira está se revirando no túmulo!
  13. Maria_Marchiori

    Eventos marcantes - Conte os seus!

    Muito legal poder falar dos eventos que me levaram a gostar tanto de meteorologia :clapping: ... Gosto muito de escrever (sou historiadora e professora, podem imaginar, então... se eu me estender muito, sorry!) Bem, a forma que comecei a me interessar é um pouco esquisita: foi por medo :fool: Lembro do primeiro evento... Era 1978 e eu tinha uns 5 anos; pela primeira vez tive consciência de como o céu estava escuro próximo das 16 horas. Minha avó Lula (que já era Lula antes do Lula ser concebido no ventre da mãe dele... rs) pegou-me pelas mãos e e disse: "Vamos entrar, Geli, que o tempo está muito feio..." Desnecessário dizer que minha avó tinha medo, não é? Pois bem! A chuva veio perto das 17 horas e ficou muito escuro! Vento forte, raios... Um desses raios caiu na casa de minha vizinha, um sobrado enorme , mas eu não entendi isso naquele momento: eu apenas olhei para fora pelo vitrô da cozinha e disse em prantos para a vozinha: " Tá chovendo fogo, vó!" O segundo evento: Fui buscar meu irmão na escola. 1981.Eu tinha 9 anos e ele 5. O céu parecia que ia desabar e quando chegamos próximos à Av Armando Salles para atravessá-la e chegar em casa, ele desabou... E foi tudo tão rápido que a avenida estava alagada e eu tentando passar por ela com meu irmão... Chorei muito quando cheguei em casa e me recordo até da roupa que eu utilizava naquele dia. Houve outros... O mais próximo foi no ano retrasado. Fui com a banda de baile de uma amiga para Araras. Havia uma nuvem se aproximando do clube, mas não esperava que fizesse o estrago que fez. A banda estava na lanchonete e eu ainda estava a caminho quando chuva e vento tiveram início... As cadeiras da piscina foram arrastadas, toldos voavam, galhos quebrados passavam por mim.. E eu desesperada... Claro que sites eu só acompanhei quando eu tive meu primeiro computador e minha linda conexão discada... Foi quando conheci o Climatempo... Aí fui me "aperfeiçoando" rs Cepagri, NOAA, Redemet...etc. Aprendi a amar esses eventos, mesmo ainda tendo um pouco de medo, sabe? É isso!
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.