Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Renan

Advisors
  • Content count

    18853
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    97

Renan last won the day on August 21

Renan had the most liked content!

Community Reputation

5904 Excellent

About Renan

  • Birthday 03/15/1986

Location

  • Location
    Juiz de Fora, MG

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. É...o Agosto que lembraria o calor do auge do verão foi pro brejo. Mas não culpo ninguém. Pois não dava pra prever que o Atlântico iria resfriar tanto e que a AAO iria nos beneficiar. Foi uma aposta dos institutos e empresas, mas que flopou 100%.
  2. Já venho dizendo há tempos isso aqui no fórum e volto a insistir: Setembro terá mais cara de inverno que de primavera no Centro-sul neste ano. Pela primeira vez desde 2011, Juiz de Fora deve ter um mês de Setembro abaixo da média.
  3. Acho que a temperatura real de Coronel Pacheco deve ser de uns 20 graus aproximadamente. Na minha estação está exatamente igual a Viçosa, com 19,1C agora. Minha estação tem dados bem parecidos com lá. As altitudes são praticamente iguais.
  4. Olha que anotações patéticas dessa estação. Pode desativar, não tá fazendo falta nenhuma ! Um descompromisso total com a ciência.
  5. Para aqueles que ainda não conhecem o local onde está minha estação, segue abaixo uma foto:
  6. Bom saber, Nani. Choveu em muitas áreas da zona da mata ontem, inclusive aqui. Foi a primeira chuva acima de 1mm desde a massa polar do início de Julho, pra você ter uma ideia. O acumulado de chuva tem tudo para alcançar a média de Agosto até o final dessa semana.
  7. Quase a mesma altitude da minha estação, e aqui 17,0C. Realmente esquisito.
  8. Acredito que tenha a ver sim. Inclusive nesses conflitos entre massas de ar sempre há esses sistemas de cavados associados. Mas a expectativa é de que esse seja significativo.
  9. Ótima observação, Samuel. E realmente JF tem uma enormidade de microclimas. Vale lembrar que a altitude da cidade varia desde os 500m próximo a Matias Barbosa, até 1010 / 1020 metros, em morros próximos da granja Passos del Rei e da estrada para Coronel Pacheco. Sua teoria faz todo sentido. A advecção está vagarosa, diminui o potencial de resfriamento dos topos.
  10. O Europeu projeta um grande cavado passando pelo Sudeste na Sexta. Aparentemente ele se aprofunda no decorrer do dia e eventualmente se transforma numa baixa pressão em superfície sobre o litoral. Interessante.
  11. Enfim a chuva chegou, não é forte mas é suficiente para melhorar a umidade e qualidade geral do ambiente. Acumulou 1mm até agora, hehehe. Faz 19,1°C , mas está em queda.
  12. E essa frente fria semi-estacionária já começa a travar sua batalha com o ar quente. E assim começam a pipocar instabilidades sobre o Sudeste, ainda isoladas. Estamos com descargas elétricas nesse momento no sul e sudoeste de Minas, áreas de SP e extremo oeste do RJ:
  13. Infelizmente eu também não tenho os dados mais antigos da estação automática para fazer a comparação, mas minha memória não se deixa enganar, realmente a diferença era menor antigamente, hoje se acentuou um pouco mais. Até a grande mídia aqui da cidade só usa os dados da estação automática atualmente. O que eu deveria fazer ? Considero os 36,6ºC da Convencional de Outubro-14 como oficiais ? Sempre os considerei dessa forma.... nesse mesmo evento, minha estação registrou 37,1ºC (no mesmo dia). DIferença demasiadamente pequena para mais de 200m de altitude... Olhando mais para trás, o recorde de calor na minha Davis ocorreu em Outubro-2012, quando obtive 38,3ºC no dia 31 e o INMET-convencional teve...34,7ºC. Só que nessa ocasião a minha estação estava num local menos ventilado, então pode haver influência no resultado. Tomando como exemplo dois meses que foram muito acima da média na temperatura e sob condições atmosféricas de bloqueio aqui na região: Janeiro-14 e Maio-19. E agora comparando os dados da convencional com a minha estação, respectivamente: Máximas Jan-14: 30,2ºC x 32,0ºC = 01,8ºC diferença Mínimas Jan-14: 18,9ºC x 18,3ºC Máximas Mai-19: 24,9ºC x 26,5ºC = 01,6ºC diferença Mínimas Mai-19: 17,0ºC x 15,9ºC Historicamente, a diferença na média das máximas entre INMET-Convencional e minha estação fica em torno dos 2ºC no verão e 01,5ºC no inverno. Já com a estação automática, essa diferença aumenta para uns 3ºC no verão e 02,5ºC no inverno. E se eu te dissesse que não tenho a menor ideia de qual valor é o real ? E se a convencional estiver mais descalibrada "para cima" e a automática mais descalibrada "para baixo" ? A única forma deu tirar isso a limpo vai ser fazer um levantamento completo entre a convencional e a minha estação. Avaliar, mês a mês, desde Outubro-2012 (quando instalei a Davis), se houve mudança na diferença média de temperatura entre aqui e lá. Talvez resida aí alguma chance da análise surtir efeito. Independente de qual seja a verdade, continuarei tabelando ambas as estações. Mas os cálculos de anomalias, desde Abril-19 tenho usado a automática. E está fazendo mais sentido as anomalias dela, quando comparo com os dados de estações do INMET próximas.
  14. Algo, nas leituras horárias a situação fica mais parecida com a automática. A grande diferença está no termômetro das máximas realmente.
  15. Wallace, estou fazendo as anomalias pelos dados da estação automática. Comecei a fazer assim a partir de Abril, tabelando os dados da automática. Encontrei uma diferença média entre a Convencional e a Automática que se configura da seguinte forma, EM TODOS OS MESES: Média das máximas: +01ºC da convencional em relação à automática; Média das mínimas: +0,4ºC da convencional em relação à automática; Média compensada: +0,4ºC da convencional em relação à automática; Até há poucos anos atrás, a diferença na média das máximas era de aproximadamente 0,5C. Agora aumentou, o que sugere que o termômetro está descalibrando cada vez mais. Qualquer dia vou até esse local e tiro fotos pra você e os outros verem as estações, mas posso te adiantar que estão a não mais do que 30m de distância uma da outra, não havendo interferências de edificações que justifiquem tanta diferença assim.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.