Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Bazooka

Members
  • Content count

    200
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Bazooka

  1. Estação localizada no Edificio Sobre as Ondas em Pitangueiras - Guarujá, aponta mais de 170mm de chuva hoje a noite :shok:
  2. :negative: _________________________________________________ Qual é a câmera online mais próxima de onde Matthew deve fazer landfall? Ao vivo tem uma de Daytona Beach [bbvideo=560,315] [/bbvideo] Já essa de Orlando, nada de mais por enquanto... [bbvideo=560,315] [/bbvideo] Foram os links mais interessantes que achei...
  3. Chove em SP. Pluviômetros do Cantareira acumulando valores entre 25,6 e 82,2mm nas últimas 24 horas :shok:
  4. Ali só tem alguns sítios...fica longe das duas cidades. Creio que nesses últimos dias devem ter tido mais tornados, mas que atingiram locais mais remotos...
  5. Hoje postei imagens no grupo do Whats sobre um tornado que passou ontem à noite entre Mairinque e Ibiúna e vou postá-las aqui também. Não saiu em nenhum lugar...então fica em primeira mão para o BAZ! Meu amigo que trabalhava lá no momento fez as imagens. Ao lado da churrasqueira tinha uma pia de mármore, foi levada pelo vento. As duas geladeiras também ficavam no quiosque da churrasqueira, do lado oposto, e foram parar na piscina. Vista da represa de Ituparanga, entre Mairinque e Ibiúna. Mais uma mostrando a represa Uma das entradas do sítio Outra da churrasqueira, vista pelo outro lado. As geladeiras que foram parar na piscina estavam debaixo do que um dia foi um telhado. Vista de fora do salão de jogos. Vidros quebrados e um colchão que estava no cômodo ao lado foi parar ali. Mais uma foto mostrando as geladeiras que voaram. Entrada do sítio. Vista da sala.
  6. Outra Tempestade se formando agora entre Vinhedo e Jundiaí (nas vizinhanças de Campinas!!) Felizmente o "pior" da célula parece estar no meio termo das duas cidades. Peguei essa tempestade na estrada, voltando de Campinas depois de mais um temporal hoje no começo da noite. Teve granizo e MUITA chuva, mas não peguei muito vento...
  7. Clima bem agradável por aqui mesmo... Variações em torno de 15-25°C e temporais.
  8. Mais um vídeo de Rio Claro. A frequência de relâmpagos é IMPRESSIONANTE, fora o barulho do granizo chegando... [bbvideo=560,315] [/bbvideo]
  9. Muitas tempestades cruzando o interior paulista pelos radares do IPMET, inclusive aqui na Capital já tivemos uma chuvarada por volta das 14:30. Pena que o radar de São Roque está fora do ar :hysteric: :hysteric: elas devem chegar por aqui durante a noite...
  10. Essa célula passando entre Tatuí e Itapetininga parece estar girando no sentido horário na animação do radar de São Roque... Radar: http://sigma.cptec.inpe.br/radar/mapa.jsp?i=br&id=4
  11. E tá avançando bem rápido...pena que a visão da minha janela é para sul e não vejo nada... Já está chegando aqui na RMSP pelo radar de São Roque.
  12. Bazooka

    Astronomia e astrofotografia

    Júpiter foi atingido por um asteroide dia 17/03 [bbvideo=560,315] [/bbvideo] http://www.iflscience.com/space/incredibly-rare-impact-jupiter-may-have-been-spotted-amateur-astronomers
  13. Esse pequeno núcleo acabou de causar uma bela granizada aqui no centro de SP
  14. Falando em Cantareira, a barragem Jacareí até o momento registra 74,2 mm!!! :yahoo: E continua chovendo por lá...
  15. Algumas áreas da zona leste paulistana receberam mais de 80mm de chuva :shok: E ainda segue chovendo por lá.
  16. Cantareira: Ainda no volume morto. Boa notícia não se desmente. Talvez seja por isso que nem a Sabesp nem a Agência Nacional de Águas (ANA) nem o governo do Estado de São Paulo desmentiram a notícia, divulgada na primeira página de todos os jornais, de que o Cantareira havia saído do volume morto. O Cantareira está claramente se recuperando, e tudo indica que no início de 2016 ele sairá do volume morto, mas por enquanto isso não aconteceu. Apesar da transparência na divulgação dos dados ter melhorado durante a crise, eles ainda induzem os pouco avisados ao erro. É pena. A Sabesp e a ANA divulgam os dados corretos, mas é preciso cavoucar para encontrá-los. Esta é a situação do Cantareira no dia 31 de dezembro de 2015, descrita nos boletins diários da Sabesp e da ANA, e no documento da ANA que descreve o Sistema Cantareira (listados abaixo). O Sistema Cantareira tem três reservatórios. O maior deles é o de Jaguari/Jacareí. Quando completamente cheio, ele armazena 1.047 hm3 (1 hm3 = 1 bilhão de litros). Ele é ligado por um túnel ao Reservatório de Cachoeira, capaz de armazenar 117 hm3. Esse segundo reservatório é ligado por outro túnel a um terceiro, o de Atibainha, que pode armazenar 295 hm3. Como é fácil calcular, 72% da capacidade do Sistema Cantareira está concentrada no reservatório de Jaguari/Jacareí. Pois bem, é exatamente esse enorme reservatório que ainda está no volume morto. O volume morto de um reservatório é definido como o volume de água do reservatório que não pode ser retirado por gravidade. Para usá-lo é necessário o uso de bombas. As bombas são necessárias pois a boca do túnel não está no fundo do reservatório e, portanto, não pode retirar toda a água. As bombas são necessárias para retirar a água do fundo e jogá-la na boca do túnel. Foi isso que a Sabesp fez desde o início da crise. É fácil determinar se um reservatório está ou não no volume morto. Basta comparar a altura da água no reservatório com a altura do túnel. Se a água estiver abaixo, está no morto, se estiver acima, está no volume útil. Segundo a ANA, o túnel que leva a água do Jaguari/Jacareí para o Reservatório de Cachoeira só se torna funcional se o nível da água na represa estiver a 820,80 metros de altura ou mais. No dia 31/12/2015, tanto a Sabesp quanto a ANA informam que o nível da Represa de Jaguari/Jacareí estava a 817,56 metros, mais de três metros abaixo do mínimo necessário para operar o túnel eficientemente, e meio metro abaixo do piso do túnel. Sem dúvida nenhuma, no dia 31/12/2015, pelo dados fornecidos pelos responsáveis, esse reservatório estava ainda no volume morto. Nesse dia, ele armazenava 176,98 hm3. Quando estiver no nível 820,80 metros, ele vai conter 239,45 hm3, ou seja, faltam 62,47 hm3 para ele deixar o volume morto. Mas, então, de onde veio a confusão? Veio da seguinte conta feita pela Sabesp. No dia 31/12/2015, o total de água disponível para ser retirada por gravidade dos outros dois reservatórios (Cachoeira e Atibainha) somava 62,34 hm3. E esse número é menor, mas muito próximo do volume que está faltando para o Reservatório Jaguari/Jacareí sair do volume morto. Se você imaginar que toda essa água estivesse no Jaguari/Jacareí, ele quase teria saído do volume morto. Mas o fato é que a água não está lá. Se nas próximas semanas a Sabesp precisar retirar água do maior reservatório do Sistema Cantareira ela vai ter de continuar a usar bombas. E, portanto, ele ainda está no volume morto. É um fato. http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,cantareira-ainda-no-volume-morto,1817177
  17. Tarde "outonal" aqui em SP. Apesar do vento N, estamos com 20,1°C (após uma máxima de 20,9) pela estação Sé do CGE e com garoa/chuvisco.
  18. Nem imaginei que choveu tanto aqui pela cidade. Aqui no centro caiu uns pingos que mal molharam o solo e escutei alguns trovões ao longe apenas. No aguardo da semana que vem que promete ser movimentada.
  19. Pela animação do radar está vindo direto pra capital. Tomara...noite abafadíssima.
  20. Longe de mim criar polêmica, mas muitas vezes não acertam nem a previsão para a próxima semana...o que dirá daqui a décadas...
  21. Chove no Cantareira. Barragem Atibainha já acumulou 30 mm e a Barragem Cachoeira tem 21 mm.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.