Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

marinhonani

Members
  • Content count

    3315
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

marinhonani last won the day on March 11

marinhonani had the most liked content!

Community Reputation

55 Excellent

1 Follower

Recent Profile Visitors

226 profile views
  1. Na estação do Charco/Delfim Moreira parece que vai amanhecer com geada novamente, temperatura atual de 5,0ºC.
  2. A temperatura despencou no alto do PNI/Itatiaia, na estação do Inmet baixou de 10,6ºC ás 17 h para 1,1ºC ás 19 horas. Em Furnas e Campo Belo já ficou negativa. Se os ventos não voltarem vai continuar a queda noite a dentro.
  3. Gabriel Cardoso, na estação do PNI/Inmet a negativa manteve-se por 11 horas seguidas. Estou curioso de quanto marcou na estação do PNI/Campo Belo. A estação do Campo do Serrano/São Bento do Sapucaí marcava 1,8ºC ás 5 h 37 quando parou de funcionar.
  4. Uns minutos passados a temperatura no PNI/Massena era de 4,2ºC, umidade de 50% com P.Orvalho em -7,8 e vento de 6 km/h. Uma pena que não tem mais a estação do PNI/Furnas, nesse horário já estaria com negativa. Restou a estação do Inmet que marcava 3,5ºC ás 19 horas. Pousada Cantinho do Verde registrando hoje a noite mais fria do ano, marcava 5,5ºC ás 20 h 30.
  5. Alguém sabe o que aconteceu com a estação do PNI/Furnas, está fora do ar desde a manhã do dia 12. Será que a bateria acabou?
  6. Lucas Venturini, acho que confundiu estações fora do ar, com novas estações, não achei as novas estações. o Sul do Brasil está bem monitorado com automáticas. Onde o Inmet precisa instalar novas estações é no Norte, como Iauaretê-AM,Benjamim Constant-AM,Santa Isabel do Rio Negro-AM. Calçoene-AP e Amapá-AP(municípios mais chuvosos do Brasil).
  7. Rafael, o Inmet mudou novamente a foto da estação de Nova Friburgo/Salinas, a estação está cercada com os mourões de concreto, portão etc. Tive a impressão que ela mudou de lugar. Lembro que numa das várias fotos da estação, a impressão era de que os instrumentos ficavam num terreno inclinado daquela encosta com mata e pasto que está aparecendo na nova foto. Nessa semana que passou a estação de Friburgo/Salinas ficou entre as 10 menores mínimas das automáticas e convencionais.
  8. PNI/Furnas registrou -1,1ºC ás 4 h 52 da madrugada.
  9. Gabriel Cardoso, na estação PNI/Furnas marcou 1,7ºC ás 4 h 42.
  10. Renan, na automática de Juiz de Fora já acumulou 70 mm em abril. Onde choveu muito de ontem para hoje foi em Coronel Pacheco(Inmet) 90 mm. Em Piau/Cemaden choveu 74 mm até ás 9 da manhã de hoje. Aqui na região de Muriaé, Guidoval e outras chuvas acima de 20 mm.
  11. Rodolfo Alves, tomara que o modelo CFS v2 acerte no total de chuvas no mês de abril aqui na minha região, que chova acima de 5 polegadas na 1ª quinzena, estamos precisando de mais chuva no solo, para compensar a pouca chuva a partir de maio até setembro.
  12. Darley, são várias estações novas em que o Inmet não divulga dados de chuva 24 h, mínimas do estado ou do Brasil. São essas que reparei, Parque de Itatiaia, Venda Nova do Imigrante-ES, São Sebastião-SP, Bertioga-SP, Bragança Paulista-SP.Acredito que o motivo é de não ter o código/nº na OMM. Teve uma chuva de mais de 250 mm(fevereiro ou março) em Bertioga que não apareceu nos extremos do Inmet. Ninguém comentou ainda, mas choveu quase 800 mm no mês de março em Bertioga-SP.
  13. Gabriel Cardoso, reparei que a estação da Vila Inglesa/Campos do Jordão está registrando mínimas menores na maioria dos dias de março do que a estação da Pousada Cantinho do Verde.
  14. Renan, seria muito bom se o CFS acertasse a previsão e no mês de abril chovesse acima da média em Minas, Rio e ES.Que chova uns 10 dias distribuídos ao longo do mês de abril. Em 2017 o quadrimestre(jan a abril) foi um fracasso de chuvas em nossa região(Zona da Mata e Noroeste do Rio). O primeiro trimestre de 2018 aqui em Laje do Muriaé em termos de chuva, só perde para 2011 e 2012 nos totais acumulados nessa 2ª década do século 21.
  15. LucasFVenturini, dei um pesquisada nas normais de 1981 a 2010 do Inmet e vi que São Sebastião do Paraíso está com o maior total anual médio de chuva de Minas Gerais, com 1.744 mm, ganhando de Caxambu, Maria da Fé, Lambari, Caldas, Uberaba todas entre 1600 mm e abaixo de 1700 mm.
×