Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

serum2

Members
  • Content count

    143
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by serum2


  1. Desde segunda feira o tempo por aqui tem sido a mesma coisa, ou seja, fecha no final da tarde por causa da MM e só abre na hora do almoço do outro dia. Isso após aquele maravilhoso domingo com aquele céu azul gritante.

    Confesso que estou um pouco cheio disso. Essa tal de MM está tendo uma paixão fulminante pela Grande SP. #prontofalei

     

    O lado bom é que esfria forte logo no final da tarde e no dia seguinte as máximas ficam comportadas.

     

    Não fosse por ela, as máximas estariam passando dos 25ºC e no final da tarde ainda teríamos 20ºC em vez de 12ºC.


  2. Só que com um problema maior, por se tratar de Setembro, áreas do Brasil central, incluindo a Grande SP, poderão torrar.

     

    Perfeito!

     

    Um bloqueio em Setembro é capaz de produzir máximas de 32-33ºC aqui na Capital Paulista, o que seria uma indigesta ressaca pós-inverno.

     

    32-33? Antes fosse.

     

    Em setembro chega fácil nos 34-35, e como estamos em fase de quebra de recordes, não duvidaria nem um pouco de uns 36 (agora que virou moda fazer 36).


  3. Estou me sentindo bem satisfeito com este inverno na minha região....que dirá o pessoal de SP e do Sul, que estão em verdadeiro êxtase climático. Merecíamos isso após tantas humilhações sofridas com o calor.

     

    Para mim está sendo o melhor desde 2004, mas é claro que para os paulistas, pessoal do sul de MG e região Sul no geral, deve ser o melhor desde 1996.

     

    O melhor foi 2000.... depois e 1994 pelo menos no Paraná.... em Maringá em julho de 2000 foram 6 geadas fortes.

     

    Pelo menos para Curita, a coisa fica assim:

    - 2000: 2 semanas de porrada em julho, maio/ago/set levemente abaixo da média

    - 1996: constantemente abaixo da média de maio a setembro, só faltaram os extremos de frio

    - 1994: 1 porrete no final de junho e outro em meados de julho, mas no geral ficou abaixo de 94 e 2000

     

    Embora não tenha havido nenhum extremo significativo, o inverno de 2004 também foi bastante bom, com frio constante desde maio até o final de agosto.


  4. Eu acho que o fato da nebulosidade aparecer de preferência no final da tarde tem a ver com a saída do sol e o conseqüente começo da queda nas temperaturas.

    Minha impressão é que, durante o dia, com o sol alto, fica mais fácil a dissipação das nuvens.

    Mas... é só um chute.

     

    Sim. Durante a noite ou mesmo no finalzinho da tarde, começa a perda radiativa, o que faz com que o ar carregado de umidade esfrie e haja condensação, formando nuvens. Já depois que amanhece, a radiação solar começa a incidir sobre as nuvens, aquecendo-as e evaporando-as. Aí, o céu abre.

     

    Mas tem outra coisa que eu também noto e que não consigo entender bem. No fim da tarde e a noite os ventos marítimos são quase sempre mais intensos, enquanto no horário mais quente do dia (início/meio da tarde), a tendencia é desses ventos enfraquecerem ou até mesmo passar a ser continental. Isso também ajuda a trazer mais MM à noite e fazer o céu limpar mais de dia.

     

    Pelo que eu saiba, de dia o continente aquece mais em relação ao oceano e a pressão atmosférica dá uma leve reduzida, fazendo com que o vento sopre do mar. Já à noite, o continente esfria mais rápido, fazendo o balanço de pressão se inverter e o vento soprar do continente. Mas o que eu observo aqui em São Paulo é o oposto. Com certeza tem algo a mais por trás disso.

     

    Acredito que seja porque o vento demora pra chegar do mar até aqui. Em Santos é possível começar a sentir o vento do mar por volta do meio-dia, então até ele chegar em SP demora algumas horas.


  5. O que é difícil compreender é como elas conseguem se formar mesmo com a posição do ciclone tão distante do litoral de SP. E como se formam somente no fim do dia, por que não ao meio-dia por exemplo?

     

    De qualquer forma, aqui na zona norte (ao pé da serra da mantiqueira) já limpou bem até, diria que uns 50% do céu está sem nuvens.

     

    Triste ver que a estação de Parelheiros, que já tinha 9,8º às 16h00 agora ainda tem 9,0º. Mais uma oportunidade perdida de fazer história.

    Mas, às vezes, temos MM o dia todo em Sampa.

     

    Já perdi a conta das vezes em que peguei a rodovia Fernão Dias (Sampa-BH) e saí de Sampa com céu encoberto.

    Aí, basta passar o túnel da Mata Fria (Sob a serra da Cantareira, divisa Sampa/Mairiporã) e pegar sol do outro lado.

     

    Ou então, voltando de MG com sol e céu limpo.

    Basta passar o túnel e pegar céu nublado em Sampa.

     

    Eu acho que o fato da nebulosidade aparecer de preferência no final da tarde tem a ver com a saída do sol e o conseqüente começo da queda nas temperaturas.

    Minha impressão é que, durante o dia, com o sol alto, fica mais fácil a dissipação das nuvens.

    Mas... é só um chute.

     

    Nem precisa ir tão longe. Às vezes eu saio aqui da Vila Mariana com céu encoberto e frio, e chego na Barra Funda para trabalhar e o céu está mais limpo e com sol. Ou então Congonhas reporta céu encoberto e Guarulhos ou Campo de Marte reportam sol.

     

    Muitas vezes ocorre também de o céu estar nublado e frio em Santos e São Paulo ter sol e calor, pois as nuvens não conseguem "subir".


  6. A mínima mais baixa do ano não necessariamente acontece em julho. Com relativa frequência a mínima absoluta do ano acontece em agosto. Inclusive, é mais comum acontecer em agosto do que em junho. O mesmo vale para a máxima mais baixa, que este ano foi em junho (14,1ºC) e não é das melhores.

     

    Neste ano mesmo, dificilmente a mínima absoluta de junho será superada, porque já foi um valor excelente. Mas que a mínima absoluta de julho até agora está uma decepção, está. É torcer para que pelo menos a média da 2ª quinzena seja bem baixa para compensar a tragédia que foi a primeira.

     

    Eu tô mais preocupado com a máxima. Queria pelo menos um dia com máxima de 12ºC ou menos.


  7. E pensar que ano passado estavam até ascendendo vela no altar para que fizesse 9,9°C :laugh:

    Brincadeiras a parte, o próximo amanhecer será de bons valores na capital paulista.

    Chuto entre 3/5°C nos locais mais frios como Capela do Socorro e 5/7° na região do Mirante.

    Pela temperatura atual, eu chutaria 5,x no Mirante de Santana amanhã. O problema é que a MM está avançando muito rápido hoje.

     

    2015 foi um ano totalmente atípico, com mínima absoluta sem precedentes. Mínima absoluta de julho na casa de 8ºC ainda está muito ruim. Em anos normais, fica entre 6 e 7. Até 2000, no máximo de 5 em 5 anos baixava de 5ºC. Sorte nossa é que tivemos um junho excelente.

    Na verdade, até 2000 a estação do Mirante nunca ficou mais que 3 anos sem registrar 5°C ou menos.

     

    O céu está chapado de stratus.

    Se continuar assim, devemos levantar a mão para o céu se repetir os 8,7°C de hoje. :laugh:

    Periga não baixar dos 9°C (Ou pior, nem dos 10°C :sad: ).

     

    Aqui em Sampa, eu já vi grandes quedas de temperatura com céu nublado quando há forte advecção de ar frio.

    Mas com a MP já instalada, sem chance. :negative:

     

    A automática do Mirante já está há 2 leituras estabilizada em torno dos 11,5°C.

     

    A mínima mais baixa do ano não necessariamente acontece em julho. Com relativa frequência a mínima absoluta do ano acontece em agosto. Inclusive, é mais comum acontecer em agosto do que em junho. O mesmo vale para a máxima mais baixa, que este ano foi em junho (14,1ºC) e não é das melhores.


  8. Um pico de 28°C num mês de julho aqui em Sampa não é coisa fora do comum.

    Acontece com frequência em situações pré-frontais.

    Normalmente, são no máximo 1, 2 ou 3 dias no mês.

     

    A coisa sairia do normal se essas temperaturas durassem uma semana, por exemplo.

    Ou também seria totalmente atípico o registro de 6, 7, 8 ou mais marcas de 28/29°C no mês.

     

    Relembrando as maiores temperaturas já registradas num mês de julho em Sampa (Mirante):

    30,2°C (24/07/2006)

    ...

    29,2°C (30/07/1999)

    A grande maioria num passado "recente", o que mostra o processo de "agostização" do mês de julho.

    Eu acho que não é por aí.

     

    Na cidade de São Paulo quase todos os meses tiveram recordes de calor no passado recente.

    Não foi só julho.

     

    O único recorde mensal que resiste bravamente é o de agosto.

    A maior temperatura já registrada em agosto na estação do Mirante de Santana foi 33,1°C em 31/08/1955.

     

    Isso mesmo, são todos. Por isso eu disse que junho demora cada vez mais pra chegar, e que agosto começa cada vez mais cedo.

     

    Temos a maiozação de junho, a agostização de julho, a setembrização (ou outobrização) de agosto e por aí vai....


  9. Um pico de 28°C num mês de julho aqui em Sampa não é coisa fora do comum.

    Acontece com frequência em situações pré-frontais.

    Normalmente, são no máximo 1, 2 ou 3 dias no mês.

     

    A coisa sairia do normal se essas temperaturas durassem uma semana, por exemplo.

    Ou também seria totalmente atípico o registro de 6, 7, 8 ou mais marcas de 28/29°C no mês.

     

    Relembrando as maiores temperaturas já registradas num mês de julho em Sampa (Mirante):

    30,2°C (24/07/2006)

    29,9°C (28/07/2006)

    29,8°C (27/07/1999)

    29,5°C (20/07/1999)

    29,5°C (25/07/2002)

    29,3°C (15/07/1987)

    29,3°C (27/07/1998)

    29,3°C (20/07/2011)

    29,2°C (07/07/1948)

    29,2°C (30/07/1999)

     

    A grande maioria num passado "recente", o que mostra o processo de "agostização" do mês de julho.


  10. E segue a tendência de julho ir se transformando, a cada ano que passa, em agosto. Deve vir o frio no fim de semana, mas logo volta aos 26/27C.

     

    Calor típico de agosto em plena primeira quinzena de julho em São Paulo, com temperatura próxima dos 30ºC hoje e pelo menos amanhã.

     

    Hoje tivemos mínima de 20,0ºC no centro da cidade e de 9,9ºC na Capela do Socorro.

     

    Ontem tive em Cuaianoses 15,9 a 29,1 medidos a 4m do chão e em condomínio fechado com pouca vegetação.

    Hoje, curiosamente, mínima caiu para 15,3.

     

     

    Até umas 72h atras o inverno era um espetaculo , bastou dois dias de calor e a pre frontal antecedendo o frio que começou a choradeira :laugh: :laugh: :laugh: :laugh: :laugh:

     

    Calma gente mais uns dois dias volta ao normal

     

     

    kkkk William, não é choradeira, não.

     

    É que aqui na cidade de São Paulo parece que junho chega cada vez mais tarde e agosto começa cada vez mais cedo.

×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.