Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

serum2

Members
  • Content count

    143
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral
  1. Em São Paulo a infiltração chegou mais fraca do que ontem, sem encobrir o céu.. Aqui no centro faz 19,3ºC após máxima de 23,4ºC. A umidade está em 74%. Enquanto isso, no Riacho Grande temperatura de 14,1ºC e umidade de 100%.
  2. Não peguei dados de antes do dia 4, mas se considerar de 4/7 até agora, a ponderada fica em torno de 17,5. Quase 1 grau acima da normal 81-10. E olha que essa normal 81-2010 já é uma desgraça.
  3. Tempo bastante insalubre no centro de São Paulo: Mínima de 19,4ºC com umidade máxima de 59% durante a madrugada. Junto com a poluição fica realmente bem desagradável e um cheiro ruim de queimado no ar. Enquanto na Capela dez graus a menos, mínima de 9,9º e umidade máxima de 98%.
  4. Pela previsão do Foreca a próxima MP só fará cócegas em São Paulo. :negative:
  5. Pelo CGESP dá pra ver que ela já está entrando no extremo sul da cidade. Vamos ver se chega aqui no centro.
  6. O lado bom é que esfria forte logo no final da tarde e no dia seguinte as máximas ficam comportadas. Não fosse por ela, as máximas estariam passando dos 25ºC e no final da tarde ainda teríamos 20ºC em vez de 12ºC.
  7. Por enquanto, julho ainda está bem acima da média em São Paulo: Média das máximas até 21/07: 24,14ºC Média das mínimas até 22/07: 12,81ºC Ao que tudo indica o próximo pulso de ar frio (se chegar aqui) não será suficiente para fazer a média convergir à normalidade, levando-se em conta que teremos aquecimento a partir de amanhã até o dia 27.
  8. Perfeito! Um bloqueio em Setembro é capaz de produzir máximas de 32-33ºC aqui na Capital Paulista, o que seria uma indigesta ressaca pós-inverno. 32-33? Antes fosse. Em setembro chega fácil nos 34-35, e como estamos em fase de quebra de recordes, não duvidaria nem um pouco de uns 36 (agora que virou moda fazer 36).
  9. Em São Paulo agosto e setembro têm sido muito mais ódio do que amor. O último agosto decente aqui foi em 2003.
  10. O melhor foi 2000.... depois e 1994 pelo menos no Paraná.... em Maringá em julho de 2000 foram 6 geadas fortes. Pelo menos para Curita, a coisa fica assim: - 2000: 2 semanas de porrada em julho, maio/ago/set levemente abaixo da média - 1996: constantemente abaixo da média de maio a setembro, só faltaram os extremos de frio - 1994: 1 porrete no final de junho e outro em meados de julho, mas no geral ficou abaixo de 94 e 2000 Embora não tenha havido nenhum extremo significativo, o inverno de 2004 também foi bastante bom, com frio constante desde maio até o final de agosto.
  11. Não teremos a menor máxima do ano, pois embora ainda faça 13,6ºC aqui na Vila Mariana, o céu abriu e o sol já aparece.
  12. Sim. Durante a noite ou mesmo no finalzinho da tarde, começa a perda radiativa, o que faz com que o ar carregado de umidade esfrie e haja condensação, formando nuvens. Já depois que amanhece, a radiação solar começa a incidir sobre as nuvens, aquecendo-as e evaporando-as. Aí, o céu abre. Mas tem outra coisa que eu também noto e que não consigo entender bem. No fim da tarde e a noite os ventos marítimos são quase sempre mais intensos, enquanto no horário mais quente do dia (início/meio da tarde), a tendencia é desses ventos enfraquecerem ou até mesmo passar a ser continental. Isso também ajuda a trazer mais MM à noite e fazer o céu limpar mais de dia. Pelo que eu saiba, de dia o continente aquece mais em relação ao oceano e a pressão atmosférica dá uma leve reduzida, fazendo com que o vento sopre do mar. Já à noite, o continente esfria mais rápido, fazendo o balanço de pressão se inverter e o vento soprar do continente. Mas o que eu observo aqui em São Paulo é o oposto. Com certeza tem algo a mais por trás disso. Acredito que seja porque o vento demora pra chegar do mar até aqui. Em Santos é possível começar a sentir o vento do mar por volta do meio-dia, então até ele chegar em SP demora algumas horas.
  13. Mas, às vezes, temos MM o dia todo em Sampa. Já perdi a conta das vezes em que peguei a rodovia Fernão Dias (Sampa-BH) e saí de Sampa com céu encoberto. Aí, basta passar o túnel da Mata Fria (Sob a serra da Cantareira, divisa Sampa/Mairiporã) e pegar sol do outro lado. Ou então, voltando de MG com sol e céu limpo. Basta passar o túnel e pegar céu nublado em Sampa. Eu acho que o fato da nebulosidade aparecer de preferência no final da tarde tem a ver com a saída do sol e o conseqüente começo da queda nas temperaturas. Minha impressão é que, durante o dia, com o sol alto, fica mais fácil a dissipação das nuvens. Mas... é só um chute. Nem precisa ir tão longe. Às vezes eu saio aqui da Vila Mariana com céu encoberto e frio, e chego na Barra Funda para trabalhar e o céu está mais limpo e com sol. Ou então Congonhas reporta céu encoberto e Guarulhos ou Campo de Marte reportam sol. Muitas vezes ocorre também de o céu estar nublado e frio em Santos e São Paulo ter sol e calor, pois as nuvens não conseguem "subir".
  14. Neste ano mesmo, dificilmente a mínima absoluta de junho será superada, porque já foi um valor excelente. Mas que a mínima absoluta de julho até agora está uma decepção, está. É torcer para que pelo menos a média da 2ª quinzena seja bem baixa para compensar a tragédia que foi a primeira. Eu tô mais preocupado com a máxima. Queria pelo menos um dia com máxima de 12ºC ou menos.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.