Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Rodolfo Alves

Moderators
  • Content count

    6167
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    41

Everything posted by Rodolfo Alves

  1. Bom Dia! Sábado agradável por aqui, com temperatura na casa dos 21C. Olhando o meteograma do Global em Conjunto, boas notícias! Teremos um calorão, pelo menos no início da próxima semana, e depois resfria, e fica agradável por um longoooooo tempooooo pros lados paulistas, com boa confiança dentro da projeção do modelo ao menos até por volta do dia 20... E Janeiro, CFS aponta temperaturas abaixo da média! Isso pode ser sinal de muita chuva?? Veremos!
  2. Huahuahua... Pois é, mas não tem a menor chance de receber um "Investizinho". Ali é um Ciclone Extratropical típico, porque o mesmo tem núcleo frio e muito assimétrico, além da latitude (Abaixo do Rio da Prata), temperatura e ventos em altitude não colaborar muito, digamos assim para qualquer evolução em sistema tropical. De qualquer forma, não é o valor de pressão que classifica se o sistema pode evoluir pra algo tropical. Mas quem sabe não podemos ver um Haiyan pelo Atlântico Sul?? Não necessariamente em forma tropical. Mafili gostaria penso eu, até pra vê se alguns jornalistas, e meteorologistas confundiriam km/h com kts e mph huahuahua Abraços!
  3. Artur, aonde que esse sistema virou Ciclone Tropical??? Isso não é nem DE PERTO um Ciclone, baixa, ou seja lá o que for, Subtropical/Tropical!!!! Não se baseie somente no diagrama!!! Abraços! Que baixa é esta Mafili com até 990 hpa.? INVEST nem classificado pelo NOOA? Depressão subtropical que não vingou? Nunca que essa baixa receberia Invest... Núcleo Frio e ainda não simétrico... Só se fosse em Jupiter huahuahua
  4. Rodolfo Alves

    A Copa do Mundo & Clima

    Querem conhecer o clima do Brasil durante a Copa do Mundo?? A BBC ajuda a explicar http://www.bbc.co.uk/weather/feeds/25177088 Obs: Detalhe para 1:43 "Sao Paulo. Large City in Brazil and know is a LAND OF DRIZZLE" :prankster:
  5. Mas por quê de tanto vento, temporais e até tornados no Sul?? 1) Frente Fria avançando sobre a região: 2) Grande Constrate de Ar Muito Frio, chegando a 0C em 850hpas, e um ar muito quente, passando dos 20C na mesma camada, formando um amplo gradiente térmico. 3) Esse contraste, por sua vez colabora para desinstabilizar muito a atmosfera, produzindo intensa convectividade. GFS sugeria para as 18z, valores acima de 4000J/kg em algumas regiões do Norte da Argentina. Reflexo do intenso gradiente. O que por sua vez forma supercélulas. 4) Além de tudo isso, a presença de um cavado ao sul do Atlântico, produziu fortes ventos nas médias/altas camadas da atmosfera, gerando ampla divergência, o que potencializa condições de tempo severo, e até mesmo a incidência de tornados. A norte, a circulação anticiclônica, contribui para intensificar o gradiente de ventos. Ainda que o quadro mais grave se restringisse ao sul pelos modelos, São Paulo apresentou na sondagem do GFS 18z, altíssimos valores de instabilidade! Créditos: WXBrasil/CPTEC
  6. Uaaal, 124km/h??? Quanto a de 180km/h teria minhas dúvidas... Trata-se de ventos com força de furacão... mas pode ser microexplosão, frente de rajada ou porque não um tornadinho? Precisaria de algum observador. Até em Curitiba?? Ainda bem que São Paulo ficou nos quase 70km/h. Abraços Ventosos rs'
  7. Maybe CCM Em São Paulo agradáveis 19C em São Mateus neste início de Dezembro.
  8. Hoje, 30 de novembro marca o final da temporada de furacões no Atlântico e Pacífico Leste. ATLÂNTICO: Numa das temporadas mais calmas de todos os tempos no Atlântico, foram registrados 13 Tempestades Tropicais, 2 Furacões, e nenhum grande furacão (Categoria 3 ou mais na Saffir Simpson), contra uma média de 12, 6, 2, respectivamente. Eis o Resumo abaixo: Eis alguns dados que lembraram a temporada de 2013: - Em termos de Energia Acumulativa (ACE), a temporada 2013 foi a 6° mais baixa de todos os tempos. - Somente em outras 4 oportunidades houveram temporadas sem grandes furacões (1968, 1972, 1986 e 1994). - Pela primeira vez, desde 1983, dois ou menos furacões se formaram no atlântico. Esse ano foram Humberto e Ingrid. - Humberto tornou-se o primeiro furacão do Atlântico as 5 da manhã no leste dos EUA do dia 11/9, há apenas 3h de quebrar o recorde do furacão mais tardio a se formar no Atlântico, pertencente a Gustav em 2002. - Todas as Previsões da Pré-Temporada indicaram uma temporada muito ativa, sendo que algumas como da CSU indicavam 18 Tempestades Tropicais, 9 Furacões e 4 Grandes Furacões, mostrando-se um desastre para essa área. ================================================================================================================================ PACÍFICO LESTE Ao Contrário do Atlântico, o Pacífico Leste teve uma temporada muito ativa em termos de tempestades e dentro da média em furacões, com 20 Tempestades Tropicais, 9 Furacões, porém com somente 1 Grande Furacão, contra uma média de 15, 8, 4 respectivamente. A previsão de pré-temporada do NOAA indicava para 11-16 Tempestades, 5 a 8 Furacões e de 1 a 4 Gdes. Furacões. Eis o Resumo abaixo: Entre o Pacífico Leste e Atlântico, o destaque vai para o México, que foi atingindo por 9 sistemas, sendo que Ingrid pelo Atlântico, e Manuel pelo Pacífico Leste de forma simultânea. No Atlântico: Ingrid, Barry, Fernand, Depressão 08; Pac. Leste: Barbara, Juliette, Manuel, Octave e Sonia ================================================================================================================================ OFF SEASON: Mesmo com o calendário oficial, tendo chegado ao fim. Algumas tempestades eventualmente, ainda podem se formar fora da temporada. Na História há registro de 14 Sistemas Tropicais no Atlântico, e 10 no Pacífico Leste se formando em dezembro por exemplo. Destes pode-se destacar: - Tempestade Tropical Olga (11 e 12/12/2007), com ventos de 90km/h, causando 25 mortes nas Grandes Antilhas. - Tempestade Tropical Zeta. Um dos dois unicos sistemas da história do Atlântico que se formou em um ano (30/12/2005) e se decipou em outro (7/1/2006). O outro foi Alice (30/06/1954 - 06/01/1955). - Furacão Lili (12 a 24/12/1984). Ventos de 130km/h (Cat 1), atingindo diretamente a ilha de Hispaniola (Haiti e Rep. Dominicana) - Furacão Winnie (4 a 7/12/1983) Categoria 1, com ventos de 140km/h no Pacífico Leste. Em termos de nomeações. Qualquer tempestade que venha a se formar até 31/12, ainda receberá numerações e nomeações referente a temporada atual, mesmo a temporada já estando encerrada. A partir de 1 de Janeiro, qualquer sistema que se forme nas duas bacias, receberá nomeações já destinadas para o próximo ano, ainda que o começo só se de em 15/5 no Pac. Leste e 1/6 no Atlântico. Que venha a temporada 2014!
  9. Estreando a nova formatação... Depressão 18, poderá evoluir em Sonia, antes de desembarcar no México na segunda-feira pelo Pacífico Leste.
  10. Krosa chegou a Categoria 2, bem ao sul de Hong Kong, mas perderá força e chegará fraco ao Vietnã na próxima semana.
  11. Ciclone 05 agora foi nomeada de "Lehar". O sistema segue ganhando força gradual. No momento possui ventos de 100km/h, move-se a ONO a 17km/h, com pressão de 996hpas. Previsões seguem sugerindo landfall no leste da Índia nessa semana, com possível força de categoria 3. Abaixo projeção do HWRF
  12. No Índico Norte, formou-se o Ciclone Tropical 05 na Baía da Bengala. Por enquanto o sistema tem força de tempestade tropical, mas poderá se elevar a categoria 3 SS, antes do seu landfall no início da semana que vem sobre o leste da Índia. Mesma região afetada por Phailin e Ciclone 04B. ========================================================================================================================================== No Pacífico Sul, Ciclone Tropical Alessia se formou de forma prematura sobre a Austrália. O sistema deverá atingir a região de Darwin, antes de se desintegrar, com força de fraca tempestade tropical (equivalente a categoria 1 Australiana). Ainda sim, deverá haver fortes chuvas na região.
  13. @NWSFairbanks: "Fairbanks Airport 31 below (-35C) this morning"
  14. Por aqui também choveu forte por volta das 16h... Também não fiz medição hahaha... Mas estação do Corumbé do Alto Tietê que não é tão longe da minha casa, no Jardim Zaíra em Mauá acumulou 10,8mm, enquanto que no CGE/São Mateus caiu apenas 1,2mm. Por volta das 19h, a norte daqui de São Mateus (cruz em vermelho na imagem do radar), lá pros lados de Itaquera, dava pra ver uma pequena mas ativa célula de chuva
  15. Pelo Radar caiu algo em torno de 45Dbz por volta das 18h20... Pelas regras, pra haver queda de granizo, o radar tem que captar no mínimo 55Dbz... Porém fatores como resolução, e a distância da cidade para o radar, podem interferir na mensuração dos ecos, ainda mais se a célula for muito isolada...
  16. Melissa agora é oficialmente uma "Tempestade Tropical". O sistema ganhou força, com um núcleo ficando simétrico. É o 13' nome da temporada. A partir de amanhã, Melissa começará a entrar em águas frias e se converterá a extratropical... Sistema segue em alto-mar sem representar nenhuma ameaça.
  17. Ciclone Tropical 04B se formou há alguns dias atrás e se aproxima do landfall no leste da Índia, com força de tempestade tropical mediana. Chuva Forte é a principal ameaça desse sistema.
  18. Impressionante a celula a nordeste de Washington/IL que originou Debris Ball... Uma das estações do Wunderground, próximo a essa célula reportou rajada de 87km/h.
  19. Já suspeitava disso pela imagem do Radar ========================================================================== Tornados Warnings no Illinois, e com células em formatos bem sugestivos! Detalhe: São ainda 11h da manhã!!
  20. Pois é Valdir, pro Accuweather tá se preocupando com a tão esquecida América do Sul, é porque o negócio merece alguma atenção né?? Falam até em previsão de tornados (coisa que eu não vejo muito nos prognósticos da meteorologia brasileira, especialmente quando estes vem dos órgãos oficiais) Aprenderam a lição Mafili... hahahaa É tão díficil saber que 1 Milha = 1,609km??? Não se fazem mais jornalistas como antes! Abraços!!
  21. Hoje é dia!!! Interessante pra acompanhar.
  22. Gangorra meteorologica... Frio hoje, meio da semana calorão, e próximo final de semana frio de novo... Que Beleza!! Olhando mais a frente por agora.... Pegando o ensemble do Global do CPTEC, nota-se que após esse refresco, teremos um novo super aquecimento (mas de forma gradual) pros lados de São Paulo até o final de novembro, com boa confiança dentro do modelo (áreas em verde em torno do consenso). O GFS em Ensemble também parece seguir a idéia do Global e mostra 30/40% de chances de São Paulo vê temperatura acima dos 30C (o que na realidade seria de 32/33 pra cima) lá pro final do novembro, o que reforça a tese de um novembro terminando bem quente... Vamo vê no que dá!
  23. Some-se a isso aos mais de 80mm no Alto Tietê, e o primeiro transbordamento de córrego (que eu me lembre da minha curta memória) nesse pós-inverno no Ipiranga.... Embora nao tenha atingindo a ZN, ela atrasou, mas veio hehehehe. Córrego Poá – Foz / Taboão da Serra 95,0mm Córrego Poá – Regis Bittencourt Portuguesinha / Taboão da Serra 86,8mm Córrego Pirajuçara – Extra Taboão / São Paulo 82,0mm Córrego Pirajuçara – Sharp / São Paulo 85,6mm Rio Pinheiros – Ponte João Dias 80,8mm Córrego Joaquim Cachoeira / Taboão da Serra 70,6mm Riacho Grande / São B. do Campo 69,4mm Córrego Morro do S – Rua Joaquim Nunes Teixeira 64,2mm Ribeirão dos Couros – Jardim Taboão / São B. do Campo 62,4mm Ribeirão dos Meninos – Clube São José 61,0mm Córrego Água Espraiada – Piscinão Jabaquara 59,6mm Imigrantes (FEI) / S. B. do Campo 59,4mm Córrego Chrysler / S. B. do Campo 59,2mm Córrego Ipiranga – Av. Ricardo Jafet 54,0mm Córrego Água Espraiada – Cabeceira 53,6mm
  24. By Accuweather/United States: Severe Storms, Heavy Rain For Brazil, Argentina November 16, 2013; 5:30 PM A strong storm will be taking shape over the next several days from Argentina through southern Brazil, likely to bring not only some heavy, flooding rain, but also some severe weather. A storm looks to form Monday night over northern Argentina and quickly develop into a heavy rain-producing storm. Though the worst of the rain Monday night looks to be over northern Argentina, primarily a farming region, this will quickly shift into the day Tuesday. By Tuesday afternoon, the center of the storm pushes eastward over Paraguay and Uruguay, eventually moving into extreme southern Brazil for Tuesday night. That part of the storm will be responsible for the heavy rainfall, as over 100 mm (4 inches) of rain is possible from Cordoba, Argentina, through the southern tip of Brazil. Though heavy rainfall is only part of the concern, there is also a good side to this rain as most agriculture over the area will see beneficial rain with this. Though the past few weeks have been somewhat wetter than normal, there has been little rain in the past year, making the drought an issue for any farmers. Some thunderstorms the past few weeks over the area have been spotty with heavy rainfall, but Cordoba, Argentina, saw over 230 mm (9 inches) of rain since Oct. 1st. The majority of that rain has fallen in the past 20 days also. This will aid in the threat for flooding across the area. The severe storms look to form later Tuesday into Tuesday evening across extreme northern Argentina, Paraguay, Bolivia and southern Brazil. The major cities in the threat of these storms include: Asuncion, Paraguay; Sao Paulo, Brazil; and Santa Cruz, Bolivia. The biggest threat will be with heavy rainfall, but wind gusts of over 100 kph (60 mph) will be possible along with some hail. Tornadoes will also be possible with this, but most of those are more limited to southern parts of the front. This threat will continue to push north and eastward for Wednesday. The front will be slow-moving, increasing the flooding threat into Wednesday. Severe weather is common over the area, with this region being the second biggest threat for severe weather outside of the United States. This is also the prime time as the South American winter gives way to warmth of spring coming in from the north. Story by AccuWeather.com Senior Meteorologist Alan Reppert http://www.accuweather.com/en/weather-news/severe-storms-heavy-rain-for-b/20016329 :englishen:
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.