Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Rodolfo Alves

Moderators
  • Content count

    5710
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    34

Everything posted by Rodolfo Alves

  1. Trópicos: Tempestade Tropical Barbara se formou na noite desta terça-feira. No momento tem ventos de 70km/h e deverá se fortalecer um pouco mais, antes de fazer landfall nessa quarta no sul do México. Pela previsão oficial do NHC a expectativa é de acumulados de chuva entre 75 e 125mm, localmente podendo chegar a 250mm, abaixo do previsto pelos modelos. Alertas e avisos de tempestade tropical estão ativos na costa mexicana. Créditos: Wunderground/Weather Channel
  2. Choveu muito forte Renan? Pelo radar pareceu ser algo bem intenso, era uma linha organizada, típica de verão.
  3. Durante a tarde, vi células de 60, 65dbz sobre o Uruguai também. Frente Fria avançando com tudo!
  4. E mais chuva vem a caminho de São Paulo nesse início de noite... Tarde fria, com 16 graus agora.
  5. E Bota chuva nisso Renan! hahaha. Enquanto isso nos EUA, possível "Outbreak" de tornados deve acontecer entre amanhã a tarde/noite e ínicio da quinta no meio-oeste, especialmente entre Kansas, Oklahoma (incluindo Moore) e Texas. Murilo pode falar melhor até. GFS mostra valores intensos de formação de supercélulas, parametro para tornados e helicidade. Haverá grande entrada de ar quente e úmido vindo do Golfo, com jatos intensos em baixa atmosfera, chegando a 45 nós. Preocupante!
  6. Trópicos No Pacífcio Leste, Invest EP92 está cada vez mais se organizando e pode a qualquer momento se evoluir em uma depressão ou tempestade tropical. O NHC dá 80% de chances disso acontecer nas próximas 48h. As últimas imagens de satelite mostram já uma circulação cada vez mais ficando bem definida, porém ainda não se observa nuvens convectivas crescendo ao redor do centro. Assim que essas começarem a crescer, o sistema será classificado em depressão ou tempestade. A favor conta as águas do oceano que estão muito quentes entre 29 e 31 graus na áreas, o que favorece maior evaporação e consequentemente convectividade. Enquanto isso em alta troposfera, dois sistemas de alta pressão. Um no oeste do Caribe e outro no oeste do México que criam ventos em divergência, o popular "shear", que irá criar um corrente, fazendo com que este sistema se mova lentamente Conjunto de modelos seguem insistindo no landfall deste sistema (possivelmente "Barbara") no sul do México nas próximas 48/72h, com força de tempestade tropical. A principal ameaça deste sistema não será o vento e sim as chuvas intensas e acumulativas, devido a progressão lenta. O GFS indica acumulados entre 250 e 375mm, localmente podendo variar até 500mm no sul do México. A versão para furacões do WRF, o HWRF indica acumulados de mais de 400mm no litoral mexicano.
  7. A partir dessa segunda, acaba-se o tempo bom e estável, e SP entrará num período de instabilidade até o final da semana. A partir desta noite e madrugada, áreas de instabilidades vão se formar entre o norte do Paraná, sul do MS e o oeste de São Paulo. Essas instabilidades vão avançar ao longo da segunda pelo interior, chegando aqui na RMSP entre a tarde e o ínicio da noite. Embora seja uma chuva homogenea, localmente poderá haver acumulados significativos. Quero nem vê como vai ser amanhã na hora de pico aqui. Na terça, novas áreas de instabilidades vão se formar no interior do estado e novamente avançar de oeste para leste no fim da tarde e ínicio da noite. E o mesmo filme poderá ser repetir, embora que os modelos parecem mostrar que as chuvas devem atingir mais o norte do estado que a RMSP, em especial o GFS. De qualquer forma, fica o aviso. Entre a quarta a tarde e a quinta uma nova frente fria passa por São Paulo, novamente chove no estado, inclusive na RMSP e Capital, pra estragar os planos de feriado de muita gente. Ao que indica pra cá, será uma chuva mais fraca, mas é cedo pra afirmar isso. Na sexta, um sistema de alta pressão ganhará força, com isso o tempo volta a ficar estável. Isso é consenso entre a maioria os modelos. Porém há diferenças em altitude. O CMC coloca um cavado bem organizado na entre 50° e 40°Oeste, e 30° Sul em alta troposfera. Esse cavado irá injetar uma boa quantidade de ar polar sobre o sul, atingindo até o estado de SP. Daí o porque do modelo continuar sugerindo mínimas tão baixas, como mostrado pelo Vinicius. Os demais modelos seguem rejeitando o CMC e não concordam com a solução dele. Para comparação abaixo, o GFS mostra o cavado bem mais fraco e longe entre 40° e 30° Oeste e 40° Sul. Independente disso será um tiro curto de frio, porquê essa alta já perderá força no próximo final de semana, pois uma nova frente fria já é prevista para atingir São Paulo entre o domingo e a segunda (2 ou 3/6).
  8. A de se falar também que o CMC projeta um cavado em altura mais intenso e próximo do litoral do sul, em relação aos demais modelos. A força desse cavado irá ajudar a trazer o frio pra SP também. Por enquanto o CMC é realmente uma voz única pra esse cenário. Vamo vê até quando!
  9. Há menos de 1 hora do início das 500 Milhas de Indianapolis, imagens de radar mostram tudo limpo em Speedway. Algumas pancadas são observadas bem ao longe no estados de Indiana e Illinois, mas essas não se deslocam em direção ao circuito, sem ameaçar a região nas próximas horas. Estação próxima ao circuito no momento marca temperatura de apenas 15°C. A expectativa é de máximas em torno de 20 graus agora a tarde. http://www.wunderground.com/swf/Rapid_Fire.swf?units=metric&station=KINSPEED2
  10. Primeiramente, parabéns ao Carlos Dias pela iniciativa!! Será legal ter mais uma estação na Grande São Paulo pra gente acompanhar, na região da Serra do Mar :good: Próximas 48/72hrs - Grande São Paulo: Domingo promete ser um dia parecido com hoje (sábado). Sol entre nebulosidade variavel, sem chuva e máximas atingindo os 22/23 graus a tarde. Hoje a máxima oficial no Mirante foi de 22,2°C. Novamente volta a esfriar a noite com mínima de 13°C no amanhecer da segunda. Na segunda, teremos a passagem de áreas de instabilidades pelo estado, associadas a uma frente fria no oceano. A chuva já começará cedo no interior e avançará a tarde (se os modelos estiverem certos nos cálculos) sobre a Grande São Paulo, devendo parar no decorrer do anoitecer. A maioria dos modelos indicam acumulados significativos (algo em torno de 20 a 40mm), o que com certeza irá engarrafar o transito, o metrô e os trens na segunda por aqui pra minha tristeza. :sad: Por conta do céu nublado e da chuva, a máxima deve cair pra algo entre 19 e 20 graus. Após isso na terça a frente se afasta para RJ e MG, o céu permaneceria nublado, as temperaturas baixas e sem expectativa de chuva, porém chama-se atenção para os ventos que estarão em Noroeste, já indicando a tendência de aquecimento, que será observada principalmente a partir da quarta.
  11. Trópicos - Pacífico Leste: O National Hurricane Center está monitorando 3 áreas com possibilidade de desenvolvimento tropical nos próximos dias. Por enquanto ambas as áreas tem baixo potencial. Dessas 3 áreas, duas terão potencial real de desenvolvimento em sistema tropical. Uma delas já é designada há alguns dias de "Invest EP91". Conjunto de modelos indica que este distúrbio terá potencial para evolução em tempestade tropical ou furacão nos próximos 5 dias. No entanto há uma divergência entre os modelos quanto a trajetoria. Alguns sugerem o sistema avançando em linha reta para oeste, outros sugerem que o sistema fará uma curva para norte/nordeste. No momento o que predomina sobre o Pacífico Leste, ainda é um intenso sistema de alta pressão e geopotencial em média troposfera, ao longo do México e Caribe. O mesmo sistema que protegeu o país de Alvin. Abaixo observa-se Invest EP91, e outro distúrbio com potencial para desenvolvimento em sistema tropical indicado pelo GFS, devendo ser o próximo invest. Nos próximos 5 dias, a área de alta pressão irá se deslocar para o oeste, em direção ao Havaí, permitindo uma janela para que ambos os sistemas, especialmente o segundo que ainda não foi designado avançe em direção a costa do México, fazendo landfall, em ponto a ser determinado pela passagem do cavado nos EUA. Daí o porque da divergência entre os modelos. Moradores do México deverão acompanhar de perto estes dois sistemas na próxima semana.
  12. Pois é Lubacris, Nesse domingo com o afastamento da frente, o sol volta a aparecer entre pouca ou nenhuma nebulosidade em Mônaco, e com temperaturas que chegam a 21 graus durante a corrida. Para as 500 Milhas de Indianapolis, os modelos nas corridas de agora a tarde/noite diminuiram muito o potencial de chuva ao longo da prova, porém ainda não é descartável completamente. Modelo de mesoescala RPM mostra que entre o ínicio da prova as 11h e até as 16h (ambos no horário do leste americano), não há nenhuma expectativa de chuva para Speedway (círculo vermelho). No geral espera-se céu de parcial nublado a encoberto, com temperaturas máximas em torno dos 20°C.
  13. Eventos Esportivos pelo mundo neste final de semana: - Final da Champions League (Bayern x Borussia)- Sábado 15h45 - Londres Tendência de céu parcialmente nublado a encoberto, sem expectativa de chuva. Temperatura em torno dos 14 graus no ínicio do jogo. - Grande Prêmio de Mônaco de F-1: Depois de treinos livres ensolarados na quinta, situação muda nesse sábado com uma passagem de uma frente fria e a formação de uma área de baixa pressão no norte da Itália, deixando o tempo bem instável. Modelos, dentre eles GFS/Euro/NAE/Coamps, indicam várias pancadas de chuva entre o sul da França e o norte da Itália ao longo do sábado, especialmente na hora dos treinos classificatórios. Radar será extremamente útil. Temperatura deve ficar em torno dos 17°C a máxima. No domingo, a frente e a área de baixa pressão se afastam do principado de Mônaco, com isso o sol volta a aparecer com força e não há expectativa de chuva. Modelos indicam elevação das temperaturas podendo chegar a 21°C. - 500 Milhas de Indianápolis: Após a SP Indy 300, no domingo a prova mais tradicional do automobilismo mundial, poderá ser afetada pela chuva. Áreas de instabilidades, associadas a um sistema frontal irão avançar sobre o estado de Indiana ao longo do domingo. Pelos modelos Europeu e NAM, essas instabilidades chegariam entre 12h e 15h (em Brasília), horário da realização da corrida. Pelo GFS as chuvas chegariam após esse período. Caso chova, não há corrida, pois a Indy não corre com chuvas em pista oval.
  14. Depois de um certo abafamento, ares frios chegaram a São Paulo hoje. Hoje a máxima oficial no Mirante de Santana foi de 19,3°C. Sensação de frio predominou o dia todo, intercalados com períodos de chuva fraca/chuviscos. Situação deverá se repetir nessa sexta novamente. No fim de semana, teremos o avanço do sistema de alta pressão sobre o sul, ganhando força por aqui também. Com isso, o sol volta a aparecer e não há expectativa de chuva pra cá. Temperaturas ficaram amenas a tarde e fria a noite. A frente fria que vinhamos discutindo irá passar quase que despercebida pelo litoral de São Paulo entre o sábado e o domingo. Não haverá grande entrada de ar frio para o RS/SC, uma vez que o cavado acompanhado com esta frente será fraco e não possibilitará a incursão direta de ar polar para o sul. Ainda sim, mínimas baixas são esperadas uma vez que o ar estará seco, mas nada demais ao meu ver. Na segunda-feira, um cavado em superfície, irá formar áreas de instabilidades sobre o estado de São Paulo. Chama atenção que os modelos insistem que a chuva poderá ser volumosa localmente tanto no interior (especialmente por lá), quanto na capital. A incursão de ventos de norte em 850hpas, elevação do CAPE e negativação do Lifted Index, deverão criar cenário favorável para trovoadas, em pleno maio. Na terça (28/5), as instabilidades que já estarão entre RJ e MG, dão origem a uma nova frente fria. Enquanto isso, um novo sistema frontal irá avançar rapidamente pelo sul do país, devendo chegar aqui na quarta-feira (29/5), causando novas pancadas e trovoadas. Novamente poderá haver acumulação localmente intensa. Entre a quinta e a sexta (30 e 31/5), o novo sistema frontal já avança em direção ao RJ e MG. Um novo sistema de alta pressão pós-frente é esperado, e chama a atenção a formação de uma baixa posterior essa frente. Essa baixa é indicada tanto nos principais modelos (GFS/ECMWF/ETA). Teremos uma nova situação em que a força dessa baixa irá aprofundar um cavado em altura e consequentemente orientar a incursão de ar polar sobre o sul, o que irá desencadear nos outros fatores tradicionais pro frio (espessura, temperatura 850hpas, etc). No momento há multiplas soluções dos modelos para a resolução dessa baixa, o que deixa com baixa confiabilidade um prognóstico: - GFS forma a baixa na Argentina na região da Plata, com maior incursão de ar polar na corrida das 12z, em relação a 18z; - ECMWF 12z mostra baixa se formando no litoral do sul. - ETA 12z mostra a baixa se formando no sul da Argentina, e se aprofundando no Atlântico Sul (o que seria uma péssima solução); - ACCESS-G da Austrália, faz um meio-termo entre o ETA e o GFS. Após isso, o modelo Europeu já mostra uma nova frente fria avançando sobre o sul por volta do dia 1/6, enquanto o GFS mostra algo apenas entre 3/6 a 4/6. Ou seja haveria um rápido aquecimento pelo primeiro modelo e algo mais gradual pelo segundo. Aqui para São Paulo, chama a atenção que no ínicio do próximo mês, o GFS está indicando o recuo do Jato Subtropical para latitudes mais altas e a formação de uma Alta em média troposfera sobre o Sudeste, situação que também é indica no modelo Global do CPTEC. Com isso, uma espécie de "veranico" poderá ser possível não só em SP como no Sudeste e Sul do país no início da primeira quinzena de Junho. (Situação que já era indica pelo climático CFS antes). Vamos acompanhando.
  15. Chuvas se aproximam de São Paulo também. Ao que indica, deve começar por volta das 18h na região Central. Início da noite promete ser molhada por aqui.
  16. E Hoje tem mais! GFS indica altos valores de Significant Tornado Parameter, Helicidade e Formação de Supercélulas especialmente entre o Texas, Lousiana e o Arkansas entre agora a tarde/noite. Jetstream, ar frio vindo do norte e a incursão de ar úmido e quente do Golfo seguem favorecendo para novos eventos de tempo severo.
  17. Algumas imagens do Radar no momento que o tornado passava por Moore, mostra a formação do Hook Echo (o que é uma das mais surpreendentes que eu já vi). E ainda podia se ver claramente a "Debris Balls" que seria os destritos levantados pelo tornado. Ontem atmosfera estava bem instável, com Jetstream em altura e incursão de ar quente e úmido do Golfo que favoreceu a situação de tempo severo. Sondagem de um aeroporto em Oklahoma, próximo a Moore mostra bem a atmosfera muito instável já pela manhã, com saturação em baixa troposfera, ventos intensos também. Valores de 1900 de Cape (Que chegaram a 3500 a tarde), Lifted em -8, Sweat em 363 e grande helicidade.
  18. Aqui é tão monotomo pra falar hahaah... Vai dá esfriada legal no final da semana. Agora, algo pra recorde do ano tá díficil. Precisamos aguardar um pouco ainda. O MBAR pode ser uma esperança maior! De qualquer forma, será uma janela curta de frio pra cá. GFS e ECMWF estão indicando uma nova mudança de padrão atmosférico, com o recuo do Jato Subtropical pro sul e a formação de uma frontogenese por aqui entre o ínicio e o meio da próxima semana.
  19. Pois é Renan, Vi uma afirmação do meteorologista Henry Margusity, que o fato da temporada de tornados está abaixo da média, pode contribuir para a formação de tornados isolados porém muito intensos, pois o fato de haver poucos tornados, deixaria a atmosfera com maior energia disponível para este tipo de fenomenos.
  20. Vendo os modelos, realmente me impressiona a solução do MBAR. Uma alta intensa e um enorme corredor de ar polar sobre a Argentina. Fico meio sei lá a esse cenário (tá certo que eu sou uma pessoa conservadora, e isso conta hahaha). Já vi viradas bruscas desse modelo a nível sinótico. De qualquer forma é um cenário e não pode-se olvidar dele. GFS, ECMWF e ETA estão num consenso pelo visto, numa MP mediana pra forte (isso pra gaúchos e catarinenses em especial) sendo que de corrida pra corrida, um desses três se mostra um pouco mais agressivo que o outro. É a tradicional dança dos modelos, de corrida pra corrida. Outros modelos como o CMC-GEM e o Acess-G não mostram grande coisa. Chama a atenção para a possibilidade de algum tipo de precipitação diferente em SC, já indicada pelo ETA e agora pelo GFS 12z em forma de Freezing na manhã do domingo. Olhos para o cavado em 500hpas que irá se aprofundar da baixa em superfície. Ele será muito importante para determinar a entrada de ar polar no sul.
  21. Na CNN fala em 51 mortos Murilo. Imagens assustadoras! Eu tava acompanhando essa célula hoje a tarde, e me impressionou a circulação dela.
  22. Realmente foi impressionante! O tornado devastou a cidade. Todas as estações particulares do Weather Wunderground SAÍRAM FORA DO AR na cidade! Provavelmente foi um EF-5... Murilo que é chegado na área pode falar melhor.
  23. São Paulo com céu encoberto e tempo abafado. 25°C agora no Aeroporto de Congonhas. Hoje a tarde, alguma possibilidade de pancadas e trovoadas por aqui. E lá se foi a constância do modelo global do CPTEC! :russian:
  24. Exatamente Renan! Seria só mais um resfriamento. Ficamos na dependencia de tão quão forte será a próxima MP, como divergem os modelos do CPTEC e os globais. De qualquer forma parece que o maior resfriamento ocorrerá entre o próximo final de semana, e o ínicio da última semana de maio. O mesmo vale aí para Juiz de Fora. Vamos acompanhando pra vê
  25. Pra São Paulo, projeções dos modelos indicam a chance de chuva na tarde desta segunda e terça, sinalizada especialmente pelo GFS. Entre a quarta e a quinta-feira, com o avanço de áreas de instabilidades, deverão ocorrer chuvas mais contínuas e generalizadas sobre a capital paulista, indicada pelos principais modelos. Após isso, uma massa de ar seco entraria sobre o estado, cenário de grande consenso, com exceção do ETA. Até cima do que já falou o Caio. Esse gráficos mostram a tendência de temperaturas ao longo da semana pelos modelos 12z deste domingo para São Paulo. Espera-se um resfriamento no final da semana, porém com divergência entre os modelos.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.