Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Daniel85

Advisors
  • Content count

    7154
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    10

Daniel85 last won the day on September 7

Daniel85 had the most liked content!

Community Reputation

8872 Excellent

5 Followers

About Daniel85

  • Birthday 02/16/1985

Location

  • Location
    São Paulo - SP

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. São Paulo vem tendo uma noite nublada e com temperaturas mais altas do que ontem na mesma hora. Mais para o final da tarde (logo após eu ter postado), o tempo abriu com mais força aqui no começo da zona leste. Enquanto no extremo sul temos 15 graus, em áreas mais próximas ao centro da cidade faz 18 graus. 12z do europeu de hoje parece ter caído na real agora indica máximas um pouco mais comportadas em relação às últimas rodadas para a capital. São valores que eu acredito que podem até se confirmar. Já para o final da grade, não há aquela expectativa de um forte resfriamento. As temperaturas ainda cairiam e haveria até previsão de um pouco de chuva. Tempo.com Foreca Já em relação ao interior, acredito os ajustes virão nas próximas rodadas. Deverá cair de 43/44 graus para 39/40 graus.
  2. Eu não tenho muita fé em que essas previsões irão se confirmar. Apesar disso, a certeza é que infelizmente teremos mais um bloqueio, que vai prejudicar no retorno das chuvas no centro do país. ---------- São Paulo vem tendo uma tarde nublada por nuvens baixas. O sol tentou aparecer bem fraco mais cedo, mas logo o tempo voltou a fechar. Às temperaturas estão variando nas estações do CGE. Enquanto no extremo sul faz apenas 16/17 graus, em áreas próximas do centro chega a fazer até 22 graus.
  3. Evandro. Vejo por esse site https://www.tempo.com/. ------------------------------------------------------------------- Radar de São Roque mostra apenas alguma chuva no litoral de SP. No MS, chuvas fracas e isoladas entre ao norte da capital Campo Grande. Ainda temos chuvas (mas de fraca intensidade) no noroeste de MG. Já entre RO e AC, uma chuva generosa por lá, para ajudar a reduzir bem as queimadas. Ao menos para essa região, o novo bloqueio atmosférico não deverá influenciar bastante. Assim sendo, deverá chover com mais regularidade. Para lá, apenas à partir do final de maio do ano que vem em retornam aquelas grandes sequência de dias seguidos sem chuva.
  4. Pela 12 do europeu, São Paulo teria tempo digno de Cuiabá no início de outubro, ou seja, depois do caloraço (na qual eu vejo exagero na projeção), as temperaturas chegariam a despencar em 48 horas, de 37 graus para apenas 18 graus. Tem que ter uma saúde de ferro para isso hehe
  5. Onde eu assino isso? Um comentário bem sensato. Acho que devemos ter um pouco mais de pé no chão e não levar ao pé da letra essas previsões de máximas absurdas. Tudo bem que estamos em um ano em que o universo não está conspirando tão a favor, mas não acredito que teremos temperaturas chegando a 37/38 graus aqui na capital. Creio que ficará na casa dos 35 graus, algo comum para um outubro pós 2010. Como diria o Silvio Santos, eu só acredito vendo. Se chegar mesmo a isso, será algo preocupante. ------------ Fim de tarde com chuva bem fraca aqui no começo da zona leste da cidade. Mas cedo chegou a cair uns pingos grossos, mas logo parou. O radar de São Roque mostra pouca coisa no leste de SP, chuvas graças e isoladas. Em relação às temperaturas, temos valores entre 12 (extremo sul) e 15 graus (áreas próximas ao centro) nas estações do CGE.
  6. Bela imagem de satélite mostrando os núcleos atingindo GO, TO, DF e alcançando até o oeste da Bahia. Região sudeste - instabilidades entre o PR e a metade sul de SP. Radar de São Francisco mostra a chuva atingindo o nordeste de GO, noroeste de MG e alcançando um pouco o oeste de BA. Radares da Unesp mostram chuvas sendo provocadas por aquelas instabilidades entre parte de SP e o PR. Dá uma tristeza ao pensar que isso vai embora e poderá demorar para voltar, graças ao bloqueio que promete MAIS UMA VEZ deixar a sua marca no começo dessa primavera.
  7. Radar de São Roque mostra nesse início de tarde chuvas em alguns locais da Grande SP. Além disso, há uma área de chuva maior se aproximando daqui da região. Que chegue com essa força para que ocorra uma faxina em nosso ar (embora já tenha limpado um pouco com os ventos soprando do mar e as chuvas mais isoladas que estão caindo)! Nas estações do CGE, temos nesse momento temperaturas entre 13 (extremo sul) e 17 graus (áreas próximas do centro). Um ou outro local registra 18 graus.
  8. Sentimento de tristeza grande ao ver essas previsões. Não acredito em algo excepcional como o modelo está mostrando, mas mesmo assim fico desanimado, pois há a tendência de vir um novo bloqueio, interrompendo o retorno das chuvas e fazendo com que as queimadas voltem a aumentar em áreas do centro do Brasil. Não bastasse ter ficado mais de 3 semanas sob uma bolha quente e seca para que 1 semana depois ela pudesse voltar novamente. O nosso clima está cada vez mais parecido o da Índia com esses calores que vem ocorrendo entre o final de inverno e início de primavera, está tornando também uma estação pré monção. A diferença é que aqui ultimamente as monções de verão têm deixado a desejar, salvo algumas exceções como esta última. Saudades das primaveras pré 2012.
  9. Vamos esperar para ver se essa chuva virá mesmo e tomara. ------------------------------------------------------------------------- Radares mostram que nesse final de noite de domingo áreas de chuvas surgem entre a região de Araraquara e de Ribeirão Preto. São Roque Bauru e Presidente Prudente
  10. Realmente a frente fria passou seca na Grande SP. Se chovesse, ajudaria limpar ainda mais o ar. Mesmo que tenhamos tido chuvas significativas no último final de junho e na terceira semana de agosto, ela tem sido algo escasso desde o início de março. Após a chuvarada de fevereiro, ocorreu uma boa estiada no tempo. Durante o final do período chuvoso, o fluxo de umidade vinda do norte ficou concentrada mais ao norte que o normal. O jeito é esperar que em outubro não tenhamos uma nova rodada de bloqueio e que em novembro, esse fluxo de umidade fique mais ao sul. Dessa forma, SP, MS e metade sul de MT teriam bastante chuva para acabar de vez com as queimadas e purificar o ar. A noite continua com céu encoberto por nuvens baixas. Nas estações do CGE, as temperaturas estão entre 13 e 16 graus, com um ou outro local registrando 17 graus. Radares (Bauru, Presidente Prudente e São Roque) mostram que não há praticamente nenhuma área de chuva no estado de SP.
  11. Imagem do satélite mostra novas instabilidades no norte do Paraguai e sul da Bolívia e que podem avançar para o MS e atingir desta vez o Pantanal também, finalmente trazendo chuvas que podem dar uma boa reduzida nas queimadas e aliviar bastante a situação por lá. Os radares da UNESP confirmam isso. Nenhuma área de chuva no momento pelo estado. As nuvens (tons verdes), que aparecem na foto do satélite sobre a metade oeste de SP, se tratam apenas de nebulosidade alta.
  12. Além dos núcleos brotando no MS, há também a presença deles no oeste e metade norte de MT, sul do Pará e até mesmo no norte do TO.
  13. Noite começando com temperaturas altas em áreas mais ao norte de São Paulo. Nesse locais, temos temperaturas entre 25 e 27 graus, com umidade na casa dos 50%, 60%, o que não valores baixos para essa hora. Há outros locais que registram valores na mais baixas (chegando na casa dos 30%) e mais altos (chegando em 70%/80%). Já no extremo sul, está bem mais agradável, com temperaturas entre 19 e 21 graus e umidade acima dos 90%. Radar de São Roque em sua área de cobertura mostra apenas um núcleo de chuva no sul de Minas. No leste paulista, por enquanto nada de chuva.
  14. Imagem do satélite às 17:10 mostra vários núcleos de chuva brotando entre o MS e o norte do Paraguai. Vai ajudar bem ao diminuir as queimadas. Imagino a alegria do pessoal dessas regiões ao presenciar as chuvas retornando para aliviar a situação que ainda está tão ruim. Já no estado de São Paulo, foto das 15:20 mostra instabilidades não tão significativas ainda. Mas o que mais chama a atenção mesmo é a grande quantidade de fumaça. Aqui na Grande SP há até aquela dificuldade em de saber a quantidade de nuvens que estão presentes devido a presença de "fumoestratos". Nas horas mais ensolaradas do dia, o céu estava em um tom azul leitoso, como uma se uma camada mais densa de cirrus estratos estivesse encobrindo. Os raios solares estavam em um tom alaranjando e meio apagado.
  15. Radar de São Roque mostra nesse momento um núcleo de chuva mais forte sobre o leste da Grande SP, atingindo a cidade de Mogi das Cruzes. Imagem do satélite do estado de SP às 23:50 mostra algumas nuvens, porém ainda sem grande desenvolmento.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.