Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Vinicius Lucyrio

Administrators
  • Content count

    3907
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    13

Vinicius Lucyrio last won the day on February 2

Vinicius Lucyrio had the most liked content!

Community Reputation

889 Excellent

6 Followers

About Vinicius Lucyrio

  • Birthday 05/15/1992

Location

  • Location
    Itajubá-MG e Matão-SP

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Favor continuarem a discussão sobre mudanças climáticas neste tópico: Esse tópico é para a discussão de teleconexões e previsões climáticas.
  2. Up. E artigos de grande impacto, senão não vale.
  3. @Sopron, eu era negacionista até entender a física por trás. Quando há uma maior concentração de gases do efeito estufa (fique claro, é um fenômeno natural, o aquecimento é provocado pelo desequilíbrio deste), há mais gases capazes de absorver a radiação de onda longa emitida pela superfície após o aquecimento dela pela radiação solar (de ondas curtas). Esses gases, absorvendo mais radiação, também reemitem mais radiação de onda longa, aquecendo mais a atmosfera e os oceanos. Os oceanos, estando aquecidos, liberam mais vapor, e conhecidamente o vapor d'água é um poderoso gás do efeito estufa. Então, resumidamente, temos o seguinte: mais CO2, CH4, entre outros na atmosfera liberando calor -> mais vapor d'água na atmosfera -> mais calor ainda retido na atmosfera. Então, mesmo alarmistas, as projeções podem fazer sentido pois os gases liberados não atuam sozinhos, eles provocam a retenção indireta de calor por outros compostos também. Isso que nem mencionei a energia que fica contida nos oceanos. A verdade é que gostamos do frio e não queremos aceitar que ele tende a ser mais raro.
  4. @Caco Pacheco veja o que eu falei sobre janeiro. Em nenhum momento citei dezembro, uma vez que esta tabela contém apenas dados de 2019. Mas sim, o fato de ter voltado à normalidade em dezembro* fez com que alguns tivessem a impressão de que o outono está começando, quando na verdade é apenas o verão voltando a ser verão e deixando de ser a fase seca da primavera. Edit*: em fevereiro, não em dezembro.
  5. Agora, eu quero que você me prove onde eu disse que dez/18 e jan/19 foram normais.
  6. Eu não tenho que querer nada, faça se quiser.
  7. Algumas mensagens foram movidas para o bate papo por não se encaixarem ao tema do tópico. Peço, por favor, que respeitem isso se não quiserem levar advertências ou mesmo suspensões.
  8. Fevereiro/2019 em Matão-SP (Vila Pereira) Depois de um início de mês tórrido, com a 3ª maior temperatura máxima da minha série (perde para duas marcas em fevereiro de 2014), a situação se normalizou e o mês conseguiu ainda fechar com anomalia negativa nas máximas e quase na média nas mínimas. Na média simples, a anomalia foi de -0,53°C. Itajubá-MG (Unifei) Em Itajubá, um mês praticamente dentro da média. Iniciou tórrido também, com quebra da maior temperatura máxima para fevereiro desde a instalação em abril de 2010 (a marca anterior era de 34,5°C em 2014). A média de mínimas foi a maior da série para o mês, fato que se deve, talvez, à chuva que ficou acima da média e pelo número alto de noites nubladas.
  9. Verão a todo vapor no estado de SP e sul de MG. Março vem tendo até agora, em muitas cidades, a maior taxa de precipitação/dia deste verão climático em Itajubá. Até hoje, a estação do Estiva, pertencente ao Cemaden, registrou 191mm, enquanto que a estação localizada no bairro Santo Antônio registrou 193mm. É visível o padrão que se segue e que, segundo o modelo europeu, não deve arredar o pé até pelo menos o dia 22. "Ah, mas algumas mínimas foram baixas neste mês!" sim, de fato, mas é bastante comum as mínimas caírem a 15~16°C em alguns dias no meses de verão por lá - o que torna o verão de lá bastante agradável no sentido de ter conforto térmico dentro das casas na maioria dos dias. Agora falando sobre a circulação no país como um todo, em março é comum que as primeiras altas mais fortes adentrem o continente, trazendo ar frio e provocando resfriamento em parte do Sul e oeste do MS. Uma dessas deve entrar por volta do dia 19, causando forte queda nas temperaturas no RS, SC, porção mais ao sul do PR, sul e oeste do MS, e também pode haver queda mais leve no sudoeste do MT e sul de RO. É o outono (transição de fato) querendo começar nestas regiões. Dando maior enfoque agora sobre regiões tropicais, não se espera a formação de nenhuma zona de convergência de umidade nos próximos dias devido à predominância de circulação anticiclônica em médios e altos níveis no Sudeste e Planalto Central. Toda a chuva prevista deve vir de áreas de instabilidade, ou pela maior atividade delas devido a aproximação de sistemas frontais pelo litoral.
  10. Há transição sim, Caco, duas ao ano, popularmente chamadas de outono e primavera. Esse negócio de transição verão-outono é uma complicação à toa. Aliás, em se tratando apenas de temperaturas: Interessante, vejo aqui um verão típico (exceto por janeiro, quente demais, o que pode ter causado essa impressão de que a volta à normalidade seja transição), sem transição nenhuma por ora.
  11. Eu sugeri a criação de um tópico só para esse assunto, o que daria mais destaque a isso e liberaria o monitoramento, mas o pedido foi completamente ignorado.
  12. Para amenizar as coisas, sugiro que crie um tópico para discutirmos estações climáticas e transições. Assim, evidenciaria o assunto e mais pessoas poderiam participar.
  13. Vou. Não tem nas regras algo claro sobre flood, mas existe a regra do bom senso também, essa é universal e não precisa ser verbalizada. Se eu vejo que a minha conduta incomoda mais do que agrada ao coletivo, eu simplesmente paro.
  14. O problema não é a transição em si, mas o quanto você repete isso. É cansativo. Você pode participar normalmente sem repetir a mesma coisa 500 vezes.
  15. Caco, faz 1 mês que você está falando em transição verão-outono, uma hora ele virá, calma, todos já entenderam.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.