Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Vinicius Lucyrio

Administrators
  • Content count

    4058
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    16

Vinicius Lucyrio last won the day on July 27 2019

Vinicius Lucyrio had the most liked content!

Community Reputation

2594 Excellent

7 Followers

About Vinicius Lucyrio

  • Birthday 05/15/1992

Location

  • Location
    Itajubá-MG e Matão-SP

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. A tarde de hoje foi muito fria para os padrões de São Paulo, Minas Gerais, sul de Goiás e Mato Grosso. O motivo foi a nebulosidade baixa persistente após a passagem da frente fria, e no Triângulo Mineiro, sul de MG, extremo norte e nordeste de SP, sul de GO e sudeste do MT a nebulosidade mais profunda e a chuva contribuíram para manter a temperatura muito baixa. Marília-SP: 13,8°C (17 UTC) Franca-SP: 13,9°C (03 UTC); depois das 10 UTC: 11,7°C São Carlos-SP: 14,5°C (18 UTC) Bauru-SP: 14,6°C (18 UTC) Jataí-GO: 14,6°C (18 UTC) Tupã-SP: 14,6°C (17 e 19 UTC) Presidente Prudente-SP: 14,7°C (19 UTC) Ituverava-SP: 15,1°C (04 UTC); depois das 10 UTC: 13,1°C Campina Verde-MG: 15,5°C (03 UTC); depois das 10 UTC: 14,1°C Mineiros-GO: 15,6°C (17 UTC) Barra Bonita-SP: 15,7°C (20 UTC) Barretos-SP: 15,7°C (20 UTC) Conceição das Alagoas-MG: 15,7°C (03 UTC); depois das 10 UTC: 13,3°C São Sebastião do Paraíso-MG: 15,8°C (03 UTC); depois das 10 UTC: 12,8°C Sacramento-MG: 16,1°C (03 UTC); depois das 10 UTC: 12,5°C Uberaba-MG: 16,2°C (03 UTC); depois das 10 UTC: 12,5°C Uberlândia-MG: 16,8°C (03 UTC); depois das 10 UTC: 13,7°C Varginha-MG: 17,8°C (07 UTC); depois das 10 UTC: 15,0°C (entre 15 e 21 UTC não passou de 14,4°C) Itumbiara-GO: 18,6°C (03 UTC); depois das 10 UTC: 15,8°C (entre 15 e 21 UTC não passou de 14,5°C) Aqui em Itajubá a máxima foi no começo da madrugada com 20,6°C devido ao deslocamento lento do ar frio, mas durante a tarde não passamos de 15,9°C. Em Matão, a menor máxima para maio desde o início dos meus registros: 14,7°C.
  2. Ar frio estabelecido em praticamente todo o Centro-Sul do Brasil e parte sul e oeste da Amazônia. Conforme previsto, áreas do sul do MT, GO, Triângulo e sul de MG, além do norte de SP terão uma tarde úmida e fria para os padrões regionais devido à nebulosidade da frente fria sobre a região. Ao meio dia tínhamos: 11,5°C Franca-SP 12,0°C Uberaba-MG 12,3°C Barretos-SP 12,8°C Jataí-GO 12,8°C Mineiros-GO 13,9°C Itumbiara-GO 15,5°C Patrocínio-MG 15,6°C Campo Grande-MS 17,7°C Goiânia-GO
  3. Sem querer ser pretensioso e nem emocionado, mas em termos de mínimas esta mp (o pulso atual e o aftershock de terça) deve ter marcas menores que as de maio/2018. edit: no sul de Minas Gerais*
  4. Muito obrigado, Flávio! Fico feliz por colaborar! Sobre o trabalho, para quem se interessar: https://revistas.ufpr.br/revistaabclima/article/view/68125/39661
  5. Sem risco maior aos cafezais, mas há chance de geada nas baixadas (em regiões entre 800 e 950m) sim, principalmente de quarta a sexta.
  6. Temos a entrada agora do primeiro pulso da onda de frio, e já são observadas temperaturas abaixo dos 15°C no Mato Grosso do Sul - 13,7°C em Porto Murtinho e 13,6°C em Aral Moreira, mostrando a extrema continentalidade do ar frio. Aqui no Sudeste, a maior preocupação de geral é: a frente vai trazer chuva suficiente? Tirando a divisa de SP com o PR, o restante do estado deve ter acumulados em 24h na ordem de 10-20 mm. Sul de Minas e Triângulo Mineiro devem ter acumulados geralmente entre 5-10 mm, pontualmente mais que isso. Sobre o frio agora, que é o assunto que interessa aos bazianos. Sábado: cavado bem amplificado e quase meridional pegando todo o Sul e parte do MS, além de ciclogênese no litoral do RS, com ainda muita chuva na região oclusa da onda frontal (sul do RS), com volumes passando de 100 mm em 24h. Temperatura em queda ao longo do dia no norte pioneiro do Paraná, em São Paulo, centro-nordeste do Mato Grosso do Sul, sudoeste de Goiás, oeste e sul de Minas. Na região Sul, exceto norte pioneiro do PR, temperatura baixa mesmo durante a tarde especialmente nas regiões mais elevadas (obviamente); por conta do vento oeste, deve ocorrer aquecimento adiabático no litoral de SC, PR e SP mesmo em regiões sob condições de céu encoberto. Importante destacar que não são esperadas condições muito secas no sábado. Domingo: anticiclone transiente bem continental com núcleo sobre o sudoeste do Mato Grosso do Sul e cavado ainda ativo empilhado sobre a alta, mas com força reduzida, na manhã de domingo. Ainda deve chover entre o sul do MT, GO, Triângulo e sul de MG, e extremo norte de SP, permanecendo assim durante todo o dia. A chuva nestas áreas deve tornar a tarde de domingo bem fria para os padrões das regiões citadas. O ar não seca tanto na madrugada de domingo em todo o centro-sul do país, exceto em alguns pontos específicos no oeste do MS e sul de SP, mas mesmo assim a temperatura fica baixa podendo bater os menores valores do ano no oeste e sul paulista. À tarde, a temperatura continua mais baixa mesmo na presença de sol, e deve ser amena em todo o estado de SP com máximas entre 17 e 20°C; há ainda efeito do aquecimento adiabático provocado pelo vento oeste na faixa leste de SC, PR e litoral de SP, além do Vale do Paraíba; o ar seca mais ao longo do dia no MS, SP, sul de MG, PR e SC, além do norte do RS, o que impactará na queda de temperatura entre domingo e segunda. Segunda-feira: devo destacar um novo ciclone extratropical que deve, ao longo do dia, se deslocar de sudoeste para nordeste, ficando próximo do litoral do RS até a noite. Deste primeiro pulso, a manhã de segunda-feira será a mais fria em boa parte do Centro-Sul e também no sul da Amazônia. Durante a tarde a temperatura sobe mais, passando dos 20°C na maior parte de SP. Terça-feira: com a ajuda do ciclone, ocorre um novo ingresso de ar frio e seco sobre o Sul e Sudeste do país, que deve alongar o período frio sobre as regiões inclusive adiando o pico do frio, que antes seria na terça-feira mesmo. É possível, inclusive, enxergar este reforço na mancha marrom e cinza no Uruguai e na Argentina na carta de água precipitável acima; na carta abaixo, a mancha mais cinza (menos vapor d'água) denota o estabelecimento do reforço. Com isso, a tarde de terça deve ser um pouco mais fria que a de segunda, e o efeito do aquecimento adiabático é atenuado por conta deste novo ingresso vir de sul/sudoeste e não de oeste. Quarta-feira: neste dia o "melhor dos mundos" se estabelece sobre a região Sul, e as baixadas de toda a região devem ter mínimas bem baixas em virtude da estabilidade trazida pela nova alta transiente, com um cavado imediatamente a leste e não empilhado. Então: ar frio + estabilidade. Mínimas baixas também em grande parte do Sudeste, com pico no sul de MG, porção sul do MT, GO e até mesmo o DF. Para a cidade de São Paulo, o cenário ideal para mínimas baixas e sem advecção de ar úmido do oceano é até este dia, pois ainda pela manhã o anticiclone começa a maritimizar. Por vários dias na sequência, após quarta-feira, as madrugadas devem continuar geladas na maior parte do Sudeste.
  7. Rodadas da tarde de hoje dos modelos ECMWF, GFS, ICON e CMC. 23 de maio: A tendência seguida pelos modelos é a mesma, com algumas diferenças entre eles: um cavado em 500 hPa transpõe os Andes orientado diagonalmente (quase meridional) a leste de um sistema de alta pressão, com uma crista alongada saindo do litoral da Argentina sentido sudeste no Atlântico. Devido à sua grande amplitude, conforme o cavado avança parte dele se desprende dando origem a uma baixa fechada e fria, uma baixa segregada. A advecção de vorticidade ciclônica auxilia na formação de um ciclone extratropical em superfície a leste da baixa em médios níveis. A diferença dos modelos está na intensidade na qual o cavado passa pelos Andes, e a intensidade da baixa formada pela sua quebra na sequência. Esses dois fatores influenciarão na posição e intensidade do ciclone, além da intensidade da advecção do ar frio. 24/05: No dia 24, a previsibilidade cai devido a esse impasse na intensidade do cavado. Aos poucos, os modelos vão se ajustando a um ponto em comum. O último a adquirir o 'desenho padrão' foi o CMC, na 12Z de hoje. Eu vou me abster de fazer alguma previsão mais focada por ora, só gostaria de fazer umas observações: - O desenho projetado por todos os modelos, exceto o ECMWF, são para neve nos pontos acima de 1200m entre o RS e SC; - O frio é amplo em todos os modelos. Sobre o modelo CMC, conforme já dito aqui muitas vezes antes, é um bom modelo para dar tendências para as baixadas, mas só em cima da hora. Sobre 'semelhanças' com maio de 1979, eu devo pedir para os sonhadores acordarem pois: nem de perto. É uma bela onda de frio que se desenha, mas nem de perto se aproxima da grandiosa onda de frio de maio de 1979.
  8. Madrugada gelada! Tive mínima de 8,2°C com vento durante toda a madrugada. Aqui do lado, em Gavião Peixoto, uma PWS marcou 7,7°C. No MS, destaque para Iguatemi que teve mínima de 1,1°C. Fez também 3,0°C em Amambaí e 3,2°C em Rio Brilhante. Várias outras ficaram entre 4 e 6°C.
  9. Exatamente. Estes nevoeiros de várzea são comuns em noites estáveis pois a quantidade de vapor d'água nestas regiões é, obviamente, maior, e não tem nenhuma relação com circulação em maior escala (neste caso, pois é nevoeiro radiativo). Basta uma queda boa na temperatura para condensar todo ele.
  10. Há diferença sim senhor. No hemisfério sul, movimentos anticiclônicos são no sentido anti-horário, partindo do centro para as bordas do sistema. Anticiclones tem circulação horária apenas no hemisfério norte.
  11. Antes que as farpas comecem a ser trocadas de fato, saibam que a moderação está de olho e acompanhando tudo. Lembrem-se que duas advertências automaticamente suspende o usuário por pelo menos 24 horas.
  12. Olá amigo, sou novo por aqui. Pequeno agricultor vivendo no semiárido tenho usado previsões climáticas para desenvolver minhas atividades. Lendo alguns posts sobre teoria da similaridade proposta pelo Dr. Molion, observei o descaso e as agressões ao nome de um dos maiores Climatologistas do Brasil. Reagi de forma crítica, falei ao autor do tópico que se não conhecia a teoria não poderia dela falar. Agora passo a ser agredido por me manifestar criticamente. Um pena !

  13. Esta geada não vai nem ameaçar os cafezais no sul de MG, o resfriamento não será tão intenso. Estou esperando mínimas entre 6 e 8°C em Itajubá e cidades próximas (claro que em cidades mais altas deve fazer menos). Lembrando que o pico do frio no sul de MG deve ser nas manhãs de sábado e de domingo.
  14. Lucas, o que leva as estações do Ciiagro a registrarem mínimas tão baixas assim é o fato do "dia meteorológico" deles, por assim dizer, é das 7 às 7:00. Então há reflexos da mínima de ontem nestes números. Borborema registrou 8,9°C hoje e 8,8°C ontem, mas nas horárias das 4 às 7 da manhã a menor registrada foi 15,9°C. Promissão teve 13,5°C ontem e 13,7°C hoje, mas no mesmo período a menor horária foi 17,8°C hoje. Então é sempre bom ter cuidado com as mínimas do Ciiagro no dia seguinte após uma mínima baixa.
  15. Mesmo o mais otimista dos modelos não aponta condições nem de perto favoráveis a ocorrência do fenômeno no estado de São Paulo, nem mesmo na divisa com o PR.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.