Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Aldo Santos

Advisors
  • Content count

    6307
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    4

Everything posted by Aldo Santos

  1. Surpreso com essa máxima absoluta. Mesmo a estação sendo em baixada, eu não imaginava temperatura tão alta em Lambari. De que época são esses dados?
  2. Nossa! Agora me deu saudades dos 3 anos em que morei em Tubarão-SC e ia a Imbituba com bastante frequência, inclusive no porto. ------------------------------- Em Sampa, mais do mesmo dos últimos dias. Sol e calor, com formação de vários cumulus à tarde que, depois, foram se dissipando. INMET-Mirante de Santana (Aut): 18,3°C / 28,6°C INMET-SESC/Interlagos: 17,4°C / 26,5°C IAG: 16,0°C / 27,7°C Na região metropolitana, a oeste, INMET-Barueri: 16,2°C / 29,1°C
  3. Águas Vermelhas-MG já registrou 4,x°C. Só não me lembro o ano. Inclusive, isso foi postado aqui no BAZ na época. No caso de Águas Vermelhas, é o famoso "frio vampiro" (Só vem na madrugada), normalmente causado pela perda radiativa devido ao ar muito seco. Mas... outras convencionais em latitudes ao norte de BH que costumam registrar baixas temperaturas em massas polares potentes são: Conceição do Mato Dentro e Caparaó.
  4. Na cidade de São Paulo, a manhã foi de sol mas com predomínio de nuvens médias e altas, certamente reflexo das instabilidades no interior do estado. Agora à tarde, tivemos pancadas de chuva até fortes em várias áreas da cidade. As chuvas mais intensas caíram em partes da zona sul (Fracas no extremo sul), da zona leste e da zona norte. Em consequência, os acumulados nas estações do CGE foram bastante desiguais, variando de 1,0 até 52,2 mm. Até as 18 h, a automática do Mirante somou 10,4 mm e no SESC 3,0 mm. INMET-Mirante de Santana (Aut): 17,1°C (Na hora da chuva) / 28,3°C (A mínima na madrugada tinha sido de 19,7°C) INMET-SESC/Interlagos: 18,8°C / 27,3°C IAG: 18,7°C / 29,2°C Ainda chove fraco em algumas áreas da cidade.
  5. Realmente, hoje o dia voltou a ter jeitão de verão aqui em Sampa. Depois de vários dias, as estações do Mirante e Barueri chegaram a registrar, por pouco tempo, ventos de NO a N. Só não houve aquele abafamento típico. Mas teve sol, formação de muitos cumulus à tarde e houve até uma chuva leve, ultra-isolada, aqui na zona norte. Embora não tenha caído um pingo aqui em casa. INMET-Mirante de Santana (Aut): 17,7°C / 29,5°C INMET-SESC/Interlagos: 17,0°C / 27,6°C IAG: 16,6°C / 28,2°C Na região metropolitana, INMET-Barueri: 17,5°C / 30,0°C
  6. A última vez que o Mirante baixou de 10°C em abril foi justamente em 1999. Registrou: 8,3°C (19/04/1999) 8,6°C (18/04/1999) No dia 18, o IAG registrou 5,2°C.
  7. Ainda no assunto abril, aqui na cidade de São Paulo ele passou de um mês de outono para um quase prolongamento do verão. Está entre os 2 ou 3 meses que mais aqueceram. Evolução das temperaturas de abril conforme as normais no Mirante (Mínimas/máximas/compensada): 1931-1960 => 14,8°C / 24,6°C / 18,7°C 1961-1990 => 16,3°C / 25,1°C / 19,7°C 1981-2010 => 17,4°C / 26,2°C / 21,0°C 1991-2019 => 17,5°C / 26,5°C / 21,1°C
  8. Renan, ao menos para o leste paulista, a MP mais intensa já registrada num mês de abril, nos últimos 60 anos pelo menos, foi em 1971. No dia 25/04/1971, as mínimas em Sampa foram: INMET-Mirante de Santana: 6,8°C INMET-Horto Florestal: 3,5°C (Estação desativada) IAG: 4,0°C Nesse dia, o Mirante teve: 6,8°C / 14,5°C. Veja: 14,5°C de máxima em pleno mês de abril.
  9. Ficam cerca de 4 km de distância em linha reta um do outro. A diferença é que o aeroporto de Congonhas fica num topão, numa área totalmente urbanizada, cercado de asfalto e concreto. Já o IAG fica num topo suave, num parque de 5,5 km² (550 hectares), com remanescentes de mata atlântica em sua maior parte. Abaixo, a localização:
  10. Mais um dia outonal em Sampa, com sol, poucas nuvens e vento. Hoje, já esquentou mais. Parece que, graças ao coronavírus, ficaremos sem leitura por tempo indeterminado na convencional do Mirante, segundo a Climatempo. Mirante (Aut): 14,9°C / 28,1°C SESC; 14,0°C / 24,9°C IAG: 12,1°C / 26,8°C Em Barueri (Oeste da reg. metropolitana): 13,1°C / 28,3°C A tendência é elevação gradativa das temperaturas até o próximo fim de semana, pelo menos.
  11. Renan, a cidade de São Paulo é uma das campeãs de MM, de noites nubladas. Infelizmente não anotei mas, há alguns anos, cheguei a contar 30 e poucos dias seguidos com noites de céu encoberto em Sampa. Em qualquer massa polar, se o vento for marítimo, batata! em 99% dos casos, nuvens stratus da infiltração marítima cobrem o céu à noite. É por isso que com MPs marítimas... sem chance de Sampa ter mínimas excepcionais. Pode ter máximas baixas... mas as mínimas... A notável exceção foi em 13/06/2016, em que o Mirante registrou 3,5°C com vento marítimo incessante durante toda a noite e a madrugada e céu completamente limpo. Notável também pelo fato de a temperatura ter caído mesmo com aquele vento todo. A única explicação que eu consigo imaginar é que, pelo fato da MP ser originalmente continental e estar em trajetória para o oceano, o ar ainda estava suficientemente seco para que as nuvens stratus não se formassem. Quem tiver outro motivo pode se manifestar. Normalmente, Sampa só tem noites de céu limpo com massas polares em 2 situações: 1. MP continental com ciclone na costa do Uruguai ou do RS, com ventos secos e gelados de SO, oeste e até NO. 2. O centro da MP passar muito próximo ou sobre a nossa região, coisa rara no pós-2000.
  12. A impressão que me dá, como leigo que sou, é que tem muito chute nesses comentários sobre a Amazônia. Por exemplo: essa história de que a Amazônia existe porque chove. Eu ouvi isso de um amigo que assistiu o tal programa. Existe algum estudo sério, com métodos científicos e tal que dá suporte a essa afirmação? O pior é que a população leiga acredita totalmente quando ouve coisas faladas por ditos cientistas. Foi difícil explicar pra esse amigo que isso não necessariamente é verdade, que precisa de estudos sérios e tal.
  13. A convencional do Mirante, na cidade de São Paulo, está com 50,2 mm neste mês de março até hoje. A média na normal 1981-2010 é 214,5 mm. No período 1945-1960, o Mirante teve 52,9 mm em março de 1954. Infelizmente, me faltam dados de 1951, 1952, 1953 e 1960. Por isso, não dá pra dizer se teve algum mês de março menos chuvoso até 1960. Já os meses de março menos chuvosos no Mirante desde 1961 foram: 38,5 mm (1975) 51,5 mm (1964) 54,0 mm (1984) 65,3 mm (1979) 76,0 mm (1997) 78,1 mm (1963)
  14. Na cidade de São Paulo e no leste paulista, a queda maior da temperatura foi freada pela variação da nebulosidade durante a noite e madrugada. Com os ventos marítimos, ora o céu limpava, ora tinha aumento de nuvens. Mínimas de hoje nas estações oficiais, Mirante (Aut): 16,2°C Mirante (Conv): ainda não saiu SESC: 15,9°C IAG: 14,8°C As menores em estações do CGE, Marsilac: 11,4°C Capela do Socorro: 12,1°C São Mateus: 13,5°C Barragem (Parelheiros): 14,4°C ----------------------------- Destaques no leste paulista (INMET), Campos do Jordão: 9,3°C Itapira: 13,9°C Bragança Paulista: 14,2°C São Luís do Paraitinga: 14,3°C
  15. A cidade de São Paulo teve um dia com cara de outono hoje, com muito sol, poucas nuvens na maior parte do dia e ventos de leste a SE constantes. Agora, se realmente estamos entrando no outono, pessoalmente prefiro esperar pra ver. Mais uma vez a máxima da convencional do Mirante no tabelão das capitais destoou da automática (Que fica ao lado) e das outras estações oficiais. Automáticas podem descalibrar, por isso não dá pra concluir de cara que a convencional está errada sem um acompanhamento mais constante. Mas, neste caso, como muitas vezes essa tabela das capitais sai com erros que são corrigidos nos dados da convencional após as 21 h, vou ficar com a automática. INMET-Mirante de Santana (Aut): 16,8°C / 26,3°C INMET-SESC/Interlagos: 15,6°C / 23,1°C IAG: 15,0°C / 25,2°C ------------------------------ Gostaria de estar errado mas... me parece que a estação chuvosa já se encerrou em Sampa e no leste paulista. Claro que ainda vai chover... mas, a exemplo do que disse o RafaelBHZ, dificilmente será em volumes suficientes pra influir de modo significativo nos reservatórios que abastecem a região metropolitana. Dos 7 sistemas que abastecem a Grande S.Paulo, os 3 mais importantes estavam assim na manhã de hoje: Cantareira: 64,3% Alto Tietê: 90,0% Guarapiranga: 84,0% Dá para atravessar a estação seca mas não é o ideal (No caso do Cantareira, que é o maior e depende de rios que nascem no extremo sul de MG). Se a chuva for normal no próximo verão (2020/2021), sem problemas. Se chover pouco, a coisa pode complicar em 2021.
  16. Depois de 12 dias seguidos com temperaturas máximas variando entre 28,3 e 31,7°C na estação convencional do Mirante de Santana, hoje o calor deu uma trégua na cidade de São Paulo. O dia teve predomínio de céu nublado e ventos de SE. Aqui na zona norte (Não sei o resto da cidade), houve aberturas de sol na 2ª metade da manhã. As chuvas deixaram a desejar. A convencional do Mirante acumulou 1,4 mm entre ontem e hoje e 6,3 mm nos últimos 3 dias, das 9 h da manhã de 4ª feira (18) às 9 da manhã de hoje. Na automática do SESC, os acumulados foram respectivamente 9,6 e 11,0 mm. Na tarde de ontem, houve pancadas isoladas ao sul da capital, o que explica o maior acumulado no SESC. A estação CGE-Barragem, em Parelheiros, extremo sul da cidade, acumulou 33,8 mm até as 4 h da tarde de ontem e 38,8 mm até a 7 h da manhã de hoje. INMET-Mirante de Santana (Aut): 18,7°C / 23,5°C INMET-SESC/Interlagos: 18,3°C / 22,3°C IAG: 18,4°C / 23,8°C A oeste da região metropolitana, INMET-Barueri: 18,4°C / 23,8°C Obs.: As temperaturas do Mirante publicadas hoje no tabelão das capitais do INMET estão totalmente erradas, principalmente a máxima. Alguma falha de transmissão , digitação... ou... sei lá...
  17. Aldo Santos

    Terremotos

    Para quem tiver curiosidade, um vídeo sobre o terremoto ocorrido em Lisboa em 01/11/1755. Estima-se que a intensidade foi acima de 9 graus na escala Richter. O sismo foi sentido até na Suécia, grande parte da Europa e no norte da África. Foi a partir desse sismo que se começou a tentar entender cientificamente esses fenômenos. De certa forma, o terremoto de Lisboa deu origem à sismologia. E foi a 1ª vez, na reconstrução, que se usou princípios de construção de edifícios resistentes a tremores, alguns utilizados até hoje. Interessante que a natureza deu "vários avisos". Na manhã daquele dia, os animais domésticos ficaram super agitados. Há relatos de líquidos como água e vinho vibrando nos recipientes e jarras. A certa altura, os sinos das igrejas começaram a bater sozinhos. Eram tremores preliminares mas, por desconhecimento, ninguém fez nada.
  18. Não sou especialista no assunto mas também fiquei meio confuso. Acho que a redação é que não está boa, parece uma tradução meio mal-feita... Em todo caso, fico com pé atrás e esperando o desenrolar dos acontecimentos...
  19. Essa paisagem de gramados marrom/amarelados é típica dos meses de julho a setembro na grande maioria do Sudeste e no Centro-Oeste. Mesmo aqui na cidade de São Paulo, principalmente em agosto e setembro, é comum os gramados ficarem totalmente secos, parecendo que a grama está morta (Mas não está). Isso só não ocorre em invernos mais chuvosos. Em 2009, por exemplo, que teve um inverno excepcionalmente chuvoso em Sampa e em boa parte do estado, víamos um espetáculo incomum: os gramados totalmente verdes em agosto e setembro.
  20. Essa temperatura de Itu com certeza é erro. Itu não é tão quente assim. Sorocaba, que é próxima a Itu, teve 31,4°C de máxima (INMET). As maiores temperaturas de hoje no estado de SP (Com exceção de Ourinhos) foram registradas no oeste, norte e NO do estado, regiões tradicionalmente mais quentes (INMET). Valparaíso: 36,4°C Votuporanga: 35,8°C Barretos: 35,7°C Dracena: 35,6°C Lins: 34,8°C Ourinhos: 34,8°C
  21. Aldo Santos

    Ondas de Frio Anos 2010 Brasil e América do Sul

    O ar frio tem caminho praticamente livre para o AM, RO e AC. A baixada do Pantanal praticamente emenda com o vale do rio Guaporé e terras baixas da Bolívia. Mesmo sendo "raso" nas baixas latitudes, o ar polar tem seu avanço do norte da Argentina até a Amazônia Ocidental facilitado pelo relevo.
  22. Por falar em verão interminável, aqui na cidade de São Paulo e boa parte do Sudeste não podemos reclamar, na verdade. Nos verões 2014, 2015 e 2019, lá pela metade de janeiro eu já estava saturado, não agüentava mais. Foi um calor direto, sem tréguas, verdadeiro martírio. Já neste ano, pelo menos aqui em Sampa, tivemos um verão normal pré-2010: alternando dias de calor, dias chuvosos, MPs de verão (Que estavam sumidas), etc. Apesar de alguns dias quentes e abafados, terríveis, no conjunto da obra foi um verão bem suportável. Pra mim, o mês de fevereiro muito ameno esteve dentro da variação normal dos verões do passado, que de tempos em tempos (1 ou 2 vezes por década) tinha um mês bem frio pra época. Tanto é verdade, que faltam uns 10 dias pra acabar o verão astronômico e eu ainda não estou "pedindo água" como no ano passado.
  23. A mesma chatice monótona aqui na cidade de São Paulo. De 2ª feira até hoje, foram 4 dias de calor praticamente iguais, inclusive nas temperaturas. Nem chuvas à tarde, pra animar um pouco, estamos tendo, O único consolo é que as noites ainda estão amenas, com a brisa marítima. A única diferença é que as áreas mais próximas da serra do Mar tiveram um ligeiro refresco ontem e hoje. Hoje, o Mirante teve 30,0°C de máxima na automática e 29,8°C na convencional. Já a estação SESC/Interlagos, na zona sul, teve 26,4°C de máxima.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.