Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Aldo Santos

Advisors
  • Content count

    6092
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Aldo Santos last won the day on January 16

Aldo Santos had the most liked content!

Community Reputation

658 Excellent

2 Followers

Location

  • Location
    São Paulo-SP

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Interessante... Ouço muuuiito mais pessoas que moram em apartamentos reclamarem do calor do que aquelas que moram em casas. Em outros grupos de que participo, também o pessoal de Sampa que mais reclama do calor são aqueles que vivem em apartamentos. Mesmo no tórrido janeiro que tivemos, que bateu ou igualou recordes absolutos de calor aqui em Sampa, eu ouvia muito menos reclamações de amigos meus que moram em casas térreas. Eu moro em casa térrea. E me viro tranqüilamente com ventilador nas noites mais quentes.
  2. Eu diria que é um pouco de cada. A urbanização influi principalmente nas mínimas, com toda a certeza. É sabido que cimento, concreto e asfalto retêm calor, diminuindo a perda pela radiação noturna nas noites frias com céu limpo e sem vento. Pode notar que são nessas noites que ocorrem as maiores diferenças nas mínimas entre centro e periferia. Nas situações em que o resfriamento se dá por outros mecanismos, como a advecção de uma massa polar, por exemplo, as diferenças praticamente desaparecem. O mesmo ocorre em dias nublados e/ou chuvosos.
  3. Aqui tem a localização das primeiras estações meteorológicas da cidade de São Paulo:
  4. Na verdade, na praça da República (Centro da cidade) foi a 2ª. A 1ª foi no Jardim da Luz. A estação do IAG teve um aumento de cerca de 2,5°C na média anual entre 1933 e 2018.
  5. Realmente, é uma diferença muito grande entre as 2 estações. Renan, você chegou a ver as leituras de 0, 12 e 18h UTC (21h do dia anterior, 9 e 15h)? Pergunto isso, porque envolve 3 termômetros diferentes: - As máximas são lidas no termômetro de máximas - As mínimas, no de mínimas - As leituras horárias no termômetro de bulbo seco do psicrômetro. Pra quem tiver curiosidade, no tópico abaixo pode ser visto como funcionam os termômetros de uma estação convencional:
  6. A região do Mirante de Santana é totalmente urbanizada desde, pelo menos, a década de 1950. A estação fica num topão mas está a 7 ou 8 quadras do centro comercial de Santana, o bairro mais tradicional da zona norte de Sampa.
  7. Eu acho que aí tem alguns fatores: 1. A urbanização e a consequente ilha de calor, sem dúvida são fatores muito importantes na redução das mínimas baixas na área urbana da cidade de São Paulo. Mas penso que não são os únicos. Afinal, em 1990, Sampa já tinha 9,5 milhões de habitantes no município e 15 milhões na região metropolitana. E foi uma década com baixos registros de temperatura no Mirante, com mínimas baixas 2/3 dias após a advecção. Exemplos: 2,8°C (29 e 30/07/1990) 4,4°C (01/08/1993) 1,2°C 26/06/1994) 2,0°C (27/06/1994) 2,0°C (09/07/1994) 0,8°C (10/07/1994) 4,2°C (11/07/1994) 4,4°C (17/07/2000) 4,1°C (18/07/2000) 4,3°C (19/07/2000) 4,5°C (21/07/2000) Etc. 2. Estações mais rurais no estado de SP, com registro mais longo, também tiveram uma boa diminuição na frequência de temperaturas abaixo de 4/5°C nos últimos 20 anos. O que mostra que existe também algo de âmbito mais regional. 3. Acho que também que mudou a dinâmica das massas polares que chegam ao leste paulista. De 2001 pra cá, escassearam por aqui aquelas massas polares continentais de forte intensidade, em que o tempo limpa rápido com a penetração de ar muito frio e seco. A exceção foi, mais ou menos, junho de 2016. Para dar uma idéia, MPs com essas características, que causaram temperaturas baixas no Mirante ocorreram em: julho/2000 junho/1994 julho/1994 ago/1993 julho/1990 junho/1988 junho/1985 ago/1984 Etc, etc.
  8. Nossa!! Muita água. Comparável a grandes eventos de chuva que de vez em quando ocorrem nos litorais do PR, SP e sul do RJ.
  9. Mas hoje esquentou mesmo em Sampa. Eu também senti calor, andando na rua sob o sol. A convencional do Mirante registrou 27,3°C, a temperatura mais alta desde 23 de maio. Desde lá, as temperaturas mais altas foram: 27,4°C (23/05) 27,2°C (28/05) 27,1°C (31/05) Hoje, INMET-Mirante de Santana (Conv): 15,2°C / 27,3°C INMET-Mirante de Santana (Aut): 15,4°C / 27,2°C INMET-SESC/Interlagos: 15,2°C / 27,4°C
  10. Recordes de junho na cidade de São Paulo, Mirante: 28,8°C (08/06/1992) IAG: 29,3°C (29/06/1972)
  11. Caco, eu tenho calculada a normal 1991-2018/19 do Mirante com dados do INMET. São 28 anos e se tiver mudanças, vão ser ínfimas até 2020. Qualquer coisa que aconteça no próximo ano e meio vai ficar diluída por 30 anos. E, por essa normal, este mês de junho (Até hoje) está próximo da média no Mirante, ou seja, nada de mais. Um mês de junho comum nos tempos atuais. Junho/2019 até hoje (Entre parênteses as médias 1991-2018): Média das mínimas: 13,8°C (13,3°C) Média das máximas: 22,6°C (22,8°C) Isto é, máximas ligeiramente abaixo, mínimas ligeiramente acima.
  12. Guto, aí precisa ver a qual estação do INMET em Sorocaba você se refere. Explicando: convencional e automática ficam em locais totalmente diferentes. A convencional, aberta em 1928, fica dentro da cidade, em área urbana. A automática está localizada em área totalmente rural e, a rigor, nem fica em Sorocaba. Leva o nome de Sorocaba mas, na verdade, já fica no município vizinho de Iperó.
  13. Algumas mínimas de hoje em estações do INMET no estado de SP (Frio vampiro ), Campos do Jordão: 2,0°C São Miguel Arcanjo: 6,0°C São Luís do Paraitinga: 6,3°C Rancharia: 6,4°C Barra do Turvo: 6,8°C Sorocaba (Aut): 7,3°C (A estação automática de Sorocaba fica em área totalmente rural, a convencional fica na área urbana) Ariranha: 7,6°C Ituverava: 7,7°C Pradópolis: 7,8°C Itapira: 8,4°C Taubaté: 8,6°C Barretos: 8,7°C Cachoeira Paulista: 8,8°C Bragança Paulista: 8,9°C Piracicaba: 9,0°C Ibitinga: 9,8°C Ourinhos: 9,8°C
  14. Estou achando essa estação Sé destoando demais das outras, mas.... sabe-se lá... Apesar do nome (As estações do CGE têm o nome das sub-prefeituras), a estação Sé fica na rua Bela Cintra, no bairro da Consolação, mais próxima da av. Paulista do que da Praça da Sé.
  15. Bruno D e demais, no tópico abaixo tem as fotos e a localização de todas as estações do CGE. A de Marsilac, por ser mais recente, está na 2ª página do tópico.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.