Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Aldo Santos

Advisors
  • Content count

    6444
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    4

Aldo Santos last won the day on October 15 2019

Aldo Santos had the most liked content!

Community Reputation

3105 Excellent

2 Followers

About Aldo Santos

  • Birthday 07/30/1952

Location

  • Location
    São Paulo-SP

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Nani, é possível ampliar a imagem do mapa girando aquela "rodinha" que tem no mouse. Mas podiam ter colocado um ícone de zoom.
  2. Já estava em mudança. É que por algumas semanas se podia acessar as versões antiga e a nova. Agora só deve estar em funcionamento a versão nova. Quanto ao BDMEP, alguns dados antigos podem ser acessados mudando-se a data em: Dados Meteorológicos => Tabela de Dados das Estações. Fazendo a alterações no Menu, no alto à esquerda. Mas parece que acabou aquela "história" de acessarmos as estações que não estão na lista alterando o nº OMM no link. O resto... também ainda não sei como funciona...
  3. Eu acho que existem os 2 "cartesianismos": - Considerar sempre a convencional por ser "oficial"; - Achar que a automática está sempre certa, por ser equipamento eletrônico, etc. O correto é questionar sempre e fazer o acompanhamento, como vários colegas aqui fazem e mostram. Acompanhando, podemos dizer que a estação A ou B está fora da realidade com conhecimento de causa, sem achismos. A maioria das convencionais está praticamente "largada". O INMET não contrata observadores há anos. Ao que tudo indica, também não existe mais treinamento, etc, etc. Muitas estações são fechadas porque o último observador se aposenta e não há substituto. Foi o que aconteceu com a antiga estação do Horto Florestal, aqui na cidade de São Paulo, informação me passada por um professor do IAG. Sem contar os locais em que as cidades cresceram e praticamente "afogaram" as estações, como existem vários casos (Teresópolis, Vitória, etc) Por outro lado, uma estação automática, como qualquer instrumento eletrônico de medição, não mantém a calibração indefinidamente. Além de poderem apresentar defeitos e mal funcionamento, como qualquer equipamento. É necessária manutenção preventiva, corretiva, calibrações periódicas (Conforme orientação do fabricante), etc, etc. Isto é, também são passíveis de apresentar dados incorretos, como já vimos vários exemplos. Micro-climas são coisas complicadas. De vez em quando, a convencional do Mirante apresenta mínimas "improváveis", mais baixas do que o IAG e Interlagos, em situações de ar frio estabilizado e sem vento, quando a lógica seria esperar o contrário. Valores que certamente seriam considerados errôneos se não fossem confirmados pela automática (Que fica ao lado) e pela estação do CGE-Vila Maria/Guilherme, que fica numa localização semelhante ao Mirante (Topo urbanizado ao lado de encosta), a cerca de 2 km de distância.
  4. Aldo Santos

    Resumos Climatológicos 2020

    A propósito, a estação do IAG tem média compensada anual de 19,5°C na 1991-2017.
  5. Aldo Santos

    Semi normais climatológicas

    Estações convencionais com as maiores médias compensadas anuais do Brasil na normal 1981-2010: Caicó (Seridó)-RN: 28,3°C Floriano-PI: 28,0°C Boa Vista-RR: 28,0°C Luzilândia-PI: 28,0°C Mossoró-RN: 27,9°C Picos-PI: 27,9°C Bacabal-MA: 27,8°C Bom Jesus do Piauí-PI: 27,7°C Parintins-AM: 27,7°C Lembrando que são localidades com estações meteorológicas convencionais. Certamente existem locais mais quentes no Brasil que não são monitorados. Ou algumas automáticas instaladas em locais que não possuíam convencionais que podem ser até mais quentes numa normal.
  6. Aldo Santos

    Resumos Climatológicos 2020

    Infelizmente não. Só tenho do Mirante. Do IAG e Interlagos só tenho a partir de maio, quando comecei a calcular. Médias compensadas no Mirante em 2020, entre parênteses as anomalias em relação à 1991-2020: Jan: 23,2°C (+0,1°) Fev: 22,8°C (-0,6°) Mar: 21,7°C (-0,8°) Abr: 20,2°C (-0,9°) Mai: 17,8°C (-0,6°) Jun: 19,3°C (+1,8°) Jul: 18,4°C (+1,2°) Interlagos Mai: 16,9°C Jun: 18,4°C Jul: 17,3°C IAG (Anomalias em relação à média 1991-2017) Mai: 16,8°C (-0,8°) Jun: 18,2°C (+1,7°) Jul: 17,3°C (+1,2°)
  7. Aldo Santos

    Resumos Climatológicos 2020

    Para o pessoal da média compensada, os valores deste julho foram os seguintes para a cidade de São Paulo: Mirante: 18,44°C Interlagos: 17,33°C IAG: 17,31°C A média compensada para julho no Mirante, na normal "extra-oficial" 1991-2020, é 17,2°C. Os maiores valores de média compensada já registrados num mês de julho no Mirante são: 19,00°C (1977) 18,67°C (2018) 18,57°C (1995) 18,52°C (1987) 18,44°C (2020) 18,36°C (2010) 18,21°C (1997) 18,10°C (2006)
  8. Na cidade de São Paulo, este mês de julho acumula apenas 1,0 mm de chuva na estação do INMET-Mirante de Santana até hoje. A média 1991-2019 é 48,4 mm. Este ano está assim (Entre parênteses, média 1991-2019): Jan - 279,6 mm (292,1) Fev - 493,8 mm (257,4) Mar - 69,4 mm (223,7) Abr - 7,4 mm ( 84,4) Mai - 11,0 mm ( 66,3) Jun - 152,4 mm ( 59,7) ------------------------------------ Hoje tivemos mais do mesmo em Sampa. Céu totalmente limpo, calor para a época e ventos de NO a N na maior parte do dia. Mirante: 13,9°C / 26,7°C Interlagos: 12,4°C / 27,4°C IAG: 10,1°C / 27,7°C
  9. Este mês de julho está assim até hoje no Mirante, em Sampa (Entre parênteses, as anomalias em relação à 1991-2019): Mínimas: 13,9°C (+1,1°C) Máximas: 24,0°C (+1,1°C) Compensada: 18,1°C (+0,9°C) Meses de julho mais quentes já registrados segundo a média compensada (Mínimas/Máximas): 1977: 19,0°C (14,2°/25,0°) 2018: 18,7°C (14,2°/25,1°) 1995: 18,6°C (14,5°/24,0°) 1987: 18,5°C (13,7°/24,8°) 2010: 18,4°C (14,2°/24,2°) 1997: 18,2°C (13,5°/23,7°) 2006: 18,1°C (13,3°/24,4°) ---------------------------- Hoje, Sampa teve um dia de sol e céu limpo. Depois de poucos dias de pausa, os ventos continentais (NO a N) retornaram, com rajadas de até 40 km/h na automática do Mirante. Mirante: 13,1°C / 25,9°C Interlagos (SESC): 12,8°C / 25,9°C IAG: 11,0°C / 26,4°C Na região metropolitana, Barueri: 10,4°C / 25,1°C
  10. Esta MP de julho de 1979 é meio "esquecida" mesmo. Ficou "ofuscada" pela intensa massa polar de maio/junho daquele ano. Mas teve marcas interessantes na cidade de São Paulo. No dia 18/07/1979, ocorreram as seguintes mínimas em Sampa: INMET-Mirante de Santana: 3,2°C INMET-Horto Florestal: -1,4°C IAG: 1,3°C
  11. Renan, realmente a urbanização tem influência, notadamente nas mínimas. Mas não é o único fator. Mudanças na circulação atmosférica regional (Talvez até em escala mais ampla) também devem estar impactando, pelo menos a última década. Como já comentei aqui, eu não me lembro de ter tantos e tantos dias com predomínio de ventos continentais em junho e julho como neste ano por aqui. Os ventos marítimos, que são a "marca registrada" da cidade de São Paulo, pouco apareceram nos últimos 2 meses. Este 2020 até que estava indo bem para os padrões atuais em Sampa, até maio. A coisa degringolou em junho e foi no estado todo, não só na capital. A gente vê nos resumos mensais postados pelos colegas que a anomalia positiva de junho atingiu uma área bem ampla. Veja as anomalias deste 2020 na média compensada do Mirante, em relação ao período 1991-2019: Jan: +0,1°C (Na média) Fev: -0,6°C Mar: -0,8°C Abr: -0,9°C Mai: -0,6°C Jun: +1,9°C
  12. Sampa teve céu encoberto até o início da tarde. Depois, as nuvens se dissiparam e a tarde foi de sol e céu limpo. Mirante: 13,1°C / 20,0°C Interlagos: 12,3°C / 19,1°C IAG: 12,5°C / 20,7°C Pelas previsões, amanhã, com o afastamento do ar polar, acaba o refresco. Ainda é cedo e a situação pode mudar mas... as perspectivas de momento não afastam a possibilidade de termos um mês de julho entre os mais quentes já registrados aqui na cidade de São Paulo. Isto depois de um mês de junho com a maior média de temperaturas mínimas e a 2ª maior média geral já registradas. Até hoje, as médias estão assim no Mirante neste mês de julho (Entre parênteses, as anomalias em relação ao período 1991-2019): Mínimas: 14,0°C (+1,2°C) Máximas: 23,7°C (+0,8°C) Nem a esfriadinha dos últimos 2 dias melhorou a situação.
  13. Algumas temperaturas de Apiaí e região nos dias 24 e 25/07/2013 (CIIAGRO. Entre parênteses, a altitude da cidade) Apiaí (900-920 m) -2,1° / 4,7° (24/07) -2,2° / 8,1° (25/07) Capão Bonito (700 m) -1,5° / 4,7° (24/07) 0,4° / 6,1° (25/07) Iporanga (90 m) 3,6° / 11,6° (24/07) 4,0° / 12,5° (25/07) Itaoca (155 m) 2,5° / 12,2° (24/07) 2,7° / 13,4° (25/07) Ribeira (160 m) 3,0° / 13,2° (24/07) 2,6° / 14,2° (25/07)
  14. Um rápido off-topic, porque aqui não é o local adequado. Apiaí é cidade pequena, tem cerca de 20 mil habitantes na área urbana. A cidade maior mais próxima é Capão Bonito, com cerca de 40 mil habitantes na área urbana. Há muito tempo atrás, eu ia com frequência àquela região, a trabalho. Segundo relatos que ouvi, em julho de 1975, além da cidade de Apiaí, nevou em boa parte da região. Me disseram ter caído alguns flocos até em Ribeira, que fica a 33 km de Apiaí, na margem esquerda do rio Ribeira, no fundo do vale, a apenas de 160 m de altitude. Apiaí fica a 900-920 m. Naquela região, as cidades do planalto (Apiaí, Capão Bonito, Ribeirão Branco, Guapiara, etc) têm um clima mais ameno, fazendo um bom frio no inverno. Mas, no fundo do vale do rio Ribeira, abaixo de 160 m de altitude (Ribeira, Itaoca, Iporanga, Adrianópolis-PR), o verão é "brabo", quente e abafado, igual ou um pouco pior do que Santos.
  15. Tinha sim um usuário de Apiaí, exatamente. Mas já faz mais de 1 ano (Talvez até mais de 2) que ele anda sumido. Embora se localize no estado de SP, Apiaí é muito mais próxima de Curitiba do que da capital paulista. Por via rodoviária, Apiaí está a cerca de 150 km de Curitiba e a 320 km de Sampa.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.