Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 07/12/19 in Posts

  1. 50 points
    Bom dia bazianos, OBS: A MENOR TEMPERATURA REGISTRADA DESDE 2018 NO BAIRRO DO CHARCO/DELFIM MOREIRA. Registros nessa manhã: • -7,2°C Bairro Do Charco/Delfim Moreira - MG (OBS: Encanamento de algumas casas congelaram. ) • -2,1°C Vila Inglesa/Campos do Jordão - SP • -2,1°C Bairro Reserva/ Maria da Fé - MG • -1,7°C Piranguçu - MG • -1,7°C Melhoramentos/Camanducaia - MG • -1,5°C Monte Verde/INMET • -0,5°C Sitio da Lage /Maria da Fé - MG • -0,4°C Campos do Jordão/INMET • -0,3°C Maria da Fe/INMET • -0,2°C Santo antônio do Pinhal - SP • 0,0°C PNI/INMET • 0,2°C São Bento do Sapucaí - SP • 0,4°C Marmelópolis - MG • 1,8°C Aiuruoca - MG • 4,8°C Itajubá - MG Fonte: PWS/INMET Algumas imagens hoje:
  2. 44 points
    Temos a entrada agora do primeiro pulso da onda de frio, e já são observadas temperaturas abaixo dos 15°C no Mato Grosso do Sul - 13,7°C em Porto Murtinho e 13,6°C em Aral Moreira, mostrando a extrema continentalidade do ar frio. Aqui no Sudeste, a maior preocupação de geral é: a frente vai trazer chuva suficiente? Tirando a divisa de SP com o PR, o restante do estado deve ter acumulados em 24h na ordem de 10-20 mm. Sul de Minas e Triângulo Mineiro devem ter acumulados geralmente entre 5-10 mm, pontualmente mais que isso. Sobre o frio agora, que é o assunto que interessa aos bazianos. Sábado: cavado bem amplificado e quase meridional pegando todo o Sul e parte do MS, além de ciclogênese no litoral do RS, com ainda muita chuva na região oclusa da onda frontal (sul do RS), com volumes passando de 100 mm em 24h. Temperatura em queda ao longo do dia no norte pioneiro do Paraná, em São Paulo, centro-nordeste do Mato Grosso do Sul, sudoeste de Goiás, oeste e sul de Minas. Na região Sul, exceto norte pioneiro do PR, temperatura baixa mesmo durante a tarde especialmente nas regiões mais elevadas (obviamente); por conta do vento oeste, deve ocorrer aquecimento adiabático no litoral de SC, PR e SP mesmo em regiões sob condições de céu encoberto. Importante destacar que não são esperadas condições muito secas no sábado. Domingo: anticiclone transiente bem continental com núcleo sobre o sudoeste do Mato Grosso do Sul e cavado ainda ativo empilhado sobre a alta, mas com força reduzida, na manhã de domingo. Ainda deve chover entre o sul do MT, GO, Triângulo e sul de MG, e extremo norte de SP, permanecendo assim durante todo o dia. A chuva nestas áreas deve tornar a tarde de domingo bem fria para os padrões das regiões citadas. O ar não seca tanto na madrugada de domingo em todo o centro-sul do país, exceto em alguns pontos específicos no oeste do MS e sul de SP, mas mesmo assim a temperatura fica baixa podendo bater os menores valores do ano no oeste e sul paulista. À tarde, a temperatura continua mais baixa mesmo na presença de sol, e deve ser amena em todo o estado de SP com máximas entre 17 e 20°C; há ainda efeito do aquecimento adiabático provocado pelo vento oeste na faixa leste de SC, PR e litoral de SP, além do Vale do Paraíba; o ar seca mais ao longo do dia no MS, SP, sul de MG, PR e SC, além do norte do RS, o que impactará na queda de temperatura entre domingo e segunda. Segunda-feira: devo destacar um novo ciclone extratropical que deve, ao longo do dia, se deslocar de sudoeste para nordeste, ficando próximo do litoral do RS até a noite. Deste primeiro pulso, a manhã de segunda-feira será a mais fria em boa parte do Centro-Sul e também no sul da Amazônia. Durante a tarde a temperatura sobe mais, passando dos 20°C na maior parte de SP. Terça-feira: com a ajuda do ciclone, ocorre um novo ingresso de ar frio e seco sobre o Sul e Sudeste do país, que deve alongar o período frio sobre as regiões inclusive adiando o pico do frio, que antes seria na terça-feira mesmo. É possível, inclusive, enxergar este reforço na mancha marrom e cinza no Uruguai e na Argentina na carta de água precipitável acima; na carta abaixo, a mancha mais cinza (menos vapor d'água) denota o estabelecimento do reforço. Com isso, a tarde de terça deve ser um pouco mais fria que a de segunda, e o efeito do aquecimento adiabático é atenuado por conta deste novo ingresso vir de sul/sudoeste e não de oeste. Quarta-feira: neste dia o "melhor dos mundos" se estabelece sobre a região Sul, e as baixadas de toda a região devem ter mínimas bem baixas em virtude da estabilidade trazida pela nova alta transiente, com um cavado imediatamente a leste e não empilhado. Então: ar frio + estabilidade. Mínimas baixas também em grande parte do Sudeste, com pico no sul de MG, porção sul do MT, GO e até mesmo o DF. Para a cidade de São Paulo, o cenário ideal para mínimas baixas e sem advecção de ar úmido do oceano é até este dia, pois ainda pela manhã o anticiclone começa a maritimizar. Por vários dias na sequência, após quarta-feira, as madrugadas devem continuar geladas na maior parte do Sudeste.
  3. 40 points
    Bom dia à todos... Descomunal o frio de baixada nesta manhã por aki. -3,7°C e -3,2°C nas minhas duas estações de baixada. O nevoeiro e as fumaças não atrapalharam a keda durante a madrugada e no início da manhã. Algumas das imagens aki na vila: Congelamento do orvalho na porteira: Congelamento dos arbustos:
  4. 40 points
    Bom dia à todos... Superada a mínima do dia 28/4/16 (1,2°C) nesta manhã gelada e maravilhosa de quinta-feira, 16/4/20! Às 7h a temperatura na baixada aki da vila em Piraquara atingiu 0,7°C e o gelo cobria a vegetação e aparecia sobre os capôs dos carros e nos telhados...
  5. 38 points
    Em casa a mínima atingiu apenas 2,3°C mas nas duas estações de baixada os registros me surpreenderam e não foi pouco gelo. Na relva a temperatura chegou à -6,8°C e só não foi menor provavelmente devido ao nevoeiro fraco.
  6. 38 points
    Variação hoje 7,8/18,4°C Como já comentado pelo @Matheus Vinicius, sol e pouca nebulosidade pela manhã passando a parcialmente nublado a quase nublado após às 14h. Vento oeste mantendo sensação de frio, mesmo ao sol. Fiz algumas imagens durante o pedal entre Piraquara e Quatro Barras. Escolhi alguns locais q transmitiam a (verdadeira) impressão de um dia típico de outono (e realmente foi):
  7. 35 points
    Simplesmente surreal o frio de baixada aki na vila!!
  8. 35 points
    Minha caça pelo frio foi um desastre total. Primeiro, que esperei o inmet registrar 1 dígito (o que foi acontecer às 6h), aí saí de casa. Peguei a moto e fui pro local com 9,5ºC, quase congelei no caminho. Chegando lá, parei e começei a caçar o melhor ponto. Como estou de quarentena e quase não saio de casa, tive problemas com a bateria da moto e tive que sair empurrando ela ladeira acima pra pegar no tranco. 😒 Resultado: perdi a mínima e tive esse registro (reparem que o sol já brilhava no fundo...) 🤨 : Pelo menos fiz uns registros da Orla da Pampulha nessa bela manhã de sol. Na foto, 7h20, com 10ºC:
  9. 35 points
    Bom dia a todos, Amanhecer muito gelado na mantiqueira, porém diferente de outros dias, com a entrada de ar frio e vento prejudicando alguns locais, as minimas foram mais homogêneas e assim, recordes do ano foram registrados: Registros pelo amanhecer: • -1,6°C Bairro Do Charco/Delfim Moreira - MG • -1,2°C Vila Inglesa/Campos do Jordão - SP (Recorde) • -0,4°C Bairro Reserva/ Maria da Fé - MG (Recorde) • -0,2°C Fazenda Cambaú/Delfim Moreira - MG (Recorde) • 0,9°C Sitio da Lage /Maria da Fé - MG (Recorde) • 1,3°C Maria da fé/INMET (Recorde) • 1,0°C Melhoramentos/Camanducaia - MG • 1,5°C PNI/INMET • 2,3°C Campos do Jordão/INMET (Recorde) • 2,4°C Santo antônio do Pinhal - SP (Recorde) • 2,4°C Brazópolis/Observatório Pico dos Dias 1.860m • 2,5°C Maria da Fé/Topão 1.900m • 3,4°C Monte Verde/INMET • 3,5°C Piranguçu - MG • 3,5°C Marmelópolis - MG (Recorde) • 4,7°C São Bento do Sapucaí - SP • 5,2°C Itajubá - MG (Recorde) • 6,0°C Aiuruoca - MG Fonte: PWS/INMET Imagens: Maria da Fé/William Siqueira; Bairro do Charco/Márcio.
  10. 35 points
    Sobre a próxima incursão de ar frio, ela já está engatilhada no sul do continente. O ASPS (Anticiclone Subtropical do Pacífico Sul) está posicionado a oeste do Chile, com bordas ao largo do litoral. Em níveis superiores, nota-se uma crista empilhada desde os médios até os altos níveis sobre o ASPS, enquanto um cavado encontra-se imediatamente a leste da alta, o que é característico nestes eventos de frio. A estrutura do cavado é perceptível pela imagem de satélite, e se nota a formação de uma frente no litoral centro-sul da Argentina. (windy.com) Entre hoje e amanhã, todo o complexo de sistemas que provocará queda nas temperaturas nos próximos dias em grande parte do Centro-Sul do Brasil progredirá com a transposição de parte da alta pelos Andes, com avanço para nordeste tanto da alta quanto do cavado, que se amplifica e atinge o sul do RS entre a tarde e noite de amanhã (06). Com o avanço da alta e o fortalecimento do JBN (Jato de Baixos Níveis) no interior do continente, chuvas intensas são esperadas amanhã no RS (exceto sul), meio-oeste de SC e há alguma chances também no sudoeste do PR. Oeste, centro, leste e noroeste do PR devem ter chuva menos intensa, apenas com alguns temporais esparsos, e o mesmo serve para as outras regiões de SC. Em boa parte do MS e SP, a chuva vem entre a noite de amanhã e terça-feira (07). No sul de MG, RJ e ES entre a tarde de terça e quarta-feira. Ao longo do dia amanhã também se espera a formação de um ciclone extratropical, em posição mais ao sul e menos intenso que o último. A interação da alta com o ciclone, e o suporte dinâmico do cavado em médios níveis, além do posicionamento do ramo norte do Jato Polar (mesmo que breve) deve propiciar uma erupção mais intensa de ar frio que qualquer outra este ano até agora em boa parte do RS e SC. É notável pelas cartas de temperatura em 850 e 700 hPa. Mínimas baixas são esperadas a partir de terça-feira, e podem vir mais baixas que o apontado pelos modelos. O motivo: ar seco em toda a coluna atmosférica. As menores temperaturas devem ocorrer nas manhãs de quarta e quinta-feira (08 e 09), e muito provavelmente teremos as primeiras temperaturas negativas do ano na região Sul. Neste primeiro momento, as temperaturas caem no Sudeste porém de forma mais sutil. No segundo momento, sobre o qual falarei ainda hoje, o Sudeste terá temperaturas mais baixas. Um aftershock, com uma nova amplificação do cavado, deve ocorrer a partir de quinta-feira. Falarei sobre isso depois da 12Z do ECMWF.
  11. 34 points
    Mínima de 5.8°C na INMET Varginha. Termômetro do carro acusou até 1.5°C na fazenda (na baixada onde consegue -se chegar de carro). Na sede, 3°C. Encontrei mais geada hoje. A baixadona com geada lá em baixo está nos 860/870 metros, com morro em volta se até 1200m. A 2° sequência de fotos pro final com geada, fica numa estrada vizinha, 1.5 km de onde estava, mas ali, ja cheguei às 7:30 e estava derretendo. Ali tem potencial pra muito, muito frio. Não tanto quanto a 1° Baixada da fazenda, mas parece ser segura de instalar uma estação. É uma Baixada nos 900 metros com morros em volta de 1050m, e mais acima, chegando também a 1200/1230m.
  12. 34 points
    Manhã gelada com mínima em casa de 2,7°C sem geada, mas com 1,1°C na baixada com geada fraca/moderada e nevoeiro em algumas áreas.
  13. 34 points
    Bom dia a todos, Recordes do ano em alguns locais hoje, aqui no charco foi a maior geada do ano até o momento, alguna registros pela Serra da Mantiqueira: • -3,9°C Bairro Do Charco/Delfim Moreira - MG • -0,2°C PNI/INMET • 1,0°C Melhoramentos/Camanducaia - MG • 1,2°C Vila Inglesa/Campos do Jordão - SP • 2,4°C Bairro Reserva/ Maria da Fé - MG • 2,5°C Piranguçu - MG • 3,3°C Sitio da Lage /Maria da Fé - MG • 4,0°C Monte Verde/INMET • 4,1°C Maria da Fé/INMET • 4,7°C Campos do Jordão/INMET • 5,2°C Maringá/ Itatiaia - RJ Fonte: PWS/INMET Levantei cedo para tirar algumas fotos da geada que cobria o Bairro do Charco:
  14. 34 points
    Mínima 3,7°C em casa e 1,7°C na baixada às 7h10. Geada...
  15. 34 points
    Bom dia à todos... A intensidade do frio foi menor nesta manhã de sexta-feira aki no leste de Curitiba, mas ainda registrei 1,8°C na baixada e 4,4°C em casa. A geada apareceu fraca e o nevoeiro foi mais denso ao amanhecer.
  16. 32 points
    VÍDEO FEITO HOJE NO BAIRRO DO CHARCO EM DELFIM MOREIRA, MOSTRANDO A BAITA GEADA POR LÁ:
  17. 32 points
    Bom dia a todos! As últimas duas madrugadas foram bem frias aqui no interior de São Paulo. Aqui em Matão tive a menor temperatura do ano ontem com 9,3°C, e hoje amanheceu com 9,8°C. Pela região, destaco Itirapina (ao lado de São Carlos) que cravou 5,3°C. Ontem Cordeirópolis teve 5,4°C. Estes valores baixos se devem muito mais à baixa quantidade de vapor d'água na atmosfera do que ao ar frio por si só, que ingressou no final de semana com fraca intensidade aqui no estado. Sobre a próxima incursão de ar frio, como todos viram, desde sábado a tendência dos modelos mudou de uma incursão ampla e com força considerável para uma onda de frio comum para a época e sem grande alcance territorial pelo interior do país. Ela avançará por dois setores, por via continental, atingindo o sul da Amazônia provocando friagem a partir de quinta-feira em Rondônia, Acre e extremo sudoeste do Amazonas, e por via oceânica, atingindo praticamente todo o leste do Sudeste até sábado. Sobre mínimas baixas: amanhã já deve amanhecer bem frio no Rio Grande do Sul, especialmente nas regiões oeste e noroeste. Na quinta-feira, deste o oeste do Rio Grande do Sul até o norte do Paraná, além do centro-sul do Mato Grosso do Sul; chamo a atenção para a divisa de SP com o PR também, além de uma faixa que compreende desde a região de Dracena até Sorocaba, que devem ter mínimas baixas em diversos pontos; o Paraná deve se destacar na quinta-feira, além do sul do MS. Na sexta-feira, o ar seco ganha força sobre todo o estado de São Paulo, MS, sul do MT e sul de GO, mas atenção ao quadrante predominante do vento que deve ser de Sudeste, o que pode frustrar grandes quedas na temperatura nestas áreas; regiões de várzea devem ter queda mais expressiva. A figura abaixo, que mostra a umidade relativa do ar na madrugada (ao lado, a água precipitável para que seja feita comparação) de sexta-feira, mostra menores índices no oeste paulista, centro-norte do MS e metade oeste do PR, e maiores índices são vistos na faixa mais ao sul e leste de SP. Índices maiores apontam maior mistura de ar, isto é, menor capacidade de represamento de ar frio em regiões de vale, e isso muitas vezes é provocado por ventos que sopram de sistemas de escala sinótica (no caso, a alta pressão), já que estes se sobrepoem à simples brisa de montanha (a que transporta ar frio das regiões elevadas para as baixadas). Então mesmo as baixadas destas áreas com maiores índices de UR correm "risco" de terem uma queda tamponada ou por mistura de ar ou por formação de nevoeiro. No sábado, maior potencial para frio intenso na madrugada no MS, extremo sudoeste de GO, sul e oeste do PR, meio-oeste de SC e boa parte do RS, além de MG. SP deve ter madrugada fria mas com algum vento, o que aumentará significativamente a sensação de frio. Contudo, destaco potencial para maior queda na faixa norte do estado, especialmente nas regiões de Barretos e Votuporanga. Vamos falar agora sobre a chuva. Se você espera chuva forte no interior de São Paulo, eu falo: pare. A mudança no curso da alta alterou a chuva prevista, e ela deve ser nada ou quase nada em boa parte do interior paulista. Eu sei, é frustrante, eu também estou triste, mas quem disse que a vida seria fácil? Ela dá simplesmente um olé em SP. Onde deve ter chuva é só mais a faixa ao sul, inclusive o litoral pode ter bastante. É isto, num dia os modelos oferecem muito, no outro: Vai esfriar bem sim, com boas chances de temperaturas bem abaixo de 0°C nas baixadas catarinenses. Está só começando, é apenas 5 de maio, tem muito chão pela frente (pra sofrer) ainda.
  18. 32 points
    Alguém me dá um Rivotril, por favor. Vou surtar com essa rodada 12Z do Europeu:
  19. 31 points
    Frio congelante em Visconde de Mauá O frio distrito de Visconde de Mauá localizado no Sul Fluminense, registrou mínima de apenas 2°C nessa manhã de quarta-feira (27/05), o resultado foi uma forte geada que cobriu todo o distrito. Essa temperatura foi registrada por uma estação meteorológica particular. Foto via Amo Visconde de Mauá Fonte: https://www.facebook.com/monitoramentoclimaticofluminense
  20. 31 points
    Pense na seguinte situação: numa área existe uma região de topo (A) e uma de baixada (B) logo ao lado. Numa noite de estabilidade, sem vento e sem nuvens, com umidade absoluta constante (quantidade de vapor d'água no ar atmosférico) ocorre perda de radiação de onda longa pela superfície terrestre, e com isso perda de calor. A temperatura cai tanto em A quanto em B. O ar frio é mais denso, então ele tende a escorrer para regiões adjacentes mais baixas. Neste caso, de A para B. Em A não haverá acúmulo de ar frio e a temperatura cairá menos, enquanto em B a temperatura cairá mais. Conforme a temperatura cai, com umidade absoluta constante, vai-se aos poucos chegando na temperatura em que o vapor saturará, que é a temperatura do ponto de orvalho. Mas em A, como a temperatura cai menos, esse ponto de saturação fica mais difícil de ser atingido, enquanto em B, caso as condições de estabilidade permaneçam, a diferença entre a temperatura e o ponto de orvalho ficará cada vez menor, ou seja, umidade relativa mais elevada. Então, podemos concluir que em noites de muita estabilidade há grandes diferenças na umidade relativa entre uma região de topo e uma de baixada próximas. A umidade baixa numa região de topo, em geral, é indicativo de que regiões de vale/baixada próximos estão acumulando ar frio. Espero não ter sido confuso na explicação.
  21. 31 points
    Previsão do tempo para a fria Faxinal do Céu/PR Algumas fotos do Jardim Botânico de Faxinal do Céu para apreciarmos
  22. 31 points
    Rodadas da tarde de hoje dos modelos ECMWF, GFS, ICON e CMC. 23 de maio: A tendência seguida pelos modelos é a mesma, com algumas diferenças entre eles: um cavado em 500 hPa transpõe os Andes orientado diagonalmente (quase meridional) a leste de um sistema de alta pressão, com uma crista alongada saindo do litoral da Argentina sentido sudeste no Atlântico. Devido à sua grande amplitude, conforme o cavado avança parte dele se desprende dando origem a uma baixa fechada e fria, uma baixa segregada. A advecção de vorticidade ciclônica auxilia na formação de um ciclone extratropical em superfície a leste da baixa em médios níveis. A diferença dos modelos está na intensidade na qual o cavado passa pelos Andes, e a intensidade da baixa formada pela sua quebra na sequência. Esses dois fatores influenciarão na posição e intensidade do ciclone, além da intensidade da advecção do ar frio. 24/05: No dia 24, a previsibilidade cai devido a esse impasse na intensidade do cavado. Aos poucos, os modelos vão se ajustando a um ponto em comum. O último a adquirir o 'desenho padrão' foi o CMC, na 12Z de hoje. Eu vou me abster de fazer alguma previsão mais focada por ora, só gostaria de fazer umas observações: - O desenho projetado por todos os modelos, exceto o ECMWF, são para neve nos pontos acima de 1200m entre o RS e SC; - O frio é amplo em todos os modelos. Sobre o modelo CMC, conforme já dito aqui muitas vezes antes, é um bom modelo para dar tendências para as baixadas, mas só em cima da hora. Sobre 'semelhanças' com maio de 1979, eu devo pedir para os sonhadores acordarem pois: nem de perto. É uma bela onda de frio que se desenha, mas nem de perto se aproxima da grandiosa onda de frio de maio de 1979.
  23. 31 points
    Ciclogênese bomba em curso, com queda na pressão central superior a 24 hPa em 24h. Neste momento o núcleo da baixa está a leste da província de Buenos Aires, e deve nas próximas horas se aprofundar se deslocando para nordeste, ficando a leste do litoral gaúcho entre hoje a noite e a próxima madrugada. Sobre o ar frio que ingressará, é perceptível que o grosso ficaria no Sul devido à progressão do cavado em médios níveis que não amplifica o suficiente para que o ar frio chegue espesso à maior parte do Sudeste. Em compensação, teremos uma injeção notável de ar muito seco que trará mínimas baixas para a época em São Paulo, Minas Gerais e parte do estado do Rio. Já na próxima madrugada teremos ar muito seco em grande parte de SC e metade sul do PR. Devido ao mesmo ar seco, espera-se queda forte nas temperaturas entre o norte do PR, oeste e sul de SP amanhã ao anoitecer, e mínimas baixas em todas as regiões citadas até agora, além do sul do MS, centro e leste de SP, e sul de MG na manhã de sábado. Temperaturas abaixo de 0°C em pontos da Serra Catarinense são prováveis.
  24. 30 points
    Bom dia a todos. NOVO RECORDE DE MÍNIMA EM MAIO na estação do bairro Bandeirantes: Foi registrado o valor de 06,4°C ! Sendo assim, superou Maio de 2018, cujo valor foi de 06,8°C.
  25. 30 points
    Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba ao meio-dia: 12,0ºC em Uberaba (chuva) 12,4ºC em Sacramento (nublado) 12,8ºC em Campina Verde (chuva) 13,0ºC em Serra do Salitre (nublado) 13,1ºC em Uberlândia (nublado) 13,2ºC em Conceição das Alagoas (chuva) 14,3ºC em Araxá (chuva) 15,5ºC em Patrocínio (chuva) 17,6ºC em Coromandel (nublado) 18,3ºC em Monte Carmelo (nublado)
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.