Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 12/21/19 in Posts

  1. 24 points
    Boa noite BAZianos! Esse é meu primeiro post aqui! Aliás um feliz ano novo!!! Gostaria de fazer uma apresentação mais elaborada, mas devido as circunstâncias vou me ater a compartilhar o que aconteceu agora há pouco (40min) aqui na região de Cafelândia-SP. Fomos pegos de surpresa por um núcleo de tempestade extremamente severo, nos radares do IPMet a intensidade do núcleo chegou a apresentar cor "rosa" (150-200mm/h). Curioso pois durante o dia nem ameaças de CB's tivemos aqui no noroeste paulista, apenas no norte e nordeste do estado. As rajadas foram muito fortes derrubando galhos e destelhando algumas casas. O volume de chuva foi absurdo, em questão de 5 minuto a enxurrada já era absurdamente volumosa. Ocorreram dois ápices durante a tempestade, ao todo durou aprox 30 minutos. Em um distrito vizinho (Simões) há relatos de quedas de árvores e destelhamento, acredito até possívelmente em uma microexplosão. A chuva atingiu em cheio o norte do município, e desloca-se em direção Leste-Nordeste no momento. Não tenho dados de precipitação nem pressão atmosférica, mas aprox 30 min antes da tempestade a temperatura caiu de forma muito brusca, que com o vento trouxe até uma sensação de frio, sendo que a tarde a temperatura passava facilmente dos 32ºC. Felizmente não houve feridos nem casos mais graves. Janeiro começando com tudo em 2020! Boa noite à todos >> Sou um entusiasta observador do tempo, aficcionado por Cumulonimbus, eventos extremos e climatologia de uma forma geral, não sou meteorologista. Posteriormente devo postar mais coisas referentes a região.
  2. 18 points
    Em termos de bloqueio, o interior de SP estará nas bordas da alta em 500 hPa, que é de fato o tampão. Por aqui teremos pancadas de chuva isoladas nos próximos dias. O crítico mesmo será no Sul. Veja a precipitação acumulada até dia 31: Teremos calor e até uma certa quantidade de umidade nos baixos níveis, mas essa alta 'tampão' em 500 reduz o cisalhamento vertical que traz como consequência a supressão na evolução de células convectivas. Surgem várias isoladas e de curta duração, mas aquelas multicelulares necessitam de um ambiente com cisalhamento mais intenso, pelo menos até os 6km de altura, para conseguirem se desenvolver bem. O motivo é que o cisalhamento mais intenso faz com que a célula se incline, e as correntes ascendentes e descendentes dentro das nuvens não coincidem se anulando; nesses casos de CAPE e cisalhamento altos o fluxo descendente levanta o ar mais quente na dianteira da tempestade funcionando como uma frente fria de mesoescala, formando novas células.
  3. 16 points
    Sobre a onda de calor no RS, as últimas rodadas do modelo ICON, que é alemão e é meio que a mão do EUROREI (créditos a @Vitor V), apontam um calor absurdo para o dia 31 após seguir praticamente igual a hoje até dia 30. Diante da precisão do modelo, essa previsão para o dia 31 com valores de até 43-44°C no leste do RS não é tão outlier e não seria surpresa se valores próximos a isso fossem pontualmente atingidos no último dia do ano. Mas há uma variável importante a se considerar que é a nebulosidade. O modelo europeu já aponta bastante nebulosidade alta em especial para o setor oeste do RS no dia 30, com céu mais claro no centro e leste do estado. Em geral, nebulosidade alta não afetam o balanço de energia, a não ser que sejam cumuliformes. No tempo de sol em minutos (em 1 hora, para as 15h), os dois modelos apontam cenários parecidos para o dia 30, com maior tempo de brilho solar no setor leste: E dia 31, que só tem o ICON (ao lado, imagem do IR simulada do Euro): Os valores de temperatura máxima apontados pelos dois modelos: Outra variável que eu gostaria de destacar é a temperatura em 850hPa. Com a ciclogênese ocorrendo entre a Argentina e o Uruguai no dia 31, o aporte de ar quente em baixos níveis deve atingir seu pico neste dia. A solução do ICON é muito mais agressiva. No dia 31 deve haver uma elevação da temperatura muito mais brusca entre o amanhecer e o meio dia do que nos dias anteriores, provavelmente com locais batendo os 40 neste período. O heat dome no dia 29: A temperatura sobe tanto com o passar dos dias na presença de altas de bloqueio pois a convecção é quase suprimida devido aos movimentos subsidentes (de cima para baixo), e a convecção é um meio de transferir calor da superfície para níveis mais altos. Com convecção prejudicada, o calor fica retido próximo à superfície.
  4. 16 points
  5. 16 points
  6. 16 points
    Bom dia à todos... A nova frente fria cruzou o nordeste da Argentina, Uruguai e atinge o Paraguai com muita turbulência e formações espetaculares.
  7. 15 points
  8. 15 points
    Por sorte, eu passei a maior parte do dia de ontem (quando o bafo começou a apertar aqui embaixo) na minha terra natal Teresópolis, onde o dia foi um pouco abafado mas muito mais tolerável, e como o sol ficou escondido pelas nuvens por bastante tempo a máxima foi de civilizados 26,5ºc na automática do INMET (eu estava num bairro relativamente alto, a 920 metros, então não deve ter diferido muito da auto). Mas a mínima de ontem na auto de Teresópolis foi a segunda maior do ano (20,7ºc, atrás apenas dos 20,9ºc de 16/02). Este vento norte costuma segurar bastante as mínimas também na borda da serra, e como não houve a tradicional pancada de chuva (a subsidência não deixou o calor, a umidade e o relevo atuarem no desenvolvimento das nuvens) a mínima foi alta para os padrões locais. Hoje o calor apertou por lá e passou dos 29ºc no final da manhã, mas deve chover logo. Abaixo algumas fotos que tirei em Teresópolis ontem. Ao fundo é possível ver boa parte da Serra dos Órgãos (que recebeu este nome por lembrar os tubos dum órgão de igreja quando vista de certos ângulos). Entre os picos que aparecem nas fotos estão o famoso Dedo de Deus (símbolo da cidade, com 1692 m), mais ao centro, e a Pedra do Papudo (2219 m), mais à direita, que só aparece fora das nuvens na terceira foto. O vento norte mais forte em altitude também favoreceu a formação de nuvens “tipo lenticular”, como dá para ver em algumas fotos (2 e 4).
  9. 15 points
  10. 14 points
    Só uma nota sobre a chuvarada em Petrópolis hoje (a segunda do ano): a chuva forte do dia dia 02/01 foi muito mais abrangente que a de hoje, pegando não só a área urbana mas quase todos os distritos ao norte (Petrópolis é um município grande), já a de hoje ficou restita à grande parte da área urbana, uma região mais próxima da borda da serra (e tradicionalmente mais chuvosa). Apesar da chuva ter sido muito menos abrangente hoje, a área mais atingida é bem urbanizada, e os alagamentos e transtornos foram bem grandes (até maiores nos bairros mais atingidos). A estação do Cemaden na Rua Araruama (bairro Quitandinha), vergonhosamente a única da área urbana que não está entupida ou fora de operação, registrou 63,4 mm em 20 minutos e 84,9 mm em 30 minutos. Ao contrário do que as imagens de satélite podem ter sugerido a alguns, as chuvas mais volumosas hoje atingiram uma área pequena do estado do RJ, a maioria das cidades registrou chuva fraca ou no máximo moderada, e em muitos locais sequer choveu. Na cidade do Rio de Janeiro a chuva variou entre muito pouca e nenhuma, e o acumulado mensal médio na capital fluminense até hoje não passou dos 26,8 mm, apesar de ter ocorrido precipitação em 7 dos 8 dias do mês (em algum ponto da cidade ao menos) até agora... Em Niterói o INMET (Barreto) está pouco acima dos 40 mm no mês, mas as pancadas isoladas favoreceram justamente aquela área da cidade (norte, onde fica o Barreto), aqui perto do centro no Ingá creio que mal chegou aos 20 mm. O abafamento tem sido bem grande nos últimos dias pela RM do RJ, mas as máximas não estão particularmente elevadas para os padrões do nosso verão, ontem por exemplo foi o dia mais quente do ano até agora (junto com 01/01), mas as máximas pela cidade do Rio ficaram entre 30ºc (centro e praias/zona sul) e 37ºc (interior ZN/ZO). Hoje foi igualmente abafado mas a maior presença de nuvens segurou um pouco as máximas nos bairros mais quentes, e ainda assim fez 34/35ºc nestes locais. Darley, no Rio de Janeiro (especialmente no centro-sul do estado), dezembro de 2009 que se destacou pela chuva, e no último dia do ano os volumes elevados em muitas áreas (sobre um solo já muito úmido) detonaram os deslizamentos trágicos em Angra dos Reis e Ilha Grande. Janeiro de 2010 já foi um mês de chuvas irregulares do estado do RJ, com mais cidades abaixo da média que acima (no centro/norte do estado foi um mês bem seco). Dezembro de 2009 foi o mês mais chuvoso do século XXI na cidade do Rio de Janeiro, com 372,1 mm (média de 33 estações), e mais de 550 mm nos pluviômetros do Sumaré e Mendanha. O segundo mês mais chuvoso do século na capital foi abril de 2010 (361,6 mm), o terceiro janeiro de 2013 (346,8 mm), e o quarto março de 2010 (339,7 mm).
  11. 14 points
  12. 14 points
    Olá pessoal, eu já tinha uma conta aqui no fórum mas desde que deixei o Brasil em 2016 eu acessava o fórum algumas vezes só como visitante. Pois bem, esse inverno aqui em Bratislava está sendo relativamente "quente" comparado aos últimos 3 invernos que passei aqui. Até agora só tivemos 1 episódio de neve em dezembro e ontem acredito que tenha sido o dia mais frio do ano (em média) em que a máxima ficou em -2°C com uma neblina densa na maior parte do dia proporcionando imagens muito bonitas da vegetação congelada, mas hoje a temperatura durante o dia já alcançou 8°C e tem previsão de chuva para esta noite. Este inverno está sendo assim, uma gangorra nas temperaturas. O pessoal aqui está comentando bastante sobre esse inverno atípico e muitos já me disseram para me preparar que alguma hora o frio vai ter que compensar. Veremos... Vou deixar aqui uma foto que tirei ontem
  13. 14 points
    Núcleo de tempestade que se formou no meio da tarde na região metropolitana de Vitória... Muitos raios atingindo prédios e árvores, como não se via há anos. VID-20200103-WA0137.mp4
  14. 14 points
  15. 14 points
    Ontem e hoje fiz um passeio muito top por SJ/Bom Jardim. Levei bastante do calor de Blumenau comigo para a terra do Coutinho, tava muito quente para os padrões serranos, credo. É legal de saber como SJ deu uma evoluída de uns 10 anos pra cá, o centro ta bem ajeitadinho. E as vinículas um espetáculo a parte, coisa de primeiro mundo. A iniciativa pública está dormindo no ponto quanto ao potencial turístico da região. A beleza do lugar nunca cansa 😃
  16. 14 points
    Tarde de céu impecável na RMRJ, no momento a temperatura é de 30,3 graus.
  17. 14 points
    Bom dia à todos... A semana começou com surpresa aos moradores da longínqua Ushuaia: TROVOADAS e descargas nuvem-solo. É algo raríssimo na região ⬇ (Anibal Nairn) Após a tempestade, o céu se coloriu com o arco-íris ⬇ (Marianoel1977) (Hotel Austral Ushuaia) (Gustfront)
  18. 14 points
    TODOS OS INSTITUTOS FALHARAM na previsão para o leste do Paraná no fds e neste começo de semana. Em média haviam previsto >50 mm entre sábado e domingo. Choveu ontem 1,5 mm e hoje 0,6 mm. Aki no litoral, ao invés da chuvarada prevista, temos hoje sol, calor de 33°C e vento fraco. Dia perfeito...
  19. 13 points
    Campo Mourão/PR: 7h: 0.4 mm 8h: 2.2 mm 9h: 5.6 mm 10h: 49.2 mm 11h: 50.8 mm 12h: 26.0 mm 13h: 12.4 mm Total do dia: 146.6 mm E continua chovendo por lá.. Aqui, vai chover em instantes.
  20. 13 points
    Feliz 2020... E q a nova década seja de ....mudanças!!
  21. 13 points
    A ciclogênese já está ocorrendo entre a Argentina e o Uruguai, e a previsão é que o sistema se desloque para leste ao longo do dia de hoje e amanhã deve passar sobre o RS, com saída para o oceano bem na virada do ano. Por esse motivo, a virada deve ser de bastante vento no sul gaúcho e o primeiro dia de 2020 também em grande parte do RS e Uruguai. A formação dessa baixa favorecerá convergência de umidade em baixos níveis sobre o centro do país e região Sudeste entre os dias 2 e 7, e como consequência os acumulados sobre Minas Gerais, nordeste de São Paulo, Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo podem ser bem altos neste período. Regiões propensas a deslizamentos de terra e inundações devem ter atenção especial, uma vez que os acumulados pontuais podem passar dos 200mm em menos de 5 dias na Zona da Mata e região central de MG, além da região serrana do RJ.
  22. 13 points
    BH também está muito próxima da média histórica, máximas acima e mínimas abaixo. Os últimos dias têm apresentado sol pela manhã e chuvas isoladas à tarde, com variação 18/19 até 28/29 no centro. Em geral um mês agradável. Ontem foram mais 5,4mm no inmet, fazendo o acumulado anual chegar aos 998mm. Faltam 2mm pra chegarmos aos 1000mm, se não chover até amanhã, eu pulo o muro do inmet e jogo água no pluviômetro.
  23. 13 points
    Imagem bonita...a manhã começa animada em Buenos Aires ☔💣
  24. 13 points
    URGENTE...... ESTAÇÃO AUTOMÁTICA DO INMET EM PORTO ALEGRE, CHEGOU AOS 38,9ºC. COM ISSO TEMOS UMA NOVA MÁXIMA ABSOLUTA EM 2019, DERRUBANDO OS 38,5ºC DE JANEIRO!!! A TEMPERATURA AINDA PODE SUBIR MAIS. O RECORDE DA ESTAÇÃO AUTOMÁTICA PARA DEZEMBRO É 39,0ºC E NA CONVENCIONAL É 39,8ºC.
  25. 13 points
    Estou vivo! Hehehehe O que tem me deixado ausente é mais a falta de tempo mesmo, mas vou tentar voltar aos poucos à mesma atividade de antes. Por enquanto, fiquem com esse belo ômega invertido que deve começar a se configurar sábado: Explicando: um bloqueio ômega invertido é caracterizado por um desvio dos fluxos zonais que acaba formando algo parecido com a letra ômega, mas de cabeça para baixo. No centro, dentro do ômega, há um centro de alta pressão com dois centros de baixa, um a leste e outro a oeste. Na imagem, uma crista se alongando para o Sul e um cavado bem a leste no Sudeste.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.