Jump to content
Brasil Abaixo de Zero

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation on 10/27/19 in all areas

  1. 10 points
  2. 6 points
  3. 6 points
    Forte chuva que atingiu a região de Santa Rita do Sapucaí, no sul de MG. A cidade está entre Itajubá e Pouso Alegre. Cerca de 800 a 900m, um verdadeiro buraco. Boa de mínima. É também sede da INATEL, excelente instituição de ensino superior. Sta Rita é polo em tecnologia, tem cerca de 45 mil habitantes. VID-20191026-WA0132.mp4
  4. 5 points
    Isso, geralmente é assim. Mas com oceano quente a inversão térmica matinal na planície litorânea enfraquece e facilita o extremo de calor, assim como no fim da tarde é mais difícil soprar brisa devido ao menor gradiente de temperatura e pressão em direção ao interior.
  5. 4 points
  6. 4 points
    Um desses causou 270 milímetros de chuva em Fortaleza, no dia 24/04/1997. http://www.rbmet.org.br/port/revista/revista_dl.php?id_artigo=530&id_arquivo=792
  7. 4 points
    Minha aposta pra 2020 em Curitiba: Jan - na média. Sem bloqueios, boa dinâmica de massas. Fev - ligeiramente acima da média. Uma onda de calor chata no meio. Mar - acima da média, seco. Um bom bloqueio no início do mês. Abr - na média, muito chuvoso, segunda metade fria e primeira quente. Mai - ligeiramente abaixo do média, chuvoso, várias pequenas incursões de média intensidade. Jun - abaixo da média, seco e duas ondas de frio forte. Jul - ligeiramente abaixo da média, úmido, média máxima baixa. Ago - muito abaixo da média, uma incursão forte e outras duas médias em apenas 20 dias. Chuva acima de média. Set - acima da média mas não tanto, e seco (só repetindo a receita de todos os anos). Out - na média Nov - acima da média, seco. Dez - na média, normal. Absolutas: 32,8°C em Dez/ -2,4°C em Ago
  8. 4 points
  9. 4 points
    Chuva forte chegando em Patrocínio neste momento. ezgif-2-ac6603ed0b19.mp4
  10. 4 points
    Estamos quase no final de outubro e faltando 66 dias para terminar o ano algumas capitais estão muito próximas de atingirem suas médias anuais de chuva, são elas: Rio Branco: já acumulou 1940,2mm. Faltam 57,4mm para atingir a média anual. Outubro na capital do Acre está em 191,3mm; Manaus: já acumulou 2253,5mm. Faltam 47,7mm para atingir a média anual. Outubro na capital do Amazonas está em 222,3mm; Recife: já acumulou 2174,4m. Faltam 89mm para atingir a média anual. Outubro na capital de Pernambuco está em 59,5mm; Natal: já acumulou 1693,9mm. Faltam 27,5mm para atingir a média anual. Outubro na capital do Rio Grande do Norte está em 18,3mm; Porto Alegre: já acumulou 1340,9mm. Faltam 84,5mm para atingir a média anual. Outubro na capital do Rio Grande do Sul está em 192,3mm. É a capital mais próxima de atingir a média anual no Centro-Sul; Também coloco como destaque Belém, que a chuva de outubro está acima da média(de novo!!! mais um mês com chuva acima da média em 2019 em Belém). Se novembro e dezembro continuarem assim, com chuva acima da média, não descarto que a capital do Pará atinja até mesmo a incrível marca dos 4000mm. Belém acumulou mais de 3200mm desde 01/01.
  11. 3 points
    Boa noite! A manha e o comeco da tarde foram ensolarados em Buenos Aires. Depois o céu ficou parcialmente nublado e no comeco da noite houve chuva na parte oeste da Grande Buenos Aires. Aqui no centro, apenas raios e trovoes distantes. Tivemos temperatura típica de janeiro, com mínima de 20,2°C, a maior desde 2 de abril, e máxima de 30,2°C novamente, como ontem. Agora temos poucas nuvens, 22,4°C, URA de 64%, vento leste a 7 km/h e pressao de 1.005,7 hpa. Para amanha a previsao é de mais nebulosidade e possibilidade de pancadas de chuva isoladas a qualquer hora do dia. Mínima de 21°C e máxima de 27°C. O sol nasce às 5h57 e se poe às 19h17. O período de sol nascendo antes das 6h aqui vai de 25 de outubro a 18 de janeiro, menos de tres meses.
  12. 3 points
    Previsão de chuva para amanhã em SP. Enquanto o europeu indica um pouco de chuva, o GFS prevê tempo seco em grande parte do estado. Europeu 12z GFS 18z
  13. 3 points
    Kyarr se torna o ciclone mais intenso registrado no mar da Arábia
  14. 3 points
    Radares da UNESP neste momento. Apenas um núcleo isolado de chuva na região de Franca.
  15. 3 points
  16. 3 points
  17. 3 points
    Estou passando final de semana em Floripa, hoje a máxima foi de 23,8ºC/Inmet. Termômetros da rua marcavam o mesmo. Só que hoje é diferente, estamos na primavera, mesmo fazendo 23ºC, tu sente aquela umidade pegajosa no corpo, estava/está meio abafado nos ambientes fechados, na rua está bem melhor já que tem um pouco de vento, pra quem detesta é ruim, agora imagina quando está 30ºC, ai não tem como não sentir o corpo todo melecado. Enfim, a primavera adentrou de vez, agora daqui pra frente será assim, umidade bastante elevada, temperaturas em alta elevação até o fim do verão.
  18. 2 points
    FelipeF, as ruas sujeitas a alagamentos vão encher bem.
  19. 2 points
    Wallace Rezende, ocorreu uma chuva muito forte numa área rural de Petrópolis, acho que jan de 2008 ou 2009, saiu a reportagem no O Globo, acho que foi no Vale do Cuiabá, choveu 135 mm em 30 minutos. As estações pertenciam ao LNCC. Aqui na minha região, teve uma chuva muito forte na cidade de Miracema-RJ, choveu 120 mm em 45 minutos no dia 23 dezembro 2003.Os paralelepípedos rolaram das ruas que descem dos morros,foi um estrago enorme, também deixou a cidade de Miracema cheia de lama.Essa reportagem saiu num jornal da região, os moradores da cidade com mais de 80 anos e que tinham ótima memória naquela época, disseram que nunca tinham visto um chuva tão forte, num curto espaço de tempo. Outra cidade que choveu muito no interior do Rio, foi em São Fidélis, em janeiro de 2009, a chuva durou 40 minutos e caíram 117 mm.Uns meses depois vi esse dado da estação da ANA, o mesmo valor divulgado num jornal da época.
  20. 2 points
    Concordo! Desde Setembro, Sul e Sudeste passaram periodicamente por períodos extremamente kentes. No RS, em Santa Catarina, no Paraná, em praticamente todos os estados do Centro-Oeste e em parte do Sudeste as máximas superaram 40°C em diversas localidades e entraram para a história climatológica brasileira (se é q isso existe, seriamente). E todo esse calor aconteceu com o Atlântico frio. O q parece é q os meteorologistas e estudiosos da climatologia não encontram respostas satisfatórias para determinadas kestões (o conhecimento avança ainda a passos lentos quando se trata de assuntos mais complexos). É muito arriscado afirmar q o reflexo da elevação das temperaturas nas águas superficiais da costa brasileira será na forma de novas e piores ondas de calor no interior do continente. Eu não acredito nisso. Não tenho, obviamente, o conhecimento necessário para apostar no q ker q seja e acho q poucos aki o tem.. Uma coisa posso afirmar: já ocorreram períodos de forte calor com Atlântico frio e o inverso também. Outra coisa tbm é válido dizer: choveu pouco nos últimos meses em boa parte do nosso litoral (ST -) e já ocorreram tbm períodos prolongados de pouca chuva nas mesmas regiões, com ST +, então fica difícil né?
  21. 2 points
    Que patético o ano de 2019 em Curitiba... Acho que a capital paranaense terá o ano mais quente de sua história na média anual. Depois de um janeiro e maio históricos, agora vem essa nova onda de calor com direito a 34 de máxima(algo que já ocorreu em janeiro e é uma marca que a capital paranaense dificilmente atinge se comparado com outras capitais do Centro-Sul, as máximas anuais em Curitiba na maioria das vezes ficam entre 32-33 graus).
  22. 2 points
    Hoje a temperatura subiu muito rápido pela manhã, e a tarde começou à diminuir a velocidade da subida por conta da nebulosidade, mas mesmo assim chegou novamente à 36°, agora a nebulosidade já se dispersou, e amanhã pode ter chuva Céu às 13:40 (e essa massa de água é a lagoa Xambrê, a maior lagoa marginal do Paraná) Céu já sem nuvens, 18:25h
  23. 2 points
    UDIA 76533581_838379556577718_1094676928673411711_n.mp4
  24. 2 points
    Mas a ST do atlântico não responde de acordo com as massas de ar? Tipo, várias ondas de calor prolongadas historicamente começaram num oceano nada fervente. Não vejo isso como causa, mas como efeito, pelo menos pra nós banhados pelo atlântico sul.
  25. 2 points
    SETEMBRO 2019 - NOVA TRENTO/SC E REGIÃO Demorei mas postei, setembro bem interessante, marcado pelo grande contraste entre a parte baixa e serrana devido a inversão térmica. Destaques: - Onda de frio forte no início do mês com máximas que não se viam a anos para um setembro. - Onda de calor severa para o mês logo em seguida, pegando apenas na parte serrana.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Guidelines.